História Emily - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Afrodite, Annabeth Chase, Apollo, Ares, Artemis, Atena, Calipso, Charles "Charlie" Beckendorf, Clarisse La Rue, Connor Stoll, Cronos, Percy Jackson, Personagens Originais
Tags Personagem Original, Romance
Exibições 41
Palavras 672
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Esporte, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Super Power, Survival, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi gente!


Chegay aqui na madrugada com capítulo novo.

Não tenho muito o que falar pois estou com sono.


Nós conversamos melhor nos comentários.


Enfim, boa leitura!

Capítulo 5 - Capítulo 4 - Cindy


Fanfic / Fanfiction Emily - Capítulo 5 - Capítulo 4 - Cindy

P. O. V Emily 


Ter várias  pessoas  com os olhos  em cima de  você, não  é  algo agradável.   Por sorte eu  consegui parar no  centro do salão, sem tropeçar   e passar  vergonha.   Por mais que eu  tenha  me  embolado   na hora de cumprimentar todos, eu acho que  me sai bem.  Meu saiu de  seu trono e se aproximou  de mim. 


-  Pessoal está  é minha  filha Emily.   – Meu pai disse me apresentando aos demais  deuses.   

 

Depois  de me falar  quem era quem meu pai deixou  os deuses me cumprimentarem.  


-  Olá  minha  querida!  - Disse  Hera animada.  Ela me deu um  abraço  caloroso. 

 

- Oi vó!  -  Digo deixando  um pouco da vergonha  de lado. 

 

-  Quer ver o meu presente?!  - Perguntou Hera  ansiosa. 


-  Mas é claro.  -  Concordei.   


Hera caminhou até  sua bolsa que  estava encima  do seu trono.  E tirou de lá   um bela caixa.   Eu peguei a caixa e sorri.  Eu a abri e vi  um lindo  colar com um pingente  em forma de coração. 


-  É  tão  lindo!  - Digo encantada pondo o colar em meu pescoço.   Hera sorriu vitoriosa.   


De repente  Zeus começa  a rir abertamente. 

-  Jura  Hera?   Esse é o melhor  que poder fazer.  -  Diz  negando com a cabeça.  -  Aproxime-se  minha neta.  -  Pede. 


-  Oi vô!   -  Digo o abraçando. 


 -  Olá  Emily!   -  Disse animado.  -  Lembra daquele  bichinho  fofo que você  me pediu?   -  Pergunta  com um sorriso  de canto. 

 

Eu o olho  com um misto  de surpresa  e felicidade.   Eu já  sabia exatamente  qual era o presente.  Ele apontou para uma  caixa média  rosa com alguns  furos ao  lado de seu trono. A abri e peguei  o meu filhote  de onça pintada. 


-  Minha  nossa, você  comprou mesmo!  -  Digo entusiasmada.    -  Eu vou chamá-la de  Cindy.  -   Digo abraçando  o filhote. 

 

Depois  disso eu  fui  falar com os demais  olimpianos.  Fiquei  tensa  ao notar que faltava Ares e Afrodite.    Eu cheguei  primeiro  em Ares.   Que me olhou com malícia.  Nojento.  

 

- Oi...  -   Digo sem disfarçar  minha raiva.    

 


 -  Então, você  é a filhinha  do  patinho feio.  -   Disse  em deboche.  -    Você  é bem bonita  para ser filha dele -   Disse  como se isso  fosse um  elogio. 

 

 

Eu prometi para o meu pai causar  uma  boa impressão.   Mas,  esse babaca  está  pedindo para levar  um fora.  Será  que  se eu  mandar Cindy  arranhar  a cara dele, eu vou me encrencar?

 


-   E você  é Ares o grande  e poderoso  Deus da guerra!   - Disse com sarcasmo.    -   Tão  poderosa  que foi trancado  em um potinho  por dois gigantes.  -   Debochei. 

 


Ele cerrou os punhos  e  me fitou com extrema  raiva.   Eu dei um sorriso  falso e  segurei sua mão  de surpresa.  Senti sua  mão  um tanto  áspera  e  com alguns  cortes e cicatrizes. Deve ser por causa de alguma guerra. 


-  Foi um prazer  conhecer o senhor.   -  Digo forçando  um aperto  de mão. 

 

Depois  disso  largo sua mão  rapidamente.  Não  queria ficar perto dele  mais que o necessário.  Caminho  agora em direção   à  Afrodite.  A mesma me encarava  com expectativa. 


 -   Olá   minha  querida  filha!! – Disse animada. 

 


-  Como?  -  Digo confusa. Não  a deixo responder, pois quando  ela iria falar  algo Mabel entra  no salão  dos tronos. 

 


-  Mãe!   -  Disse animada.  – Que bom que a senhora  veio!  -  Digo  alegre.  -  Já  conhece Afrodite?  -  Pergunto em tom maldoso. 

 


Eu  praticamente  havia  esfregado na cara de Afrodite  que ela não  era e nunca iria  ser  minha mãe. 

 

-  Como eu disse Afrodite. Eu ter dado um pouco da essência  de seu poder não  a torna sua filha!  -  Disse Hefesto.   -  Pelo jeito  minha  filha foi bem recebida  por todos.  Mas, acho que  ela deseja  descansar.  -    Hesfesto diz aos demais.   -   Mabel  a acompanhe  até  o quarto dela.   

 


-  Vamos Em!  -  Chamou  Mabel pelo meu apelido. 

Assinto e  saio com Mabel dos salão  dos tronos. 

 

-   É Cindy foi mais fácil  que eu havia pensado. -   Digo para minha  onça. 


Notas Finais


Espero que tenham gostado!
Muitos beijos e abraços ♡♡♡
Até o próximo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...