História Entre Dimenções - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Alice no País das Maravilhas (Alice in Wonderland), Harry Potter
Personagens Alice Kingsley, Alvo Potter, Chapeleiro Maluco, Gato de Cheshire (Gato Risonho), Lílian L. Potter, Minerva Mcgonagall, Tiago S. Potter
Tags Hogwarts, Jamespotter
Exibições 4
Palavras 2.007
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Crossover, Famí­lia, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural

Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Cap. 04


Bem a tarde passo bem rápido, e de modo chato. E aqui estou eu, depois do jantar, na sala precisa com os irmão Wonderland, Fred, Rox, Domi, e o chato e irritante do Potter. A sala está transformada em uma espécie de sala de está, alguns sofás grandes e bem confortáveis, tapeçarias espalhadas pelas paredes umas com um leão, outros com o brasão da grifinoria e outros com uns dragões e uma lareira grande perto dos sofás com o brasão de Hogwarts em cima. Amei a sala!  

-Então, é por isso que queremos ver se conseguimos pensar em algo que seja mais rápido! - Alan disse após ele e a irmã explicarem sobre o encantamento de localização. 

-Vocês sabem de mais alguma coisa? Tipo o que ela estava usando, se tinha uma joia de valor, onde ela foi deixada? - Dominique pergunto com um misto de seriedade e curiosidade. 

-Mamãe disse uma vez que ela estava com um pingente do brasão da nossa família! - Alicia respondeu pensativa. 

-Um ótimo começo! - Domi disse com um sorriso enquanto o resto de nos ficamos com um cara de tipo "Socorro, alguém me ajuda que eu estou boiando!" 

-Am... Será que rola legenda? - pergunto olhando pra ela que apena reviro os olhos. 

-Podemos começa a procurar o pingente! Por mais que não venha a nos levar diretamente a ela, nos levara a alguém que teve contato com ela! Entenderam ou vocês vão querer que eu desenhe? - ela pergunto irônica enquanto agente mudava as excreções pra algo do tipo, " Ahh! Agora entendi! Boa ideia! " 

-Podemos colocar um anuncio no jornal quando formos a Hogsmende no próximo fim de semana! - propus. 

-Boa, mais como vamos colocar o anuncio?-  Roxanne pergunto - Não podemos simplesmente colocar um anuncio de que se esta procurando um pingente perdido que talvez pertença a uma princesa de outra dimensão! - comento de modo irônico. 

-Podemos apenas colocar dizendo que é de valor sentimental e que foi roubado! - James Idiota Sirius Galinha Potter propos. 

-Bem pensado! - Alicia disse com um sorriso. 

-Aproveitando a ocasião! - Fred começou olhando pra Alicia, - Eu queria saber se.. Amm.. bem é.. se você não gostaria de ir ao passeio comigo? - Fred pergunto meio sem jeito o que ne deixou incrédula, Fred, um dos maiores galinhas de Hogwarts perdendo apenas para o Potter, sem jeito perto de uma menina! Isso é maluquice demais! 

-Adoraria! - ela respondeu com um enorme sorriso e ficando um pouquiiiinho vermelha! 

-Ruiva, pra não perde o jeito, Você aceita sair comigo? - James Cara-de-pau Potter pergunto com um sorriso esperançoso. 

- Como eu já disse ante, Prefiro sair com a Lula gigante do que com você! - respondi num tom calmo e quase doce o que assustou um pouco os outros. 

-A ruiva, vai comigo, prometo que não vai se decepcionar! - ele pediu agora com cara de cachorro abandonado.  

-Já disse que não Potter! - falei mais agora em um tom agressivo. - E boa noite pra vocês! - disse olhando pros outros  com um sorriso e de modo delicado, - E uma péssima noite pra você! - disse agora olhando pro James. 

Depois dessa rápida reunião, sai da sala precisa sendo alguns segundos depois acompanhada pelas meninas. Apos entrarmos no dormitório tomamos banho e colocamos nossas roupas de dormi. 

-Então, Alicia, você e o meu irmão em? - Rox pergunto com um sorriso malicioso a loira que corou instantaneamente. 

-Que? Não, claro que não! Somos apenas amigos! - ela respondeu um pouco nervosa. 

-Sei. Mas estão o que você acha dele? - Domi pergunta. 

-Amm... Ele é legal, divertido, simpático, engraçado, muito bonito. - Alicia começo a enumerar. 

-E você gosta dele! - completei a fala dela. 

-O que? - pergunto surpresa, - Não!... Que dizer, não sei!... Talvez! - disse por fim corando mais um pouco. - Mas você e o meu irmão? - pergunto ela olhando para a Domi. 

-Não sei do que você está falando! - Dominique falo. 

-Fala serio Domi, agente te conhece e mesmo se não te conhecesse basta ficar por dois minutos perto de vocês pra perceber que tá rolando um clima! - falei a ela. 

-É o que eu diga! - Rox falo um pouco emburrada. 

-Ai, está bom suas chatas! Eu acho que gosto dele! - ela por fim falo. 

-Acha? - Alicia pergunto. 

-Sim, acho! Não posso sair por ai dizendo com toda a certeza do mundo que gosto dele, afinal eu mal o conheço! - Dominique explico. - Mas e você e o James, Liz? - ela pergunto olhando pra mim. 

-Não existe nada entre eu e o James, se é isso que quer saber! - falei e emburrei a cara. 

-Alicia, você sabia que primeiro, segundo e comecinho do terceiro ano, a nossa queridíssima amiga Liz teve uma quedinha pelo, como é mesmo que ela chama? Ah sim, James Idiota Sirius Galinha Potter? - Rox pergunto com um sorriso maroto. 

-Serio? - a loira pergunto surpresa, e eu apenas bufei. - E porque ela não tem mais? - ela pergunto curiosa. 

-Porque eu percebi que era uma grande idiotice gostar de um idiota galinha! - respondi com raiva. 

-Em outras palavras, porque ela decidiu esconder o ciúmes, fingindo que não gosta dele e chamar a atenção dele implicando com ele! - Dominique traidora Weasley falo. 

-Ciúmes? - perguntei com raiva, - Eu não tenho ciúmes do Potter! E eu não gosto mais dele! - disse e em seguida atirei um dos travesseiro que estavam na minha cama na Domi o que deu inicio a uma guerra de travesseiro. 

 

 

Hoje, quinta, 14 de setembro, cá estou na torre de astronomia depois de um dia, super, hiper, mega chato e corrido. 

Aqui estou eu, perdidamente distraída, observando as magnificas estrelas de uma noite linda de lua cheia. E foi justamente se aproveitando dessa minha distração que alguém se aproximo e tampo meus olhos.  

-Adivinha quem é minha ruiva! - o dono das mãos que estão fechando meus olhos pediu.  

-O único ser irritante que insiste em me chamar de MINHA ruiva. - falei um pouco irritada tirando as mãos do idiota Potter do meu rosto.  

-Nossa que mau humor! - ele disse agora do meu lado, também olhando pro céu, - Motivo especial por esse mau humor, ou, só eu? - ele pergunto olhando pra mim por alguns segundos.  

-Não estou de mal humor! Só estou chateada! - falo baixando o olhar - E não, você não tem nada a ver com isso! - aviso suspirando cansada.  

-Então porque? - ele pergunta curioso e sinto que ele esta olhando pra mim.  

-É bobagem, deixa isso pra láh! Sem contar, que você deve ter coisa melhor pra fazer! - falo agora olhando pra cima, "Você é forte! Não vai chorar por isso! Você é forte! Você consegue! Você é forte! Você não vai chorar!" Repeti mentalmente pra mim mesma varias vezes.  

-Você não é de ficar assim, então não é bobagem! E não tem outro lugar que eu queira está se não esse! Então pode começa a falar! - ele pediu com um tom levemente autoritário e muito decidido. 

-Porque se importa? - pergunto estranhando o fato dele querer saber disso. 

-Porque por mais que finja me odiar, ou me odeie, tanto faz, eu sou seu amigo e eu me importo com você! - ele respondeu me deixando intrigada. - Agora desembucha! 

-Meus pais me mandaram uma carta hoje de tarde, quase que de noite. - falo com um suspiro, baixando o olhar e tentando esconder o meu rosto com os meus logos cabelos ruivos.  

-Tá, mais o que tinha nessa carta que deixou assim? - ele pergunto, acho que preocupado.  

-Eles disseram que no natal quando eu volta vão se mudar pro Japão! E... - não deu, comecei a chorar, as lagrimas escoriam pelo meu rosto.  

-E? - ele disse me incentivando a continuar, acho que ele não percebeu que eu estava chorando. Graças a Merlin!  

-E eles disseram que se eu não quiser ir tudo bem, que eles me mandam de volta pro meu lugar! - falo triste enquanto as lagrimas escoriam no meu rosto.  

-Como assim, te manda de volta? - ele pergunta confuso.  

-Eu... Eu não sou... Não sou filha deles!... Sou adotada, e acho que... que eles se arrependeram de terem me adotado. - falo, ou tento falar.  

-Ei calma! - ele diz pegando meu braço, e delicadamente me puxando para um abraço, o qual eu correspondi sem pensar duas vezes. -Você pode ficar em Hogwarts e depois eu te ajudo a pensar em algo! - ele falo depois de alguns minutos, passando a mão em meus cabelos.  

-Não, não posso! Meu orfanato fica na Alemanha, o que me torna responsabilidade do Ministro da Magia Alemã e não Inglês. - disse afundando mais, meu rosto em seu peito, enquanto ele apoiava o queixo em minha cabeça.  

-Isso não é certo! Talvez... Talvez a tia Minnie possa te ajudar, acha um jeito de você ficar! - ele propôs estranhamente preocupado, mais se bem, que isso é normal em comparado ao fato de eu está gostando de abrasar ele. 

-Não, ela não pode! Quando estava no começo do quinto ano, perguntei se teria algum modo deu sair do me atual lar e continuar em Hogwarts, e ela disse que não, já que se isso acontecesse eu voltaria a morar na Alemanha, então consequentemente eu teria que estudar na escola de lá e não na daqui. - eu expliquei.  

-Eu não aceito que suas únicas opções sejam ir pro Japão ou ir pra Alemanha! - ele falo com um pouco de raiva!   

-Deixa isso pra lá! Vamos falar de outra coisa! Por favor! - pedi me soltando do abraço e tentando enxuga as lagrimas do meu rosto. - Foi mal! - digo olhando pra camisa dele que esta um pouco molhada devido as lagrimas. 

-Não tem problema! - ele diz com um sorriso enquanto coloca um mexa do meu cabelo atrás da minha orelha, - Então sobre o que quer conversa? - ele pergunto me olhando nos olhos.  

-Não sei, qual quer coisa que me faça esquecer esse problema e que me faça ficar de boa  o resto da noite! - disse enquanto me sentava encostada na parede que ficava de frente ao parapeito o qual eu estava escorada a minutos atrás.  

-Algo me diz que tem um motivo especial pra você querer ficar de boa o resto dessa noite, e que esse algo tem haver com o seu ótimo humor da manhã! Estou certo? - ele pergunto depois de se acomodar ao meu lada.  

-Sim! Hoje é um dia especial! - respondo ainda olhando as estrelas e levemente sorrindo.  

-Porque? - ele pergunto, como sempre curioso.  

-Hoje... Não conte pra ninguém, mais hojeéomeuaniversario! - falo rápido, agora além de mim e da McGonagoll só ele sabe!  

-Am? - ele pergunta confuso - Será que você poderia repetir a ultima parte mais devagar? - ele pediu e eu apenas suspiro cansada antes de continuar.  

-Hoje é meu aniversario! - repito olhando pra ele. 

-Serio? - ele pergunto, eu apenas olhos naqueles olhos verdes e com um sorriso confirmo com um gesto suava de balançar a cabeça. - Sei que não quer falar sobre o assunto, mais é por ser adotada que não gosta de falar a sua data de aniversario? - ele pergunta. 

-Mais ou menos isso! Esse não é realmente minha data de aniversario, essa é a data em que eu fui abandonada na rua do orfanato. - explico um pouco triste olhando as estrelas. 

-Um! - ele diz um pouco pensativo, então apos alguns segundos abre um sorriso. -Eu sei de uma coisa que pode te animar! - ele diz se levantando e estendendo a mão pra mim, -Garanto que você não vai se arrepender! - quando ele disse isso, não sei direito o porque ou como, mais uma onde de confiança percorreu por mim e eu aceite sua ajuda pra levantar e acompanhei-lo. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...