História ~Endless days | ChaeJung | TWICE~ - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, TWICE, WINNER
Personagens BamBam, Chaeyoung, Dahyun, JB, J-hope, Jungyeon, Lu Han, Mino, Momo, Taehyun, V, Xiumin, Youngjae, Yugyeom
Tags 2jae, Bts, Chaejung, Dahmo, Exo, Got7, Mais Yuri Por Favor, Namsong, Twice, Vhope, Winner, Xiuhan, Yaoi, Yugybam, Yuri
Visualizações 16
Palavras 1.442
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Crossover, Ecchi, Escolar, FemmeSlash, Fluffy, Hentai, Lemon, Orange, Romance e Novela, Seinen, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Slash, Violência, Yaoi, Yuri
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


Oioi! :P

Turu bom?

Boa leitura!♥

Capítulo 6 - I think i like you - Smile flower


Fanfic / Fanfiction ~Endless days | ChaeJung | TWICE~ - Capítulo 6 - I think i like you - Smile flower

Sinto muito•

Usado muitas vezes para se lamentar;

Pedido de desculpas.

"Jeongie,... eu sinto muito."


*** 

-Chaeyoung, não faça mais isso, por favor. Não sabe o quanto eu senti sua falta.- fala ainda abraçada a mim-

-Mas só ficamos uma semana sem nos falar.-ri anasalado-

-Uma semana é muito, Chae. Uma semana é muito pra mim.-

-Eu disse que precisava de um tempo para pensar sobre aquilo. Eu disse a você.-falo séria-

-Sim, mas eu não achei que fosse me ignorar, faltar às aulas. Eu senti sua falta. Nunca mais faça isso, nunca mais!-fala e me aperta-


Seu abraço era sufocante e apertado, mas eu gostava.

Mas sejamos francos, braços verdadeiros, abraços de saudade, abraços dados por uma pessoa que você gosta, seja amigo ou não, sempre serão bons, não importa o quão sufocante e apertado seja.

E abraços também transmitem sentimentos e eu sei o que Jeongyeon estava sentindo agora. Apesar de eu ter ignorado ela 'esse tempo todo', senti sua falta.

 Está sendo bom não ter que ignora-la.

Está sendo bom tê-la por perto novamente.


-Jeongie, olha pra mim.-peço e assim ela faz-Obrigada!

-Huh, pelo que?-diz com os olhos inchados e com a voz fraca-

-Eu te ignorei esse tempo todo e mesmo assim você não desistiu de mim. Eu estava mal por não falar com você, mas feliz por você se preocupar comigo e sentir minha falta, sinto muito.-

-Você acha mesmo que eu ia te deixar de lado como se você não existisse? Não é isso que amigas fazem.-


"Não é isso que amigas fazem"

Essa frase soa tão estranha, sei lá.

De alguma forma essa frase me deixou feliz, mas triste ao mesmo tempo.

"amigas"

Somos realmente amigas?

~Deveríamos ser só isso?~

Eu realmente não gosto de Jeongyeon?

Eu realmente gosto dela?

Por favor, preciso saber coração.


-É...-falo-

-Quer sair comigo?-pergunta e eu arregalo os olhos-

-QUE?-

-Você me escutou. Quer sair comigo?-

-Como assim sair com você, Jungyeon?-

-Sair, ué. Como pessoas normais fazem.-

-S-sair como amigas, não é? Não é isso que somos?-falo-

-Você disse que precisava se decidir e assim se afastou de mim achando que poderia pensar melhor, mas você descobriu? Não! Então talvez estivesse errada. Pessoas gostam de outras pessoas quando se aproximam delas e conhecem elas melhor. Talvez você devesse ficar perto de mim.-


Eu realmente tenho que concordar com Jeongyeon. Pessoas se apaixonam por outras ou até percebem que estão apaixonadas quando elas se conhecem melhor. Ficar longe só piora.

Eu estava errada.

Eu realmente estava errada.

Errada sobre tudo.


-Por que está tão curiosa?-

-Huh? Como assim?-pergunta confusa-

-Você quer sair comigo pra ver se com isso eu descubro o que sinto, certo? Por que está tão curiosa sobre os meus sentimentos?-

-Chaeyoung,... lembra que antes de eu te perguntar se você gostava ou tinha alguma chance de gostar de mim você perguntou que se uma garota gostasse de mim, eu gostaria dela também?-

-Hm,... lembro!-

-Eu respondi que sim. Sim, talvez eu gostaria dessa garota. Eu disse que sim porque talvez eu gostasse de você. Essa semana eu andei pensando e meus sentimentos também estão confusos. Eu comecei a sentir isso desde o parque. Falaram que 'shippavam' a gente, nos chamaram, lembra? Esse tempo todo você pensou e se preocupou com os seus sentimentos, mas não pensou nos meus. Você não pensou que eu poderia gostar de você.-


Ela gosta de mim?

Isso está confuso.

Eu não entendo mais nada.

Cá entre nós, eu nunca entendi, mas...

Eu sinceramente não sei mais.

Ela realmente gosta de mim?


-Então... você gosta de mim, é isso?-pergunto e ela ri anasalado-

-Sinceramente, eu não sei. Você não é a única confusa. Meus sentimentos estão desembaralhados, eu não sei mais de nada e por isso,... preciso ter você por perto. Preciso conhecer você de verdade. Saia comigo.-

-Ok,... como um casal?-ri-

-Como você quiser...-sorri-


____________//_____________

Pov's Jungyeon


Eu falei aquilo pra ela mesmo?

Eu falei mesmo que posso gostar dela?

De onde surgiu tanta coragem?

De onde surgiu essa idéia?

Eu gosto dela? Não sei.

Eu não gosto dela? ...não sei.

~Apenas fique perto, Chaeyoung. Eu não consigo ficar bem com você longe.~

Durante a semana que fiquei sem falar com ela, foi como os piores dias da minha vida. Eu nunca fiquei tão mal por alguém. Nem pelo meu ex-namorado, nem pelos meus antigos amigos.

Eu tinha pesadelos;

Eu tinha insônias;

Eu não conseguia estudar;

Eu não conseguia comer;

Eu não conseguia pensar;

Eu não sabia o que sentir. Eu estava vazia por dentro.

Pessoas apaixonadas sentem isso, certo?

Eu estou apaixonada?

não sei.


-Jeong, estou pronta. Vamos?-fala descendo as escadas-

-Vamos!-sorri-


Por que é que ela está sempre tão bonita? 

Como ela consegue ser assim?

Ela é algum tipo de estrela cintilante?


-Aonde vai me levar?-pergunta-

-Pra um lugar longe. Longe e alegre.-

-E que lugar seria esse?-

-Não vou te contar.-falei-

-Ah, fala sério, Jungyeon? Me conta, vai. Pelo menos uma diquinha.-faz bico-

-Gosta de flores?-pergunto-

-Gosto, ué.-

-Tem alergia a elas?-

-Não. Mas enfim... e a dica? Me dá umazinha só.-

-Fala sério, Chaeyoung. Eu acabei de dar.-

-Sério?-pergunta e eu reviro os olhos-


L E R D A!


~Quebra de tempo~


-Moço, pode parar um minuto?-falo para o moço na qual estava dirigindo o táxi e ele para.-

-Por que mandou parar, Jungie?-pergunta-

-Coloca isso nos olhos.-falo entregando uma venda para a menina.-

-Sério? Quer me vender?-

-Aish, me dá. Deixa eu colocar.-falo e coloco a venda em seus olhos.- Está enxergando alguma coisa?-

-Não.-fala-

-Está mentindo?-

-NÃO!!!!-rio-

-Okay, então. Pode ir moço. Avisarei aonde tem que parar.-

-Jungyeon, eu quero te matar.-diz-

-Ué, por quê?-

-Eu tenho mesmo que ficar vendada?-

-Na verdade, não, mas eu quero dar emoção.-

-Eu não estou acreditando nisso.-

....

-Moço, chegamos. Pode parar ai em frente ao portão alaranjado.-falo-

-QUE? aonde estamos? Já chegamos? O que está acontecendo?-

-Calma, já chegamos.-

-Que portão laranja é esse que falou? Viemos para a casa de alguém?-

-Não, Chae. Eu só pedi para ele parar em frente ao portão.-

-Ah..-

.......

-Já chegamos?-pergunta-

-Ainda não.-

-E agora?-

-não!-

-E agora?-

-NÃOO!-

-Tá, e agora?-

-Chaeyoung, xiiiu!-

-Aish! Estamos andando a um século e meio, já.-

-Chaeyoung, só atravessamos uma calçada. Agora estamos indo pela passagem correta que tem que entrar.-

-Passagem correta? Eu estou ficando com medo. Pra onde está me levando?-

-Com medo?-ri-Acha o que? Que eu vou te sequestrar?-

-Sei lá, ué. Existe maluco pra tudo.-

-Está me chamando de maluca, é?-

-Estou.-

-Ah, é?-falo e começo a fazer cócegas nela.-

-AIAIAI, MINHA BARRIGA! PARA JUNGYEON, PARAAAAA!-


"-Que baderna é essa aqui?..Jungyeon?-"


Escutei alguém falar meu nome.

Era alguém que eu gostava.

Alguém que eu amava muito.

A única pessoa que mora 'perto' de mim depois da mudança.

Meu avô.


-Vô?-corro para abraça-lo-Vô, que saudade!-

-Ah, também senti sua falta Xuxuzinha-


"Xuxuzinha" 

daquele apelido eu gostava.


-Vô eu me mudei pra Seul, agora posso ficar perto do senhor.-

-É, eu tinha ficado sabendo. Sua mãe, como está ela? Ainda trabalha como enfermeira?-

-Ela está bem e sim, ainda trabalha como enfermeira.-

-Hm... e quem é essa aí?-pergunta se referindo a Chaeyoung- O que houve com os olhos dela?-

-Essa daqui, vô, é Chaeyoung. Trouxe ela pra ver.... 'suas plantações'-sussurrei a última parte-

-Aah, ainda bem que elas estão lindas.-

-Então.. posso ir lá?-

-Claro que pode. Sinta-se a vontade.-

-Obrigada, vô. Te amo-dou um beijo em sua bochecha e pego Chaeyoung-

....

-Jeongie, que foi que acabou de acontecer?-

-Eu estava falando com o meu avô.-

-Seu avô? Ele mora aqui?-

-Sim. Chae, chegamos.-avisei-

-Chegamos? Sério mesmo? Já posso tirar a venda?-pergunta animada-

-Pode...-falo- Espero que goste.-


Após eu ter falado a menina tira a venda e esfrega seus olhos.

Seus olhos...

Eles brilhavam enquanto viam.

Ela tinha uma lua crescente formada em seus lábios.

Seu sorriso era bonito.


-Que lindo, Jungie.-fala-


O lugar onde estávamos era o meu preferido.

Antes de eu me mudar para Seul, já tinha vindo algumas vezes aqui para visitar meu avô depois que ele se mudou.

Após a morte da minha avó ele fez plantações. Minha avó gostava de flores e por isso ele plantava tulipas, rosas, qualquer tipo de planta, para simbolizar o amor por ela.

A minha preferida são os girassóis.

Petalas amarelas. Eu gosto da cor amarela.


-Você gostou?-pergunto- 

-Se eu gostei? Esse é o lugar mais bonito que eu já vi.-fala enquanto -sorri-


"Fico feliz que tenha gostado"


-Quer tocar?-pergunto me referindo as infinitas espécies de flores e ela assenti-Vá em frente, então.-


Pov's Chaeyoung 


O lugar na qual Jeongyeon me trouxe. 

Eu realmente não esperava que fosse tanta coisa.

É bonito.

Tantas flores diferentes. Eu gosto de flores.

Tulipas. Essas são as minhas preferidas. 

Elas são lindas; Preciso toca-las 


•Um conteúdo adicional deste momento•

Primeiro a observação das cores,

Depois a observação das flores, 

Logo os toques e quando vou perceber, já estou correndo de braços abertos sentindo o vento se afundar no meu rosto e as flores se afundarem em minhas mãos.



-Jeongie, esse é literalmente o lugar mais bonito que eu já vi na minha vida.-falo em meio as tulipas. As minhas preferidas.-

-Fico feliz que tenha gostado.-sorri-


Eu estou feliz.

Estou feliz de uma forma que eu nunca tenha ficado antes. Ou.. de uma forma que eu não fico a tempos.

Desde que Jungyeon chegou, eu apenas tenho ficado feliz continuamente.

Os únicos momentos que não só eu fiquei mal, como ela também. Foi quando ficamos longe.

Então devemos ficar perto.

Necessitamos disso.

Necessitamos umas das outras.

"Eu gosto ou não de Jungyeon?"

Eu poderia falar que não sei, mas assim como as flores, meus sentimentos irão desabrochar.

Eu tenho sentimentos e eles são por Jeongyeon.


-Jeongie, eu acho que gosto de você.-



CONTINUA....























Notas Finais


Minha nossa senhora, eu não tô bem.q

Enfim,.. espero que tenham gostado!♥
Comentem o que acharam e desculpem-me pelos erros.

Kissus kissus e byebye~


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...