História Engana-me se puder - Capítulo 30


Escrita por: ~

Exibições 63
Palavras 1.296
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Colegial, Drama (Tragédia), Escolar, Mistério, Romance e Novela
Avisos: Sexo
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Olaaar minhas moores
Ta ai o capítulo, escrevi o mais rápido que eu podia.

Titia aqui ama voceeeis
😘😘😘😘😘😘😘❤❤❤❤

Capítulo 30 - Não é possivel


Fanfic / Fanfiction Engana-me se puder - Capítulo 30 - Não é possivel

  "Não importa quanto tempo passe, o coração sempre vai bater mais rápido por aquela pessoa"

         -----------------

Você recebeu ligacoes de: Número Desconhecido.

         -----------------

  A animação de Ally se acabou por ali, o coração batia dela mais forte toda vez que seu celular vibrava, ela já estava começando a se acostumar com a ausência dele, o dia havia demorado a passar mas as
aulas finalmente haviam acabado, Ally e Molly iriam sair e dessa vez quando Ally olhou ele estava lá, apoiado em sua moto com sua blusa de couro, calça jeans e óculos escuros, ele estava olhando em volta, ela mal conseguia acreditar no que estava vendo, ela paralisou assim que viu ele, havia se passado 2 meses e 3 semanas que eles estavam longe.
- Ally anda menina, travou foi? - Disse Molly atrás  dela empurrando Ally.
Ally não disse nada, Molly empurrou ela e foi pro lado e olhou para frente e viu Enzo agora olhando pra elas.
- Você tem que se mexer Ally... Tipo Agora!
Ele se desencostou da moto e virou a cabeça para Ally.
- Acho que ele quer que você  vá lá.
- Ele passou tanto tempo longe... E agora ta aqui...
- E você precisa falar com ele, vai lá.
Ally finalmente se mexeu e andou até ele, o lugar de sempre em frente ao portão da escola embaixo da árvore, ela se aproximou dele e só esperou ele falar.
- Oi - Disse ele um pouco seco.
- Oi...  - Disse Ally sem jeito, apertando seus livros contra o peito.
- ...Eu senti a sua falta.
- Foi você quem foi embora...
- Ally... Eu tive que ir, pela minha mãe. -Disse Enzo tirando o óculos escuro, seu olhar estava triste parecia que havia chorado.
- Enzo, porque você não me avisou? Eu fiquei aqui a ver navios...  - Disse Ally com a voz baixa.
- Ally... Ela se foi. - Ele disse em um sussuro.
  - Hã?
  - Ela não resistiu, ela tentou até onde pôde mas não aguentou e agora eu não tenho mais ninguém
- Enzo... Eu sinto muito. - Disse abraçando ele. 
- Ally, eu sinto muito...Eu deveria ter ido antes com ela, não deveria ter me aproximado de você quando sabia que ia ter que ir embora, eu pensei que ia demorar e quando eu vi já estava apaixonado por você e... Eu senti tanto a sua falta que doía, eu precisava de você comigo mas eu não podia te levar do nada e não podia deixar minha mãe aqui para morrer,quando percebi que ia perder mais alguém eu simplesmente me desesperei e tentei tudo o que pude e agora ela se foi e eu não poderia levar você por mais que eu quisesse você tem tudo aqui, sua família nunca ia permitir isso e eu não podia tirar isso de você, eu sinto muito meu amor eu acabei perdendo vocês duas- Disse abraçando ela com força e afundando o rosto em seu cabelo.
- E-enzo eu sinto muito por isso, sinto por sua mãe, você não me perdeu sempre estive aqui.
- Você foi o único motivo pelo qual eu voltei porque eu não tenho mais nada... Eu não ia voltar, eu ia para outro lugar, recomeçar tentar ter outra vida, mas eu não conseguia parar de pensar em você e ir pra outro lugar recomeçar sem você só ia me machucar mais, pode me chamar de egoísta mas eu quero você pra min, preciso de você comigo.
- Só me promete que nunca mais vai ir embora e me deixar aqui como você deixou. - Disse Ally com os olhos cheios de lágrimas, era ruim ouvir a dor dele, tudo o que ele havia passado, ela ainda estava brava com ele, mas ela sentia a sua falta e era tão bom estar nos braços dele, sentir seu cheiro...ouvir a sua voz, que o seu orgulho não conseguia falar mais alto que o seu coração.
- Eu prometo que não vou ir embora, não vou te deixar nunca mais, mas por favor volta pra min... - Disse Enzo passando a mão pela cintura de Ally e a trazendo para mais perto de seu corpo.
Ally apenas colocou as mãos em seu pescoço e o beijou, era como se todo aquele tempo não tivesse existido, eles estavam juntos novamente, o beijo urgente passou a se suavizar.
- Eu preciso falar com o diretor vem comigo?
- Claro  - Disse Ally com um sorriso no rosto
- Acho que to ferrado, passei muito tempo longe sem dar explicações.
- Quem sabe ele entenda...
Enzo passou o braço pelo ombro de Ally e ela pegou na mão dele, eles foram juntos até a sala do diretor e Ally esperou do lado de fora, não demorou muito e Enzo saiu da sala, Ally estava vendo o quadro de avisos quando Enzo chegou por tras dela abraçando e beijando seu pescoço.
- Como eu senti saudade do seu cheiro. -Disse virando e pegando ela no colo, Ally deu um gritinho.
  - Me solta Enzo!!!
  - Não.
- Você vai me derrubar. -Disse Ally passando as pernas em volta da cintura dele.
- Claro que não - Disse Enzo rindo e beijando ela.
- O que o diretor disse?
- Expliquei um pouco porque fui embora assim, vou ter aue repor aula e fazer trabalho para recuperar o tempo perdido, mas que dá, tenho notas boas então dá pra passar de ano. - Disse beijando ela de novo, até ouvir uma voz.
- Oou vocês dois! Parem ja com isso - Disse o diretor.
- Já paramos - Disse Enzo pegando na mão de Ally e saindo.
- Aonde vamos?
- Para minha casa, to pensando em comprar, alugar uma casa de verdade pra min.
- Sério? Vai ter que juntar muito dinheiro.
- Então... Minha mãe tinha um dinheiro de uma herança que ela nem sabia, como a gente não mexia da conta dela achamos que tinha nada eu que pagava tudo mesmo, ou ela sabia eu não sei, ela me disse para ver o que ela tinha uma hora, parecia que ela sabia, mas enfim to com um bom dinheiro agora que da pra me virar por um tempo e então tava pensando em comprar uma casa de verdade - Disse Enzo rindo na ultima parte.
- Isso seria muito bom, mas gosto do seu trailer.
- Eu também gosto, mas sei lá, quem sabe um dia né...Mas não da muito certo morar duas pessoas em um trailer fica apertado...
- Morar junto? -Disse Ally surpresa.
- Porque não? Eu prometi a você que nunca mais iria te deixar e eu te amo o bastante pra dividir minha vida inteira com você.
- Isso é um pedido de casamento Lorenzo?  -Disse Ally dando risada.
- Ah encare como quiser meu anjo, não agora, mas quem sabe mais pra frente, vou ficar com dó de vender o trailer mas como eu disse é pequeno para duas pessoas. - Disse Enzo subindo na moto com Ally.
O trailer estava do mesmo jeito tirando pelo fato de ter 3 Malas jogadas no chão da cozinha.
  - Quando você chegou... Da viagem?
  -Cheguei ontem a noite, estava sem paciência pra guardar as roupas. 
- Pensei que você não ia mais vir pra cá.
- Não ia mas eu não consegui ficar longe -Disse Enzo sentando no siga  e indo pra cima da Ally para beijá-la.
- É tão bom ter você de volta - Disse colocando a mão na barra da blusa dele e puxando pra cima, Enzo ia tirar a dela quando alguém bateu na porta.
- Isso ja é  palhaçada - Disse levantando e indo ate a porta enquanto Ally dava risada. 
- Aah não! Vocês não!


Notas Finais


Prontinhoooo Moooores ta ae
Quero comentários SEM SER DE MORTE E SEQUESTRO PLEASE u.u❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...