História Emma Argent - A outra Argent - Capítulo 7


Escrita por: ~

Exibições 109
Palavras 506
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Álcool, Canibalismo, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Mutilação, Spoilers, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 7 - Perguntas sem respostas


Fanfic / Fanfiction Emma Argent - A outra Argent - Capítulo 7 - Perguntas sem respostas

-Ok,-eu fechei o caderno -isso foi bem estranho. 
-já vi coisas mais estranhas, bem mais. -Liam riu.
Eu ri e voltei o olhar para a professora. 
-O que vc mais gostou aqui em Beacon? -Ele sussurrou, ainda olhando para a professora
-Na verdade, eu nao conheci nada ainda. Só a clinica do Deaton.-Eu
-Ah, claro. Um amigo meu trabalha lá.-Liam
-Scott?
-Como sabe?-ele franziu a testa
-Eu o vi ontem lá. Ele parece muito familiar.
-Bom, talvez eu possa te mostrar alguns lugares aqui em beacon...
-É... pode ser...-eu sorri
O celular dele apitou. Ele olhou e estava escrito "mensagem de Hayden". Ele pareceu mais frustrado do que ja estava quando o vi, colocou a mao sobre a mesa e fechou a punho com força.
-Você ta bem? -eu 
O sinal tocou, era o fim do primeiro tempo.
-To... eu tenho que ir.-ele saiu rapido da sala
-Ta, entao... ta...
Ajuntei minhas coisas e fui para outra sala. O dia passou rapido, mas nao consegui me concentrar direito. Eram muitas perguntas que eu nao sabia as respostas.
Quanso Deaton foi me buscar, eu nao sabia o que falar, a gente foi o caminho todo em silencio, de novo.
-Bom, vou ter que passar na clinica de novo. tudo bem?-Deaton
-Ta. -eu 
Chegamos e eu desci. Entrei e Scott estava lá. 
-Oi-nós nos cumprimentamos. 
No mesmo momento meu celular tocou, era minha tia. Ela devia estar muito brava, porque nao liguei para ela ontem. 
-Tenho que atender! -eu sai pelos fundos.
-Alô?-Eu 
-Emma? Você está bem? 
-Oi, estou sim e você? 
-Estou. Por que nao me ligou ontem? fiquei preocupada.
-Desculpa, eu me esqueci...
-Esta tudo bem mesmo? está com uma voz tão tristinha.
-Ah, eu só acho que estou bem perdida, eu nao sei por onde começar. Acho que isso foi um grande erro, eu nao sei nada! Eu só queria encontrá-los.-Eu disse chorando.
-Emma, nao chore! Eu te disse que nao era tao facil assim, mas agora, você nao pode desistir. Você sempre foi forte e determinada, nao vai parar na hora em que você mais precisa né? 
-Obrigada, Rose, eu precisava disso. 
-Só disse a verdade, querida. Mas você está praticando? 
-É... Rose... 
-Emma! fizemos um trato, se lembra? 
-Eu nao quero... eu nunca quis. 
-Emma, você não sabe o quanto vai te prejudicar. Você pode se matar! Eu ja te expliquei milhoes de vezes que sua mae foi a bruxa mais poderosa de todas e você, quando nasceu, canalizou a magia dela e juntou com a sua, se você nao souber usá-la ELA TE MATA!! 
-...tenho que ir. 
eu desliguei o telefone, me encostei na parede e sentei. Estava meio frio e ja estava escurecendo, fiquei encarando a floresta. Levantei e sai andando, mas esqueci meu celular la no chão. Comecei a andar pela floresta, igual no sonho, como se eu soubesse para onde eu estava indo. 
Depois de um tempo, algo apareceu por tras das ávores. Algo que me assustou completamente. Era aquela ávore grande e cortada, do sonho e do desenho. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...