História Entre Dois Mundos - Capítulo 9


Escrita por: ~

Postado
Categorias Encantada, Mogli - O Menino Lobo, Princesinha Sofia, Rei Leão, Zootopia - Essa Cidade é o Bicho
Personagens Baguera, Bailleywck, Balu, Cedric, o Feiticeiro, Clover, Judy Hopps, Kiara, Kovu, Mogli, Mufasa, Nala, Nick Wilde, Personagens Originais, Princesa Amber, Princesa Sofia, Príncipe James, Pumba, Rafiki, Rainha Miranda, Rei Roland II, Shere Khan, Simba, Timão, Vitani, Zazu, Zira
Tags Nova Princesa Tlk
Visualizações 10
Palavras 1.288
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Crossover, Fantasia, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Linguagem Imprópria, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Mais um capítulo, amanhã vou postar uma oneshot, podem esperar, a partir de 14:00, fiquem atentos. Agora vamos conferir o capítulo!!!!!!!
(Obs: O desenho, é original meu, é oficial!!
Se você assiste Guarda do leão e não assistiu Caminho para Udugu terá um pequeno spoiler. Mas dá pra ler Ok.)

Capítulo 9 - Caminho para Udugu!


Fanfic / Fanfiction Entre Dois Mundos - Capítulo 9 - Caminho para Udugu!

Já tinham se passado algumas semanas, no dia anterior Ujasiri havia conhecido seu protetor ( não tão eficiente e pontual ) e os dois desfrutavam do apartamento de Giselle. Estava quase amanhecendo e Ujasiri estava tendo um sonho, mais parecia uma memória, isso vinha acontecendo nos últimos dias, vestígios de sua infância vinham em forma de sonho provavelmente para ela lembrar de detalhes insignificantes, mas feliz que não podem deixar de existir.

SONHO ON

Ujasiri e seu irmão Kopa, brincam bem perto da pedra do rei, eles sempre se deram muito bem, Ujasiri era uma irmã protetora e Kopa era muito compreensivo, os dois nunca lhe deram trabalho em relação a brigas ou discussões ( diferentes da Kiara e do Kion ). Tendo em vista que os dois eram muito companheiros, Nala resolve levá-los a Udugu. Os três se dispedem do rei e vão adiante para Udugu. No caminho os dois não param de fazer perguntas.

- Como é Udugu mãe?

Kopa: Vai demorar muito?

Serena e sorridente Nala os responde.

Nala: Paciência meus pequenos, logo veram Udugu!

Então eles chegam em um arbusto de espinhos bloqueando a passagem.

- Como vamos continuar?

Nala: Devem seguir em frente!

Kopa: Mas podemos nos arranhar!?

Nala: Há um meio de atravessar os espinhos sem se machucar.

Os irmãos se olham e Ujasiri toma a frente.

- Muito bem então, vamos tentar por baixo, vem maninho.

Kopa: Vou logo atrás de você!

Os dois tentaram por baixo mas não estava dando muito certo, eles chegaram no meio dos arbustos onde não havia espinhos.

- Bem vamos continuar, não vai fazer mau um pouquinho de... dor né?

Kopa: Que tal irmos por cima, acho que da pra andar pisando nas laterais dos espinhos onde não tem a ponta!?

- Boa ideia Kopa, vamos!

Realmente eles se machucavam bem menos, mas não os impediram de se furarem uma vez ou outra.

Kopa: Talvez não tenha sido uma boa ideia?

- Pelo menos foi melhor que a minha, estamos nos espetando bem menos agora.

Ela tentou animar o irmão, ele se sentia muito inútil por ser o mais novo, mas era mais pelo seu tamanho, mas ele iria crescer. Quando sairam daquela torturante e dolorosa moita de espinhos chamaram por sua mãe para que ela pudesse ver que conseguiram sair de lá, mas o que viram os deixou assustados, a verdade é que sua mãe não estava lá com eles nem do outro lado dos arbustos, eles começaram a se desesperar.

- Onde está a mamãe, ela sumiu!

Kopa: Não quero ficar sem minha mãe Ujasiri.

- Calma, vamos nos acalmar e raciocinar direito.

Nesse momento ela olha para o chão e vê pegadas que iam para uma direção.

- Só podem ser dela, veja são como as minhas porém menores! Vamos conferir.

Kopa: Vamos então, o que agente tá esperando!

Eles seguiram as pegada esperançosos até que eles dão de cara com uma pequena montanha e as pegadas somem.

- Elas acabam aqui!?

Kopa: E agora?

- Se essas pegadas pertencerem mesmo a mamãe, então ela deve ter pulado lá pra cima.

Kopa apenas presta atenção em como sua irmã é eficiente e astuta.

- Vou subir pra ver se a encontro ok?

Kopa assente com a cabeça, ela já era bem grande, na verdade isso aconteceu um dia antes do sumiço de Ujasiri. Assim que ela pulou viu que ainda tinha outra subida, mas essa ela não alcançava, observou atenciosamente o local e encontrou uma fresta que dava até o outro lado, ela não passava, mas Kopa sim. Ela não queria mandar seu irmão por que ele era muito jovem, e não sabia se defender direito, mas ela precisava acreditar nele. Então ela desce e explica para ele tudo o que ele tem que fazer, passar pela fresta e procurar a mãe deles apenas de olho, e se não encontrasse ele voltava, para eles arrumarem outra solução para atravessar os dois juntos e procurarem sua mãe. Ele fez uma cara meio assustada e também de decepção.

Kopa: E se eu não fizer direito e alguém me pegar, eu sou tão pequeno, pelo visto só sirvo para passar por frestas pequenas.

Ujasiri olha pra ele com pena, ela não queria que ele se sentisse assim, não queria que ele pensasse isso de si mesmo.

- Qualé Kopa, você é muito mais que um tampinha. Lembra daquele dia no lago, eu fiquei presa no fundo por umas raízes e foi você quem me salvou, nadou até o fundo e mordeu as raízes, e também deu a ótima ideia de irmos por cima dos espinhos e foi uma ideia bem melhor do que a minha. Você pode fazer isso e qualquer coisa que quiser se você tiver vontade e perseverança!

Ao ouvir aquilo, o peito do pequeno príncipe se enche de coragem e ele resolve passar, ao chegar do outro lado ele grita pra irmã.

Kopa: Você não vai acreditar no que estou vendo!

- Oque? É a mamãe?

De repente Nala pula com Kopa em sua boca para o outro lado.

- Mãe? Você esteve lá todo esse tempo?

Nala: Sim.

- Mas, e agora, chegamos em Udugu?

Nala: Sim, vocês chegaram!

Kopa: Aqui?

- E você não quis dizer "nós chegamos"?

Nala: Não. Vocês chegaram em Udugu. Udugu não é um lugar, é um termo para camaradagem e todos os irmãos devem ter.

- É verdade, nossa que legal, adorei a experiência.

Kopa: Eu não, saímos da nossa casa para procurar o que já temos, eu e você sempre fomos melhores amigos.

Nala: Sim Kopa, mas isso é pra você saber que mesmo que um dia vocês briguem ou algo do tipo, não importará a discussão, se vocês precisarem um do outro vocês vão se ajudar.

Kopa: Ahhh, entendi agora.

E assim eles voltam pra casa, pra contar a novidade ao pai.

SONHO OFF

Ujasiri dormia sorrindo com a lembrança, quando de repente é sacudida como uma peneira de areia e acorda.

- AFF! O que é isso?

Itan: O mago que a Giselle chamou esta aí.

- Finalmente ele chegou!

Ela se arruma em tempo recorde e vai pra sala ao encontro do feiticeiro. Ele era bem velho e trajava roupas escuras, mas tinha um sorriso simpático e parecia bem travesso.

Mago: Bom dia princesa!

- Muito bom dia, senhor?

Mago: Magnos, meu nome é Magnos senhorita.

- Ou! Certo, Sr.Magnos.

Magnos: Bem vamos ao que interessa. Sua viagem não será tão rápida quanto esperava princesa. Não há como abrir um portal direto para as Terras do Orgulho, terá dois lugares em que vocês teram que passar antes. Zootopia e Índia.

Nesse momento Ujasiri lembra de seu antigo amor de infância, Shere Khan.

Magnos: Vou abrir o primeiro portal agora para vocês e os outros vocês teram de abrir, porém há um pequeno problema, tem dois mundos para atravessar e eu só tenho duas cápsulas com a porção que abre esses portais, uma para agora e outra para a próxima mas não para a última que levam vocês exatamente aonde querem chegar.

Ujasiri deu um grande suspiro, ia se lamentar para o velho bruxo mas Itan a interrompe.

Itan: Eu sou um feiticeiro, posso fazer essa poção e por em uma cápsula. - Ele puxa uma pequena cápsula do bolso de sua blusa-. Só preciso saber os ingredientes?

Magnos: Que bom um feiticeiro. E estão com sorte por que é exatamente na Índia que se encontra esses ingredientes.

O velho bruxo faz uma lista e entrega ao Itan. Então o mago abre o portal para eles, todos se dispedem rápidamente Ujasiri já demorou demais para chegar ao seu reino. Mas antes do entrar no portal, Ujasiri relembra sua promessa a Meg.

- Quando tudo estiver resolvido, eu venho te buscar e vamos passar bons tempos nas Terras do Orgulho.

Meg assenti com a cabeça e lhe dá um apertado abraço.

Então eles passam pelo portal e se vêem em Zootopia. Eles se deslumbram com a arquitetura do lugar, bem moderna. Mas nesse momento, um ladrãozinho, Duque Doninha, pega da mão de Itan a cápsula do próximo portal e corre.

Itan: Hey você! Devolva isso!


Notas Finais


E é isso espero que tenham gostado, bjs e até o próximo!!!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...