História Employer and Employee - Capítulo 12


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Jeon Jungkook, Jikook, Jimin, Jungkook, Kookmin, Park Jimin
Visualizações 57
Palavras 1.870
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Fluffy, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii

Capítulo 12 - Meu Ciumentinho!


Fanfic / Fanfiction Employer and Employee - Capítulo 12 - Meu Ciumentinho!

"Sentei no sofá e coloquei a cabeça entre as mãos. Ouvi um choro baixinho vindo do quintal da parte de trás da casa do Jimin."

Levantei e fui até a porta que levava ao quintal. Vi Jimin sentado debaixo de uma árvore chorando, as lágrimas corriam pelo rosto dele sem parar.

Ver ele naquele estado fez eu me sentir a pior pessoa do universo. Fiquei escorado na porta apenas o olhando por um longo tempo.

Caminhei lentamente até onde Jimin estava sentado, ele me olhou e as lagrimas voltaram a cair com a mesma intensidade de antes.

Jimin se encolheu para mais perto da árvore e abaixou a cabeça.

Eu queria dizer algo, mas não sei oque! Quero pedir desculpas mas as palavras não saem!

#JM: N-Não me machuque...

#JK: Eu não vou machucar você...

Me abaixei no chão e Jimin se afastou novamente.

#JM: N-Não...

Jimin começou a chorar novamente.

Peguei a mão dele.

#JM: S-Solta... Para... P-Por favor!

Me afastei e Jimin continuou chorando.

#JM: Você falou que ia ser tudo no meu tempo... Você mentiu!

#JK: Não Jimin... Eu apenas fiz aquilo por impulso...

#JM: Você ia abusar de mim Jeon... Igualzinho ao Yuki...

Jimin continuava chorando.

#JK: Eu não ia... Jimin, não confia em mim?

#JM: Eu confio... Eu confiava!

Sentei a uma certa distância dele e abaixei a cabeça.

#JK: Eu fui um idiota... Me desculpa...

Deixei lagrimas escorrerem por minha bochecha. Jimin deitou sobre os joelhos e virou o rosto para mim.

#JM: É que... Eu achei que você fosse diferente... Achei que você fosse a pessoa certa, que esperaria pelo meu tempo... Mas você foi igual a todos os outros... Só quer me usar...

#JK: Não é verdade... Eu não ia fazer nada! Jamais faria algo que você não quisesse... Jimin você é muito importante para mim!

Tomei a liberdade de me aproximar um pouco mais dele.

#JK: Aquilo foi... Foi apenas impulso... Você é incrível... Eu acabei indo na onda do calor do momento... Desculpa!

Jimin me olhou por um momento, depois ele soltou um leve sorrisinho.

#JM: Você é o primeiro que me pede desculpa depois de fazer... Isso...

#JK: Mas eu já disse que foi sem querer... Sabe que eu não faria isso por mal!

#JM: Eu... Não sei... Você me assustou... Achei que fosse me...

#JK: Eu jamais faria isso!

Jimin desviou o olhar do meu por um instante.

#JM: Eu nunca trouxe ninguém aqui...

Falou olhando para o gramado em frente.

#JK: Então... Devo me sentir especial?

Jimin riu.

#JM: Acho que sim...

#JK: Posso sentar do seu lado?

Jimin negou com a cabeça. Depois ele deitou a cabeça sobre meu colo. Acariciei o cabelo de Jimin e me incline para frente. Cochichei no ouvido dele:

#JK: Obrigado por ser assim... Incrível!

Jimin sorriu e me deu um beijo na bochecha.

[...]

Acabou que nem assistimos filme, entramos e Jimin tomou um banho. Fomos dormir logo em seguida.

Estávamos deitados já no escuro:

#JK: Posso abraçar você?

#JM: Posso confiar em você?

Pensei por um tempo.

#JK: Se eu ficar duro não significa que eu vá fazer algo com você...

Ele riu. Senti a mão de Jimin em meu pescoço. Logo senti um dos dedos de Jimin passar sobre meus lábios com uma certa pressão.

Jimin lambeu meus lábios enquanto dava pequenos chupões.

#JM: Você tem um gosto bom...

#JK: Outras coisas em mim tem um gosto bom também...

Ele cessou os beijos por um instante e riu.

#JM: Um dia eu vou experimentar... Vou experimentar cada pedacinho do seu corpo...

Sorri.

#JK: Certo...

Jimin voltou os beijos para meu pescoço enquanto dava chupões.

#JK: Aww... Jimin-ah...

Eu tentava segurar meus gemidos. Senti a mãozinha de Jimin adentrar minha blusa e arranhar meu abdómen.

Levei minha mão até a coxa dele e dei um leve apertão ali. Jimin gemeu de dor.

#JK: Me desculpe... Esqueci dos seus machucados...

Falei depositando um beijo no alto da cabeça de Jimin.

#JM: T-Tudo bem... Agora acho melhor dormirmos...

#JK: Boa noite...

Dei um beijinho carinhoso e calmo na bochecha de Jimin e ele deu um beijo na ponta do meu nariz.

[...]

Estava em mais uma tarde de trabalho entediante. Telefonemas e mais telefonemas. Ações sumindo do mercado, numero de compradores caindo drasticamente!

Jimin entrou em minha sala.

#JM: Senhor... Recebi um e-mail a poucos minutos atrás...

#JK: Mais problemas?

#JM: Não exatamente... Bom... Eu dei um jeito em outras duas ações, mas uma... Esta bem difícil...

#JK: E quanto ao e-mail?

#JM: Uma reunião no terceiro andar... As 14:00...

#JK: Ok... Jimin... Venha aqui...

Jimin caminhou até o lado da mesa onde eu estava. Puxei ele pela cintura para que sentasse em meu colo.

#JM: S-Senhor... A-Aqui não...

#JK: Calma... Eu só quero ficar perto de você...

Falei deixando um beijo no ombro de Jimin.

#JM: Alguém pode entrar... Jeon...

#JK: Tudo bem...

Jimin se levantou.

#JM: Vou voltar ao trabalho...

#JK: Certo...

Sorri para ele. Jimin olhou rapidamente para a porta e depois se inclinou me dando um selinho rápido.

#JM: Até mais tarde...

Apenas consegui sorrir feito bobo.

[...]

Era hora da reunião. Meu auxiliar de reuniões não tinha chegado ainda.

Fui até a sala de Jimin. Bati na porta e ouvi um entre. Assim que abri a porta vi Jimin sentado e um Senhor de cabelos grisalhos de pé em frente a mesa dele.

#JK: Me desculpe... Eu volto mais tarde...

#JM: Não imagine... O Senhor Chang apenas veio se certificar que estava tudo em ordem...

O velhinho se virou e eu vi que era o segurança do andar. Aquele pontinho de ciúmes foi embora.

#CH: Olá Jeon!

#JK: Como vai Senhor Chang?

#CH: Vou bem, obrigado... Apenas passei para me certificar que está tudo bem... Sabe... Desde o ocorrido Yuki abusou de outras duas pessoas... Não o encontraram ainda...

Jimin abaixou os olhos.

#CH: Vou voltar ao meu trabalho... Com licença...

O velhinho saiu da sala sorrindo como sempre.

#JM: Precisa de algo Senhor Jeon?

#JK: Muitas coisas... Uma delas e ficar aqui abraçado com você...

Jimin riu enquanto arrumava alguns papeis sobre a mesa.

#JK: Mas.. Enfim... Sobre a reunião, meu assistente não pode vir... Pode me acompanhar?

#JM: Ah Jeon... Não sei... Eu não levo jeito para isso...

#JK: Por favor Jimin! Você é a única pessoa que eu realmente confio para me ajudar com isso!

#JM: Tudo bem...

Jimin levantou e eu sorri.

[...]

Chegamos na sala de reunião e já estavam todos lá.

#JK: Peço desculpas pelo atraso... Tivemos problemas com meu auxiliar...

Jimin fechou a porta e parou ao meu lado.

#JK: Park, pode sentar-se...

#JM: Sim Senhor...

A reunião começou, discutimos sobre a queda de algumas ações.

Eu estava tratando de assuntos com alguns senhores no canto da sala quando percebi alguns homens conversando com o Jimin.

Não sei explicar oque eu senti... Foi raiva e ao mesmo tempo ciúmes, tinha um pouco de medo e tristeza misturado com aquilo.

#JK: Com licença Senhores...

Sai da sala de reunião apressado e fui para o banheiro. Lavei meu rosto e minhas mãos, não sei porque aquilo me incomodou tanto.

Senti uma mão acariciar minhas costas e descer até minha cintura.

#JM: Você está bem?

Assenti olhando para Jimin através do espelho.

#JM: Por que saiu de lá daquele jeito?

#JK: Nada não... Só precisava usar o banheiro...

#JM: Ciumentinho...

Jimin me abraçou enquanto ria.

#JK: Uh?

#JM: Você engana qualquer um, menos eu!

Jimin ficou na ponta dos pés e deu um beijinho na minha bochecha.

#JM: Eu sei muito bem que você ficou com ciúmes... Seu bobo!

#JK: E-Eu...

#JM: Não precisa ter ciúmes... Eu não gosto de nenhum daqueles caras... Só gosto de você!

Sorri. E Jimin ajeitou meu cabelo.

#JM: Vamos voltar... Nada de ciúmes, certo?

Assenti rindo.

[...]

Eram 18:00 horas. Jimin já tinha ido para casa e eu fiquei pois precisava resolver algumas coisas. Minha antiga secretária entrou na sala.

#JK: Bater na porta antes de entrar seria interessante, não?

#ST: Affs... Apenas vim te avisar que você quem vai pagar tudo...

#JK: Isso eu já sabia...

Falei debochado.

#ST: É horrível isso!

Ela colocou a mão na barriga.

#ST: Eu fiz um exame pra saber o sexo...

Me interessei por um instante.

#ST: Não deu para ver... Bom... Para mim tanto faz... Não vai fazer diferença...

#JK: Ok... Terminou seu discursinho? Já pode ir...

Ela se virou e saiu.

Abaixei a cabeça. Eu preciso contar sobre isso para Jimin. Mas... As coisas estão indo tão bem entre nós... Não quero estragar isso... Mas ele precisa saber...

Meu celular tocou. Tirei ele do bolso e atendi.

LIGAÇÃO ON:

#JM: Oiii!

#JK: Oi Jimin...

#JM: Oh Jungkook... Está desanimado novamente?

#JK: Não... O mesmo de sempre... Problemas...

#JM: Jeon... Está na empresa ainda?

#JK: Sim...

#JM: Você fica tempo de mais ai! Por que não descansa um pouco? Vai para casa, toma um banho e vai deitar um pouco...

#JK: Sim.... Já vou sair...

#JM: Você quer vir aqui em casa? Podemos ficar juntos, posso fazer algo para você comer...

#JK: Certo... Vou pensar... Tchau meu anjo...

#JM: Tchau...

LIGAÇÃO OFF.

Levantei e fechei minha sala. Me despedi do segurança e fui para meu carro. Estou morto! Minha cabeça dói e sinto o cansaço em cada célula do meu corpo.

Dirigi até a casa de Jimin. Toquei a campainha e ele atendeu com o mesmo sorriso doce de sempre.

Entrei e o cumprimentei com um selinho, sentei no sofá. Jimin fechou a porta e foi até a cozinha. Ouvi barulhos de pratos e logo ele voltou para a sala.

Jimin sentou ao meu lado.

#JM: Ah Jungkook... Sei que você não está bem...

Ele me abraçou e beijou meu pescoço.

#JK: E-Eu... Estou cansado... Só isso...

#JM: A comida está pronta... Você quer que eu traga aqui?

#JK: Não... Vamos lá...

Forcei um sorriso e fomos até a cozinha. Jimin me serviu e nós sentamos para comer.

#JK: Sua comida é maravilhosa!

Jimin sorriu fechando os olhos levemente.

Depois de terminarmos de comer levantei e levei meu prato até a pia.

#JK: Eu vou lavar a louça para você...

#JM: Nada disso! Vem aqui...

Jimin me fez largar o copo e o prato ali e me puxou para o quarto.

#JM: A louça eu lavo amanhã... Agora vamos ficar juntinhos que nem você queria...

Deitei na cama e Jimin ficou escorado nos próprios cotovelos me olhando. Ele fez um bico e começou a falar.

#JM: Eu não gosto de ver você assim... Acaba comigo te ver mal!

#JK: Ow! Como é fofo!

Apertei a bochecha dele. Jimin sorriu.

#JM: Não quer me contar o que está acontecendo?

#JK: Eu... Acho melhor outra hora... Tudo bem?

Jimin assentiu e deitou colando o corpo no meu. Aproximei meu rosto do de Jimin e mordi de leve o lábio inferior dele, Jimin sorriu e me deu um selinho.

#JK: Sabia que passar o tempo com você me faz a pessoa mais feliz do mundo?

#JM: Eu sei como é isso... Gosto muito de ficar perto de você!

Iniciamos outro beijo. Calmo e carinhoso. Jimin subiu encima do meu corpo e ficamos agarrados e mantendo aquele beijo por um longo tempo...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...