História Entre Anjos e Demônios - Capítulo 3


Escrita por: ~ e ~BooChanBaek

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Anjos, Demonios, Drama, Escolar, Shoujo, Shounen, Suspense
Visualizações 13
Palavras 847
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Luta, Mistério, Shoujo (Romântico), Shounen

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


E aqui estamos voltando a mais um capítulo

Capítulo 3 - Ajuda Misteriosa


Fanfic / Fanfiction Entre Anjos e Demônios - Capítulo 3 - Ajuda Misteriosa

Meggan e Taiki ficaram por um bom tempo ali jogados no chão, ambos extremamente cansados por causa das batalhas que tiveram anteriormente:Taiki com sua luta contra o anjo e Meggan contra o agora conhecido Vulgore

De repente Taiki se levantou ao perceber que alguém estava se aproximando deles, ele olhou e viu uma rapaz, com mais ou menos sua altura tinha cabelos castanho e usava uma máscara que estava rachada revelando parte do seu rosto, em específico o seu olho esquerdo que tinha uma coloração castanho escuro. Taiki sem pensar duas vezes foi soca-ló sem mais nem menos, já que depois do ocorrido anteriormente não tinha tanta confiança em pessoas com máscara, o rapaz de máscara sem esboçar qualquer dificuldade segurou o soco de Taiki, o impacto causado na hora do soco causou uma forte ventania que destruiu grande parte da rua

-calma aí grandão, eu não vim atrás de encrenca

-como eu posso ter tanta certeza do que diz?!

Gritou Taiki em fúria e logo percebeu que o rapaz que estava na sua frente tinha desaparecido quando ele se virou ele o viu olhando para as nuvens do céu e falando de um forma calma

-simples, porquê se eu quisesse... Já teria o matado

O rapaz se agaixou e pegou Meggan no colo, que estava praticamente inconsciente

-o que você vai fazer com ela?!

Exclamou Taiki bastante preocupado com a garota, já que não confiava nenhum pouco no rapaz

-Vou levar ela para casa, vai ser mais seguro do que deixá-la com um fracote

O rapaz se virou e seguiu andando.

-o que?!

Disse Taiki rangendo os dentes de raiva e acabou por segui-ló até a casa de Meggan, ao chegarem na casa dela o rapaz pegou a chave da porta em um bolso da bolsa dela

-como você sabia onde ela morava?

Perguntou Taiki olhando para ele percebendo também que ele sabia onde Meggan guardava a chave de sua casa

-eu apenas deduzi

Ele abriu a porta da casa e a deitou no sofá e se virou saindo da casa dela

-ah...obrigado por ajudá-la...

-eu só fiz o meu dever... Principalmente, porquê vocês um dia iram me retribuir esse favor

Ele fechou a porta da casa dela e foi para seja lá onde. Taiki foi até ela e se sentou no chão próximo a ela, esperando que ela acordasse. Não se passou mais que duas horas até que ela acordasse, ela estava com fortes dores de cabeça e sentindo um pouco de enjoo, seu corpo ainda doía bastante por causa dos machucados.

-vejo que você acordou....

Disse Taiki sentado atrás dela com a cabeça encostada no braço do sofá.

-hm... Taiki...

Ela falava ainda meio sonolenta.

-o que foi?

Ela apontou para a direção onde fica a cozinha da casa

-pega... Uma caixa branca para mim...

-está bem...

Taiki suspirou e caminhou até a cozinha e começou a vasculhar os armários, até encontrar uma caixa branca com uma cruz vermelha na frente, possivelmente era a caixa que Meggan havia lhe pedido, ele a pegou e levou-à ela.

-aqui está

Disse Taiki estendendo a caixa para ela, que se sentou e pegou a caixa a abrindo pegando alguns sprays, um pouco de esparadrapo e alguns rolos de ataduras

-tire sua camisa...

-O... O que?!

Exclamou Taiki envergonhado

-você deve estar todo machucado, só vou cuidar um pouco deles....

-E... Está bem...

Ele tirou sua camisa e se sentou de costas para ela que pegou um spray a começou a chacoalhar

-isso pode doer um pouco...

Ela usou o spray onde haviam machucados, isso o fez gemer de dor, mas depois ela pegou as faixas e começou a passar pelo corpo dele e prendendo com o esparadrapo

-obrigado...

Disse Taiki sentindo as feridas melhorando aos poucos.

-e você? Não vai cuidar desses machucados?

-A... Ah... Sim sim... Vou no banheiro fazer isso...

Ela pegou colocou os materiais dentro da caixa, e foi para o banheiro para poder lhe fazer os curativos. Após algum tempo ela saiu com vários curativos, dos pés a cabeça e aproveitou para tirar seu uniforme que estava todo rasgado e bem coberto por sangue e colocar uma roupa mais leve e caseira, um pequeno vestido de cor roxa que ia até mais ou menos sua coxa.

-pronto! Agora acho que vou fazer alguma coisa para comermos

O rosto de Taiki ficou bastante vermelho ao vê-la com aquela roupa Meggan foi até a cozinha e em algumas poucas horas ela havia terminado de cozinhar, ela tinha feito uma panela bastante grande de sopa, dando para praticamente uma família bem grande.

-por que você fez tanto?

-para quando eu chegar da escola, só vou precisar esquentar!

-e por que não pede para algum parente seu cozinhar enquanto você está fora?

Perguntou Taiki pegando uma tigela e começando a se servir

-porque... Eu moro sozinha...

-"quer dizer que ela é órfã?! "

Pensou Taiki se sentando para poder comer olhando para Meggan que já estava se servindo também e se sentando de frente para ele. Enquanto comiam ela ouviu alguém bater na porta.

-com licença...

Ela deixou seu prato na mesa e se levantou indo para a porta para ver quem era que estava lá...


Notas Finais


Gostou do capítulo? Encontrou algum erro besta que eu possa ter deixado passar? Por favor me avisem para eu poder melhorar ^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...