História Enchantress - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Batman, Esquadrão Suicida
Personagens Coringa (Jack Napier), Harleen Frances Quinzel / Harley Quinn (Arlequina), Personagens Originais
Tags Batman, Cara Delevingne, Esquadrão Suicida, Magia
Exibições 14
Palavras 1.264
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 9 - Phasmatos Ravenus Em animum


Fanfic / Fanfiction Enchantress - Capítulo 9 - Phasmatos Ravenus Em animum

Meus amigos estão todos feridos

Por momentos e arrependimentos

E uma caridade envolvida com mentiras

Continuamos na esperança

De consertar todos os defeitos

E fortalecer nossa influente união

Nós permanecemos juntos na melhor ou na pior

Nossa história é muito real para se odiar

Agora e sempre, ficaremos até amanhã

E prometemos lutar pelo nosso destino

No começo da jornada cada momento valeu a pena

Não posso mais te desapontar

O céu continua se abrindo, nós nunca tivemos medo

E a consequencia abre a porta

Eu nunca deixei de tentar, nunca deixei de sentir

Como uma família é muito mais do que sangue

Não se vá sem mim!

A peça que eu represento complementa

Cada um de nós

Até morrermos

 

Harley Quinn

Sinto um aperto em meu coração e começo a correr em direção ao avião de Joker. Alguém precisava Salvar o Rei. Meu Pudinzinho joga uma corda e eu segura a mesma. Começo a subir o mais rápido que conseguia. Chego no fim dá corda e Joker estende sua mão para mim, pego a mesma e subo no avião.

Junto nossos lábios em um beijo delicado e cheio de desejo. Ele leva sua mão em minha nuca e leva-me para perto dele. Sorrio e nos separamos do beijo.

-Senhor-Frost vira-se para nós-temos armas de fogo sendo apontadas em nossa direção.

-Fique atrás de mim, docinho-Joker me puxa para perto dele.

-Invisibile-de repente Magia aparece em nossa frente com a espada da fênix em mãos e sorrindo para nós.

-June, sei que você ainda está ai-Joker e eu andamos para trás-somos amigas Jun, não se esqueça.

Em um golpe rápido Magia crava a espada em meu coração. Minha alma estava sendo levada para dentro da pedra. Começo a chorar e Joker tenta me segurar.

-Eu não quero morrer-falo um pouco antes de Magia tirar a espada do meu peito.

Joker tira a espada do meu peito antes que ela tire toda a minha alma. Olho para Joker e sinto um alivio no peito. Magia puxa-me para perto dela.

-Invisibile-ela joga seu feitiço e ficamos invisíveis. 

Joker

Caminhamos até um antigo Arsenal no Sul de Gotham City. Eles tratavam e cuidavam de diversos assuntos sobrenaturais. Levamos Harley para dentro do Arsenal e Alex e seus capangas levam Harley para a ala médica.

-Como posso traze-la de volta?-viro-me para Alex, assim que os capangas saem da sala.

-Tem um preço para trazer a Harley de volta a vida, um preço muito alto-Alex pega a pasta e me entrega.

-Eu sei...Há um preço. Eu o pago.

-Venha comigo então-Alex me leva com ela para uma sala no porão.

Vamos até o subsolo do Arsenal. Havia uma espécie de "Cofre" era possível ouvir diversas vozes vindas de lá de dentro.

-Esse Arsenal existe há mais séculos do que qualquer um de nós-ela abre a porta com a chave digital-esse cofre está em minha família há gerações. Qualquer um que entrar lá dentro perde a compaixão, a compreensão e a capacidade de amar. Até que só tenha trevas.

-Capacidade amar e compaixão eu nunca tive-Solto uma gargalhada e Alex olha-me confusa. 

-Harley está em uma dimensão. Um mundo para onde as pessoas que morrem pela espada da fênix vão. É um inferno pessoal. Ele te pune por toda mal que já causou. 

-É a Harley-Frost aparece atrás de mim-não quero nem imaginar o que ela está passando.

-Como você já deve ter notado, Magia estava disfarçado de Sybil. Mas a verdadeira está aqui. Rayna e Sybil possuem a pedra da ressurreição. Elas podem trazer Harley Quinn de volta a vida. 

-Qual o seu preço?-Pego minha arma e guardo no coldre.

-Eu quero que Harley entre no cofre depois de acordar e salve a minha irmã. Eu posso ouvir a minha irmã me chamar, e eu quero ela de volta.

June Moone

Depois do incidente no avião, Joker tinha mandado seus capangas atrás de mim. Os mesmos me sequestram e levaram para um Arsenal escondido em Gotham City. Sou levada para dentro e sou presa em uma pequena sala escura. Joker me prende em uma cadeira com pulseiras ante magia. Uma mulher chamada Alex entra com seus capangas e a verdadeira Sybil. Joker pega um amuleto de magia negra e o estende para mim. 

-Você vai trazer a Harley de volta-Johny Frost chega com uma maleta e a entrega a Joker-se não eu destruo isso-Joker pega o meu coração e o aperta.

-Harley é minha melhor amiga. É claro que eu vou ajudar-Os capangas de Coringa soltam os meus braços e eu falo para que Magia fique ativa-Magia-sussurro.

Magia

Duas macas trazem o corpo de Harley e Rayna. Pego o amuleto de magia negra e abro o mesmo. Apago todas as luzes da sala e deixo apenas três velas iluminando a sala. Coloco as mãos no coração das duas, mas sobre o peito de cada uma, coloco a pedra da fênix para que o ritual estivesse completo.

O feitiço de ressurreição era um encantamento que combina as forças mágicas poderosas dos Espíritos, da escuridão e da Expressão, a fim de ressuscitar uma pessoa. Os requisitos necessários para o feitiço eram, Expressão, espíritos ou magia negra.

-Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Raverus Em animum-falo enquanto coloco toda a magia do meu corpo na pedra para traze-las de volta a vida-Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Raverus Em animum.

-June, Magia-olho para Alex-o seu nariz está sangrando.

-Talvez fosse melhor ela parar-Johny Frost fala e se aproxima de Joker. Joker acerta um soco no rosto do mesmo, e o capanga vai ao chão.

-Eu consigo-falo limpando o sangue que sai do meu nariz-ela é tudo o que a June tem. Eu preciso fazer isso.

-Ela vai conseguir-Joker força minhas mãos contra a pedra-você não vai deixar Harley morrer.

-Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Raverus Em animum-falo com toda a força que consigo.

Eu sei que às vezes é ver para crer. Mas às vezes o que existe de mais real é o que não podemos ver.

(...)

-Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Raverus Em animum.

Joker me puxa pelo cabelo e paro de fazer o feitiço. Caio no chão, eu estava canalizando toda a minha magia para esse feitiço.

-Por que não está funcionando?-Joker aponta sua arma para mim.

-Porque ela não está pronta para voltar. Talvez nunca volte-ele engatilha a arma-ela vai precisar se humilhar para conseguir voltar. E eu não sei se a Harley é capaz disso.

Harley Quinn

-Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Ravenus Em animum. Phasmatos Raverus Em animum-abro os olhos e vejo Magia falando e havia uma pedra vermelha em meu peito.

Olho todo o local e vejo que estamos em uma sala escura.

-Não-falo desesperada-NÃO. Não, a gente ainda não acabou-levanto-me e vejo Joker caminhar até mim-eu preciso dela de volta. Preciso dela de volta.

-Calma, calma-Joker passa as mãos no meu rosto.-Harley, você está segura. Sou eu.

-Não-fico em pé-só mais uma vez. Me manda de volta, eu sei o que fazer agora.

-Harley, não é real-Alex fala conforme se aproxima de mim.

-Eu sei que não é real. NADA DISSO É-sufoco Alex e a mesma cai no chão.

-Harley, NÃO-grita Johny Johny. Pego uma faca e encravo no seu peito.

-HARLEY-Joker grita e dou com a cadeira de ferro em seu rosto, fazendo com que ele desmaie.

-Harley, Harley-June fala enquanto eu a enforco.

-Eu quero voltar-olho ao redor e vejo todos caídos no chão-por que eu ainda estou aqui? Isso não é real-olho para todos sangrando-isso é real.


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...