História Em todas as vidas que eu tiver eu te amarei - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Shadowhunters, Teen Wolf
Tags Sterek
Visualizações 33
Palavras 1.475
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Lemon, Magia, Romance e Novela, Sobrenatural

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Brasil, calma eu etou vivo é só que minha casa tá em obra e ficou uma bagunça total e só foi normalizar ontem então eu deixei para postar hoje. Eu não consegui recuparar o cap. que estava no pc então eu fiz hj denovo e acho que não ficou tão legal.
Espero que gostem.

Capítulo 7 - Está perdido amiguinho?


Fanfic / Fanfiction Em todas as vidas que eu tiver eu te amarei - Capítulo 7 - Está perdido amiguinho?

Acordei com o meu pai me chamando, ele aparentemente descobriu o porquê de eu ter feito o prato preferido dele ontem.

  - Filho me desculpa eu fui um... - Dizia ele enquanto eu acordava - Eu fui um...

Alguém: Gente não faz isso comigo, eu de manhã sou muito lezado.

Autor: Só quando acorda?

Alguém: O que você está insinuando?

Autor: Nada.

  - Você é um pai maravilhoso, você só estava trabalhando;

  - Filho me desculpa eu... eu prometo que isso não vai acontecer denovo - Disse se sentando do meu lado na cama.

  - Pai não prometa uma coisa que você sabe que não vai consegui cumprir;

  - Mas eu vou tentar, eu...

  - Pai, deixa eu já estou acostumado, e até gosto de ficar sozinho;

Alguém: Esse ai é dos meus.

  - Filho, não diga isso;

  - Tudo bem pai, mas eu tenho que te entregar uma coisa - Eu levantei peguei a papelada em cima da escrivaninha e o entreguei - Eu já escolhi a minha profissão;

  - Filho... filho você... você vai...

Alguém: Respira, vai respira.

  - Sim pai, vou ser policial como você - Ele se levantou e me abraçou.

  - Eu... eu estou muito orgulhoso de você - Dizia emquanto lágrimas caiam de seu rosto, me apreçei em enchugá-las.

  - É eu sei;

  - Agora vou deixar você voltar a dormir;

  - Como se eu conseguisse - Susurrei.

 Dito e feito, depois que o meu pai saiu eu não consegui mais dormir então eu resolvi dar uma volta, pegar o meu jeep e só ir, mas quando cheguei na sala eu vi um uma reportagem que tinha acontecido um acidente no caminho para a reserva, então eu acabei resolvendo ir a pé mesmo não estava tão afim de dirigir mesmo.
 Acabei passando na frente da escola e vi Liam conversando com seus amigos, e lembrei das coisas que eu e meus amigos passamos nela. Muita coisa, eu sei mas não me arrependo de nada, nem mesmo de entar naquela banheira para mais tarde matar a Alison, por que se não o fisse-se meu pai, o pai da Alison e a mãe do Scott estariam mortos e provavelmente muitas outras pessoas.

 "Pare de pensar nela, pare de pensar nela" - pensava.

  - Não foi culpa sua, não foi culpa sua - Repitia como um mantra.

  - O que não foi sua culpa Stiles? - Perguntou alguém ao meu lado.

  - Nada não eu só... Como você sabe o meu nome? Quem é você?

  - Não está me reconhecendo Stiles?

  - Sua voz me é familiar, você ficar repetindo o meu nome também, mas cinceramente não sei quem é você;

  - Nossa Stiles achei que você reconheceria o seu melhor amigo;

  - Meu melhor amigo é o Scott;

  - Isso não é justo, eu fiquei na sua cabeça por mais tempo.

 Então finalmente eu consegui focar nele, e eu vi que por de baixo do capuz que ele usava não tinha rosto só um monte de ataduras enrroladas em alguma coisa;

  - Nogitsune;

  - Parabéns Stiles, você acertou;

Alguém: Só faltou ele falar: Quer um biscoito? Kkkks.

  - Não de novo não, você não vai entrar na minha cabeça - Tentei sair correndo mas simplesmente meus pés não me obedeciam, eles estavam grudados no chão.

  - Stiles, você ainda não aprendeu que não se pode fugir de mim?

  - Você está preso, nem sei a onde, na caixa das garras da Talia;

  - Você achou que uma "caixinha" daquela iria me segurar Stiles?

  - Você não é real, NÃO É REAL;

Alguém: Ta ficando doido.

  - Stiles por que você está gritando, eu estou aqui na sua frente;

  - LIAM, LIAM, LIAM;

  - Seu amigo não vai te ajudar Stiles, ele está mais ocupado conversando com a namorada dele;

  - SAIA DA MINHA CABEÇA;

  - Eu não estou na sua cabeça Stiles, ainda não;

  - O que você quer?

  - O mesmo de antes Stiles, caos, dor, medo e destruição;

Alguém: E uma gotinha do elemento X e assim se fez as meninas super odiosas. Kkks eu não presto.

Autor: Você jura?

  - Não vou deixar você machucar os meus amigos de novo;

  - Que pena Stiles, porque se não for com você vai ser com a sua linda amiguinha a Lydia, Lembra o que aconteceu com ela depois daquele furo na cabeça? Essa foi a melhor época, foi muito bom, pena que ninguém morreu;

  - Sim eu lembro, mas você não vai encostar em nenhum fio de cabelo dela, e ninguém morreu por que eu estava lá;


Alguém: E o super ego ataca novamente.

  - Não tenho a intenção de encostar nela Stiles, tenho a intenção de fazer pior, lembra do que o Deaton falou que aconteceria se você não chegasse a tempo? Eu vou fazer pior;

Alguém: Pergunta, como ele sabe disso? Ele estava preso.

  - NÃO VOCÊ NÃO VAI;

  - Então você vai deixar eu entar na sua cabeça denovo Stiles?

  - Não, eu não posso fazer isso com os meus amigos;

  - Essa é a sua decisão final Stiles?

《Visão do ???》

  - Ele está tendo um pesadelo, não deviamos acordá-lo?

Alguém: Ai meu c* sério? Eu estava quase morrendo aqui achando que era verdade que essa bomba era verdadeira e você vem e joga esse balde de água fria em mim, tu é do mal.

  - Mas ele está de olhos abertos;

  - Ele está dormindo com os olhos abertos, quem nunca?

  - Eu nunca;

  - Você não teve e ainda não tem vida, você só sabe teinar, treinar e treinar e seguir as regras;

  - Pelo menos alguém aqui tem juízo;

  - De que adianta juízo se ele não nos deixa fazer nada?

   - Eu já disse que estamos aqui apenas para vigia-lo, só temos permissão de interfirir se algo de muito ruim for acontecer, tipo ontem quando ele quase foi atropelado;

  - Mas eu não consigo ver ele assim, o sonho dele deve estar muito assustador, deixa eu acordar ele;

  - Não, isso seria uma violação das nossas regras;

Alguém: Sério quem são eles?

  - Pelo anjo, eu não posso fazer isso, mas você pode ficar se exibindo para o Marlon;

  - Eu não estava me exibindo, estava trocando conhecimento;

  - Sei, trocando nudes você quis dizer né?

  - Eu não faço isso;

  - Ai, eu não quero discutir com você, e também não quero ver ele assim, você fica ai e eu vou dar uma volta;

  - Ei volta aqui...

《Visão do Stiles》

  - Essa é a sua decisão final Stiles?

  - Sim, mas você também não vai até a Lydia;

  - Como tem tanta certeza disso Stiles?

  - Eu sei que você está somente na minha cabeça, você não tem poder suficiente para sair daqui, e eu sou mais forte do que você;

Alguém: Olha o super ego ai de novo gente.

  - Tem certeza disso Stiles?

  - Tenho, você não fará mal algum para mim ou pra meus amigos;

  - Eu sinto muito Stiles, mas você escolheu a resposta errada, agora eu vou até a Lydia.

 Eu achei que ele estava blefando, achei que ele só estava falando aquilo tudo para eu deixar ele entar na minha cabeça denovo, mas não ele falava a verdade, ele sumiu e não voltou.

 Acordei literalmente pulando da cama, e acabei batendo minha cabeça na estante não foi nada de mais só uma batida mesmo.

Alguém: Foi nada não, foi só para encher linguiça mesmo.

"Pera ai. Quando foi que eu dormi?" - pensei.

 Eu estava todo suado e grudento, de modo que eu tomo um banho e aproveitando que eu já estou no banheiro eu escovo os meus dentes. Depois vou até a cozinha e vejo que meu pai já saiu pra trabalhar e levou a papelada com ele, estava feito agora eu seria um policial, e meu pai vai ficar orgulhoso de mim.
 Decido dar uma volta na rua, pois estava sem nada para fazer e não tinha nada de interessante passando na TV, mas dessa vez eu fui de carro, não queria que o sonho se realizasse.
 Eu estava quase chegando na reserva quando um cachorro parou na frente do jeep. Tive que dar uma freiada brusca e quase bati a cabeça no volante, sai apressado do jeep e vou ver se eu o atropelei. Não, eu não o atropelei, mas foi por pouco ele apareceu do nada.

  - Está perdido amiguinho?

 Eu sabia que ele não iria me responder mas eu queria ser legal com o cachorro quem sabe se ele não pertencer a alguém eu possa adotá-lo, mas agora o olhando de perto eu vi que ele era muito grande para ser um cachorro, mas eu só tive serteza de que não era quando seus olhos brilharam em azul.

  - Derek?


Cuidado no trânsito essa história pode acontecer com você.

Estão avisados.


Notas Finais


Gente Desculpas pelo tamanho, mas se tudo ocorrer certo hoje eu posto mais um cap.

Bye e ate


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...