História Emison - Boate da luz vermelha - Capítulo 5


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Caleb Rivers, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jessica DiLaurentis, Melissa Hastings, Mona Vardewaal, Spencer Hastings, Toby Cavanaugh
Tags Emison, Hot, Intersexual, Prettylittleliars
Visualizações 269
Palavras 1.867
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Intersexualidade (G!P), Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capitulo, esse eu acho que estava sendo bem esperado!! Espero que gostem..

Boa leitura..

Capítulo 5 - Luz Vermelha


Fanfic / Fanfiction Emison - Boate da luz vermelha - Capítulo 5 - Luz Vermelha

ALISON

Acordei com o barulho insuportável do meu celular tocando na mesinha ao lado da cama.

- Alison desliga essa porcaria. – Hanna falou com o travesseiro tampando o rosto.

- Ai calma eu não tenho culpa. – Falei e peguei meu celular vi no visor que era a Melissa, dei um pulo da cama e fui atender no corredor, para as meninas não escutarem.

-Bom dia Melissa. – Falei ao atender o celular

-Bom dia Ali, te acordei? – Ela me perguntou

-Não tinha acabado de acordar- menti não ia falar que ela tinha me acordado né

-Então Alison hoje é o grande dia, está preparada. – Respirei fundo quando ela terminou a frase

-Estou sim, a noite estarei lá. – Falei

-Vai perfeito, sua coreografia esta deslumbrante e ninguém sabe que você existe, quero ver a cara da Emily, na hora. -Ela respondeu, nossa verdade a Emily não imaginava que eu existo. Isso vai ser legal, mais porque eu estou me importando com isso...

Me despedi da Melissa, e marquei o horário. Voltei para o quarto, e as meninas estavam acabando de acordar.

-Bom dia belas adormecidas. – Falei sorrindo e elas me olharam sem entender

-Que bom humor é essa Ali. – Aria perguntou – nossa eu não posso estar de bom humor

-Quem era no celular, para você estar assim? – Hanna completou

-Nossa gente, não posso acordar minhas amigas assim? – Falei sentando na cama

-Você normalmente não seria tão fofa assim Ali, mais tudo bem. Agora responde quem era no celular? – Aria falou

-Vocês são muito curiosas, mais já que estou de bom humor vou contar – era hora de botar meu plano em ação. – Era um carinha que estou conversando a uns dias, me chamou para sair hoje, então melou ir com vocês na outra inauguração hoje. – Falei e elas fizeram cara de decepção

-A não Ali, quem vai trazer a gente para casa? – Hanna perguntou e eu ri

- Então para isso que sirvo de babá das duas bêbadas? – Falei e elas também riram

-Aceitamos só porque você vai, curti também. – Aria falou

Levantamos e fizemos nossa higiene, depois seguimos para cozinha para tomar café, meu irmão estava em casa, pelo jeito chegou e nem conseguiu ir para o quarto estava jogado no sofá.

Assim que terminamos nosso café as meninas, foram para casa e marcamos de nós encontrar amanhã para falar das novidades, eu arrumei as coisas em casa, e acordei o Jason para ir para o quarto, ele estava acabado a noite foi tensa. Aproveitei que estava sozinha na parte de baixo para dar mais uma ensaiada.

EMILY

Acordei, ainda mais animada hoje, tomei café com a Spencer pois ela estava em casa, dormiu aqui, ficamos de bobeira na sala assistindo tv, e tomando. Melissa depois chegou para conversar comigo, antes de ir para boate, ela sempre ia mais cedo, para supervisionar tudo apesar de ser muito cedo, mais ela que quis.

-Emy, eu consegui a atração principal, mais não posso contar nada sobre isso, então será surpresa. – Como assim, surpresa até para mim?

- Mais eu posso saber, não tem porque ser surpresa para mim. – Falei

-Confia em mim, vai valer a pena, mais ela é difícil, quer sigilo. – Fiquei sem entender mais concordei

Ficamos conversando por algum tempo depois elas foram embora, subi e pedi para Marlene arrumar a banheira para mm tomar um banho bem relaxante. Entrei na banheira e até cochilei lá.

Assim que sai do banheiro olhei no meu celular e já estava na hora de começar a me arrumar, Marlene já tinha separado minha roupa e deixado em cima da cama, ela é um anjo, sabe que não tenho paciência. Coloquei um vestido branco, colado, e um santo alto, escolhi uma bolsa de mão, fiz minha maquiagem, terminei de arrumar meu cabelo, e escuto minha porta abrir, era a Spen de novo íamos juntas.

-Nossa vaca, você vai colocar o amigão para brincar hoje né. Porque você está um arraso – Spen falou me deixando vermelha

- Pode parar, você também está muito bonita, mais que meu amigo está precisando brincar isso é verdade. Falei e rimos juntas

Voltei no banheiro e coloquei camisinha na minha bolsa e bom prevenir né, não sabemos como vai acabar a noite.

Assim que estávamos saindo o meu celular tocou e era um número diferente.

-Alô- atendi

- Estamos te esperando na casa da Aria, pode passar aqui para buscar a gente, e nem vem falar que está ocupada. – Reconheci na hora, era a Hanna

-Com o maior prazer senhorita, estou saindo de casa, já chego aí. – Respondi e ela riu desliguei

Vamos juntas, para mais um dia importante para mim, com as minhas melhores amigas.

Peguei elas que estavam deslumbrantes também, fomos sentido a luz vermelha, está muito bom, estávamos rindo, como antigamente

-Ontem vocês não me apresentaram a amigas de vocês, e sumiram – falei olhando pelo retrovisor

-A verdade, mais não vai faltar oportunidade, você vai adorar ela tem um gênio difícil, mais ela é muito legal, ontem assim que encontramos ela, ela quis ir embora estava cansada. – Aria respondeu

-Mais hoje ela não vai? – Spen perguntou

-Não vai sair um gatinho. – Já não gostei pensei que elas iriam arrumar uma amiga para mim dar uns pegas

Chegamos não tinha ninguém ainda, mais a melissa gosta de liberar a entrada quando eu chego, entramos e estava tudo muito lindo e chique, as dançarinas olha nota mil, escolhemos bem, as meninas já ficaram loucas com os boys. Eu dei muita risada da cara da Hanna.

Caleb veio ao meu encontro e eu apresentei as meninas para eles, mais na hora reparei o olhar dele e da Hanna se cruzarem, gostei, formariam um ótimo casal.

Seguimos para o bar e as meninas pegaram bebidas, hoje era tudo por minha conta, peguei meu famoso copo de whisky, e sentamos numas poltronas que tinha perto do palco principal.

A noite rolava muito agradável bebíamos rimos, a casa não estava lotada pois era apenas convidados, não resisti e tive uma dança sensual de uma das dançarinas, mais coisa normal. Começou a deixar meu amigo feliz.

Estava quase chegando esse tal momento da apresentação principal, eu queria ir lá traz ver quem era, mais resolvi esperar para ver no palco.

Do nada as luzes se apagaram deixou um breu o local e uma luz vermelha se acendeu no palco, mostrando uma loira vestida com uma roupa nossa, o que era aquilo, ela estava de costa para todos e aquela roupa preta marcava cada curva do seu corpo, eu não conseguia tirar meus olhos dela, um cabelo loiro com cachos na ponta. – Vai loira vira logo que quero ver seu rosto. – Pensei.

Ela dançava esfregando a bunda no poste, isso me deu uma fisgada no meu membro aqui em baixo. Ela parou e a música mudou ela virou – que merda ela estava de máscara. – a dança continuou ela fez uma coreografia que eu não estava conseguindo ficar parada na poltrona, que mulher perfeita eu não conseguia lembrar dela, ela não trabalha aqui eu sou boa para identificar mulher, olhei pra o lado e a Melissa estava rindo da minha cara.

Ela desceu do palco e passou por mim, e olhei de cima abaixo, esqueci que tinha gente ao meu lado, mais ela não me deu moral passou por sim sorrindo, e vi aqueles olhos azuis, cruzamos nosso olhar e ela seguiu se mostrando para outros clientes e eu segui ela com os olhos. Voltou para o palco e que agilidade era aquela que ela subiu o pole dance. No final da apresentação eu estava sem folego, levantei deixando as meninas se divertindo com os machos e fui até a Melissa

- Eu quero ela Melissa – Falei ainda ofegante depois daquela apresentação

-Ai Emy, vou ficar te devendo, ela não está disponível. -Fechei a cara na hora

-Como assim Melissa, essa boate é do que? – Falei encarando ela

-Emy ela é diferente, super complicada deu o que fazer para conseguir trazer ela aqui, e não quer fazer programa, ela só queria fazer a apresentação, valeu a pena, mais olha tem várias para vocês escolher qualquer uma. – Fiquei puta com aquilo e sai andando

Aquela mulher não saia da minha cabeça, segui meus extintos, e fui na parte de trás vi qual era o camarim dela e bati na porta.

Ela abriu e parece que congelou, ainda estava com a máscara, mais eu vi aqueles olhos azuis de novo, nossa nunca senti isso

- Oi, prazer. – Falei estendendo a mão ela me olha e olha para minha mão mais me deixa no vácuo

- Só queria te parabenizar pela apresentação. Sou Emily Fields, proprietária do estabelecimento. – Falei encarando ela

-Lauren, obrigada, agora tenho que ir. – Disse fechando a porta mais eu segurei

-Nome lindo, você não quer tomar um drink comigo – Nossa a onde eu arrumei essa cara de pau agora.

-Eu não faço programa, e já fiz o que tinha para fazer aqui. – Que mulher difícil, assim que eu gosto.

-Eu não estou querendo passar a noite com você (que mentira Emily), é só para comemorar sua apresentação mesmo. – Falei

-Emily, eu já agradeci, fico feliz que gostou da minha apresentação, mais é sério eu prefiro ficar na imaginação do público e na sua. – Ela terminou de falar e fechou a porta, não deu nem tempo de falar nada. Fiquei por um tempo parada olhando para porta igual uma trouxa, o que ela fez comigo.

Voltei para encontrar as meninas, Hanna estava se atracando com o Caleb eu não acredito no que eu estava vendo, nem precisei fazer nada. Spen e Aria estavam bebendo e conversando sentei com elas e fiquei lá estou estava meio abalada, eu nunca passei por isso.

ALISON

Cheguei na boate quase na hora da minha apresentação, entrei por trás já de máscara, algumas meninas me encararam, mais Melissa estava me acompanhando, entrei num camarim e terminei de me arrumar, assim que um moço me deu um sinal fui para o palco estava tudo apagando entrei ficando de costa para plateia, vi a luz vermelha sobre mim e comecei minha coreografia. Assim que virei vi a Emily, esta estava me olhando sem piscar, continuei dançando, e desci do palco em frente ela me olhou de cima em baixo, gostei daquele olhar (Alison o que deu em você, Emily tem pau mais ela é uma mulher). Continuei andando e vendo todos me olhando aquilo me deu uma adrenalina, como era bom esse gostinho, naquele momento eu estava sendo desejada por todos.

Voltei e terminei minha apresentação. Assim que terminei fui direto para o camarim, comecei a tirar a roupa e bateram na porta. Assim que abri congelei era ela, nossa e agora.

Fui um tanto fria com a Emily, mais eu estava em choque, nunca fiquei daquele jeito, e ela estava me olhando de uma forma, que estava me deixando muito envergonhada, não pensei duas vezes fechei a porta na cara dela. Depois de um tempo recebi uma mensagem da Melissa falando que eu já estava liberada, sai por onde em entrei e Melissa me entregou um envelope branco, sabia que era dinheiro não queria pegar, mais ela existiu. Que noite, vou precisar mais disso, foi muito bom sentir isso.

 

 

 

 

Continua......................

 

 

 


Notas Finais


Gostaram?
Mais tarde tem mais um capitulo.... xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...