História Encontro ás escuras - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Neji Hyuuga, TenTen Mitsashi
Tags Hyuuga Neji, Nejiten, Tenten
Visualizações 60
Palavras 1.007
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Comédia, Romance e Novela, Universo Alternativo

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 1 - Capítulo Único.


Fanfic / Fanfiction Encontro ás escuras - Capítulo 1 - Capítulo Único.

É fato incontestável que a guerra nos afetou de uma maneira única, por causa dela e da ambição desmedida de alguns maníacos do clã que vocês sabem qual, todas as grandes nações ninjas viram-se submetidas a um perigo iminente e como conseqüência, depois de exaustivas batalhas todos nós estávamos mudados de alguma maneira. Quer dizer, pelo menos a maioria de nós estava mudado... Exceto Hyuuga-cabeçudo-Neji. Oh, Kami, por quê dentre todos os caras com problemas se socialização eu tinha que me interessar justo pelo mestre do byakugan que, por um acaso, era ironicamente o mais cego? Sério, as vezes eu acho que a capacidade do seu clã não é lá tão impressionante como eles vivem tentando fazer parecer que é, afinal, como vocês poderiam explicar o fato de ele ser mentalmente incapaz de enxergar algo que esta bem diante de seus olhos? Enfim, voltando ao assunto principal, ele não estava nada mudado.

Nada.

O mesmo arrogante eu-sou-gostoso-e-perfeito-demais-para-qualquer-uma, bem a la Sasuke Uchiha! Céus, eu realmente odeio o Neji. O problema é que também o amo, mas, chega de devaneios! Como eu estava dizendo, ele continuava o mesmo. E eu? Continuava na dele. Irremediavelmente, inegavelmente, indiscutivelmente na dele. E a situação estava ficando insustentável já que até o mesmo o tio dele já tinha percebido os meus olhares abobados e cheios de lascívia em sua direção.

Sério, você percebe que esta seriamente apaixonada quando até mesmo o tio do objeto da sua afeição percebe a situação e para te sacanear fica soltando umas piadas de duplo sentido, afim naturalmente de provocar um ataque cardíaco ou de desafiá-la para um duelo mortal. Não foram poucas às vezes em que eu fantasiei enfiando algumas kunais na garganta daquele velho maldito... Não que isso importe agora.

Acredito que esse tenha sido o ápice.  Quando até mesmo senhor Hyuuga canastrão percebeu que estava apaixonada e Neji  não, decidi parar de babar toda vez que aquele cachorro tirava sua camiseta impudicamente na minha frente e, tentei, juro que eu tentei esquecê-lo. Ele ás vezes tinha o habito de passar na minha casa para que fossemos treinar juntos e eu? Eu o ignorava! Deixei de atender aos seus chamados egoístas e preferi me afastar do meu time, já que automaticamente isso incluiria uma sessão de masoquismo  gratuita fitando aqueles orbes perolados e, bom, eu realmente estava me sentindo muito humilhada. Então, resolvi cortar todos os vínculos (time – treinamentos – amizades com suas primas) que me uniam a ele, assim eu tinha alguma chance de recuperar a minha sanidade perdida e quem sabe, encontrar um mozão para chamar de meu? Alguém menos retardado e que entendesse os meus sinais nada sutis de demonstração de amor.

Mas como eu iria encontrar um mozão em uma vila repleta de criaturas medonhas como Naruto, Rock Lee (não me entendam mal, eu realmente o amo,mas não em um nível que me atrevesse a ter algum relacionamento amoroso com ele e tal) Kiba, que é um pervertido insaciável ou Shino? Esses quatros competem para ver quem é que fica solteiro por mais tempo aparentemente. Não estou a fim de interromper essa competição, que é perfeitamente justa e bem equilibrada quanto a inevitável demência de seus envolvidos. Eles eram as ultimas opções da vila, literalmente. Cara imaginem eu namorando com o baka do Naruto? Eu provavelmente iria dar muita porrada nele pra ver se ele aprende a ter boas maneiras, o que me faz pensar que eu seria uma espécie de Sakura estepe...To fora!

Também poderia namorar Rock Lee, por caridade, mas isso está fora de cogitação já que eu li em um livro estranho que incesto é pecado. Ele é meu irmão mesmo que não seja meu consangüíneo! Há, aprendi essa palavra com quem? Sim, o próprio capeta de olhos brancos... Voltando as outras duas opções, juro que eu preferia ser morta pelo Madara Uchiha a sair com o babaca do Kiba. Shino, então, impensável! Embora de uma maneira completamente estranha, ele tinha muitos atributos que me lembravam de Neji: era frio, calado e eu não agüentava mais homens com essa necessidade doentia de afastar-se do convívio social para se dedicar a si mesmo, narcisismo é uma porr**

Desanimada, conclui que eu acabaria sozinha em uma casa cheia de gatos mofada e doada pelo Maito Gai que a essa altura, já estaria preso a uma cadeira de rodas de tanto forçar suas pernas a fazerem o que não deveriam. Foi esse desespero e pensamento esquizofrênico que me fizeram aceitar a proposta absurda do Sai para sair em um encontro ás escuras.

O cara já não bate bem da cabeça por querer namorar a Ino, então é claro que eu automaticamente desconfiava de suas idéias geniais.

Esse é aquele momento em que vocês pensam “Deve ter se arrependido de ter dado ouvidos ao cara pálida” errou! Errou feio e errou rude!

Três dias depois de ele organizar o que chamou de “caça ao candidato perfeito para Tenten”  eu tive a maior surpresa de toda a minha vida: o meu pretendente era Neji!

Foi então que eu me liguei que o encontro era as escuras somente para mim, já que Sai estava armando para nos juntar a décadas. Vocês acreditam nisso? A albina asmática era minha fada madrinha! Naquele momento, eu soube que Neji também não era tão cego quanto se fazia parecer, era somente, extremamente nervoso. Ele disse que estava tentando me convidar para sair a dias e eu, burra e incomparavelmente paranóica, achando que ele estava tentando me evitar. Depois de uma discussão calorosa a respeito das investidas má sucedidas dele em minha pessoa e da minha aparente insensibilidade, acabamos nos beijando loucamente e  bebendo algumas garrafas de saquê.

Hoje completam cinco anos desde que eu tive a oportunidade de dizer “eu aceito” em frente ao altar, onde todos os nossos amigos estavam reunidos.  Posso dizer que graças a Sai, eu sou a mulher mais feliz de todo o mundo ninja. Casada com o meu primeiro e único amor, fui agraciada com a minha maior benção: meus gêmeos, Hizashi e Tomoyo.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...