História Em Uma Rua - ABO - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias TazerCraft
Personagens Mike, Pac
Tags Abo, Deathfic, Mitw, Mpreg
Exibições 267
Palavras 853
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - Extra - Futuro Distante


Fanfic / Fanfiction Em Uma Rua - ABO - Capítulo 12 - Extra - Futuro Distante

Mikhael entrou em casa, deixando a maleta do lado da porta, afrouxando a gravata e tirando os sapatos, a casa esta completamente silenciosa, o que o assustou, já que nunca está assim, ele subiu até o segundo andar, olhando todos os cômodos, até chegar no quarto do casal, encontrando a sua pequena dormindo.

- Filha, princesa acorda! – Chamava o Alfa de forma carinhosa, a menina abriu lentamente os olhos, vendo o seu papai a olhando e acariciando sua cabeça.

- Papai! – Disse ela feliz, pulando nele, e fazendo os dois caírem no chão. – Você chegou cedo hoje! – Disse ela aproveitando o abraço.

- He He! Estou de férias agora! – Disse ele. – Vamos brincar muito! – Disse ele se levantando com a Beta nos braços.

- EBAA! PAPAI VAI FICAR COMIGO! – Grita a menininha animada, enquanto é rodopiada pelo pai, que ria da animação da pequena.

- Vou sim! Agora vai tomar um banho que nós vamos passear! – Disse ele a colocando no chão. A menininha começou a dar pulinhos enquanto ia até o banheiro.

Mike se sentou na cama, mostrando seu cansaço, mas logo se levantou, indo até o guarda roupas, trocando o terno por uma roupa mais social, quando terminou de se vestir ouviu sua filha o chamar, ele foi até o banheiro a encontrando de banho tomado, pegou a toalha e começo a enxugar a menininha, quando terminou a enrolou na toalha e a levou até o quarto totalmente azul, que fazia seu coração se apertar, a deixando na cama e indo até o armário, pegando uma calcinha, um vestido azul escuro de bolinhas brancas e sapatilhas também brancas.

Os dois saíram da casa e foram até um parquinho que não ficava muito longe da casa deles, assim que chegaram no parquinho, a Beta se soltou da mão do pai e foi até um balanço que tinha ali, se auto balançando, enquanto Mike se sentou em um banco, vendo a filha se divertir sem ele.

O mesmo reparou que o parquinho estava vazio, até que viu um sorveteiro passando, deu uma olhada na filha, a vendo agora brincando na caixa de areia e foi comprar dois sorvetes.

Quando voltou, não achou a menina no parquinho, sentiu o coração bater mais rápido e se desesperar, deixou o sorvete cair no chão e correu pelo parque, a achando no colo de uma pessoa, e ao lado deles estava um garotinho, ele se aproximou rapidamente.

- Emma Linnyker! O que você está fazendo?! – Exclamou o Alfa irritado, e sem perceber usou a voz de persuasão, fazendo então os dois desconhecidos se encolherem, e o menininho se agarrar na mãe.

- Papai! – Exclamou a menina – Não usa a voz! Eles são Ômegas! – Falou irritada, saindo do colo do moço de cabelos pretos. Indo até o pai. – Você sumiu, e quando eu ia sair do parquinho para te procurar, mas o moço não deixou, mandou eu ficar e te esperar, pois se eu saísse podia me machucar! Ele me ajudou! – Falou a menina dando um esporo no pai, que quando percebeu, os Ômegas já estavam em pé.

- Tchau princesa! – Disse o moço se agachando – não que tivesse que ficar muito menos, já que é bem baixinho. – e ficando da altura da menina, lhe dando um beijo em sua testa. Mike olhava atentamente para o Ômega, sentia que conhecia esse cheiro delicioso.

- Tchau Emma! – Disse o menininho abraçando a menina, ele parecia mais velho, porem é bem menor que ela, Mike pode perceber a pele alva, os cabelos pretos e os olhos verdes do menor, e ele usava um colar azul, que Mike tinha certeza de já ter visto. O menor foi até Mike, esticando os bracinhos, pedindo colo, Mike o pegou e se surpreendeu ao sentir ser abraçado pelos bracinhos rechonchudos do garotinho fofinho.

- Tchau Mike! – Falou ele, que pediu o colo do Ômega, que o pegou no mesmo instante, e foi nesse momento que viu o rosto do Ômega maior, antes que ele falasse algo, o Ômega saiu andando com o filho.

Mike e a filha voltaram pra casa, e a menina foi dormir por mando de seu pai. Mike foi até seu armário, pegando uma caixa de sapatos cheia de recordações, ele olhou as fotos, e em sua maioria era da sua falecida esposa, até que chegou nas últimas fotos, umas bem antigas, de mais ou menos uns 10 a 12 anos atrás, a maioria já estava desbotada e ele não conseguia ver o rosto das outras pessoas direito, apenas o seu, até que achou apenas uma que estava intacta. Era ele e um Ômega, o menor tinha um enorme barrigão e os dois estavam sorrindo, até demais.

Mike pegou a foto, ficando um pouco assustado, era o Ômega que estava no parque, só que uns 10 anos mais novo. Sentiu um gelo pela coluna.

- Ta-Tarik?

Ele olhou atrás na foto.

“Pode não ter sido o melhor começo, mas está sendo o melhor final, obrigada Mike!”

Era o que estava escrito, e ele tinha certeza que não estava ai antes.

Como? Isso... É impossível!

Era a única coisa que ele pensava...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...