História Enrolados (GOT7) - Capítulo 29


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens BamBam, Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae, Yugyeom
Visualizações 85
Palavras 899
Terminada Sim
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Brincando com fogo


Fanfic / Fanfiction Enrolados (GOT7) - Capítulo 29 - Brincando com fogo

Jackson coloca uma Xícara de chocolate quente na minha frente. Eu sei porque por mais que eu nã esteja olhando diretamente para ele, e por mais que meu olho não tivesse direção certa, eu tinha noção do que acontecia ao meu redor.

- Tá tudo bem? - ele senta na minha frente.

- Humrrum. - murmuro infeliz.

- Min!!! - ele bate na mesa, eu pulo com o susto.

- Eu tô bem, ok? - suspiro. Mas na verdade eu não estava, e ele sabia disso. Essa é a parte ruim de ser transparente demais. Minha mãe ontem havia me surpreendido com algo que nunca passou pela minha cabeça que fosse acontecer. E mais uma vez, para minha coleção, passei a noite em claro. Eu havia marcado com o Jackson para colocarmos o nosso plano em prática hoje, e por mais que eu estivesse acabada, tanto interiormente quanto exteriormente, eu tinha que vir, eu tinha que fazer. Jackson havia tomado um susto com a minha aparência, insistiu que eu contasse o porque que eu estava daquela forma, disse que estava doente, mas como o esperado ele não acreditou. Eu não sabia se lhe contava a verdade ou não, pelo menos agora.

- Oi... - ouço uma voz meiga demais soar atrás de mim, me viro rápidamente, era Cloe. Estava acompanhada pelo Mark. Olho para Jackson sem entender.

- Você não me avisou que tinha envolvido eles nisso também, Jackson. - falo entre dentes. Ele se levanta me lançando um sorriso de "Foi mal".

- Então, Mark. Me mostre logo onde fica esse resorte... - e então os dois saem, me deixando sozinha com Cloe. Ela se aproxima meio inserta, mas se senta a minha frente. Encaro o lado de fora da janela.

- Eu sei que provavelmente você deve estar chateada comigo, e com razão... - ela suspira. - Eu devia ter te ouvido, estou tão arrependida ...

- Vamos pular essa parte.

- O que? - reviro os olhos.

- " Me desculpa, eu estava errada, prometo nunca mais fazer isso" - falo numa voz fina. Ela parece ficar um pouco incomodada.

- Se você não acredita em mim, saiba que estou totalmente disposta a ajudar vocês com esse plano. Tanto é que estou me fazendo de amiga dela, já até conquistei sua confiança. - fala enquanto desenha um círculo imaginário sobre a mesa.

- Como é? - me entalo.

- Pois é! - ela se apóia sobre os cotovelos agora. - Ela realmente acha que somos amigas e que te odeio ...

- Cloe, tá louca? Você não a conhece ...

- Ela merece! Ela não fez apenas a sua vida uma merda, a minha também! - se exalta ficando vermelha.

- Ok, garotas ... Vamos colocar em prática antes que fique tarde demais. - eles começam a sair pela porta e eu os sigo relutantemente.

- Então, a Cloe já marcou com ela num resorte, elas acham que vocês vão apenas se divertir mais na verdade quem vai estar esperando por ela lá é a Min e seu gravador. - Jackson explica enquanto caminhavamos para o carro.

- Gravador? Que grava .... opa! - Mark me puxa pela cintura e começa a enganchar um objeto minúsculo na alça do meu sutiã.

- Esse gravador. - ele responde, engulo em seco. - Olha ... me perdoa por todas as coisas perversas que te falei, estou tão envergonhado...

- Relaxa!

- Não, Min. Relaxa nada. Eu não sou daquele jeito, eu não sei porque fiz aquilo ... talvez tivesse sido tanto ciúmes de você quanto do Jackson.

- Está tudo bem, Mark. Eu desculpei a Cloe, seria injusto não te perdoar também. - ele sorri. - Mas sabe o que me deixaria ainda mais feliz?

- O que?

- Saber que você não está mais usando... - olho para os lados desconfiada, ele faz o mesmo. - Aquilo!

Ele parece entender.

- Oh! não, já parei. A Cloe me ajudou, ultimamente ela tem me ajudado bastante ... - seus olhos brilham.

- Estamos atrapalhando? Por que se for o caso, só queria avisar ... - Jackson começa a tagarelar. Reviro os olhos e entramos no carro. Estacionamos um pouco longe do resorte e esperamos dentro do carro até que desse a hora. Todos repassam o plano mais uma vez e eu entro em ação. Passo pela recepção e vou direto para o quarto combinado. Era pequeno e frio, bastante úmido, me sento numa poltrona e fico a espera dela. Minutos depois ouço a fechadura se mexer, a porta abre e por mais que as luzes estivessem fracas, eu consegui ver sua silueta.

- Min? - ela pergunta assim que liga a luz. - O que você faz aqui? Cadê a Cloe?

- Deve estar a caminho, ela me chamou também, espero que não se encomode. - falo cínica.

- Hm. - ela fecha a porta, sem tirar os olhos de mim. - E você quis vir, mesmo sabendo que eu também iria estar?

- Sim, queria me divertir, sabe? conversar ...

- Sério? eu também vim conversar, na verdade vim mais me divertir ... - ela começa a vir em minha direção procurando algo em seu casaco, eu me levanto. 

- Ótimo!

- Que tipo de otária tu acha que eu sou? - Quando ficamos frente a frente tenho a impressão de um objeto reluzir em sua mão. Engulo em seco.

-  Que merda é essa, Sun ?

- Ué, diversão. - fala com um sorriso assustador costurado no rosto. Começo a recuar lentamente. Ela sabia que tudo isso não passava de um plano?




Notas Finais


Se eu falar que estamos entrando em reta final, vocês acreditariam ? :')


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...