História Emison - Boate da luz vermelha - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jessica DiLaurentis, Melissa Hastings, Mona Vardewaal, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Tags Emison, Hot, Intersexual, Prettylittleliars
Visualizações 326
Palavras 1.169
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Oi pessoas, tinha começado a um tempinho atras um fic, infelizmente tive que apagar, estava ficando horrível. Ultimamente estou lendo praticamente todas fics Emison, e me deu muitas ideias e resolvi colocar em pratica. Espero que gostem, essa fic não ficara muita grande.

Boa leitura.

Capítulo 1 - Apresentação


Fanfic / Fanfiction Emison - Boate da luz vermelha - Capítulo 1 - Apresentação

Apresentação

-Emily

Meu nome e Emily Fields, tenho 26 anos, sou uma mulher independente, sou dona de umas das melhores construtoras do pais, herdei do meu falecido pai. Sou intersexual, sempre tive uma vida bohemia, nunca levei nada a sério, mais com a morte do meu pai, quis seguir o legado dele e mudei completamente, no caso de mulheres ainda não encontrei minha alma gêmea, então enquanto não acho, vou curtindo com as outras.

Sou bem respeitada na construtora, por ser a chefe, meus melhores amigos trabalham comigo, Toby, supervisiona tudo, não tenho tempo para isso, e Spencer cuida da parte jurídica da empresa, ela é advogada. Mesmo sendo meus funcionários, não temos nenhuma formalidade entre nós, conheço Spencer desde criança e Toby, do ensino médio, eles têm um caso mal resolvido, que vai acabar virando casamento.

Hoje o dia seria cheio, muitas reuniões, minha empresa fica em Rosewood, cidade pequena, mais com um bom giro de dinheiro, viajo bastante. Estou com um novo projeto de montar uma casa noturna, pois sempre foi um dos meus sonhos, mais meu pai nunca autorizou, coitado na época dele não tinha nenhum pingo de juízo mesmo, mais agora quero realizar esse sonho, sei que não tenho muito tempo, mais quando queremos sempre conseguimos um tempinho, e essa cidade está precisando de agito.

No período da manhã, tive reuniões na empresa, depois marquei de almoçar, com uma amiga que iria me ajudar com o projeto da casa noturna, ela é arquiteta, e seu lado e mais para essas coisas, Melissa, já dei umas pegas nela, mais nada sério, apenas amizade mesmo.

Cheguei no restaurante, ela já estava à minha espera.

Melissa – Oi gata, quanto tempo?

Eu- Eai, pois é. Tudo bem?

Melissa – Tudo sim, fiquei feliz que me ligou, qual é a novidade?

Eu – Vamos fazer nosso pedido, aí conversamos melhor.

Ela concordou, fizemos nossos pedidos, e pedi uma garrafa de Champagne.

Melissa – Champagne em plena Segunda, então a coisa é boa. – Ela falou entusiasmada

Eu – É sim, faz tempo que tenho um projeto que construir uma casa noturna aqui, só que preciso de ajuda, construtora já tem para deixar ela perfeita, mais não estou conseguindo tirar o papel, preciso de uma pessoa que posso se encarregar de tudo com uma sócia mesmo, e pensei em você, sei que é arquiteta, mais você não está a fim de mudar de ramo não? – Falei tudo e ela ficou o tempo todo prestando atenção sem dar nenhuma reação

Melissa – Emily estou sem reação, é logico que eu quero, nossa não aquento mais ficar fazendo projetinhos básicos, e outra você sabe como eu amo a noite, vai ser muito top. – Ela respondeu super animado o que me deixou do mesmo jeito.

Eu – Então fechou, podemos já procurar lugar, dinheiro não falta para botar para funcionar essa bagaça. Outra coisa, minha ideia e fazer dois tipos de lugar em um só, tipo quero fazer uma boate, com camarotes coisa normal. E na outra parte fazer uma boate da luz vermelha se é que você me entende. – Terminei de falar e vi sua expressão ficar cada vez mais agitada, acho que isso é bom.

Melissa – Emily perfeito, amei, essa cidade não tem isso, só que precisamos achar garotas, e homens perfeitos para trabalhar conosco, e primeiro precisamos de um nome.

Eu – Pois é, estava com uns nomes na cabeça, mais pensei em colocar FIELDS, esse nome já está na estrada a um bom tempo, podemos ganhar alguma coisa com isso, já conhecem por causa da Construtora Fields, quero continuar assim.

Melissa – Fechou, também pensei nisso. Então assim que sair daqui, vou atrás de lugares grandes, separo tudo e depois marcamos uma reunião para escolhermos juntas pode ser?

Eu – Claro, mais não fica contando muito comigo, essa semana estou um pouco sem tempo, joguei a ideia para você agora e contigo executar, só que quando for escolher as garotas, não esqueça de mim. – Falei rindo sapeca, e ela riu também da minha cara.

Terminamos nosso almoço, conversamos sobre tudo, ela estava super animada, ficou de colocar em pratica tudo hoje mesmo, e eu confio no gosto da Melissa, ela sairá bem, e eu sei que vai ficar perfeita, ela pegou todos os tópicos que eu queria.

Voltei para empresa Spencer estava me esperando na minha sala.

Eu – Oi vaca – Falei entrando e ela já me olhou rindo

Spencer – Vaca é você, onde estava?

Eu – Almoçando com a Melissa, tenho novidades.

Spencer – Nossa mais até no almoço, você faz sexo, não pode deixar para de noite? – Ela falou curtindo comigo e eu revirei os olhos.

Eu – Para sua infomação eu não estava comendo ela, estava em um almoço de negócios. – Falei e ela fez cara de curiosa.

Spencer – Nossa, conta logo vai.

Eu – Coloquei em pratica a casa noturna FIELDS. – Falei animada, e ela arregalou os olhos mostrando seu entusiasmo

Spencer – Não brinca, AI QUE PERFEITO -assustei com o grito dela – Eu vou curti demais. – Terminou a frase basicamente já fazendo planos.

Ficamos conversando sobre a boate por algum tempo, depois tive uma reunião com alguns clientes. No final do dia cheguei na minha mansão acabada, nossa estava muito cansada, minha emprega e praticamente minha babá da vida toda já tinha feito a janta, entrei tomei um banho relaxante e desci para comer, Marlene me trata como filha, perdi meus pais faz uns anos e desde então só me sobrou ela.

Terminei de comer e já subi para minha suíte e desmontei na cama.

- Alison

Meu nome e Alison DiLaurentis, tenho 24 anos, moro em atualmente em Rosewood, acabei de mudar para cá com minha mãe e meu irmão Jason. Minha família é bem cansativa, meus pais acabaram de se separar, é chato isso mais dei graças, meu pai é um doente, só pensa no que as pessoas falam, não aquentava mais, com todos os anos vivendo assim me deixou um pouco amarga, sou uma pessoa difícil, gosto de exclusividade, sou praticamente sempre a abelha rainha. Estou achando uó essa cidade, não tem nada, tem uns lugarzinhos legais, mais nada muito louco.

Faz umas 3 semanas que moro aqui, no segundo dia que estava aqui fui numa cafeteria, que se chama The brew conheci uma moça Aria, já me apeguei naquela gnoma – é ela é bem baixinha- E outra que ela não liga do meu jeito autoritário, ela é escritora e noiva do dono da cafeteria Enza, bem bonitinho ele. Ficamos amigas, sempre fazemos coisas juntas.

Ela me apresentou a Hanna que é sua amiga também, no começo foi complicado ficamos com umas briguinhas à toa mais hoje já suporto ela, até que ela é legal louca de tudo, só damos risada das coisas que ela arruma.

Hanna é estilista, nessa cidade pequena, mais é. Percebi nesse pouco de tempo que muitas pessoas de fora procuram sua marca.

Eu me formei para ser professora, mais não estou exercendo, não me adaptei, ainda estou à procura da minha vocação, gosto do perigo, coisas que me deixam me sentindo poderosa.

 

 

 

Continua?

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Me falem oq acharam !!!
Desculpa qualquer erro.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...