História Entre Cerejeiras | yoonseok - Capítulo 27


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Suga, V
Tags Bangtan Boys, Bts, Hoseok, Sope, Yoongi, Yoonseok
Visualizações 395
Palavras 1.012
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção, Romance e Novela
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu vou deixar os capítulos mais arrumadinhos, acho que vocês vão entender o que estou dizendo quando lerem haha.
Saibam que eu tirei print de seus comentários sobre a opinião da fanfic, e que vou ler sempre nos momentos difíceis (me controlei pra não soltar um "momentos hard carry")
O plano que eu disse que ia falar pra vocês era em "reiniciar" a fanfic, mas isso já saiu da minha cabeça até porque não tinha sentindo. Enfim, boa leitura <3
Ahhh, e prestem atenção pra não ficarem confusos, beijos na bunda

Capítulo 27 - Memórias


Hoseok


Ele abaixou o olhar com um sorriso bobo no rosto. Taehyung estava comendo um Chips de batata doce enquanto observava o amigo contar o que havia acontecido entre ele e Yoongi. Hoseok estava tão feliz que ele não conseguia se controlar e sempre alterava sua voz enquanto contava desde o momento em que foi até a casa da avó de Yoongi e desde o momento em que os dois se beijaram. 

Taehyung amassou o pacote vazio, jogando ele no lixeiro que havia no canto de seu quarto. Deu uma pequena comemoração quando o mesmo caiu lá dentro na primeira tentativa. Ele voltou a olhar para Hoseok, que agora estava deitado em sua cama enquanto encarava o teto. 

– Tudo bem, vocês apenas se declararam um para o outro e agora você está todo feliz – Taehyung falou se girando na cadeira de rodinhas. 

– Não foi simplesmente isso, você não estava prestando atenção? – o mais novo deu de ombros, olhando para o colchão quando foi pego no flagra. – Não tem problema nenhum, eu conto de novo. 


?!?!


Hoseok se afastou, e olhou para Yoongi que parecia um pouco assustado. Ele percebeu que Yoongi parecia estar com medo, principalmente quando desviou o olhar e passou a encarar o chão. Hoseok não conseguia parar de sorrir, e desejou poder beijar Yoongi de novo, e assim o fez, sabendo que podia. 

Dessa vez o beijo tinha sido um beijo de verdade, com língua e tudo. Hoseok puxou Yoongi para mais perto, ignorando os olhares a sua volta e se perdendo naqueles lábios tão macios e gostosos de sentir. Hoseok sentia uma explosão percorrer cada membro de seu corpo, um formigamento inexplicável em suas mãos e lábios. Yoongi se afastou, recuperando o fôlego e Hoseok abriu os olhos. Ele também estava ofegante, mas isso não o impedia de abrir um sorriso fraco. Yoongi ainda tinha os olhos fechados, os lábios entre abertos e a mão na nuca de Hoseok. Jung desejou saber o que se passava pela cabeça do branquelo, se ele havia gostado ou não.

Havia uma grande possibilidade dele ter gostado, já que o mesmo havia retribuido o beijo de um jeito tão bom que Hoseok podia perder os sentidos só estando nos lábios de Yoongi. 

– Eu não sei o que tá acontecendo – Yoongi murmurou se afastando um pouco. Hoseok viu o menor abrir os olhos, desencostar de Hoseok e arrumar sua postura. 

Yoongi olhou para Hoseok, o rosto em um tom avermelhado e os lábios inchados. Hoseok tocou ali, passou os dedos pelos lábios de Yoongi. O mesmo fechou os olhos, suspirando entre os lábios. Hoseok sorriu, vendo o quão entregue Yoongi parecia naquele momento. 

– Você é tão lindo – murmurou observando o rosto do mais velho. Yoongi abriu os olhos, encarando Hoseok que agora estava com seus dedos em sua bochecha. Eles ficaram se encarando por um momento, até Yoongi pegar a mão de Hoseok e a segurar. 

– O que nós somos? 

Hoseok olhou para a mão dos dois juntos, os dedos de Yoongi contra os seus, a pele do mesmo que estava adquirindo um tom bronzeado pelo tempo em que eles ficavam no sol. 

– O que você quer ser? 

– Você sabe – Yoongi murmurou olhando para o chão e soltando a mão de Hoseok. O bronzeado colocou sua mão na calça de Yoongi, brincando com os fiapos dos rasgos. – Mas não é meio cedo? Sei lá, acabamos de nos acertar.

Ele tinha razão, haviam acabado de se acertar e o passo que ali parecia disposto a ser fornecido, era muito grande. Não que Hoseok não quisesse ter Yoongi como seu namorado, ter Yoongi como um alguém que ele pudesse chamar de seu. Não, ele não ia ter total controle sobre Yoongi, mas mesmo assim Yoongi seria dele, seria seu namorado e amante, e talvez um esposo – Hoseok queria mesmo ter Yoongi em sua vida, e todos os passos que um casal podia tomar, ele queria. 

– Vamos com calma – o mais novo disse se arrumando também. Juntou suas mãos, enquanto fechava os olhos por conta do sol. – Vai que não é isso que a gente quer.

– Mas nós se amamos.

Hoseok riu com a ingenuidade de Yoongi, com a inocência que havia possuído Yoongi naquele momento. 

– Taehyung já namorou por impulso, quer dizer, os dois se gostavam, e quando se declararam cabum, começaram a namorar, mas não durou nem três meses. E eu não quero isso, Yoon. Não quero só três meses, quero mais que isso. Por isso.

Yoongi assentiu, voltando a olhar para frente. 

– Mas isso não vai me impedir de te beijar.

– Não mesmo.

Yoongi voltou a olhar para Hoseok. Os olhares se encontraram e Hoseok não resistiu, beijando Yoongi de novo. 

– Que droga, Hen.

– Que? 

Hoseok pareceu confuso, afastando seu rosto do de Yoongi.

– Seu beijo é uma droga, vicia e eu não consigo ficar sem.

Hoseok não conseguiu responder, pois Yoongi logo capturou os lábios de Hoseok novamente.


?!?!


– O que você pensou que não me contou? – Taehyung perguntou quando Hoseok terminou de contar. Ele não havia contado tudo, tinha se permitido lembrar, mas mesmo assim não contou tudo para Taehyung. Não que ele não confiasse no melhor amigo, mas ele ainda não se sentia completamente seguro. 

– Na hora certa eu te conto Tim Tim por Tim Tim. 

Taehyung revirou os olhos e olhou a hora em seu celular.

– Vai sair com Jimin hoje? – Taehyung negou, jogando o celular para longe. 

– Ele vai sair com os pais. 

Hoseok assentiu, logo enchendo Taehyung de perguntas sobre seu relacionamento. Os dois estavam afastados nas últimas semanas e Hoseok sentia falta do melhor amigo. 



– Você não sabe como foi ter que insistir para sair essa hora, achei que ela ia me arrancar a cabeça. 

Hoseok riu com a fala de Yoongi. Estavam indo até um restaurante popular, onde iriam jantar e fazer seja lá mais o que. Caminharam enquanto conversavam, Yoongi animado e tagalera. Não demorou muito para chegarem até o restaurante, onde entraram e se sentaram enquanto esperavam alguém vir pegar o pedido. Yoongi passou os olhos pelo restaurante, logo paralisando.

– O que foi? – Hoseok perguntou e acompanhou o olhar de Yoongi. – Merda. 




Notas Finais


e ai molecage turupao ahdhejsjs
eu tô feliz e vcs
DROGATIVA SEMPRE COM VC - comercial de farmácia


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...