História Entre barreiras - Capítulo 8


Escrita por: ~

Postado
Categorias Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Tags Pernico
Exibições 124
Palavras 1.229
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Universo Alternativo, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 8 - Capítulo 08



Pov. Percy

Nico tinha aceitado meu pedido de namoro, eu estava tão feliz.

Depois que o Nico me deixado, duas semanas atrás, eu vi que eu estava apaixonado por Nico e decidi terminar meu namoro com a Annabeth e para fazer as coisas certas com o Nico. 

Tinha pensando bastante em como me declarar e pedir ele em namoro, e ele tinha aceitando.

Depois que terminamos de nos beijar, decidimos andar um pouco pelo jardim nós conhecemos melhor, falamos sobre nossas famílias, gostos, entre outras coisas.

- Senhor Percy, o jantar já será servido - uma empregada disse e me assustei um pouco, não tinha percebido que ficamos tanto tempo conversando.

- Tudo bem, já estamos indo - avisei e ela se retirou.

- Percy, preciso falar para a minha mãe que iria chegar um pouco mais tarde - Nico falou e concordei, dei um selinho dele e na frente para a sala de jantar.

Meus pais já estavam sentados na mesa.

- Cadê seu amigo? - minha mãe, Saly, perguntou quando me sentei na mesa.

- Já está vindo, mas ele não é meu amigo. Ele é meu namorado - disse e vi a cara dos meus pais ficarem em choque, fiquei com muita vontade de ri mas me segurei para eles não pensarem que isto era uma piada. 

O Nico chegou logo em seguida e se sentou do me lado, peguei a mão dele e dei um beijo, depois soltando para nos servirmos. Vi de lado que ele tinha ficado completamente vermelho, ele ficava muito fofo.

- D-Deste quanto vocês estão namorando? - minha mãe perguntou depois que se recuperou do choque. Nico do meu lado que estava bebendo água se engasgou.

- Pedi ele agora a pouco - respondi enquanto batia nas costas do Nico.

- Você contou para os seus pais? - disse baixinho só para eu ouvir.

- Claro, estamos namorando. Seria estranho meus pais não saberem que estou namorando - falei sorrindo e me ajeitando na cadeira, antes tanto um pequeno selinho dele.

No meio do jantar meus pais começaram a fazer perguntas para o Nico e ele respondia meio constrangido mas ia se acostumando.

Assim que acabamos de jantar, Nico se desculpou e disse que já tinha que ir para casa, e lógico me ofereci para ir levá-lo que depois de muito insistir ele deixou.

- Tchau Nico! - falei tanto um selinho dele quando estacionei na frente da casa dele.

- Tchau Percy! - Nico disse com as bochechas toda vermelha, ele ficava tão fofo assim.

Ele saiu e esperei ele entrar para sair. Quando cheguei em casa meus pais estavam na sala e pareciam estar na esperando.

- Sabe Percy, eu gostei dele - meu pai falou, foi até eles tanto um abraço, meu dia não poderia ter dica do melhor, finalmente tinha pedido.o Nico em namoro, ele tinha aceitado e meus pais também.

Dei um beijo neles e subi para o meu quarto, e dormi com um sorriso no rosto. 

Acordei com o despertador do meu celular e até pensei em ligar para o Nico mas lembrei que não tinha pedido o número dele.

Foi para o banheiro fazer minha higiene pessoal e depois foi comer com os meus pais.

Quando cheguei na escola comecei a procurar o Nico mas não achei então foi ficar com os meus amigos e minutos depois a Annabeth chegou e ficou um clima estranho entre eu e ela.

Bateu o sinal e eu ainda não tinha visto o Nico, então fomos para a sala de aula e ficava todo hora olhando as horas para passar logo é eu poder ver o Nico.

Assim que o sinal bateu, foi para a sala onde o Nico praticava. Fiquei esperando por ele e logo ele apareceu.

- Senti saudades - falei me aproximando dele e sentindo o cheiro dele.

- Eu também!

- Me dá seu número - pedi entregando meu celular para ele.

- Aqui - me devolveu e deu um selinho dele.

Eu fiquei sentando vendo ele ensaiando, a dança dele sempre me hipnotizava, era linda.

A semana se passou rápido, sempre na hora do intervalo eu ia ver o Nico ensaiando. Na sexta-feira eu tinha conhecido os pais dele por acidente, mas eles acabaram por gostar de mim e hoje, domingo, o Nico viria almoçar aqui, meus avós, tios e primos viriam almoçar e ia apresentar ele.

Na escola ninguém sabia que estávamos namorando, não que eu não quisesse, mas o Nico quem pediu e eu só aceitei, ele parecia ter um motivo.

Foi para a casa do Nico pegar ele e voltamos para a minha casa.

Meus avós estranharam um pouco ele no início mas no final acabaram gostando dele, mas Thalia e Jason parecerem não gostar muito dele.

Thalia eu sabia o porquê, ela era amiga da Annabeth mas não tinha ideia do Jason não ter gostado dele.

Meus pais e avós ficaram sabendo da apresentação do Nico da escola e insistiram falando que iam ver a apresentação dele.

Eu fiquei feliz de ver minha família se tanto tão bem com o Nico, todo estava perfeito.

Na semana seguinte, eu que foi almoçar na casa do Nico, e como já tinha tido, os pais deles gostaram bastante de mim, e eu também soube mais da história deles.

Quando mais a apresentação da escola chegava, mais o Nico ficava nervoso e eu tentava acalma-lo, e uma dessas vezes acabamos tendo nossa primeira vez, não foi nada perpetuidade, simplesmente aconteceu e foi perfeito.

Na escola todos já estavam sabendo do meu relacionamento com o Nico, Annabeth tinha contado para todos depois que a Thalia contou para ela, isto fez ficar um clima ruim entre eu e a Thalia, eu nem estava mais falando com a Annabeth.

Finalmente tinha pegado a apresentação da escola, o Nico iria mais cedo então só nos encontrariamos lá.

Já que meus pais iriam também, foi com eles no carro e encontramos meus tios e meus avós no estacionamento e entramos juntos. Tentei achar os pais do Nico no auditório mas como não achei, sentamos só minha família mesmo.

Mandei uma mensagem para o Nico de boa sorte com corações e beijos e ele me respondeu também com corações e beijos.

Tivemos que esperar uns vinte e cinco minutos para a apresentação começar, era uma peça musical que o Nico era o personagem principal.

Toda a apresentação durou uma hora e meia, no final todos aplaudiram de pé.

Nico apareceu na platéia dez minutos depois e foi até ele tanto um grande abraço e um beijo perto da boca.

- Você estava incrível!

- Obrigado - disse retribuindo meu abraço.

- Você dançou muito bem, querido - minha avó elogiou ele e todos concordaram, logo em seguida ouvimos uma voz de mulher chamar o Nico.

- Você estava lindo Nico! - a mãe dele falou tanto um abraço apertado nele.

Já ia apresentar meus pais aos pais do Nico, mas eles olhavam estranhos uns para os outros.

- Hades? - meu pai, tio, e avós falaram todos juntos

- Vocês já se conhecem? - Nico perguntou tão confuso como eu.

- Eles são seus avós e tios Nico - Hades, o pai do Nico, falou. Todos ficaram entre se olhando, processando o que estava acontecendo.

Olhei para o Nico é minha ficha caiu. Eu e o Nico éramos primos.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...