História Entre Anjos e Demônios - A Vida Escolar - 2° Temporada - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anime, Anjos, Colegial, Demonios, Drama, Koy, Maaya, Surpresas
Exibições 24
Palavras 809
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Aventura, Colegial, Comédia, Escolar, Fantasia, Ficção, Luta, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência
Avisos: Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas da Autora


Yo!
Sabe de uma coisa, eu e a pontualidade somos inimigas...
Sério, desculpa a demora, mas vou mandar a real: eu perdi o ânimo pra escrever essa fanfic, mas não quero parar, visto que vocês estão gostando muito, por isso que a frequência diminuiu e esses atrasos
Novamente, não vou excluir a fic, só queria deixar avisado

Capítulo 4 - Uma Surpresa Inesperada


Povs Maaya

Passei os olhos pela sala angustiada, a ideia de ficar em uma escola era um tanto quanto estranha. Apoiei minha cabeça em meus braços, descansando-os na mesa, olhei para todos ao redor entediada.

Todos estavam ali, menos Sophie e Kurui, que haviam caído em um ano mais alto que o nosso, ou seja, enquanto eu, Yume e Koy estávamos no segundo ano, as meninas estavam no terceiro. Bufei enquanto observava os outros entrarem, juro que nunca gostei de escolas, mas é aquele ditado: vamos fazer o que, né?

Logo o vi entrar, Yukki estava um pouco diferente de antes, estava mais jovem, mas seus cabelos esbranquiçados e seus olhos azuis claros - tão claros quanto pérolas - ainda continuava forte em sua aparência. O observei seguir até uma carteira no fundo da sala e lançar um olhar pra mim, gelei, desviei o olhar no mesmo instante. Foi aí que a dúvida bateu sobre mim, se Yukki sabia sobre o Mundo e o Submundo, será que ele se lembrava de mim? Do Koy? De Sock? Dos outros Anjos e Demônios?

Olhei pra Koy, finalmente levantando da mesa - que até agora eu havia apoiado a cabeça - , o moreno olhava para a janela com a mesma expressão de sempre, olhei pra Yume, que rabiscava algumas coisas no caderno.

Suspirei e olhei pra porta, torcendo para alguma figura mais velha entrar e iniciar a aula, aquele tédio estava me matando. Foi quando uma figura baixinha, olhos azuis e longos cabelos prateados surgiu na porta, sorridente e saltitante, acenando para algumas garotas que estavam reunidas num grupinho. Arregalei meus olhos e minha boca abriu-se em um perfeito "O". Eu conhecia aqueles olhos azuis apenas de um lugar.

- Sakura...

- É ela mesma? - me virei surpreendida pela pergunta de Koy, que também notara a presença da prateada.

Eu não podia acreditar que ela estava ali, juro. Do nada milhões de perguntas invadiram minha mente; será que ela ainda se chamava "Sakura"? Será que continua a mesma menina alegre e otimista de sempre? Será que sua gentileza continua a mesma? Será que ela se lembra... de mim?

Meus pensamentos foram interrompidos por um pedido de silêncio do professor, parado na frente da sala, aguardando os alunos se acomodarem. Encarei a prateada bufar percebendo que não havia lugares disponíveis perto de suas amigas, ela veio marchando em minha direção. Prendi a respiração enquanto ela se aproximava, mas ela só fez sentar-se na mesa na fila do lado, uma carteira na frente que a minha.

Não posso negar que fiquei observando as costas preenchidas pelos longos cabelos prateados de Sakura, nem prestei atenção no que o professor falava, não importava mesmo. Rabisquei algumas coisas no caderno, era incrível como eu podia ficar tão entediada numa escola, se eu estava assim, imagina Koy. Yume estava totalmente o oposto, ela estava animada e respondia todas as perguntas na qual o sensei perguntava sem hesitar.

Olhei pro meu caderno e para os rabiscos que formavam palavras do tipo "me tire daqui" ou "socorro". Suspirei e resolvi escrever algo mais concreto:

Nem acredito que ela está aqui;

Minha amiga de tantos anos, que morreu desejando a minha felicidade;

Ela está ali, logo na minha frente, com novos amigos e com uma nova vida

...

Dói saber que ela nem se lembra de mim;

Que Sakura simplesmente esquecera-se do que passamos juntas;

É algo que realmente machuca.

- Ei! - no ímpeto, fechei bruscamente meu caderno e olhei pra cima. - O sinal para o intervalo bateu, hora de ir.

Não pude esconder a surpresa ao ver a prateada ali

- Ahn.. claro.

- Eu me chamo Saki! E você?

Ah, Sakura não se chama mais "Sakura".

- M-Maaya.

- Nome bonito!

- Sakura! Vai demorar muito aí? - perguntou o professor, apoiado no batente da porta, nos olhando com uma sobrancelha levantada.

A prateada me puxou pelo braço e me guiou até o terraço, onde outros alunos estavam. No caminho, não pude deixar de indagar:

- Sakura??

- Ah sim, meu nome é Sakura, mas todos me chamam de Saki, é um apelido na qual eu me apeguei muito.

- Com licença, mas preciso dela só um pouquinho - do nada, Kurui surgira na nossa frente e me puxara até um canto com todos os Anjos reunidos.

Olhei brava para Kurui, que apenas me lançou um olhar de repreensão.

- Você não deve sair por aí falando com todo mundo, Maaya - Kurui começou.

- Mas.. é a Sakura!

- Eu sei disso! Mas ela não se lembra de você, e mais, o nosso foco aqui é o Yukki, Sakura não tem nada a ver com isso.

Kuruisuteine continuou me repreendendo, mas não prestei atenção, lançei um olhar preocupado para Koy, que apenas piscou, como se quisesse dizer "aguenta firme".

Sinceramente, onde fui me meter?



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...