História Enigma - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO, Got7, HyunA, I.O.I, Monsta X, Seventeen
Personagens Baekhyun, HyunA, Jeon So-mi, J-hope, Jimin, Jungkook, Ki Hyun, Kim Mingyu, Suga, V, Wen Junhui "JUN", Yugyeom
Tags Bts, Enigma, Jeongguk, Taegguk, Taehyung, Taekook, Vkook
Visualizações 132
Palavras 979
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Festa, Lemon, Mistério, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas da Autora


oi cerejas
eu gostaria muito de agradecer a vocês pelas views e comentários no capítulo anterior!!!!

espero que estejam gostando!!!

nessa fanfic o taehyung é tatuado até demais e tem alguns piercings tb, é nós!

comentem, essa fanfic e as att dependem de vocês :-)

obrigada de novo!!!

um beijo grande!!!!

Capítulo 2 - Duo


Fanfic / Fanfiction Enigma - Capítulo 2 - Duo

 

TAEHYUNG.

Olhava Kihyun secar os cabelos enquanto estava impaciente batendo meus pés no chão do nosso quarto. Eu queria muito ir tirar onda com os calouros, mas o meu melhor amigo resolveu se arrumar como uma princesa hoje e como sabia que se saísse eu morreria, aqui estava eu impaciente fumando um dos meus cigarros.

— Não adianta nada Kim eu tomar banho e meu cabelo ficar pura fumaça. — resmungou apontando o secador na minha cara.

— Então me libera daqui seu escroto, ai eu fumo lá fora. — assoprei a fumaça pelo nariz.

— E você acha mesmo que isso vai acontecer? — ligou o secador justamente na hora que iria responder e riu. Passou mais alguns minutos e me perdi olhando a janela como sempre pensando em nado até que vi os dedos do meu amigo baixinho estalar na frente dos meus olhos. — vamos, amorzinho. — disse e ri me levantando apagando o cigarro no cinzeiro e saindo atrás do de cabelos negros.

Andávamos no corredor vendo outros veteranos rirem e tramarem seus planos de como deixar os calouros marcados com a chegada aqui. Era a melhor e mais conceituada faculdade do país, e quem entrava aqui eram os melhores, obviamente. Kihyun falava com Baekhyun no telefone até vermos o ruivo na porta do nosso prédio.

— Nossa finalmente. — falou.

— Foi culpa do Kihyun, ficou se arrumando. — ri e ele fez o mesmo.

— Nossa Kihyun já quer arranjar uma presa assim no primeiro dia? Garoto apressado. — Baek falou enquanto andávamos até uma das mesas que dava a perfeita visão das pessoas que chegavam.

Alguns muito desastrados com enormes bolsas, uns perdidos sem saber aonde ir, os normais, e os entediados que preferiam estar num enterro do que ali.

— Será que Taehyung terá sorte nos calouros de Programação de Jogos? — Kihyun riu e mostrei meu dedo do meio.

Eu sempre era o que me dava mal já que quase nenhuma pessoa legal aparecia para o curso que eu fazia. Baek sempre fazia muitos amigos já que o seu curso era marketing e Kihyun fazia cinema, sempre arranjava ficantes bonitos e conceituais. Eu tinha que fugir do meu curso e achar pessoas em outros, pelo menos sempre conseguia. Afinal eu sou incrível.

— Caralho, que linda! — Kihyun falou e olhamos uma menina de cabelos negros um pouco abaixo dos ombros sair de um carro. Ela usava uma saia e uma blusa vermelha, com um óculos escuros. Se eu não fosse gay, eu estaria duro nesse momento. — ainda bem que eu sou bissexual, nossa ser bissexual é o ápice dos humanos. — eu e Baek rimos. — ih, um menino.

Um menino bem maior que ela saiu do carro. Usava uma calça jeans azul com alguns rasgos, botas marrons, e uma blusa de botões branca. Não pude deixar meus olhos se abrirem um pouco mais pela beleza dele. O mesmo se encaixava nos que preferiam estar em um enterro do que ali. Sua cara de poucos amigos e os revirar de olhos vendo as coisas ao redor me fez rir.

Eles abraçaram as pessoas que os deixaram ali e logo estavam só os dois com duas malas cada um e olhares um tanto quanto perdidos. A menina disse algo ao menino que riu e mexeu no cabelo dela. Então pude ver ela sem o óculos e os dois se pareciam bastante, deviam ser irmãos ou algo do tipo. Ela apontou para um prédio e ele para outro, se despediram e saíram andando. Ele em nossa direção.

— Eu aposto que são gêmeos. — Kihyun proferiu e dei de ombros pegando um cigarro do bolso.

— Eu aposto que ele é um hetéro top. — falei fazendo Baek rir alto o que chamou até a atenção do de cabelos negros que franziu os olhos nos encarando. Ele tinha um leve tom ameaçador o que o deixava um pouco até macabro, ele estava perto o suficiente para vermos seus olhos nos encarando.

— Perderam alguma coisa aqui? — falou com um leve deboche no fim da frase e levantei uma sobrancelha.

— Não garoto, acho que o perdido aqui é você. — Baek falou encarando e sorri com o cigarro na boca. Ele revirou os olhos e saiu puxando suas malas. — esse ai deve ser aqueles esquentadinhos, que falou algo que não goste ele já explode.

— Tem cara! — Kihyun disse. Então ele olhou por trás de mim e riu. — acho que ou eu ou o Taehyung vai ter a má sorte esse ano. — me virei vendo o esquentadinho entrar no prédio em que morávamos.

— Por favor, que ele seja de marketing. — cruzei os dedos olhando para cima de olhos fechados. Os dois riram e nos levantamos indo ao refeitório. Hoje a comida era especial, na verdade só hoje, depois ficava normal e sem graça como já tínhamos nos acostumado.

Estava cheio e um caos por completo. Pegamos algumas comidas e sentamos onde o resto dos nossos amigos estavam. Tirando sarro das pessoas obviamente, no dia de chegada a gente só servia para isso.

— Entrou um menino no dormitório, ele era baixinho e tinha os cabelos loiros, nariz mais empinado que a bunda da senhora Hayun quando deixou cair aquele livro de proposito na frente do Bogum. — Yoongi falou.

— E você já quer ele na sua cama? — Baekhyun perguntou.

— Não, ele é meio arrogante, sei lá me olhou de cima a baixo. — falou.

— O esquentadinho da blusa branca também. — falei e Baek riu.

"Perderam alguma coisa aqui?" — Kihyun tentou imitar a voz e rimos.

— Essa faculdade só fica com gente pior a cada ano que passa. — Hyuna falou bebendo um suco.

— Aonde ela vai parar? — falei olhando em volta vendo muitos rostos conhecidos e também muitos desconhecidos. Até que mirei nos olhos escuros do menino da camisa branca.

Ele parecia entediado ouvindo um menino falar e quase que seus olhos viram completamente de tanto que os revirava. Sorri voltando a minha atenção a conversa na mesa, aquele seria um longo semestre.


 


Notas Finais


bj bj <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...