História Entre demônios e bruxas. - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Anjos, Bruxas, Demonios, Drama, Humanos, Meio Dêmonios, Romance, Sexo, Violencia
Visualizações 66
Palavras 559
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ecchi, Hentai, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Espero que gostem, e se gostarem comentem e favoritem, incentiva bastante <3

Capítulo 1 - Capítulo I


Fanfic / Fanfiction Entre demônios e bruxas. - Capítulo 1 - Capítulo I

Desde pequena, Alice sempre se sentira estranha em relação as outras crianças. Alice sempre virá mais do que elas, sempre enxergou o que muitas pessoas chamavam de sobrenatural. Alice sempre fizera coisas que nunca entendia como fizera, teria ela poderes? Ou seria ela uma bruxa? (Risos) não, isso não é possível, mas também não é impossível.

Alice esta com seus 20 anos, tem uma vida calma, sempre morou sozinha, pois nunca conhecera seus pais. Ela sempre fora mandada de orfanato, para orfanato. Mas, ela sempre fugia e encontrava abrigo nas ruas, onde sempre fora respeitada e amada por quem estivesse a sua volta.

Alice era apaixonada em demonologia, vivia enfiada em livros deste tema. Sempre via criaturas mágicas, desde pequenos demônios a fadas que viviam em nosso meio...

18:30, Londres.

(Só para não ficarem perdidos, aqui quem narra é a Alice.)

Nem acredito que já são 18:30, finalmente poderei ir embora para casa, o serviço me cansa bastante e olha que eu só cuido de uma biblioteca, mas não é uma simples biblioteca, o mundo lá dentro ganha vida, cor, e os livros explodem sentimentos cada vez que são escolhidos. Estou a caminho de casa que não é tão longe daqui, com um livro em mãos, mais um livro sobre estudo dos demônios, fico tão perdida em meus pensamentos que apenas desperto quando vejo um demônio pequeno que puxa o cachecol de uma criança, ela não via o demônio, apenas via seu cachecol voando pelos ares. Respiro fundo. Queria eu, poder não vê-los, mas eu convivo com eles desde a primeira vez que abri meus olhos. Chego em casa e sinto Oni ronronando e se esfregando em minha perna (Oni é meu gatinho preto com olhos cinza. E Oni, em japonês significa demônio). Entro em casa, e deixo meu novo livro encima do balcão e logo em seguida pego Oni em meus braços.

Eu: Oi garotão, como você está? – Dou-lhe um beijo e continuo fazendo carinho em sua cabeça.

Coloco Oni em sua caminha e sigo até meu quarto para pegar uma roupa para mim tomar banho, pego um short soltinho, e uma regata preta, adentrando logo em seguida no banheiro, ligo o chuveiro e logo sinto a água quente em contato com minha pele, era tudo o que eu precisava para relaxar os músculos de meu corpo. Assim que saio do banho, sinto como se estivesse sendo vigiada, mas por que diabos, alguém me vigiaria? Olho para a janela e a vejo entreaberta. Suspiro pesado.

Vou até a sala, sento no sofá com o livro em meu colo, abro o sumário e parto direto para onde fala sobre bruxas.

“ Bruxa:

Na época medieval, a bruxa era considerada um ser sobrenatural de natureza demoníaca, ou híbrida, (entre demônio e humano), pois acreditava-se ser nascida da relação entre um demônio e um humano. De acordo com o Malleus Maleficarum, uma demônio feminina denominada succubus poderia ter relações sexuais com um humano, ao abrigo das trevas noturnas e sem que este se pudesse defender do ataque demoníaco. O succubus recolhia assim o sémen de um homem que tinha atacado durante o sono, e então usaria essa essência para engravidar outras mulheres. As crianças assim nascidas eram filhas do demónio, ou seja: já nasciam bruxas.” (espero ter explicado bem)

Após ler isso, em minha mente começou a passar várias cenas lentamentes, seria eu uma bruxa?


Notas Finais


Beijos da tia Sam :3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...