História Emily - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Calipso, Charles "Charlie" Beckendorf, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Cronos, Percy Jackson, Personagens Originais
Tags Personagem Original, Romance
Exibições 39
Palavras 916
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente!


Aqui está mais um capítulo.

A história será contada em meu ponto de vista e no de Emily.

Tenham, uma boa leitura!

Capítulo 4 - Capítulo 3 - Bem-vinda ao lar


Fanfic / Fanfiction Emily - Capítulo 4 - Capítulo 3 - Bem-vinda ao lar

~Emily aos  13 anos~

 

 

Emily estava sentada  na  varanda,com um grande livro de mitologia.   Atena, Hefesto, Hécate  e Hera  se recusaram a dar  aquele   livro á ela.  Segundo eles, ela  ainda era jovem demais  para  saber   sobre  a  mitologia. Eles  temiam que  as  histórias  contadas  ali com tamanha   brutalidade,pudesse  trazer  mudanças negativas em Emily.Mas ,ela sabia que se  pedisse  a  Zeus,ela  não negaria  já  que  fazia todos  os  seus caprichos. 

Contudo, Emily não era  mais  uma  menina  de sete anos fácil de se enganar  com  presentes.   Ela  já estava entrando na  pré-adolescência e por  mais que  Ogígia fosse  bela, Emily  queria  ver  o mundo e   conhecer o resto da família,que  os demais   olimpianos que  conhecia insistiam em  afastar.

 

Ela  abriu o livro na parte  que falava de seus  pai.   Quando, começou a ler  ficou chocada  com a  atitude de  Hera de  ter  jogado Hefesto do  Olimpo por sua  imperfeição.   Mas, ela  podai  notar como Hera  o tratava  melhor  agora. Entretanto, um nome   chamou sua  atenção. 

 

- Afrodite... – Sussurrou  Emily.

 

 

 

Foi como se algo dela se  inquieta-se.   Um sensação  confusa e sem explicação.    Como um imã   atraindo o metal.  Magnetismo.    Uma  ligação talvez.   Emily não compreendia  e  por essa  razão ,achou que  fosse   nervoso,por  ler  o nome  da vilã.  Para Emily de  alguma  forma,Afrodite   era  perversa . Ela  fez tanto mal a seu pai.  Emily á  via  como um monstros  de sete cabeças.   Ela  continuou lendo e  seu  coração encheu de nojo e repulsa.   Havia  outra  figura detestável.  Ares.  Para  Emily, Ares era   um homem sem honra.  Como pode   um  homem dormir    com  a  mulher  do  próprio irmão como se  isso fosse  algo normal de se fazer?!

 

Então novos  sentimentos  ruins   invadiram  o coração de  Emily. Ódio ,repulsa ,mágoa e rebeldia.    Esses sentimentos sempre  estiveram destro dela  somente esperando  serem sentidos   uma  primeira  vez para   um dia  causar   a  ruína  de quem sentiu.

 

Hefesto tinha  saído da casa e  flagrou Emily com os  livros  em mãos.

 

- Emily, eu disse  par na ao ler isso!  - Diz irritado, pegando  o livro da filha.

 

 

-  Eu precisava  saber  da verdade!  -  Disse  cabisbaixa. 

 

 

- Que  verdade?  -  Indaga Hefesto sem entender.

 

 

- Do por  que não poder  conhecer  o resto da família! – Disse  com  revolta.   -  Pai, agora  eu sei! È por causa  deles  dois!  -   Diz  ficando mais calma.

 

 

Hefesto ficou  calado.  

 

 

 

- Pai, eu não estou brava  com o senhor!  -  Apresou-se Emily  em dizer.   -  Posso te  pedir  uma  coisa?  - Pergunta  com receio.

 

- Sim, minha  querida!  - Diz  abraçando  a  filha.

 

 

- Não me  impeça  de  odiar  eles.   -  Disse  Emily com firmeza.

 

 

- Ódio é  um sentimento muito ruim,Emily!  - Advertiu  Hefesto.

 

 

-  Sentimentos  dever  ser sentidos.Sendo eles  bons  ou  ruins...  -   Refletiu  Emily.

 

 

 

0000ooo0000ooo0000

 

5 anos  depois

 

P.O.V Emily

 

 

Medo.   È  um dos  sentimentos   que  recentemente  eu aprendi.   Medo, não é  nada mais  nada menos  que temer  o desconhecido.  Mas, não é   o  todo ruim sentir  medo algumas  vezes,pois  para  mim isso mostra  que  ainda não nos  tornamos  pessoas  descaradas. Pessoas  ás vezes  por não temerem a nada,provocam dor e  sofrimento.

 

Eu estava  amedrontada.  Hoje  eu iria  ir  para  o lugar que   sempre  desejei conhecer. O Olimpo.   Não faz sentido sentir  tanto medo de  uma coisa que sempre  quis.   Mas, vendo por  outro ângulo se  revelar  para  um bando de  outros deuses  e esperar que eles  te aceitem é  algo perturbador.  Qualquer coisa que você  diga,pode   causar  uma  reação diferente  nos demais Deuses.

Eu não podia  fugir  disso.  Os demais deuses desconfiam    de meu pai.    Das  saídas constantes e  no atrasos  das encomendas . Desconfiam de  um jeito que  não nós  deixou outra saída  há  não ser   me  expor. 

 

Só espero que  no fim tudo acabe  bem.

 

 

P.O.V   Autora

 

 

Todos  os  Olimpianos   estavam  reunidos   no salão dos tronos.  Alguns  temendo o que aconteceria   com Emily e  outros  com ansiedade  para  conhecer a nova  criação de Hefesto. 

 

 

-   Hefesto eu tinha total direito de saber!  -  Disse   Afrodite   com raiva.  -  Você  deu a  minha  essência   para ela  e isso faz dela   minha  filha!  -  Disse  Afrodite  cada vez mais nervosa.

 

 

 

- Não!  Isso não te faz mãe  dela!  -  Negou   Hefesto.

 

 

-   Ela  é  bonita?  - Perguntou  Apolo. 

 

 

-  Claro que  não!  -  Disse  Ares.    -    Sendo filha de quem é....  -  Zombou   Ares.

 

 -  Ares   não seja  impertinente!  -   Reclamou  Atena.

 

-  Me  obrigue,Wikipédia!  -  Provocou.

 

-  Você sempre  tem que  fazer  comentários   inúteis!  -   Retrucou  Atena.

 

-  Uma  pena que   eu não tenha  te perguntado  nada!  -Disse  Com raiva.

 

-  Deixa  Atena!  -  Diz  Hefesto.  -  Eu não ligo para  Ares.  – Disse o deus  dando de  ombros.

-   Vamos  parar  de  discutir . Faz tempo que  não vejo  a  minha  neta.  – Disse  Hera  com raiva.

 

-  Hera  tem razão!  -   Disse  Zeus.  -  E  assim eu poderei  entregar  o meu presente  grandioso   para  ela.  -   Gabou-se. Fazendo Hera  bufar de irritação.  – Mandem que   ela  entre.

 

 

 Todos  olharam para a porta e  ficaram surpresos  com a  pessoa  que entrou.   Uma  garota   com a   pele  morena  e bronzeada  entrou. Tinha  cabelos  pretos beirando ao castanho escuro.  Olhos  castanho médio.  Corpo vantajoso.  Lábios carnudos e  que ostentavam um sorriso sem graça.   Ela  usava   um vestido branco um pouco acima  dos  joelhos e  sandálias  douradas.  Sua  maquiagem era  simples  e usava  um  batom vermelho pouco chamativo.   Ela  parou no centro da sala e  ficou a mercê  dos  olhares  dos  demais  deuses.

 

-  È...hã...oi gente!  -  Disse Emily envergonhada e  logo depois  rindo nervosa.

 

 

 

 

 


Notas Finais


O que acham que vai acontecer?

Espero que tenham gostado!

Muitos beijos e abraços <3

Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...