História Emison - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Pretty Little Liars
Personagens Alison DiLaurentis, Aria Montgomery, Dianne Fitzgerald, Emily Fields, Ezra Fitzgerald, Hanna Marin, Jason Dilaurentis, Jessica DiLaurentis, Personagens Originais, Spencer Hastings
Tags Emison, Prettylittleliars
Exibições 91
Palavras 1.473
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Mistério, Poesias, Policial, Romance e Novela

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Mais um pra vocês, obrigado pelo apoio <3 Capitulo meio diferente mas espero que gostem

Capítulo 7 - Festa de meninas


Acordo antes da minha criada chegar, e vou tomar um banho para me preparar para esse dia que provavelmente vai ser cansativo. Tento tirar todas as lembranças da minha mãe da minha cabeça, para que o dia pareça menos pior, me visto e começo a arrumar meu quarto, pra me manter ocupada. Emily começa a invadir minha cabeça como sempre, não importa no que eu esteja pensando, sempre vai terminar nela. Lembro dos nossos abraços e beijos, e depois da nossa briga idiota, estávamos sendo tão infantis, preciso fazer as pazes com ela.

Vou para sala de refeições pois faltavam poucos minutos para servirem o café, chego lá e vejo muitos rostos desconhecidos, é verdade, tinha esquecido que ainda não conhecia as novas selecionadas. Reconheço apenas a Hanna diante todas as pessoas, e vou falar com ela.
- Olá, atrapalho alguma coisa? 
- Claro que não, essas são CeCe Drake e Mona Vanderwaal, duas das novas selecionadas, meninas essa é Alison DiLaurentis. - Diz Hanna
- Prazer - Digo. - Cece Drake, nos conhecemos de algum lugar? - É a menina que meu pai falou na carta.
- Nunca nos vimos, mas você é filha do Kenneth né? 
- Sim sou eu. 
- Ata, ele já falou de você quando estava lá em casa. - Por que ele taria na casa dela?
- É, ele falou de você recentemente também. 
- O de vocês já chegou? - Spencer chega do nada ao lado da Aria toda animadinha.
- O nosso o que? - Hanna fala e Mona e CeCe saem da rodinha. 
- Celulares, estão sendo entregues nos quartos de cada selecionada. 
- Ai meu deus, preciso - Hanna fala empolgada.
- Gente vocês viram a Em? - Perguntei pois queria logo fazer as pazes com ela. 
- Por que você está sempre tão preocupada com ela? - Spencer pergunta
- Porque ela é minha amiga, e nunca vejo ela com vocês.
- Amiga? - Elas fazem uma carinha de "AHAM, SEI" e isso me deixa completamente irritada
- Parem com isso - Reviro os olhos - Viram ou não? 
- Ui senhorita estressadinha, não vimos não.
- O.k. obrigado. 
Emily chega quando todas já estavam terminando de comer.
- Perdeu o horário hoje? - Aria pergunta toda delicada. 
- Te interessa? - Ela percebe que foi grossa - Desculpa, acordei com o pé esquerdo hoje. 
- Ultimamente você só tem acordado assim - Falo e reviro os olhos. 
- Pena que ninguém pediu sua opinião né. - Ela retruca 
- Chega vocês duas, tão o tempo todo fazendo birra, já ta enchendo o saco. - Spencer diz irritada. 
- Ela que começou - digo 
- Comecei o caralho. 
- Meninas parem! Estão parecendo duas crianças. - Hanna falou 
- Ela é uma criança. - Emily
- Cala a boca - Eu 
- O que aconteceu com vocês? Estão pior que casal brigando. - Spencer
Tanto eu quanto a Emily ficamos vermelhas e encarando o prato acho que foi isso que nos entregou. 
- Podemos não falar sobre isso aqui gente, vai criar plateia. - Aria fala.
Todas ficam calada, eu termino de comer e vou pro meu quarto. 
Quanto tempo aquela briga ia durar? Eu não aguento mais, quero me resolver com ela, mas ela está tão diferente. As vezes não a reconheço, era tão bom quando eramos apenas amigas e não precisávamos nos preocupar com o mundo. Eu queria ter conhecido ela fora da seleção, assim teríamos menos problemas. Pego meu celular e abro no chat da Emily. 
"podemos conversar?"  
Envio e espero resposta, depois de longos 30 minutos olhando o telefone a cada 5 segundos recebo uma resposta. 
"Agora não dá, estou com a Paige." 
Essas palavras não paravam de se repetir na minha mente. "Estou com a Paige" "a Paige" "estrangular a Paige" 
Minha mente está gritando. Estava morrendo de raiva, e talvez ciúmes, só talvez. Ficar no quarto sentido raiva não iria ajudar. Precisava falar com alguém, fui procurar a Hanna. No meio do caminho achei que podia ser uma má ideia, do jeito que ela é lerdinha poderia acabar deixando escapar. Então vou procurar a Spencer no quarto dela. Bato na porta e grito do lado de fora. 
- Spencer, Spencer! Você está aí? 
Ouço a porta ser destrancada, ela abre a porta e o soldado Cavanaugh sai de dentro do cômodo, com marcas dr batom no pescoço, batom cujo a cor é igual o da Spencer. Espero o soldado sair e pergunto.
- Atrapalhei alguma coisa?
- Na verdade sim! 
- Sorry, não queria atrapalhar, já estou indo então. - Que medo de me abrir pra ela.
- Não, agora fica, o que você queria? 
- Eu queria jogar toda minha raiva pela Emily em alguém. 
- Você e a Em tem que se resolver logo, por que essa raiva repentina?
- Pode se dizer que... Você não é a unica que fica com alguém as escondidas.
- AI MEU DEUS, EU ACHEI QUE ERA SÓ COISA DA CABEÇA DA HANNA, NÃO ACREDITO QUE É VERDADE, MEU DEUS.
- Dá pra você parar?
- Sim, vocês formam um casal tão lindooo - Ela berrou 
- AI, péssima ideia ter vindo aqui, to indo.
- Não, não, fica. Conte mais.
- É uma longa história.
- Temos uma hora até a Hanna e a Emily chegar. 
Sentamos no chão e eu comecei a contar tudo, como nos conhecemos, como ficamos amigas, o primeiro beijo, o segundo, o terceiro.
- Calma ai, O PRÍNCIPE TE BEIJOU? MEU DEUS QUE SORTE, ELE É MUITO LINDO. 
- Sorte a minha? A Emily viu, e ficou puta comigo, e depois quando eu vou fazer as pazes com ela flagro ela com a Paige. - Uma lágrima sai do meu olho - Depois da notícia da minha mãe resolvo deixar tudo pra lá e pedir desculpa, mais ela chega sendo grossa e babaca e quando peço pra gente conversar ela diz que não pois esta com a Paige.
- Calma, vai ficar tudo bem, vocês vão se resolver, talvez não seja como você queira no final, mas a experiência já não vale a pena?
- Assim que você se sente quanto ao Cavanaugh? 
- Assim mesmo, agora vem cá, da uma abraço. 
Após o abraço a Hanna e a Aria chegam com três garrafas de vodka.
- Não me pergunte sobre as bebidas - Hanna chega falando. 
- O que vocês vão fazer com isso?
- Todo mês nós nos juntamos no quarto da Spencer que é o mais afastado de tudo e de todos para conversar, brincar, beber. 
- Pra que? Não é arriscado de mais?
- É tipo uma festa de pijama, mas com adultas e vodka. 
- Entendi, acho que já vou indo então...
- Se junte a nós hoje.
Sei que isso pode ser uma má ideia, mas aceito, afinal não tinha nada melhor pra fazer mesmo. 
- Vamos chamar a Emily? - Spencer sugere
- Vou chamar - Fala Hanna - Ela disse que vem! Devo pegar outra garrafa de vodka? 
- Não precisa, já tem de mais. - Aria diz enquanto coloca música do rádio da Spencer. 
- A loira uma uma bebida de vez em quando.
- Percebi. 
Ficamos conversando em torno de uma hora até que a Emily chega. Ela cumprimenta todas, menos eu. Infantilidade nível mil.
- Pegue um copo e sinta-se a vontade. 
Ela pega o copo e senta na rodinha que estavamos no chão. Hanna pega a garrafa de vodka e termina ela no copo da Emily. 
- Pronto, a primeira garrafa já foi, agora podemos começar a parte divertida. 
- Que parte divertida?  
- A primeira garrafa acabou, vamos brincar de verdade ou desafio. 
- Ta falando sério? Quantos anos vocês tem? 13? - Emily fala
- É mais legal do que vocês pensam - Ela fala e gira a garrafa. - Hm... Spencer pergunta pra Emily.
- Verdade ou desafio?
- Desafio - Ela fala e parece estar com medo. 
- Já estamos todas meio bêbadas, como você chegou atrasada tem que ficar igual a nós.
- E...?
- Tem que virar o copo de vodka. 
- Ta. - Ela começa a beber.
 Começamos a  gritar "vai vai vai vai" para encoraja-la, que que no inicio ela faz uma cara de "caralho que coisa horrível" mas depois termina o copo com facilidade.  
Aria gira a garrafa e da em mim e nela. 
- Verdade ou desafio? 
- Verdade.
- De todas as garotas aqui, qual você beijaria? - PUTA MERDA QUE VERGONHA
- Emily.
Elas começam a gargalhar, e eu fico vermelha. Eu giro a garrafa e vai na Emily e na Hanna. 
- Verdade ou desafio? - Hanna pergunta pra Emily.
- Desafio. - Ela fala como se não se importasse
- Te desafio a beijar a Alison.

 


Notas Finais


E ai, gostaram? Obrigado ao apoio de vocês, bjss <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...