História Entre anjos e demonios - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Fairy Tail
Personagens Erza Scarlet, Gray Fullbuster, Igneel, Jude Heartfilia, Juvia Lockser, Lisanna Strauss, Lucy Heartfilia, Mavis Vermilion, Mirajane Strauss, Natsu Dragneel, Zeref
Tags Nalu
Exibições 90
Palavras 828
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Hentai, Magia, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Olha ai a Juvia!
Só falta o Gray... Gostei bastante da ideia que vcs me deram da Erza vampira e quem sabe eu não faça....

Capítulo 18 - Atlantas a terra das sereias.


Nossa viajem continua. Gajeel e Levy até que estão se dando bem, cada um falando e seu mundo e bem... onde já vi isso antes...? Tirando a parte em que Gajeel fica zoando a Levy por ela ser baixinha.

Bom continuando, a viajem foi rápida até, durou oque? 2 dias, ou 3... AH! Sei lá, só sei que chegamos e eu nunca vi tanta agua na vida!

- Como vamos até o fundo desse mar? – Perguntou Lucy.

- Fácil! - Falou Levy pegando algumas plantas que ficavam na areia e amaçando até virar uma papa verde. – Agora tomem.

- Eu não vou toma esse treco não – Eu disse, ela que nos matar por acaso?!

- Eu muito menos! – Disse Gajeel.

- Levy.... é.... por que temos que tomar isso? – Perguntou Lucy olhando aquilo com cara de nojo.

- Isso nos permitirá respirar embaixo d´agua por algumas horas, acho que 5 ou 6 não lembro. – Ela disse pegando potes e colocando aquela gosma.

Deu um pote para cada um de nós, eu estava para vomitar só de olhar aquela merda.

- Vamos tomar em 3,2 1... – Disse a anã tampando o nariz e tomando.

Todos fizemos o mesmo eu até fechei os olhos, vocês não têm ideia do quanto aquilo era ruim, gosto de mato liquido com pedaços... ARG.... Da nojo só de lembrar.

Mergulhamos na agua e olha só deu certo! Só não da para entender o que falamos muito bem. Nadamos um pouco e encontramos um reino imenso todo feito de conchas e corais, havia casas feitas de rochas e barro também, no centro tinha um castelo enorme feito de corais e conchas, a luz do sol bate bem em cima do castelo, deixando ele ainda mais bonito.

Sereias nadavam para todo o lado e cá entre nós eu e Gajeel só faltamos babar, cada sereia gata que você não tem noção, espero que Lucy não veja a minha cara, por que se não já posso me considerar morto. Ficamos vendo aquele reino, foi quando vimos uma mulher de pele clara, olhos azuis escuros e cabelos longos e azulados quase da mesma cor que os da Levy. Ela saia do castelo, mas não era uma sereia, parecia uma humana, ela saio sem guardas então não deve ser da realeza.

- JUVIA! – Gritaram as duas apontando para a mulher.

As duas saíram nadando em direção a humana eu e Gajeel fomos logo atrás. Seguimos ela até um recife de corais bem afastado do reino. Ela se sentou e ficou olhando os corais, parecia triste. As meninas foram até ela e colocaram a mão em seu ombro.

- Juvia? – Disse Lucy.

A mulher se assustou e se levantou.

- Lucy? Levy? O que fazem aqui! – Falou ela assustada.

- Precisamos conversar... – Falou minha loira.

Ela olhou pra mim fazendo sinal para aparecer, Levy fez o mesmo para Gajeel, quando nos viu ela ficou surpresa acho que pensou “O que humanos fazem aqui? ”.

Nos sentamos e explicamos para ela a situação.

- Vocês querem a ajuda de Juvia para tentar convencer o tio Jude? – Disse ela e todos nós assentimos. - Claro! Juvia ajuda. Só precisamos ir pegar algumas roupas para Juvia.

Todos nós fomos para o castelo, ela é o que uma princesa? Mas nem sereia ela é. Enquanto ela e Levy arrumavam a bolsa eu cochichei para Lucy:

- O que ela é?

- A primeira princesa desse reino e a guerreira mais poderosa.

- Mas ela não é nem sereia!

- A mãe dela era uma humana que usava magia de manipulação da ague e o pai dela é um tritão, rei desse reino.

- Como assim guerreira?

- Assim como a mãe dela, ela usa magia de manipulação da agua, as crianças acham que ela é uma deusa.

- Você só conhece gente da realeza é?

- Sou uma princesa o que você queria?

- O que vocês tanto cochicham aí? – Disse Gajeel nos assustando.

- Nada! – Respondi.

As duas acabaram com a mala e logo começamos a discutir onde iriamos passar a noite.

- Vocês podem passar a noite aqui. – Disse Juvia.

- Mas teríamos que comer de novo a alga, o efeito logo vai acabar. – Disse Levy.

Todos fizemos uma cara de nojo.

- Ah! Vamos passar a noite na superfície né Levy! Você respira fora da agua né Juvia?! – Eu disse nervoso, nunca mais eu como aquela coisa!

Juvia assentiu e fomos para a superfície. Arrumamos nosso acampamento bem longe da agua por causa da maré,Pegamos alguns peixes para comer e fomos dormir. Não sei para onde iremos agora, mas estou pensando em chamar alguém que vive no meu reino... O que é? Acha que só demônios vivem na escuridão? Quem sabe os elfos? Ou os lobisomens.... até mesmo os vampiros... Que sabe? Deixa os vampiros quietos! Não quero encontrar ela de novo... ela me da medo.... se me ver com um anjo vai me matar.... É... deixa quieto amanhã vemos isso...


Notas Finais


Talvez amanhã eu fique sem postar, pois tenho que fica até mais tarde na escola e cá entre nós não vou postar um cap pequeno e cheio de erros para vocês. Mas prometo que posto 2 no sabado.

BJS! <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...