História Em Um Parque - 2 Temporada - ABO - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pedro Afonso "RezendeEvil" Posso, TazerCraft
Personagens Mike, Pac, Pedro Afonso Rezende Posso, Personagens Originais
Tags Abo, Deathfic, Mitw, Mpreg, Sacrifício
Visualizações 438
Palavras 1.240
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Ficção, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


GENTEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!

DECUPA TANTOTEMPO SEM POSTAAR! TO ATOLADA ATÉ A GOELA COM TRABAIOS!

MAS TÁ AI O CAPITULO!

E JÁ CHEGAMOS A 70 FAVORITOS! 2.082 VISUALIZAÇÕES! 66 COMENTÁRIOS!

KCETEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEEE!

AMU MUITO VOCÊIS!

Capítulo 12 - Em Uma Rua - Submisso...


Fanfic / Fanfiction Em Um Parque - 2 Temporada - ABO - Capítulo 12 - Em Uma Rua - Submisso...

Mike voltou para casa exausto, a reunião foi relativamente estressante, assim que entrou encontrou seu irmão, suas cunhadas e sua sobrinha e afilhada no sofá conversando.

- Oi gente! – Falou o moreno afrouxando a gravata. E se jogando no lugar vazio do sofá.

- Oi maninho. Vamos meninas? – Falou Dani, elas saíram e ele se aproximou do irmão.

- Mike, conversa com seu esposo. – Fala ele saindo antes de Mike falar qualquer coisa. O moreno foi até o quarto, não encontrando ninguém, mas um som de água vindo do banheiro denunciou a localização do esposo, ele entrou silenciosamente no banheiro, encontrando Pac todo relaxado na banheira, o Alfa retirou a roupa e empurrando o Ômega um pouco pra frente se sentou atrás dele, o mesmo nem reagiu, já que tinha sentido o cheiro do moreno quando o mesmo ainda estava na sala, era incrível como o aroma cítrico do marido se espalhava rapidamente pela casa, podia abrir as janelas, ligar os ventiladores e ar condicionado e ele não sumia de jeito nenhum, não que ele quisesse que saísse...

- Ficou tudo bem enquanto eu estava fora? – Perguntou o Alfa calmamente.

- Sim. – Mentiu.

- Que bom. – Falou o Alfa beijando a nuca do Ômega, suas mãos deslizaram pelo o corpo do esposo, parando em sua cintura. A apertando com demasiada força, mas não chegando a machucar, apenas marcar a pele alva do pequeno.

O menor deu um suspiro de prazer, era impressionante como os toques e Mikhael eram deliciosos. O moreno puxou o Ômega para o seu colo, o colocando bem em cima de sua intimidade. Pac se virou na banheira, ficando de frente para o marido, ele começou a rebolar em seu colo, sentido o membro do moreno ficando cada vez mais duro, até que percebeu o membro já estava no maximo de excitação, pelo menos antes do nó.

Mike percebeu que o menor ainda não estava se alto lubrificando, então começou a o masturbar, logo sentindo o cheiro delicioso da lubrificação com cheiro de... Hum... Flor de Cerejeira e... Lavanda.

O menor pegou a intimidade do marido, a levado até seu buraquinho rosado e apertado e desceu de uma vez só, sentindo uma forte dor e as lágrimas teimaram em cair.

Rasgado;

Era assim que Tarik se sentia.

Eles ficaram imóveis até que o menor começou a subir e descer, e foi ficando cada vez mais rápido, o nó de Linnyker foi se formando e Tarik começou a ter dificuldade de subir e descer, até que ele estourou bem fundo, fazendo o Ômega dar um grito de prazer e gozar no peito do marido, suas unhas fincaram na pele dos ombros do Alfa, o fazendo sentir uma dor prazeirosa.

Sadomasoquista? Talvez...

Depois de longos minutos, talvez até uma hora, o nó se desfaz e eles esvaziam a banheira, terminando o banho em uma chuveirada.

Assim que saíram do banheiro, o Ômega vestiu uma calcinha de renda rosa e uma das blusas do Linnyker, que ficam como um vestido, fincando pouco a baixo da sua calcinha. Se deitando na cama, por estar dolorido pelo nó estupidamente grande do cônjuge.

Mike colocou apenas uma cueca e uma calça de moletom, e se deitou atrás do menor, formando a famosa conchinha. Ele enfiou o nariz entre os cabelos molhados do menor, sentindo o cheirinho de shamppo .

- O que meu Ômega esconde? – Perguntou usando a voz de comando, mas ele falou tão suavemente que o Ômega nem reparou.

- Tipo o que?

- Segredos sobre você! – Falou agora passando para o pescoço até agora branquinho, começou a dar leves beijinhos.

- Quais segredos? Tenho tantos...

- O que você contou para o Dani. – Falou começando a deixar chupões.

- Os Ômegas Pacagnan’s não conseguem sobreviver ao parto, as vezes. – Falou calmamente sem nem perceber, apenas recebendo o carinho do cônjuge, que parou na mesma hora, se assustando com o dito, mas logo voltando com as caricias e as marcas.

- Só isso?

- Só Alfa. – Disse o Ômega se entregando ao sono, dormindo com as caricias. E o Alfa assim que percebeu, se levantou, indo até a sala, se jogando no sofá e ligando a TV. Até que ouve seu celular apitar.

Foi até ele, o destravando e voltou pro sofá, abriu o WhatsApp vendo um mensagem no contato “Ketty <3”.

[COVERSA]

Ketty <3  17:30 p.m

“Oi Mike! Você não aparece na escola faz um tempinho... Estou com sds!”

Eu  17:31 p.m

“É que eu tive uns problemas pessoais”

Ketty <3  17:31 p.m

“Entrou no Rut? Eu poderia ter ajudado!”

Eu  17:31 p.m

“Não foi o Rut não Ketty, foi outro problema... E o meu Rut é só mês que vem.”

Ketty <3  17:32 p.m

“Ata, quais problemas?”

Eu  17:33 p.m

“Problemas com um Ômega meio...”

Ketty <3  17:33 p.m

“Meio o que Mikaé?”

“Visto as 17:43 p.m”

~~~~

O dia amanheceu e os garotos se levantaram, se arrumando. Pac vestiu sua saia, a blusa do uniforme, uma calcinha vermelha que fica levemente entalada , um tênis All Star com desenhos do The Walking Dead . E Mike, uma calça jeans meio justa, a blusa de uniforme, um tênis da Nike verde e seus inseparáveis óculos.

Eles foram para a escola de carro, e Mike anotou em sua mente de não esquecer de pega-lo na ida.

Eles seguiram até suas salas, Pac se sentou na carteira perto do professor, já Mike se sentou do lado de Ketty.

- Então Mikaé, o tal Ômega é o que? – Perguntou a garota.

- Nada, só... Esquece.

- Humm... Okay, ontem eu entreguei o trabalho, e nós tiramos 5 pontos.

- De quanto? – Perguntou o Alfa abrindo o caderno e o livro.

- De cinco moço! – Disse ela dando uma risadinha gostosa, ele sorriu involuntariamente ao ouvi-la.

- Que bom... Hum... Ketty, que tal... Hum...

- Sairmos pra lanchar mais tarde? Eu aceito! – Disse ela dando outra risadinha.

- Eu ia falar para irmos ao cinema, mas um lanche tabom...

- Okay, que tal as 15h?

- Tudo bem!

~~~~

Assim que a aula acabou, os dois voltaram pra casa, o Ômega foi na frente, abrindo a porta e indo direto pra cozinha, começando a fazer o almoço. O Alfa também entrou, mas se aconchegou numa banqueta (ou banco, como preferirem) que fica atrás do balcão. Ele ficou de olho na bunda enorme e redondinha do novo Linnyker.

- Mi-Mike, posso perguntar algo? – Perguntou o Ômega sem se virar, cortando a carne.

- Pergunte.

- Eu... Fiz algo de errado? – Perguntou parando de cortar, indo lavar as mãos.

- Co-Como assim? – Perguntou o Alfa meio espantado.

- É que... Quando nos co-conhecemos... Voc-Você era tão doce co-comigo, e ago-agora, de-depois que nos ca-casamos, você parou de ser tão bonzinho, e co-começou a me ig-ignorar ou não se im-importar mais... – Falou o Ômega o olhando, como se procurasse perdão por algo que não fez.

- Não pequeno. Você não fez nada de errado, é um Ômega maravilhoso. – Falou o Alfa o chamando com a mão, o Ômega foi até ele de cabeça baixa, e Mike o puxa para seu colo, e o Ômega vai sem falar nada.

Tão Submisso...

Logo Pac se levanta e termina de fazer o almoço, e logo eles almoçam e o menor foi dormir, e Mike assistiu TV até dar mais ou menos o horário do “encontro”.

Os dois ficaram conversando até o anoitecer, quando os dois tiveram que ir embora.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...