História Emison - Boate da luz vermelha - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jessica DiLaurentis, Melissa Hastings, Mona Vardewaal, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Tags Emison, Hot, Intersexual, Prettylittleliars
Visualizações 223
Palavras 1.318
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpa pela demora, estava finalizando o cap. 13... Gosto de ficar adiantada!! Estou amando todos os comentários... Obrigada mesmo..

Atenção para notas finais!

Boa noite e Boa leitura

Capítulo 10 - Conversa


Fanfic / Fanfiction Emison - Boate da luz vermelha - Capítulo 10 - Conversa

ALISON

Que noite, Emily superou todas minhas expectativas estou acabada, abri os olhos e lá estava ela como meu bb coala, dormindo agarradinha comigo, foi tudo tão rápido, mais eu estava desejando isso. Paro para pensar como vai ser agora, será que quando ela acordar vai me tratar como uma amiga colorida, ou nem isso. Bateu uma confusão interna, o que eu realmente sinto por ela, era só curiosidade, mais não pode ser eu gostei tanto de passar a noite com ela, senti ela inteira em mim. Mexi um pouco meu corpo e vi ela se mexendo também, abriu os olhos e me olhou sorrindo.

-Bom dia princesa. – Ela disse me surpreendendo com um selinho

-Bom dia bb coala. -Falei retribuindo o selinho e ela riu do apelido

-Dormiu bem? – Perguntei

-Melhor impossível, e você? –

-Também, você foi incrível. – Falei

Olhei para baixo e vi seu amigo ereto. Olhei novamente para ela que corou

-Isso é matinal Ali. – Ela disse parecia com vergonha que fofa

-Temos que resolver isso então. – Disse e ela sorriu maliciosamente, comecei um beijo calmo, e sua mão já passeava pelo meu corpo, indo até minha bunda que senti um apertão que não pude segurar um gemido, subi em cima dela, e tirei uma cueca, fui tão bom chupar ela, senti o gosto, queria mais, comecei a passar minha língua por toda extensão, ouvindo ela suspirar, coloquei todo dentro da minha boca fazendo um vai e vem, senti sua mão no meu cabelo intensificando até engasguei. Quando estava quase gozando ela me vez parar e se levantou me deixando de joelho, começo a bater uma e depois gozou na minha boca, e eu não tirava os olhos dela, que delicia ver ela gemendo para mim.

Ela me deitou e começou e me beijar novamente, passando seus dedos por meu íntimo, não pode mais segurar meus gemidos, era bom demais senti ela me tocar, mordeu e chupou meu peito como ninguém nunca fez, desceu sua boca até minha intimidade e lá depositou sua língua que me fez vibrar segurando forte o lençol da cama me contorcendo, estava preste a gozar, ela parou eu olhei para ela com um olhar de fúria e ela riu, pegou uma camisinha e sem dar tempo de nada me penetrou rápido, me fazendo soltar um gemido alto, continuou fazendo um vai e vem bem rápido me deixando sem ar, eu gemia cada fez mais rápido ela sabia qual era meu pontoG não demorou para eu gozar novamente e ela gozou comigo. Ficamos deitadas até recuperar folego.

-Você é muito perfeita Alison. – Ela disse me olhando

-Só com você. – Eu

-Fico feliz em saber. – Emy

-Vamos comer alguma coisa- Emy

-Emily, não consigo levantar. – Falei

-Poxa Ali, eu te machuquei? – Ela disse preocupada

-Um pouco, mais foi maravilhoso. – Respondi

-Vem vou te ajudar tomar banho-  ela levantou e foi no banheiro, eu pensei que ela ia me ajudar não ir sozinha, escutei ela abrindo a torneira da banheira, e voltou para o quarto

-Um banho de banheira par te relaxar, princesa – ela disse me pegando no colo. – Ela é mais que fofa

Me colocou na banheira e sentou junto, me fazendo ficar no meio de suas pernas, vez uma otma massagem em minhas costas e eu deitei a cabeça para trás no seu ombro, ficamos um tempo ali relaxando, depois saímos e ela me deu uma roupa dela para vesti, descemos as escadas e sentamos na grande mesa para comer, uma senhora chegou sorrindo, nos dando bom dia.

-Vejo que a noite foi boa, pela carinha das duas. – Ela disse e senti meu rosto queimar

-Marlene, pode parar. – Emily disse e ela riu

-Ali essa é a Marlene trabalha na família a anos, é como uma mãe para mim. Marlene essa é a Alison. – Emy nos apresentou

-É um prazer te conhecer, muito linda. – Ela disse

-Obrigada, o prazer e todo meu. – Respondi.

Ela se retirou, e eu olhei para Emy que tinha um sorriso no rosto.

-Que sorriso é esse em? – Perguntei

-Achei bonitinho você com vergonha dela. – Ela me disse e eu dei de língua e sorri para ela me riu

Tomamos nosso café e fomos para sala sentamos uma do lado da outra e eu me virei.

-Precisamos conversar Emy. –

-Sim, eu já esperava. – Ela disse prestando atenção

-Eu sei que você disse ontem que eu não precisava falar nada, da apresentação na boate, mais eu quero. –

-Pode falar, estou a todo ouvido. –

-Eu estava em uma boate a um tempo atrás com a Hanna e a Aria, fui para o banheiro sozinha e a Melissa me parou, me fazendo uma proposta absurda, de trabalhar na boate, eu quase dei nela, mais depois ela me deu uma outra proposta que me cativou, mais eu não dei nenhuma resposta para ela apenas peguei o cartão, aquilo ficou na minha cabeça. Eu nunca tinha feito algo do tipo na minha vida, e outra que não iria fazer programa, não queria que ninguém soubesse, pois eu estou aqui a pouco tempo, tem meu irmão também e minha mãe que é uma careta. Montei a ideia na minha cabeça e me encontrei com a Melissa e ela aceitou do meu jeito, ensaie em casa e tive um ensaio na boate quando não tinha ninguém lá. – Eu falava e ela continuava prestando atenção em mim. – No dia da inauguração da boate foi com as meninas, foi a primeira vez que eu vi você, elas tinham falando tano que eu estava curiosa, eu te vi de longe, e fiquei encantada, mais não sabia o que era aquilo, porque nunca me interessei por mulher nenhuma, nem beijo em amiga eu dei. Fiquei te observando de longe, até que as meninas resolveram ir te cumprimentar eu não tive coragem, fui para o banheiro, depois que encontrei com elas novamente elas queriam voltar para apresentar a gente, mais consegui despistar e levar elas embora.

No dia da luz vermelha, consegui arrumar uma desculpa que aí sair um carinha. – Falei e ela sorriu. – Eu estava com uma adrenalina intensa, nunca tinha feito isso, mais eu queria, não para ganhar dinheiro ou algo do tipo, mais me senti desejada, fiz minha apresentação e só conseguia prestar atenção em você me olhando com esses seus olhos aí dominador. Mais quando você foi me procurar eu gelei, por isso te tratei daquele jeito, não queria que pensasse que eu fosse qualquer uma. Mais também estava tudo confuso para mim. Fui para casa, e pensei, pensei em tudo e tomei a decisão de você conhecer a Alison, me conhecer ver quem eu era realmente e quando nos vimos no restaurante foi espontâneo eu não esperava aquele encontro e acho que você também não, naquele momento eu me libertei das dúvidas e sabia que queria me entregar no que eu estava sentido mesmo sem saber o que era. Emily, não sei o que vai ser daqui para frente, mais eu precisava te contar tudo, ser sincera, mesmo sendo difícil. – Ela me olhou e me beijou, um beijo calmo e eu retribui.

-Ali, o destino foi muito bom comigo, posso dizer que estou te procurando a muito tempo, a mulher que iria me conquistar de verdade e você conseguiu, você me fez me apaixonar duas vezes por você com máscara e sem máscara, eu sei que tudo isso e muito novo, e serei paciente com você, mais eu não quero mais você fora da minha vida, eu preciso estar contigo, Eu sei que tem toda etapa de se abrir com família, amigos essas coisas, e também não sei se você vai querer, mais se você não querer eu vou insistir até você me amar. – Ela falava e eu sentia cada vez mais que era aquilo que eu queria.

Nos beijamos de novo, e deitei minha cabeça no seu peito e ficamos lá por algum tempo, até eu acho que pegamos no sono novamente.

 

 

 

Continua.........


Notas Finais


Para quem quiser conversar, dar dicas estarei disponibilizando meu whats.. 3.5.9.9.8.8.2.9.1.3.1...

Amanhã tem mais... beijinhos


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...