História Finding the Love - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Exibições 96
Palavras 1.218
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Colegial, Comédia, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 18 - Chapter Eighteen


Fanfic / Fanfiction Finding the Love - Capítulo 18 - Chapter Eighteen

Pov. Bella


Acordei em uma sala clara.

As paredes tinham um tom de verde água,havia uma janela de vidro com cortinas brancas e algumas flores decoravam o local.

 Minha cabeça estava encostada em algo macio e irregular,havia um soro do lado,o que provavelmente estava me dando forças,claro. Um bip chato apitava do meu lado e haviam fios no meu nariz e sobre as minhas bochechas.

Estava em um hospital,aquele cheiro não me enganava.

De repente as memórias dos piores dias da minha vida surgiram.

Flashback On

Depois que Agnes saiu do quarto juntamente daquele homem estranho,eu não conseguia mexer um músculo.

Certamente até o resgate eu já estaria morta,iria morrer sem ao menos pedir perdão para Taehyung,como fui burra.

De repente a porta se abriu lentamente,era o mesmo homem.

— É sério que seus pais são advogados? — assenti devagar. — Estamos todos ferrados! — ele bufou.

— Se você me ajudar — eu quase nem tinha forças pra falar — Eu te ajudo,você pode fugir e recomeçar.

— Como? — disse disposto.

— Ligue pra esse número! — ditei o primeiro número que me veio em mente.

O de Taehyung.

— o que eu vou dizer?

— Peça que eles venham e tragam a polícia. Você os ajuda a me tirar daqui,tenho certeza que vão te deixar sair ileso. — ele não falou nada apenas saiu.

Agnes acabará de entrar no quarto,eu tinha certeza da minha morte naquele momento.

— Sentiu saudades? — ela disse cinicamente.

— De você eu só sinto pena e desprezo! — levei um chute,gemendo de dor logo em seguida.

— Não ordenei que falasse! — ela sentou num pequeno banco de madeira ali perto e me observou — Quem diria que um dia eu encontraria Park Bella nesse estado deplorável,quando eu me livrar de você,vou ficar com Taehyung só pra mim! — ela dizia alegre,uma alegria estranha e psicopata.

— Ele nunca ficaria com uma pessoa maluca como você!

— Cale a boca!

— Você sente raiva,porque sabe que é verdade!

— Passou dos limites Park! — ela se levantou furiosa e pegou um bastão de ferro perto da porta,quando percebi ela já tinha batido ele contra a minha coxa,foi tão forte que senti os ossos estralarem,abri a boca sentindo  aquela dor terrivelmente sufocante,eu queria gritar,mas não saía nada. Pus a mão e senti o líquido. A dor aguda se espalhou rapidamente pela minha perna e uma lágrima escorreu pelo meu rosto diante dos meus gemidos.

— Você esta totalmente humilhada! — ela chutou minha costa o que me fez gritar — Perfeito! —riu.

— Senhora,a polícia! — alguém gritou desesperadamente.

— Mais como descobriram? Que droga! — ela me olhou com raiva e saiu.

O meu choro de dor não cessou. Minha vida pareceu passar pelos meus olhos lentamente como borrões.

Foi quando de repente a porta se abriu novamente,eram duas pessoas,não consegui ouvir o que diziam pois estava prestes a desmaiar.

Quando me pegaram no colo,reconheci o rosto imediatamente.

— Taehyung. — murmurei e logo em seguida tudo escureceu.

Flashback Off

Eu realmente achei que não acordaria mais. Esses foram os dias que certamente nunca mais quero lembrar.

Virei a cabeça lentamente pro lado esquerdo. Num pequeno sofá branco de couro falso,um Taehyung cansado e com olheiras dormia.

Eu estava muito feliz por ter a oportunidade de vê-lo novamente.

— Filha! — porta foi aberta e minha mãe susurrou vindo me abraçar,sorri em resposta ainda fraca vendo uma faixa envolvendo minha coxa — Nunca mais me assuste assim! — ela me apertou mais contra si e acabei soltando um gemido de dor,pois minhas costas estavam doloridas — Oh desculpe! — ela se separou rapidamente.

— Esta tudo bem. — Sorri fraco. — E o meu pai? Jimin?

— Seu pai teve que ir trabalhar,mais vem te ver a tarde,Jimin e todos os seus amigos estão na sala de espera.— assenti com um sorriso mais verdadeiro.

Olhei de relance para Taehyung.

— Ele não saiu do seu lado um minuto sequer,tente convencer ele a ir comer alguma coisa,ninguém conseguiu e acreditamos em você pra isso! — assenti sorrindo.

— Quando vou sair daqui?

— Talvez amanhã,vou dizer ao médico que você acordou! — ela saiu.

Quando virei novamente pra esquerda Taehyung estava acordado e me olhava como se quisesse guardar cada movimento meu.

— Me desculpe. — disse em alto e bom som depois de alguns segudos de silêncio, em seguida abaixei a cabeça.

— Do que você esta falando? — a voz grossa dele se tornou próxima. Quando levantei a cabeça ele estava ali,olhando nos meus olhos. — Isso tudo é culpa minha.

— Não,se eu tivesse parado e te ouvido,não tinhamos brigado e nos separado,eu não iria andar sozinha por aí e ela iria se conformar.— falei rapidamente e o bip ficou mais alto e mais rápido.

— Se acalma. — ele segurou minhas mãos gentilmente me encarando. Ficamos nos olhando por longos segundos,a calmaria do olhar dele me inundou e o bip foi normalizando. — Eu não cuidei de você,foi isso que aconteceu. — ele disse por fim olhando nossas mãos juntas.

— Eu sou uma idiota pelo fato de não ter acreditado em você,por favor Taehyung me perdoe. Eu vou entender se você quiser sair daqui e nunca mais me ver.. — ele me interrompeu com um beijo lento e apaixonante,em seguida colou nossas testas.

— Nunca mais repita isso,eu nunca vou sair do seu lado. Eu aguentaria viver sem você,não sabe como eu fiquei com medo de te perder! — ele fechou os olhos e uma lágrima escorreu pelo seu rosto.

— Você não vai me perder tão cedo. — disse enxugando seu rosto — Me promete que não importa a circunstância,sempre vamos ficar juntos?

— Eu prometo! — vi um lindo sorrisk se formar no seu rosto. — Sempre juntos,princesa! — ele me abraçou,eu me sentia tão segura em seus braços. — Eu sei que aqui pode não ser o melhor lugar mas,eu não aguento mas esperar,tenho que te dar isso. — ele se afastou pondo a mão no bolso e tirando de lá uma caixinha de veludo. Dentro tinham duas alianças. — Eu quero que tenhamos um compromisso.

— Alianças de compromisso? — disse maravilhada — São lindas. — eram de prata,com detalhes bem notáveis.

— Elas vão significar — ele colocou no meu dedo — Confiança..

— Amor.. — coloquei a outra em seu dedo carinhosamente.

— Respeito e proteção. — ele riu finalizando nossos votos de compromisso — Eu te amo. — ele disse beijando minha testa.

— Te amo mais.

— Te amo muito mais. — trocamos sorrisos sinceros e ele me beijou.

Interrompi o beijo com uma dúvida cruel.

— O que aconteceu com Agnes?

— Sério mesmo que você quer falar sobre ela? — ele fez uma cara de desgosto.

— Taehyung. — supliquei.

— Tudo bem. — ele bufou. — Eles a mandaram pra um manicômio em Busan,depois que os policiais chegaram ela teve um ataque grave,descobrimos que ela tem esquizofrenia,ainda vai ter que pagar uma pena e tudo mais. — ele explicou brincando com meus dedos livres de aparelhos.

— Mesmo ela tendo feito isso com a gente,eu sinto pena,não sabia que ela se sentia assim em relação a mim. — entrelaçei nossas mãos.

— Esquece ela. De hoje em diante eu vou te fazer feliz e fazer você esquecer tudo isso,okay? — levantou meu rosto até ficar na altura dos seus olhos.

— Okay! — rimos e ele me deu um longo selar.

Mesmo machucada e em um hospital,Taehyung me fazia sorrir nos momentos difíceis,e era disso que eu mais precisava.


Notas Finais


Até o próximo!

~Reta final


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...