História Em um resvalar de dedos se encontra mais amor - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias EXO
Personagens D.O, Sehun
Tags As Pessoas Ace Existem, Assexualidade, Homorromântico, Sesoo
Visualizações 60
Palavras 474
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Fluffy, Slash
Avisos: Homossexualidade
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oi gente!
Decidi desenterrar mais uma das minhas notas antigas do celular com um assunto que estou há eras querendo abordar, a assexualidade. Por ser um assunto extenso, devido aos diversos espectros dentro da assexualidade, terá uma explicaçãozinha referente ao modo que abordei nessa fic.
Obs: Perdoem-me se a colocação dos "tu" tiver ficado meio precipitado, eu queria tentar algo diferente q
Boa leitura!

Capítulo 1 - Do que em um beijo desencontrado


Eu não sei como nos embolamos naquela rede de fios despretensiosos que caímos sem ver. Tu me disseste seu nome numa meia frase embolada, mas muito bem ensaiada, como um discurso já repetido por diversas vezes.

Nós começamos a conversar a distância e eu confesso que não tinha outras intenções no início quando falava que amava citações de todos os tipos e tu vinhas com frases memorizadas de sua memória fotográfica do que lia.

Não entendia como alguém como tu poderia nunca ter apreciado um amor romântico com tantas frases doces na ponta da língua e olhares compenetrantes de quem fisga qualquer desavisado de coração aberto.

E era nesses momentos, em que eu exprimia meu pensamento, que sorria acanhado e sem graça de si mesmo, como se estivesse fazendo algo muito errado e houvesse sido pego.

Mas não havia nada de errado nisso, Kyungsoo.

Tu és aquilo que é e eu demorei a entender que nem todo mundo está esperando o amor da sua vida ou possui interesse nos atos carnais que tanto valorizam.

Tinhas mais interesse nas minhas músicas favoritas, no meu lanche predileto e em saber o que eu faria em uma invasão alienígena. Procuro agora o motivo pela qual eu te questionei tanto sobre algo tão simples e prático – o ser humano e suas manias de não aceitar o que não compreende.

Fora um choque ouvir com todas as letras que aceitava sair comigo e mais tarde disse o mesmo quando questionei sobre a possibilidade de um namoro. Ainda que as pessoas achassem loucura sustentar um relacionamento desse porte, sem que fizéssemos como todos os outros faziam.

Para eles nós éramos apenas amigos, mas para mim tu eras tudo o que eu jamais imaginei encontrar, pois eu não precisava da sua boca na minha para me apaixonar perdidamente todos os dias e muito menos de qualquer contato íntimo para ter certeza de que tínhamos uma ligação profunda e inquebrável.

O nosso máximo de contato era a mania que tu tinhas de segurar meus dedos ao caminhar na rua e com a voz calma e devagar se justificava que "se sentia seguro daquela forma".

Eu não sei o que te perturbava, pois parecia tão pleno que me parecia uma desculpa boba para tocar meus dedos.

Mas tu nunca foste do tipo que gostava de toques, Kyungsoo.

Não que tivesse alguma fobia ou trauma de seus tempos juvenis, apenas preferia discursos bonitos e demonstrações de afeto visuais a contato pele a pele.

Mas sabias também o quanto eu gostava de me perder em abraços, ouvir corações ritmados (ou desregulados, caso me fosse permitido) e sentir todo o amor a qual eu pudesse desfrutar.

E por isso segurava meus dedos, para deixar que te sentisse, e daquela forma eu era capaz de sentir todo o seu amor por mim ao abdicar de suas preferências.


Notas Finais


Apesar de o Kyungsoo desta fanfic não gostar de toques nem nada do gênero, isso não significa que todos os assexuais também não gostem, isso é mais parte de sua personalidade própria.
Uma outra coisa que as pessoas costumam confundir muito é o fato de a pessoa não ter interesse em sexo querer dizer que ela também não possui a capacidade de se apaixonar por alguém. Isso não é verdade! Tanto que retratei aqui que, apesar de não querer praticar relações sexuais, o Kyungsoo ama o Sehun da forma dele.
Assim como há pessoas que possuem desejo sexual às vezes e outras que só sentem quando possuem um vínculo forte com alguém.
Não vou me estender muito, porque senão as notas ficam maiores do que a própria fanfic huehue Mas quem quiser conversar sobre estamos aí <3
Kissus


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...