História Ensino médio - sentimentos - Capítulo 2


Escrita por: ~ e ~marilogs

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Exibições 98
Palavras 2.077
Terminada Não
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Bishoujo, Bishounen, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Fantasia, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Saga, Shonen-Ai, Shoujo (Romântico), Shoujo-Ai, Shounen, Yaoi
Avisos: Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Cabelo de ketchup e perna de galinha


Fanfic / Fanfiction Ensino médio - sentimentos - Capítulo 2 - Cabelo de ketchup e perna de galinha

Beca on

Nós olhamos por um segundo e conseguimos ler a mente um do outro, ambos queriamos matar o Jimin que hora foi essa para ele chegar? Só não  podemos continuar assim então me levantei e disse para ele que ia trocar de roupa porque eu estava com aquele pijama curtíssimo que eu percebi ainda estar usando ele

- Vou lá no quarto trocar de roupa e você pode ir para a sala daqui a pouco eu vou pra lá também - fui pro quarto e troquei de roupa, coloquei uma calça de moletom branca e uma blusa de frio também de moletom preta escrita " I love hip hop and rap" e fui para a sala

- Jimin que filme você trouxe?

- Oppa

- Oppa o que Jimin?

- Me chama de JiminOppa

- Não, eu vou te chamar de Jimin e pronto! Agora fala logo que filme você  trouxe? Se você não tiver trazido nenhum filme de terror não vai comer pipoca

- Então me chame de Jiminie- disse cruzando os braços e fazendo bico,  que fofo meu Deus... Que vontade de morder esse biquinho

- Jimin não força a amizade quirido, se eu disse que vou te chamar de Jimin eu vou te chamar de Jimin e pronto não insita

- Awnt vocês parecem um casal

- Yaa não fale isso seu biscoito salgado eles nem se conhecem - ri do apelido estranho que Yoongi usou para o menino fofinho que se encontrava deitado ensima de todos no sofá

- Cala a boca seu açúcar azedo ninguém te perguntou- disse devolvendo com um outro apelido "carinhoso" agoda referente ao Yoongi e o mesmo estava abrindo a boca provavelmente para devolver essa troca de insultos que mais parecia com uma brincadeira ou uma das discussões que tinha com as minhas antigas amigas da Inglaterra, sorri involuntariamente lembrando de cada momento que passei com elas e decidi que ligaria mais tarde para elas
- Do que esta rindo Beca?

- Lembrei das minhas amigas da Inglaterra Li... sinto saudades delas... sinto saudade de muitas coisas- dei uma pequena risada fraca e falsa para Li que era a unica a prestar atenção em mim, os garotos estavam ocupados de mais discutindo - HEY - todos olharam para mim- vou perguntar só mais uma vez! Jimin você trouxe algum filme de terror?

- Claro que sim... trouxe o chamado 1 e 2

- Eu tenho medo desse filme - disse fazendo bico e indo para perto de Yoongi o que não me deixou muito feliz - Vai me proteger Suga-ssi? - por mais que eu odeie admitir, coreanas tem um certo geito de fazer coisas fofinhas e bonitinhas... E isso me da uma pontadinha de nojo porque é so olhar para elas que começam com os "aegyos"

- Coloca logo o filme Jimin- ele assentiu e colocou o filme depois se sentou do meu lado

- Se ficar com medo pode me abraçar Beca - disse baixinho perto do meu ouvido

- Não se iluda Jiminie... eu não tenho medo de filmes de terror- ele sorriu grande e o olhei confusa - o que foi? 

- Você me chamou de Jiminie

- Ah não se anima não Park Jimin! Foi só um deslize- disse dando um tapa leve no braço do mesmo, sem segurar a risada, enquanto o filme começava e os outros olhavam confusos por não ter escutado nossa conversa idiota estavam todos sem entender do porque de ambos estarmos rindo e acabaram rindo junto, tirando Yoongi que se mantinha sério com sua cara de sono

Durante o filme não teve mais ridada nem brincadeirinhas, apenas gritinhos ensurdecedores da Li qie constantemente se jogava mais e mais no Yoongi, que não fazia absolutamente nada alem de revirar os olhos e as vezes tampar o ouvido discretamente, depois do filme queria descansar então pedi educadamente para que fosse embora e eles foram, como havia planejado eu liguei para as minhas amigas da Inglaterra, disseram que estão com saudades e que lá fica muito chato sem mim, falaram do menino que elas conheceram no passeio no shopping, perguntaram se conheci alguém interessante e eu contei das pessoas que conheci aqui, nenhuma delas gostou da ideia de eu ser amiga de Li para mim não as trocar por uma coreana, rimos e brincamos muito, mesmo que eu não fale muito, com elas eu simplesmente viro uma tagarela, antigamente era com elas e com os... meus pais... Acabei por lembrar das velas que eu acendo todos os dias e sobre todo o resto, como de costume não contive as lagrimas e acendi a vela pensando em tudo e acabei por adormecer na cadeira da varanda olhando para aquela pequena chama de fogo

- Beca... Becaaa - disse me cutucando- Acorda filha... você tem que se arrumar... seu pai e eu ja estamos pronto só falta você se arrumar... Vai tomar um banho eu vou passar seu vestido preto - Fingi que ainda estava dormindo - anda filha vamos nos atrasar para o velório dos seus avós de continuar ai dormindo - foi até mim e começou a fazer casquinhas em mim... golpe baixo,  eu tenho 15 anos e ela ainda faz isso em mim e o pior, ainda funciona...  Me levantei e tomei meu banho, vesti o vestido que minha mãe havia separado e fomos para o velório

O dia estava cinzento e por onde olhava tinha pessoas chorando e eu era uma delas, quando cheguei em casa corri e me tranquei no quarto, meu pai bateu na minha porta e falou que minha mãe estava me chamando para fazer uma tradição coreana de quando perdemos alguém importante, fomos para a varanda da casa e ela acendeu uma vela

- Filha vem cá - disse com a voz macia e chorosa - Sabe... Lá na Coreia quando perdiamos alguém importante, costumávamos acender uma vela para essa pessoa para aquecer o coração e esquecer o que te atormenta, você esquece a angustia e se sente mais leve - ela me abraçou forte e começou a acariciar meus cabelos ainda pretos- Não se esqueça minha pequena... chore sempre que se sentir triste, sorria sempre que se sentir feliz, ame quem te ama, pois haverão pessoas que te amarao e haverão pessoas que te odiarao e independente do que aconteça, seja sempre forte e tente sempre sorrir

Acordei em lagrimas, lembro de dormir no colo dela com essas palavras, para falar a verdade me lembro de cada pequena palavrinha que as pessoas tanto falam que são esquecidas... mesmo contra minha vontade, guardo todas elas no meu coração e memoria. Olhei no relógio e faltava duas horas para o colégio, olhei para a vela que inesperadamente ainda se encontrava acesa e fui para a cozinha  , esquentei um copo de leite no microondas e fui para a varanda, não estava com muita fome então só o leite ja foi o suficiente, troquei de roupa e pequei o fone, esportes e vida saudável nunca foi minha praia mas misteriosamente resolvi fazer uma pequena caminhada, dei umas voltas por ai e encontrei um árvore de cerejeira... misteriosamente ela estava florida, era realmente lindo de se ver, fiquei lá por não sei quanto tempo apenas olhando cada folhinha cair calmamente no chão o deixando cada vez mais rosa e bonito, estava impinotizada até meu alarme de celular tocar anunciando faltar uma hora apenas para eu ter que ir para a prisão de concreto... digo... escola. Cheguei no meu apartamento e tomei banho, coloquei uma calça jeans escura, uma blusa preta do Nirvana e o meu amado gorro, encontrei Yoongi no elevador e ofereci carona e ele obviamente não recusou, expliquei o porque de um motorista particular me levar para a aula e ele riu um pouco, então o silêncio se fez presente, mas dessa vez eu não estava gostando dele...

- Então... - começou ele- Não tem nada mesmo entre você e Jimin? Sabe... parecia muito próximos ontem...

- Acho que Jiminie e eu somos amigos, apenas amigos - ri fraco- e você e a Li? Formam um belo casal

- Não somos um casal... ela que é um pouco atirada para uma presidente do conselho estudantil...

- hum... - voltamos a ficar em silêncio e alguns minutos depois chegamos na escola, confesso que hoje atrai mais olhares do que ontem, afinal hoje eu estava acompanhada do que eu percebi ser um dos populares pelo tanto de gente que já o comprimentou e consequentemente a mim também que percebi ser até um tanto famosa entre os meninos e um tanto odiada por outras meninas. Yoongi foi para o seu armário e eu fui para o meu enquanto pegava as coisas

- O que você tem com o Suga em Beca? Se for um namoro ja pode terminar, Suga não vai mudar por uma Britânia qualquer de cabelo tingido- Eu queria ficar calada, eu realmente queria mas... Se eu ficasse calada agora... isso continuaria, ainda mais quando eu vi Li rindo ao lado da boca de sacola que acabou de falar a pior merda da vida dela - ta parecendo que jogaram ketchup estragado nesse seu cabelo tingido - posso ser fraca por dentro, mas nunca me mostrarei fraca por fora, não para pessoas ignorantes como elas

- Não tenho nada com o Suga sua vadia, mas deixa eu te falar um coisa, sabe a paciência? É o que eu não costumo ter... Não entenda mal, sou britânica e tenho mais corpo que você, prefiro ter um cabelo tingido de ketchup igual você disse do que essas pernas de galinha que você tem, estou dividida entre a fome e a pena... - sorri vitoriosa e me virei- sobre meu cabelo, eu pintei no melhor cabeleireiro de Londres, até te falaria o nome e passaria o endereço, mas alem de você nem sequer saber quem é por ser totalmente desatualizada no real mundo do estilo, acho que não consegue pagar- todos se calaram e olharam para nós duas e Yoongi vem até nos

- Esta vendo Suga-ssi? O que essa estrangeira fala? Não tem um pingo se quer de educação - olhei para o mesmo que não falava nada e me virei para ir pra aula que ja ia começar, ja encontrei minhas "inimigas" e Li é uma delas... elas que fiquem com o "Suga-ssi" e a ilusão de que sou como as outras coreanas que aceitam ser pisotiadas caladas, posso sempre querer passar despercebida, mas não vou ser tapete de ninguém

- Oi sou Yura e sabe o que você acabou de fazer? - balancei a cabeça negativamente - colocou as patricinhas mais odiada pelas meninas e acho que até uns minutos atrás a mais amada pelos meninos... acredito que esse posto é seu agora... no seu devido lugar

- Não era minha real intenção, apenas não aceito que falem merda para mim e saiam ilesos

- Beca! Espera - Yoongi correu e pegou meu braço - Não liga para o que aquelas meninas falaram...

- Desculpe Yoongi e obrigado pela preocupação, mas não sou do tipo que se abala por algumas patricinhas

- Gosto disso em você - disse ele com um sorriso bobo- Vamos para a aula? - concordei com a cabeça e seguimos juntos sendo perseguidos por olhares até sentarmos em nossos lugares, me neguei ficar com o rosto ruborizado, nem mesmo rosa eu me permiti ficar

- Por que falou aquilo para a amiga da minha irmã Beca?

- Como?

- Li e suas amigas vieram até mim e me contaram que você tratou mal a Yuri... por que? - ri com vontade de bater no mesmo que estava parado em minha frente, mas manti a calma para não perder a pose de inocente

- Jiminie, ela veio me intimidar por ter visto eu chegando com o Suga... Não tenho culpa... não vou ficar calada quando alguém tenta me humilhar!

- Estou aliviado... Pensei que você era igual a elas...

- como assim?

- Casava encrenca com qualquer um para aparecer... elas me disseram que você tinha começado, não acreditei muito mas tinha que confirmar- ele sorri se sentando na minha frente- Como foi o resto da noite para você ontem? A minha foi tediosa, nos podiamos continuar assistindo os filmes, vamo sair hoje? Tomar um sorvete..... - e minha aula se seguiu com um Jiminie falante, irritante e extremamente fofo conversando no meu ouvido até bater o sinal do fim das aulas...

Continua...


Notas Finais


Desculpa a demora amores
Meu celular deu um bug e reiniciou eu tive que reescrever tudo de novo, ja tinha dois capitulos dessa história prontos e três de um futuro livro que vou começar a postar em breve #spolerdenome "Guarde meu segredo" em breve amores
O que acharam do capitulo?
Comente!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...