História Entre barreiras - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Pernico
Exibições 128
Palavras 1.151
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Sinto muito pela demora mas já estou quase terminando o próximo capítulo, então não vai demorar. Me bateu uma inspiração e fiz este ontem mesmo e acabei e escrevi metade do próximo ^~^

Capítulo 7 - Capítulo 07


Entre barreiras 7

Sinto muito pela demora mas já estou quase terminando o próximo capítulo, então não vai demorar. Me bateu uma inspiração e fiz este ontem mesmo e acabei e escrevi metade do próximo ^~^

Pov. Nico

Corri até estar completamente fora da escola, sem perceber lágrimas caiam sobre o meu rosto. Não ia ser o amante do Percy, estava decido a isto, mesmo que meu coração doença como se estivesse sangrando.

Fiquei esperando o ônibus passar e por algum milagre, hoje ele tinha passado mais cedo.

Passei a viagem todo do ônibus tentando não chorar ao me lembrar do Percy e isto era tão difícil, ele vinha na minha cabeça a cada minuto.

Quando cheguei em casa, foi direto para o banheiro tomar um banho gelado e depois a lição de casa para manter minha mente bastante ocupada.

- Nico! Cheguei - minha mãe falou entrando no meu quarto - Como foi na audição?

- Eu passei - disse como um sorriso grande que foi diminuindo quando me lembrava do Percy.

- Meus parabéns meu amor - me deu um abraço forte, enchendo meu rosto de beijos.

- Obrigado mãe - falei rindo fraco pela seção de beijos.

- Vou fazer um jantar especial para comemorar - disse animada e foi para a cozinha.

Sorri sozinho com a empolgação da minha mãe. Me levantei e decidi ir ajudá-la com a comida.

Quando meu pai chegou e também me deu um abraço forte. Comemos para comemorar que tinha conseguido o papel principal na peça da escola.

[....]

Acordei cedo e já foi para a escola. Mas como ainda estava cedo tinha pouquíssimas pessoas.

Decidi passar na biblioteca e pegar algum livro para ler, quando ia virar um corredor vi dois rapazes aos beijos, tentei sair discretamente mas acabei deixando um livro cair.

Assim que vi eles se virando saí dali correndo até chegar na sala de aula.
Tentei não pensar mais naquilo e me concentrei nas aulas, mas o Percy não saia da minha cabeça.

Duas semanas tinham se passado assim, eu não tinha visto o Percy já que estava concentrado na apresentação de balé da escola, treinava em todos os intervalos e depois das aulas, assim eu não via ele pela escola.

Era de manhã, e eu estava acabando de chegar quando ouvi duas meninas conversando, normalmente eu não ficaria ouvindo mas uma coisa me chamou atenção.

- O Percy e a Annabeth terminaram.

- Sério? Porque?

- Não sei, mas parece que ele estava traindo ela.

Não consegui ouvir mais da conversa já que elas saíram, mas não podia acreditar, o Percy tinha terminado o namoro dele. Porque?

Eu queria que fosse por mim, mas não queria ficar criando esperanças.

O intervalo chegou e foi para a sala onde ficava treinamento sozinho, mas quando cheguei na sala alguém já estava la.

- Percy? - disse um pouco surpreso e nervoso, fazia tanto tempo que não via ele tão perto.

- Oi Nico! - falou com um sorrisinho.

Eu não sabia o que fazer, se devia falar alguma coisa ou esperar ele se pronunciar primeiro.

- Eu terminei com a Annabeth - disse baixo mas o suficiente para eu ouvir - Você não será meu amante.

Olhei surpreso para ele, ele realmente tinha terminado com ela pôr minha causa, ainda era difícil acreditar, eu precisava ter certeza.

- Você terminou com ela por minha...

- Sim! - falou me interrompendo, mas não liguei - Deste a primeira vez que vi você, eu... Eu me apaixonei por você.

Prestei atenção em cada palavra que ele disse, meu coração estava a milhões, minha mente ficava repetindo o que ele tinha falando.

- Eu... Eu também... Eu estou apaixonado por você - disse muito baixo, nem sabia se ele tinha ouvido até sentir mãos no meu rosto, olhei para cima, já que estava de cabeça baixa, ele estava na minha frente me olhando com aqueles incríveis olhos verdes.

Aproximou seu rosto do meu e juntou nossos lábios em um, no começo foi um simples encostar mas parecia que nos dois sentimos um desejo por aprofundar o beijo, ele colocou as mãos na minha cintura me puxando pra mais perto e eu coloquei as minhas no seu pescoço.

Ficamos nos beijando por tanto tempo que estava perdendo a noção do tempo, até o barulho irritante do sinal bateu anunciando o fim do intervalo.

- Me espere depois dos seus ensaios - disse depois que nos separamos.

Ele nem deixou eu confirmar e saiu da sala, também sai da sala e foi para a minha.

Não consegui me concentrar nada nas aulas, fiquei pensando em todo que o Percy disse e fez.

Foi para o ensaio e fiquei pensando no que o Percy queria falar comigo depois do ensaio.

Me troquei e foi esperar o Percy em frente ao portão da escola, e não demorou nem cinco minutos para ele aparecer dentro do carro.

- Entra! - pediu e entrei. Coloquei o cinto e ele partiu com o carro.

Não sabia o que falar com ele, e ele também não falava nada mas dois minutos depois ligou o rádio.

Uns três minutos depois percebi que ele não estava indo para o ponto de ônibus.

- Para onde estamos indo?

- Para a minha casa? - disse como se não fosse grande coisa.

Pensei em falar alguma coisa mas desistir, talvez ele quisesse falar em particular e na sua casa fosse melhor.

Demorou meia hora até chegar na casa do Percy, a casa dele era enorme, deveria ter uns três andares um jardim enorme e outras coisas que não deu para reparar muito bem.

Ele estacionou o carro e segui ele para dentro da casa, assim que entramos na sala vimos uma mulher sentando.

- Cheguei mãe! Este é o Nico e ele irá ficar para o jantar. Vou para o jardim lá de trás - disse e começou a caminhar, fiquei meio surpreso com o que ele disse mas sem outra alternativa, comecei a seguir ele.

Quando chegamos no jardim de atrás da casa dele, que era muito bonito, ele pegou minha mão e começou a me puxar para um lugar mais afastado.

- Senta aqui - me pediu e me sentei no branco que era cercado por rosas - Nico... Eu já lhe disse que estou apaixonado por você - ele parou um pouco de falar e eu estava ficando um pouco nervoso já, ele tirou uma caixinha de dentro da calça - Você quer namorar comigo?

Fiquei petrificado, engoli em seco.

- Nico... - Percy falou, e pode notar que ele estava meio triste.

- Eu aceito, aceito - disse quase inaudível, minhas mãos estavam tremendo.

Percy abriu um sorriso enorme e colocou o anel que estava na caixinha no meu dedo e o outro do dedo dele e me puxou para um beijo. Estava tão feliz que parecia ser um sonho.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...