História Entre Clãs. - Capítulo 6


Escrita por: ~

Postado
Categorias Naruto
Personagens Naruto Uzumaki, Sasuke Uchiha
Tags Naruto, Sasuke, Sasunaru
Visualizações 190
Palavras 1.434
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Escolar, Famí­lia, Lemon, Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Gravidez Masculina (MPreg), Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Demorei???
Sim demorei.
Isso porque eu já tinha escrito esse capítulo, mais quando fui posta a Internet deu pau.
Perdi o capítulo e a inspiração para escrever um novo, só me veio algo hoje.
Esse capítulo é mais só sobre o casamento e algumas coisas que antecedem o próximo capítulo.

Espero que gostem.
Boa leitura.

Capítulo 6 - Aroma de Cio.


Fanfic / Fanfiction Entre Clãs. - Capítulo 6 - Aroma de Cio.

Sasuke Uchiha nunca se imaginou realmente em um altar de algum casamento, esse tipo de cerimônia não combinava em nada com ele.

Se imaginar então em um altar para o próprio casamento parecia ainda mais impossível, irreal diria até.

Mais era real, estava ali e para piorar estava realmente nervoso, não qualquer nervoso e sim daquele que tem vontade de ficar andando de um lado para o outro, até a metade do nervosismo passar.

E pensar que tudo isso era por culpa daquele loiro.

Naruto estava atrasado e isto estava deixando o mais novo dos Uchihas com os nervos à flor da pele, o desejo que tinha no momento era de ir atrás do loiro ele mesmo.

Acompanhem sua linha de pensamento, se ele fosse buscar o ômega e trouxesse ele em seus braços, não correria o risco de ser largado no altar e muito menos perder o ômega que tanto mexia consigo.

Estava impaciente, na verdade Uchihas não eram conhecidos por ter muito dessa virtude.

" Sasuke se acalme, está liberando seus feromôneos". 

A voz sussurrada de Itachi lhe alertando.

Foi que percebeu o que fazia, estava liberando seus feromôneos a ponto de atraí a atenção de ômegas para si.

Suspirou tentando se manter calmo, mais era impossível no momento.

" Mais ele está atrasado ".

Seu irmão riu, maldito, queria ver quando ele fosse casar e o ômega demorasse a chegar se ele iria continuar calmo como estava agora, diante de seu desespero.

" Toda noiva atrasa no dia do próprio casamento".

Pensou em dizer a Itachi que Naruto não era uma garota, mais decidiu apenas ficar quieto, se não além de impaciente,  também ficaria estressado.

Pensando bem talvez esmurrar o irmão lhe tirasse metade da tensão acumulada, mais acabou por decidir que se fosse preso no dia do próprio casamento quem seria esmurrado seria ele e por um loiro bem violento,  deve-se ressaltar. Por esse motivo se atentou a decoração do local.

Á cerimônia era na casa de campo da família do loiro, o local estava perfeito e agora virá que Kushina e Mikoto tinham pensado em tudo, desde os convites até a festa em pouco tempo e corrido ainda mais contra o mesmo para deixar tudo impecável a tempo do grande dia.

Era as primeiras semanas da primavera então o sol dava o ar da graça apenas para iluminar o ambiente, tinha sido escolhido o lado da piscina para montar toda a estrutura e tudo parecia ter sido feito nos mínimos detalhes.

A decoração branca e rosa claro estavam totalmente harmonizadas, a passarela havia sido montadas de um material que imitava um espelho negro, a mesma tinha início com um arco de flores minúsculas brancas e rosa claro e as mesmas seguiam ladeando-a como se fosse uma cerca de flores e sobre a mesma tinha algumas pétalas jogadas.

Ao lado do início de casa fileira de cadeiras brancas e no meio das pequenas flores, jarros maiores e de vidro se erguiam enfeitados com rosas brancas e rosa bebê, 

As cadeiras tinham ficado cem de cada lado e eram totalmente brancas, as fileiras das mesmas acabavam perto da borda da grande piscina, essa que estava com a água azulado e cheia de pétalas de rosas, do outro lado ficava o altar e os lugares dos pais e padrinhos dos noivos.

Foi tirado de sua observação minuciosa quando a orquestra, que estava do outro lado do altar, começou a tocar a marcha nupcial.

Naruto estava lindo.

O termo totalmente branco e justo ao corpo, junto da gravata azul bebê e o buquê de rosas brancas e azuis, lhe deixavam ainda mais lindo do que já era.

Quando imaginou se sentir tão bobo no dia do casamento, que nem era desejado no início, quando visse o qual lindo o loiro ficava de noivo.

Seu futuro marido.

(...)

Naruto andava sobre a passarela em passadas decididas, não era mais hora de voltar atrás e nem queria, gostava de Sasuke.

Não era amor mais poderia ser, quem sabe em um futuro próximo.

Levantou a cabeça e olhou para o altar, assim como todo o resto ele estava impecável.

O arcos de flores brancas igual o da entrada, só que maior e muito mais enfeitado, combinava perfeitamente com a plataforma de madeira branca.

Á pequena estrutura do cerimonialista, era branca e o mesmo já estava lá, vestindo um terno preto e gravata cinza escuro, a orquestra também vestia a mesma cor só que as gravatas eram azul escuro.

Sorriu com isso.

Olhou seus pais e sogros, seu irmão e curando e seus padrinhos, todos de ternos negros mais a gravata era vermelho vinho, sua mãe e Mikoto usavam vestidos longos e em cor pastéis, sua mãe bege e sogra rosa. 

Tinha escolhido Gaara e Menma como padrinhos e o Uchiha tinha escolhido, o irmão e o Hyuuga. 

Finalmente olhou Sasuke e ele estava mais lindo do que nunca, o terno preto, blusa branca e gravata preta, os cabelos rebeldes como sempre, mais o sorriso sincero nos lábios era algo que chamava atenção de Naruto, eles lhe diziam que tudo daria certo.

Era uma promessa muda.

Por esse motivo depois dos fotos curtos e trocas de alianças se sentia plenamente feliz.

O beijo não passou de um simples selo casto nos lábios.

Estavam casados.

(...)

Os olhos azuis de Menma acompanhavam o irmão e o Uchiha dançarem juntos.

 Passava da meia noite e quase todos os convidados haviam ido embora, ficando assim apenas os amigos dos noivos.

Estava tão distraído que só se deu conta da outra presença junto a si quando teve a cintura enlaçada e o pescoço beijado.

 " Porque você fica fazendo essas coisas?".

"Já falei, eu gosto de você".

O outro respondeu em meio aos selos curtos.

" Você sabe que não podemos..."

Foi cortado e solto bruscamente.

" Sim podemos, o problema é que você tem medo de tentar".

O outro lhe deu as costas e saiu andando.

Suspirou.

Decidindo ir atrás do mesmo e conversar. 

(...)

Naruto dançavam com Sasuke depois da festa.

Seus amigos, assim como os do moreno e eles próprios já estavam devidamente alcoolizados para dançarem até não aguentarem mais, a música eletrônica tomava todo o ambiente e as luzes piscavam em todas as cores.

Estava abraçado ao moreno e riam de algo que o Hyuuga havia falado.

- Naruto, eu quero te beijar.

Sentiu as bochechas esquentaram e olhou para o outro que lhe olhava sério.

- Você sabe que não precisa me pedir sempre não é mesmo?

- Não, mais agora que sei, vou aproveitar bastante de sua boca.

Ao finalizar a frase, tomou seus lábios, primeiro em um selinho, a língua quente pediu passagem e concedeu sem pensar duas vezes, o Uchiha vasculhava sua boca com fome, chupava sua língua e a incitava á sua a acompanha-la na dança que era só delas, algumas vezes ele chupava e mordiscava seu lábio inferior, a boca de Sasuke era quente e tinha um gosto de menta que lhe deixava com vontade de beija-lo a noite toda.

Também deixava com vontade de ir mais além, mais não se sentia seguro sobre isso, ainda.  

Se separaram, pela falta de ar, com curtos selos e encostou seu rosto no ombro do Uchiha.

" Você estava lindo sabia, na verdade, você é lindo, estava perfeito na minha opinião".

Naruto corou  e levantou os olhos, fitando o rosto bonito, quem era aquele Uchiha para falar de beleza? o moreno parecia exalar a mesma.

Quando os dizer algo Gaara parou ao seu lado lhe chamando com um aceno.

" Eu volto logo".

Naruto deixou mais um beijo nos lábios bonitos e seguiu o amigo.

Sasuke andou até o bar e pegou um copo de uma bebida rosa e virou, logo em seguida teve seu ombro cutucado e olhou para a moça parada atrás de si.

- Senhor Uchiha?

- Hum.

- Seu marido pediu para encontra-lo no quarto em que o senhor está hospedado.

Logo a outra lhe deu as costas e saiu, o alfa estranhou, olhou em volta e encontrou Gaara ao lado do Hyuuga, pareciam rir de algo.

Pensou em ir até o mesmo e perguntar sobre Naruto, mais apenas deu de ombros e seguiu para o local.

(...)

Quando parou em frente ao quarto abriu a porta e estava tudo escuro, deu alguns passos para dentro e sobressaltou-se quando a porta a suas costas bateu e ouviu o barulho da tranca, pensou em ir até a mesma ou até acender a luz.

Tinha algo de estranho acontecendo, mais paralisou quando um cheiro forte e característico lhe atingiu.

Aroma de Cio.


Notas Finais


Gostaram???
Se sim me deixem saber a autora aqui agradece.
Se não podem deixar críticas construtivas.
Como eu disse esse era algo calmo, que irá anteceder os do próximo.
Espero que tenham gostado.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...