História Entre Cobras e Sombras- Draco Malfoy e Nico Di Ângelo Riddle - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Potter, Os Heróis do Olimpo, Percy Jackson & os Olimpianos
Personagens Draco Malfoy, Nico di Angelo
Tags Bdsm, Draco, Drico, Gay, Nico, Serial Killer, Tomero, Tortura
Exibições 100
Palavras 1.030
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Festa, Ficção, Hentai, Lemon, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Terror e Horror, Visual Novel, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Incesto, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


oi

Capítulo 3 - Os Lobisomens Servem a Hades


Fanfic / Fanfiction Entre Cobras e Sombras- Draco Malfoy e Nico Di Ângelo Riddle - Capítulo 3 - Os Lobisomens Servem a Hades

NICO ON (LINDO E GOSTOSO)

Desço, as escadas da carruagem com a Lily enrolada em meu braço esquerdo e me vejo de frente a um grupo de pessoas, um homem de cabelos encaracolados e olhos castanhos ele parece meio louco, ao seu lado está um homem que parece aterrorizado e olhando para o meu pai, posso sentir que ele é um Lobisomem, ele parece estar com muito medo do meu pai seu cabelo é loiro e seus olhos tem cor de Âmbar ao seu lado está um casal de ruivos abraçados, depois vem uns garotos Gêmeos ruivos com sorriso sacanas nos lábios, depois vem um menina que parece me comer com olhos, seus cabelos parecem até aguá de salsicha depois vem um casal a menina tem cabelos loiros cacheados depois vem um garoto com cabelo de cenoura.

 E por último, aquele que tirou a única pessoa restante da Minha família, um garoto baixo de olhos verdes e cabelos pretos com óculos redondos ele é tão patético, mas o único que sei o nome que é Harry Potter odeio ele!. Ele e os outros estão de pijama oque faz sentido já que são, 11:00 da noite e o tal "HARRY" segura uma varinha já até sei oque vou fazer com ele! é quando o Lobisomem se pronuncia gaguejando.

- Vos-sa-Al-te-za-o-que-faz-a-qui? - Que coisa, eu tinha me esquecido que como os lobisomem são classificados como monstros eles servem ao meu pai, e Hades não parece muito satisfeito com o Lobo por que fala. 

- CALA-TE LUPIN COM VOCÊ EU LIDO DEPOIS! - O tal Lupin, se treme inteiro e se esconde atrás do de cabelos, encaracolados que o vê nem pensa que é Lobisomem e ele fala.

- S-im- Al-te-za - Ele parece bem, nervoso já os outros parecem não entender, porra nenhuma, eu olho para o Prédio da Sede da Ordem Da Fênix parece ser bem antigo e meu pai fala. 

- ENTREM! 

Meu, pai parece estar muito bravo por sinal, e todos entram no prédio, por dentro ela parece mais velha ainda com a tintura da parede desbotada e a as paredes precisam de uma nova pintura, nós vamos até um sala que é pintada de vermelha e marela eca! tão grifinório! e todos se sentam no sofá ficando só eu e meu pai em pé e o tal menino que sobreviveu não tira os olhos de Lily que não para de rastejar pelo meu corpo. hoje é dia 23 no dia 25 é o meu encontro com o Draco estou ansioso e meu pai se pronuncia mais calmo agora. 

- O velho Gaga do Alvo deve ter explicado a situação não é? - Os presentes na sala, torcem o o nariz ao meu pai chamar o Alvo de velho gaga oque é a mais pura verdade é quando a ruiva mais velha diz. 

- Sim que a Ordem um garoto e só! - Meu pai bufa e começa a resmungar em grego antigo nem eu ou o meu gostamos daquele velho imbecil e o meu pai me olha sinalizando que eu me apresente eu odeio quando ele faz isso, e digo. 

- Meu nome é Nico o sobrenome saberão na hora certa, eu tenho 16 anos sou metade bruxo e metade Deus esse ao meu lado é meu pai ele é Hades o Deus do Submundo!

 Eles arregalam os olhos e depois, se apresentam o casal de Ruivos são Molly e Arthur Wesley os Fred e George os Gêmeos são seus filhos juntamente com a cabelo de salsicha chamada Gina namorada do Potter e o cabeça de cenoura chamado Ron e sua namorada Hermione Granger e os outros dois são Remus Lupin o lobisomem e Sírius Black um animagu que se transforma em cachorro. 

O meu pai, explicou toda minha situação omitindo claro que sou Neto de Voldemort ele também não comentou que eu sou gay, acho que ele prefere que eu diga? depois de avisar que não é uma boa ideia me irritar ele beija minha testa e some o Lupino some junto com ele deixando só um recado dizendo "ele volta"e a Molly diz.

- Vamos Dormir!

Todos concordam, eu permaneço quieto ela me mostra meu quarto é simples, mas aconchegante de certa forma, jogo minha mochila longe e me atiro na cama e tento dormir, mas não dá certo e resolvo cozinhar algo, desde que ganhei a Benção de Hipnos o Deus do Sono posso passar anos sem dormir, isso costuma me acalmar ando pela casa até que acho cozinha vazia eu estou sem blusa só com uma calça moletom olho para o meu braço esquerdo no ante-braço está a marca negra ao contrário dos comensais do meu Avô eu nasci com essa marca, cobrindo quase todo o braço esquerdo tem nomes da pessoas que matei quando era mercenário olha que são muitas já no braço direito tem uma pena que se enrola por todo o meu braço direito ela é negra e parece pingar sangue os meus cabelos estão soltos, mas a rosa continua ali prendo eu cabelo num coque mal feito. 

Abro, os armários da cozinha e vejo oque tem, e resolvo fazer Carpaccio (se não sabe oque é pesquise) boto o avental e começo a cozinhar enquanto canto uma música que eu fiz ela se chama O Lobo ( N/A a música é da cantora Pitty mas vamos fingir que o Nico que escreveu) 

Houve um tempo em que os homens

Em suas tribos eram iguais

Veio a fome e então a guerra

Pra alimentá-los como animais

Não houve tempo em que o Homem

Por sobre a terra viveu em paz

Desde sempre tudo é motivo

Para jorrar sangue e cadáveres e mais!

 

O Homem é o Lobo do Homem, o Lobo

O Homem é o lobo do Homem, o lobo 

 

Sempre em busca do próprio gozo

E todo o Zelo ficou para trás

Nunca cede e nem esquece 

Oque aprendeu com seus ancestrais 

Não perdoa e nem releva

Nunca vê que já é demais

 

O Homem é o Lobo do Homem, o Lobo

O Homem é o Lobo do Homem, o Lobo

 

É quando a porta da cozinha é aberta e....

CONTINUA.......


Notas Finais


oi


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...