História Emily is Away - Capítulo 33


Escrita por: ~

Postado
Categorias Rafael "CellBit" Lange
Personagens Rafael "CellBit" Lange
Tags Alanzoka, Aruan Felix, Felps, Isis Vasconcellos, Julio Cocielo, Luba, Muca Muriçoca, Rezende
Exibições 133
Palavras 1.723
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oi
voltei
não morri apesar de ter quase cometido suicido( isso é a maior verdade da minha vida)
gente, eu sei que demorei muito pra postar. Acho que já passou dois meses desde o ultimo capitulo e eu sinto muito mas minha vida ta uma correria que só jesus na causa. Agora que esse mês é o Enem, as coisas vão se acalmar por que a escola deixou a gente faltar nos dias de revisão e como eu não vou fazer Enem, não precisarei ir mas... EMILY IS AWAY ESTÁ NO FINAL!
ESSE É O PENÚLTIMO CAP
VAI MAIS UM E UM BÔNUS
E ACABOU!
TRISTE
MAS TENHO VÁRIOS PROJETOS PELA FRENTE E EU SEI QUE VOCÊS VÃO GOSTAR MESMO NÃO SENDO COM O CELLBIT( ACHO)
Eu estou tentando acompanhar as minhas series
indo na psicologa .
mais médicos,..
e resolvendo as coisas da formatura que já está na reta final. Meu vestido vai ser da ELSA! Let it go! LET IT GO e claro, esperando a 7 temporada de The walking dead, vamos zumbificar galeraaaa!!!!
O ano já está acabando
meu deussss
e eu ainda não aprendi a dirigir com 18 anos
o vida...
mas enfim
eu não vou mais sumir
bola pra frente que a vida segue
o ultimo capitulo sairá em breve!
+ o bônus!
Fiquem com Deus
e até logo!

Capítulo 33 - Alan é um filho da puta!


Fanfic / Fanfiction Emily is Away - Capítulo 33 - Alan é um filho da puta!

                                  .: LEIAM AS NOTAS INICIAIS, É IMPORTANTE:.

                                                                Emily P.O.V

O Cellbit não iria largar do meu pé, então deixei que fosse comigo apesar estar muito irritada com sua presença . Não nos falamos durante o caminho mas ele não largou do meu pé, a gente até parecia um casal mesmo ele não dando sua mão para mim . 

-Vamos tomar um sorvete? -pergunta indicando a sorveteria colorida com o olhar . Bufo.

-Eu vou comprar meu remédio de cólica e vamos voltar para casa como se nunca tivessemos nos falado na vida . Você volta com a Juliana e eu volto com o Lukas - digo chatiada e é ele que bufa.

-Cala a boca . Eu pago -ele diz e pega minha mão .Faz tempo que eu não sinto sua mão macia e suave. Ele me arrasta para a sorveteria e agora sim parecemos um casal de namorados.

Cellbit me manda sentar em uma das cadeiras vermelhas da sorveteria. A loja está calma e não tem tanta gente mas o calor é que mata qualquer um . Até que ele teve uma boa ideia ter parado nesse lugar, o observo pedir um banana Split e dez minutos depois a mulher do balcão o entrega espantada. Talvez, o tenho reconhecido mas ele não quer tirar fotos, ele a ignora e se senta na minha frente .

Me entrega uma colher verde e começo a saborear aquelas bolas .

O silêncio reina enquanto isso.

- Hum... faz tempo que eu não como isto. É muito bom- ele diz - Eu estou me recordando do meu primeiro encontro com um garota, ela se chamava Jessica e a gente pediu banana Split...

Ele está mencionando que estamos em um encontro? coitado. A fila anda.

-Olha se for falar de quantas garotas você ficou, incluindo a mim, é melhor você ficar de bico fechado - ordeno já irritada . Ele da aquela risada de hiena e eu suspiro .

- Você me mandando calar a boca, relaxa, não vou falar de quantas meninas eu comi tá legal? só quero me divertir um pouco e com a garota mais legal que eu já peguei.

-Você não mudou nada - observo.-Continuo arrogante, sarcástico, perverso e um filhinho de papai-  zombo cruzando os braços.

- Eu? filhinho de papai? falou a garota boca virgem. Se não fosse a mim, nenhum cara queria ficar com você até agora. Até suas amigas devem ter pena de você, olha quantos caras elas já pegaram e você não...

Ah mas ele vai se ver comigo . Pego a colher  e meto no sorvete, em seguida jogo o sorvete na sua cara.

-É melhor você calar a boca Rafael Lange - digo e ele limpa a parte suja do rosto. Acertei em suas sombrancelhas loiras . 

-Você mandando em mim, olha Emily eu acho que devia parar...

- Eu vou comprar meu absorvente. Você sempre estraga tudo não é?- o interrompo brava e me levanto da cadeira .Argh!

-Ei! você que começou! - ele diz e eu corro para fora da sorveteria mesmo chamando atenção dos poucos clientes. A gente deixa a banana Split derretendo e eu corro aquela calçada longe de Rafael que me segue.

- EMILY! ME ESCUTA!- o ouço berrar - POR FAVOR! VAMOS ACABAR LOGO COM ESTA RIXA IDIOTA !, EU SEI QUE VOCÊ QUER VOLTAR A FALAR COMIGO!

Droga. Ele tem razão . Por favor, que isto vale a pena .

Paro e o encaro furiosa.

-Ah é?então acho melhor a gente ter uma conversa civilizada. Sem sarcasmo e arrogância e brincadeiras sem graças - digo e ele concorda.

-Ok- ele diz . - Vamos fazer o seguinte, que tal fazer jogo de perguntas e respostas. Eu pergunto algo que quero muito que você responda e eu você me pergunta algo que quer que eu respondo - sugere e eu concordo.

-Ok. Eu posso começar? - pergunto e ele concorda. A gente se senta no banco da praça mais próximo e eu suspiro antes de começar a falar - É, porque naquele dia do evento, você me beijou?

Ok. Faça perguntas melhores Emily.

-Isso vai soar gay mas tudo bem . Eu te achei uma garota bonita desde que pus meus olhos de você e quando você me chamou de gay, isso tocou em mim. Eu nunca visto uma garota tão bonita antes depois de terminado com a Sasa . Algo me disse que não era pra deixar você escapar e quando o Meet and Greet acabou, eu fui atrás de você para ter uma aprovação e sabe começar algo legal entre a gente mas as coisas mudaram - ele responde e eu abro um sorriso radiante . 

-Que fofo . Vai, agora você me pergunta algo - digo e ele da risada. - Por favor, não de essa risada.

-Certo . Por que você ficou com o Rezende? fala sério? aquele cara é doente, por favor Emily, você acha coisa melhor - ele diz e eu fico envergonhada.

-Você fala que ele é doente mas você ficou com a Juliana. Acho que bem no fundo eu queria te fazer ciúmes depois que a gente brigou no banheiro, achei que você ia correr atrás de mim mas pelo visto você já tinha ficado com a Juliana - explico . 

-Olha, eu só fiquei com ela porque eu estava muito bolado com você . Achei que naquele momento no banheiro, a gente podia ter um momento sabe? mas parece que a gente nunca foi feito pra ficar junto. A gente sempre acaba brigando, eu quero realmente ficar com você Emily mas agora que você está com o Lukas, vai ser outra coisa pra enfrentar. Eu termino com a Juliana por você mas eu não tenho certeza se você vai terminar com o Lukas pra ficar comigo - ele diz tão sincero que eu acabo me assustando.

-Eu vou terminar com o Lukas. Ele só foi um peguete,ele vai entender, além do mais tenho certeza que ele está com outra menina. Eu só fui uma garota de verão para ele - digo e Cellbit abre um sorriso tão lindo.

- Você é demais. Me desculpe ter tratado de um jeito rude e frio, eu sou assim porque é um defeito meu . Desculpe mesmo mas eu sou um ótimo namorado, isso você vai perceber! - ele diz e eu dou risada. Ele pega minha mão e coloca um fio do meu cabelo atrás da minha orelha.

-Tá bom, agora para com palavras gays e me beija - peço. Dito e feito .

É tão maravilhoso receber os beijos daquele garoto e a sessão não acaba. Me sinto em um filme super romântico , a gente volta para o condomínio e continua com os amassos.

A coisa está ficando quente e acho que a minha primeira vez irá acontecer.

Rafael me coloca delicadamente no sofá e eu tiro sua camiseta.  Encaro seu corpo, ele é magro e tem uns gominhos mas o porte está ótimo . 

Ai meu deus!

Acho que estou prestes a desistir. Ele começa a beijar o meu pescoço e eu fecho os olhos. Talvez as coisas possam ir mais rápido. Aperto seus fios de cabelo quando a coisa começa a piorar já que ele está de pau duro e roçando em mim . Graças a deus eu estou de shorts ainda.

-Você é maravilhosa e perfeita para mim - ele sussurra e eu solto uma risada forçada .Acho que estou pronta, agora as aulas de biologia e sexo seguro com Gui e Gu fazem sentido . Espero não aborrecer Cellbit.

-QUE PUTARIA É ESTA? - mal ouvimos a porta da sala ser destrancada. Levantamos depressa do sofá, eu toda suada e assustada e Cellbit sem camisa com os cabelos todos bagunçados.

Meu pior pesadelo é que fosse Lukas mas é apenas Alan e Maethe

-Affs Alan, seu lixo. Você estragou o momento! - reclama Cellbit e ele tenta ajeitar os cabelos . Maethe pisca para mim e eu fico toda sem jeito. Droga, espero que ela não espalhe para o mundo.

-Ah não é minha culpa se vocês decidem transar no sofá. Não tem um lugar melhor não? se quiser a gente empresta o porão para vocês, lá é bem confortável - diz Alan e eu fico toda ruborizada. Encaro Cellbit e ele da um meio sorriso. Pela primeira vez, eu vejo Cellbit com vergonha.

-Cala a boca.

- Me erra - revida Alan.

- Alan - diz Maethe- Que tal a gente começar a preparar o almoço? a galera vai chegar e vocês dois, ajudem a gente .

-Ok - digo e ajeito meu cabelo . Antes que eu pudesse ir com Maethe na cozinha, Cellbit me pega pelo braço e me vira para um beijo.

- Eu te amo ok?- ele diz e eu lhe dou um beijinho no nariz.

- Eca - diz Alan e Cellbit lhe manda um dedo do meio . Ele veste a camiseta e a gente vai para cozinha prontos para preparar o almoço e esperar a galera chegar.

                                                                       .      .      .

O pessoal chega todo sujo de areia e molhado . Lukas aparece e tenta me beijar enquanto eu corto as cebolas e Cellbit fica vermelho e prestes a lhe dar um soco. Ele fica aborrecido mas eu empurro Lukas.

-É. Estou com bafo de cebola - digo e ele resmunga .

-A praia foi ótima . Você perdeu - diz e galera começa a pegar os pratos no armário.

-AI! - grita Camila e eu a olho preocupada. - Socorro, acho que vou desmaiar!

Ela segura forte a barriga e eu corro até ela com Catarina. O pessoal começa a entrar em desespero, Camila está pálida e fecha os olhos rapidamente caindo no colo de Julio.

-Meu deus temos que ir no médico urgente! - diz Catarina . 

-Eu vou! - digo  e ajudo Julio a segurar Camila que está quase morrendo . 

- Eu também vou! - diz Rafael e Juliana se mete.

-Rafael, você não ficou comigo na praia e agora vai no hospital também? - reclama.

Rafael a olha com toda a  raiva do mudo e diz as melhores palavras do mundo que me deixa super feliz.

-Cala a boca.

E com isso, levamos Camila ao hospital e eu espero que ela e o bebê esteja bem...

 


Notas Finais


TAN TAN TAN
ESPERO QUE GOSTEM
ULTIMO CAPITULO EM BREVE
E UMA SURPRESA AMAZING ESTÁ A CAMINHO
E MUDANÇAS NA FIC EM BREVE TAMBÉM ( PRÓXIMO CAPITULO EXPLICO MELHOR)
UM BEIJO, UM QUEIJO E ATÉ MAIS!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...