História Entre metal e fogo - a historia de uma garota e uma dragoa - Capítulo 15


Escrita por: ~ e ~Mecha-gigan

Postado
Categorias Originais
Tags Amizade, Bruxas, Dragões, Elfos, Fadas, Guerra, Humanos, Magia, Ogros
Visualizações 12
Palavras 3.282
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Fantasia, Ficção Científica, Romance e Novela, Saga, Violência, Yuri
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Ola caros leitores bem é o seguinte hj irei fazer uma votação para o nome do reino da fanfic seguinte vcs escolheram entre: Excalishield,arthvania ou merland
Bem bom capitulo e não se esqueçam de votar

Capítulo 15 - Medo e desesperança-(parte 1)


Fanfic / Fanfiction Entre metal e fogo - a historia de uma garota e uma dragoa - Capítulo 15 - Medo e desesperança-(parte 1)

Tyrus P.V.O

eu e o túlio estávamos afiando as nossas armas até ouvirmos um som de galope se aproximando de nós, era o Bernard ele estava com algo no bico era.. UMA DAS KATANAS DA PÉROLA!! Em um pulo eu me levanto e vou na direção do Bernard ja pegando a arma da pérola.

-Tyrus: Oque que aconteceu com ela?

-Túlio: Calma Tyrus ela deve estar bem so deve ter esquecido a katana so isso.

-Tyrus: E se ela não tiver esquecido? Você sabe que ela não esquece nem as varias adagas que ela tem!

-Túlio:..

Elise P.V.O

depois de treinar mais um pouco eu ja estava prestes a levantar voo, mas ai eu lembrei da nanica de nome Lysandra, pera onde ela ta. Hm ela deixou algumas pegadas é melhor segui-las; as pegadas terminavam em uma lagoa. Bem pro bem dela é melhor ela não ter fugido se não eu mesma vou matar ela, espera um pouco ae tem mais algumas pegadas aqui hm ela deixou a garrafa de agua e pelo jeito a garrafa caiu bruscamente. Melhor alertar a Gizel e o Hellsbroom.

Hellsbroom P.V.O

-Gizel: Não não e não hellsbroom.

-Hellsbroom: Você sabe que eu estou certo sobre investigar o caso da Megan.

-Gizel: As pessoas mudam Hellsbroom tanto pra bem quanto pra pior...

quando ela ia sair da tenda eu peguei no ombro dela e a fiz virar, pondo as mãos nos dois ombros dela e a olhando nos olhos.

-Hellsbroom: Diga me Gizel com toda honestidade você acha que uma mudança tão drástica em uma pessoa não é preocupante?

-Gizel: E-e-eu ach-o-o....

isso sempre funciona com ela.

-Emily: Erham eu ainda to aqui se o casal não percebeu.

-Gizel: Não somos um casal.

-Emily: Uhum e eu não tenho uma cauda de serpente.

-Elise: Gizel,Hellsbroom temos um problema grave.

-Hellsbroom: Oque que ouve ?

Lysandra P.V.O

acordo com a visão turva e sentido um pouco de frio aos poucos minha visão vai se recuperando o suficiente para eu ver que estava em uma tenda, estava com as mãos presas a um poste de madeira. Senti algo nas minhas costas olho pra trás e la estava a Pérola ainda inconsciente repentinamente senti algo me encarando.

-????: Até que enfim pelo menos uma acordou.

-Lysa: Hein onde que eu estou!?

-????: Eu diria que em uma tenda mais seria óbvio demais então...

-Lysa: Porque justo eu e a pérola? E quem é você?

-????: Ah onde estão meus modos meu nome é Caitlyn, Caitlyn a Succubus.

so quando ela disse que ela era uma Succubus que eu percebi os chifres apontando pra cima e as asas iguais as de um dragão e fora que ela era um um pouco pálida com o corpo bem avantajado e volumoso e claro a calda com uma ponta em forma de seta.

-Pérola: Hm oque que aconteceu?

-Caitlyn: Nem eu sei, so trouxeram vocês aqui e me mandaram Vigia-las.

-Pérola: Valeu pela resposta de todos os misterios da vida.

-Caitlyn: De nada.

-Lysa: Você não consegue identificar sarcasmo?

-Caitlyn: Oque você disse!

Depois que ela disse "oque" a voz dela ficou assustadora; ela estava em um tom profundo e com uma espécie de eco; do nada sinto algo um tanto pontudo tocando na minha garganta so agora percebi que era a unha dela transformada em uma garra,ela foi passando a garra até chegar ao meio da minha garganta quando ela parou eu pude sentir um medo enorme correndo pelo meu corpo.

-Caitlyn: Brincadeira amiga eu não iria te matar nem se quisesse.

-Pérola: O seu conceito de brincadeira é bem estranho.

-Caitlyn: Eu sei disso muito bem!

-????: Hey o súcubos inútil a chefe quer te ver AGORA!!!

-Caitlyn: Ta ta ja to indo.. Ah e tchau pra vocês duas!

ela e o ser estranho saíram da barraca indo pra algum lugar desconhecido; pra falar a verdade esse lugar todo ja é desconhecido pra mim e pra Pérola provavelmente.

-Pérola: Hey Lysa se eu morrer eu te levo junto comigo.

-Lysa: A gente não vai morrer se lembra que você é a estrategistas?

Hellsbroom P.V.O

-Gizel: Então basicamente ela simplesmente sumiu sem deixar nada alem da garrafa?

-Elise: Sim.

-Gizel: Bem Elise você vai ter que me desculpar porque eu não posso simplesmente mandar todo o vale procurar por ela.

-Elise: Eu não pedi pra todo esse vale ir atrás dela eu pedi pra que me ajudassem a buscar la; e alem disso você sabe que se levaram a Lysandra é porque tem algo que ela saiba e que eles podem usar a favor de qualquer coisa.

-Hellsbroom: Olha Elise eu a gizel e a emily nos importamos com os soldados que já lutaram ao nosso ou que ainda vão lutar; mas não podemos perder ninguém e se eles conseguirem retirar algo da humana vamos estar preparados pra tudo que vier.

-Elise: M-Mas-

-Gizel: Volta pra árvore Elise.

-Elise: Ok...

ela levantou voo e foi até a grande arvore na montanha.

-Gizel: Ótimo, um soldado sequestrado diretamente d a nossa base e um dragão furioso; oque mais deveríamos esperar?!

-Hellsbroom: Você deveria descansar um pouco, deixa que eu cuido de tudo enquanto você passa um tempo com a sua filha.

-Emily: O Hells ta certo descansar um pouco a mente e o corpo de vez enquanto é bom; até pra liders de guerra.

-Gizel: Ok mais so por hoje; ah e Hellsbroom acho que você deveria rever o Jack e a aria eles devem estar com saudades de você.

-Hellsbroom: Bom descanso e pode deixar que eu vou visitar os dois.

sai da tenda dela, bem hora de visitar um amigo e uma amiga; fui andando até chegar aonde os dois geralmente vinham da caminhada nas florestas.

Jack P.V.O

estava treinando perto do penhasco; estava treinando so com um manequim como meu alvo; tiro o minha espada dupla (PS; igual aquele "bastão" do star War so que ao invés de laser aqui é espada.) da bainha que eu tenho pendurado nas costas; me concentrando eu projeto na minha mente a imagem do inimigo: Um orc, fico em posição de batalha e começo a girar a espada dupla e corto o peito do manequim e depois enfio a lamina na cabeça do manequim.

-Aria: Você é bom nisso.

-Jack: Ham aria ?! Ah q-q-quanto tempo você ta ai?

-Aria: Acabei de chegar.

-Jack: Ah e-então err vamos pro passeio na floresta?

-Aria: Claro vamos.

coloquei a espada de volta na bainha e fui até a elfa morena.

-5 minutos de caminhada depois-

Durante a caminhada acabamos achando um velho conhecido tanto pra mim quanto pra aria: Hellsbroom.

-Hellsbroom: Ola.

-Jack: Hellsbroom oque te trás aqui?

-Hellsbroom: So vim visitar um velho amigo e a colega dele.

-Aria: Bem faz tempo que não nos vemos; oque tem de novo?

-Hellsbroom: Ah tem um soldado sumido.

-Jack: Espera mais soldados ja não somem nas guerras?

-Hellsbroom: Bem esse caso é um pouco mais diferente...

-Aria: Oque que ouve?

-Hellsbroom: Sequestraram enquanto ela estava aqui no vale.

-Jack: Como é que é!?

-Hellsbroom: Enfim tenho que ir se cuidem!

Emily P.V.O

Não consigo parar de pensar no que fazer agora que provavelmente um novo inimigo surgiu e que esse inimigo acaba de sequestrar alguém, e pior; ele sabe onde estamos.

-Elfo: Capitã.

-Emily: Oque?

-Elfo: Um fauno informou que uma humana aliada foi sequestrada enquanto estava no vale das fadas.

-Emily:... Traga esse fauno!

-Elfo: Ok.

Ele se retirou indo na mesma direção que ele veio; esperei até que pouco e o elfo ja veio junto com o fauno.

-Emily: Qual seu nome?

-fauno: Tyrus, senhora.

-Emily: Tyrus você sabe alguma coisa sobre o desaparecimento desse soldado?

-Tyrus: Sim conhecia ela.

-Emily: Você tem alguma idéia de onde ela possa estar?

-Tyrus: Não Fasso nenhuma idéia.

-Emily: Ok; pode voltar para suas atividades.

-Quebra de tempo (01:51)-

-Emily: Hey acorda

-Tyrus: Ham; oque?!

-Emily: Vamos resgatar sua amiga e uma aliada.

-Tyrus: Não se ofenda mas. Nós dois nem sabemos como encontra-la.

-Emily: Tem certeza?

so agora consegue perceber um hellhound e dois shisas acompanhando ela.

-Tyrus: Ok você é realmente muito preparada.

-Emily: Eu sei agora anda.

fomos andando discretamente pelo vale evitando os vigias da noite; até chegarmos na montanha onde aquela arvore gigante estava e la estavam os meus amigos, meu irmão e um humano e uma elfa junto de um grifo e uma bruxa e a fénix de antes.

-Emily: Bem deem algum item dela pros rastreadores farejarem.

Túlio pegou a bainha da Pérola e aproximou do focinho dos animais; eles começaram a cheirar e os dois foram seguindo montanha abaixo até ir em direção a uma floresta; foi um longo caminho até os rastreadores pararem; o local era uma floresta com arvores com folhas azuis e vermelhas junto do tradicional verde e logo na entrada da floresta havia um acampamento massivo.

-Emily: Ué não tem ninguém no acampamento.

-Amy: É melhor investigar?

-Emily: Com certeza!

aquele lugar estava cheio de sangue e com alguns órgãos espalhados pelo chão; oque poderia ter acontecido aqui?!

-Alexandra: Os rastros param nesse pântano.

Emily olhou ao redor procurando algo provavelmente para nos levar até o outro lado do pântano; o olhar dela parou sobre alguns botes.

Caitlyn P.V.O

bem da ultima vez que a Éris me chamou pra uma conversa eu quase perdi uma das asas; mas aquilo foi passado então é melhor deixar de lado.

-Caitlyn: Eu to aqui; como você pediu.

-Éris: É queria te dizer que é muito melhor você não deixar o mesmo incidente de quando você cuidou de outra coisa.

-Caitlyn: Aquele cara tava me provocando.

-Éris: É melhor você controlar seus hormônios succubus.

-Caitlyn: Sim senhora.

-Argrus: Hora,hora,hora.

essa não,eu reconheceria essa voz profunda em qualquer lugar; esse wendigo não pode ter retornado.

-Éris: Argrus o que te traz aqui?

-akublad: Invasores estão vindo pelo pântano do dente sensei.

-Caitlyn: Onde esta o general?! Ah que se foda.

ela pegou uma faca de pedra com alguns símbolos estranhos e fez um feixe em formado de olho; o feixe mostrava um lago com algumas árvores saindo da água e nesse lago estava algumas canoas.

-Éris: Aku mande os kappas libertarem o afanc.

-Akublad: E se eles conseguirem matar o afanc?

-Éris: Eu não me importo; mesmo quando prendemos o afanc ele não deixou de ser um dos nossos maiores problemas.

-Akublad: Ok sensei.

o dark samurai então se retirou da tenda.

-Argrus: Uma das bruxas revelou o plano que tínhamos para a humana e a mestiça.

-Éris: Argrus por acaso você esta com fome?

-Argrus: Sim

-Éris: Então se divirta matando ela.

o wendigo logo saiu da tenda também mas com um poco mais de pressa.

-Éris: Enquanto a você...

eu olhei pros lados e apontei pra mim mesma com uma cara de duvida.

-Éris: Volte pro seu trabalho.

Narrador P.V.O

-enquanto isso no pântano com os dois kappas-

-Kappa1: Pronto chegamos.

os kappas logo sinalizaram pros beberokas sugarem a água do pântano; eles praticamente secaram esse parte do pântano se não fosse por algumas possas de água, com a diminuição da agua logo se revelou um ser crocodiliano gigante de pele verde azulada,algumas partes laranjas e com varias correntes no corpo. Logo os kappas se aproximaram do animal acorrentado e retiraram as correntes que estavam prendendo o pescoço dele depois foram retirando todas as correntes do corpo do crocodiliano e quando eles acabaram o animal logo sibilou agressivamente e avançou contra eles com certa dificuldade, mas logo foi parado por um beberoka; o mesmo colocou uma "tornozeleira" no animal; assim que a "tornozeleira" encostou na pele dele ele deu um grito de dor muito alto. Logo ele deitou no chão lamoso do pântano pra se recuperar.

Emily P.V.O

estava tudo indo bem até agora; nenhum sinal de inimigos ou qualquer coisa do tipo, nem se quer um crocodilo no lago.

-Tyrus: Os peixes estão nadando pra mesma direção que estamos indo.

-Emily: Não se preocupa deve ser so algum galho que caiu na água que os assustou.

 

quando eu olhei pra água eu arregalei os olhos; eu juro que nunca vi tantos peixes nadando em um pântano so e ao mesmo tempo, quando o cardume todo foi embora senti a nossa canoa levantando da água bruscamente, quando eu olho o causador do problema é um crocodiliano gigante. Quando ele saiu da água ele fez até ondas. Não demorou muito tempo pra ele voltar pra água mas sem antes de dar um golpe com a grande calda dele; o golpe acabou arrancando a parte da frente da canoa que eu e o tyrus estávamos.

Jack P.V.O

logo que aquele animal arrancou uma parte da canoa da capitã eu peguei o meu crossbow e Aria pegou o seu arco ja com duas flechas preparadas.

-Emily: Não desgrudem a atenção do lago!!!

aqueles dois gigantes pegaram alguns troncos que estavam boiando na água e se colocaram em posição de ataque. Logo o crocodilo estranho saiu da água tentando morder a gigante com o cabelo preso em um coque. Eu e aria atiramos nele mais as flechas nem chegaram a perfurar de verdade a pele dele, o mesmo desviou a atenção para nós dois; ele não se chegou a sair ja que a gigante agarrou a cauda dele e o outro gigante ruivo ja foi logo segurando a boca da criatura assim a deixando de boca fechada; mas não demorou muito pra criatura se libertar com brutalidade intensa.

-Jack: Aria vamos sair daqui!!

-Aria: Como Jack?!

eu olhei pros lados tentando achar algo pra nós manter na superfície mas não tinha nada além de folhas caídas; logo senti algo me puxando e era a emily ela estava usando a cauda longa de cobra dela, sem perder tempo peguei a mão da Aria a puxando comigo.

-Aria: Jack,tem algo na perna dele.

dei uma olhada pra perna daquele monstro e a perna dele estava com uma tornozeleira que pelo visto esta deixando ele violento.

-fauno: Então qual o plano pra tirar aquilo da perna dele?

-Emily: Vamos precisar de distração e mantê-lo na superfície.

-fauno: Ok; BETH,ROBERT,VOCÊS CONSEGUEM MANTER O BICHO NA SUPERFÍCIE?

Os gigantes fizeram um sinal positivo com a cabeça.

-Jack: Eu cuido da tornozeleira dele.

os gigantes avançaram um pouco mas logo pararam por algum motivo desconhecido, logo que o animal verde azulado viu eles ele se afundou na água. O silêncio reinou novamente so sendo quebrado pela mandíbula do réptil gigante se fechando na canoa onde a ogra e a dríade estavam; felizmente a dríade foi rápida o suficiente pra regenerar a madeira do barco.

quando ele chegou perto da nossa metade de canoa eu pulei nas costas dele. Aproveitando a pele molhada dele eu escorreguei até a metade do torso dele; me agarrei em um dos espinhos dele logo peguei minha espada e pulei na tornozeleira; essa tornozeleira tinha uma fechadura; coloquei a lamina da espada dentro da fechadura tentando arromba-la.

-Aria: JACK CUIDADO!

so agora percebi o lagarto esverdeado virando o corpo pra tentar me pegar. Tentei subir mas a pele dele me fez cair na água. Quando eu esperava ele tentar me morder ou me esmagar com a calda vejo ele distraído com algo ou melhor sendo atacado por algo no momento não consegue identificar mas não da tempo de pensar nisso. Peguei meu crossbow e mirei na fechadura um tiro certeiro, peguei novamente minha espada e a usei pra subir na tornozeleira dele. Logo arrombei a fechadura tirando ela e revelando que essa tornozeleira estava com alguns espinhos de feitiços; quando eu retirei a tornozeleira ele parou de se mexer ele parecia estar surpreso,senti algo me puxando pro fundo do lago prendi pouco ar e quando mais a coisa que me agarrou me puxava mais meu ar se ia, acabei aos poucos fechando os olhos, de repente o réptil que eu estava lutando veio em uma velocidade assustadora até pro tamanho dele; ele espantou o meu afogador e me pôs na boca, senti ele subindo até a superfície.

Lá ele me largou na canoa da emily e voltou pro fundo do lagoa. Ao ser "cuspido" pelo grandão fui recebido por um abraço vindo de ninguém mais do que a Aria; fiquei com o rosto vermelho pela forma de afeição repentina.

-Aria: Não me assusta desse jeito de novo!!!

-Jack: P-pode deixar.

-Dríade: Desculpa atrapalhar mas acho que agora temos um jeito de chegar do outro rapidamente.

logo olhei e- não pode ser não estou crendo nos meus olhos, um dragão ainda esta vivo!!!

-Jack: Aria você esta vendo no que eu estou vendo?!

-Aria: Sim e eu não posso acreditar nos meus olhos também.

-Emily: Não se preocupem é uma reação natural.

-Dragão: Ola me chamo Elise.

-Jack: Me chamo Jack e essa é a Aria.

-Emily: Bem Elise vamos usar a sua velocidade pra chegar nas margens.

todos nas canoas jogaram cordas e a dragoa pegou as cordas e começou a voar na mesma direção que estávamos indo antes. Com ajuda da Elise conseguimos sair daquele pântano gigantesco.

-Jack: Eu seriamente nunca pensei que iria ver um dragão de perto.

-Elise: Eu nunca pensei que iria lutar com outro réptil gigante bem hehe até agora aquele foi o primeiro.

-Aria: Elise como você foi acabar no vale das fadas?

-Elise: O Hellsbroom me levou até la e bem eu comecei a treinar com ele.

-Jack: Isso praticamente aconteceu comigo também.

-Aria: Bem algum dia podemos contar essa historia.

-Jack: Sim algum dia.

Emily P.V.O

começamos a seguir novamente os rastreadores. Até os shisas pararam e começaram a rosnar pra uma direção; logo vieram algumas criaturas com aparência de lobisomem em forma de crino mais estes tinham so pouco pelo e o resto do corpo estava totalmente sem pelos junto estavam criaturas humanoides magrelas e com os olhos sem pupilas. Eles começaram a nos atacar os "lobisomens" pularam nos shisas e eles rolaram mordendo uns aos outros; ja as criaturas magrelas estavam ficando em nós, um deles tentou me arranhar mas eu me abaixei justo a tempo e usei minha calda pra dar um golpe que jogou o humanoide longe. Logo peguei minha espada curta e esperei uma dessas coisas virem até mim; não demorou muito para dois deles avançarem contra mim, desviei das garras dele e enfiei a espada bem entre os olhos dele o fazendo cair logo peguei a minha arma de novo e me concentrei no próximo alvo me colocando em posição defensiva. De repente senti algo cortando a minha barriga. Não consegue saber se era os magrelos ou um daqueles "lobisomens" mas no momento so pude cuspir sangue e cair,fui fechando os olhos aos poucos,deu tempo suficiente pra ver os meus soldados sendo rendidos até a Elise e os gigantes; tinha umas criaturas gigantes os segurando.

Lysandra P.V.O

Pérola estava cortando as cordas com uma adaga. Até eu sinalizar para ela que a Caitlyn estava vindo. Quando ela entrou do nada um feixe de luz surgiu e caitlyn simplesmente foi partida ao meio o sangue dela vou para todo o lado junto com alguns órgãos.

-caitlyn: Parabéns destroçando ilusão anjo.

narrador P.V.O

onde Emily se encontrava desacordada surgiu uma pessoa um garoto parecendo uma garota com os cabelos brancos e pontas vermelhas ele andou até a lamia e se abaixou pronto para soltar um grito quando foi interrompido por uma flecha passando muito perto dele.

o lobo humanoide que tinha atirado pegou novamente uma flecha e largou o arco pronto pra lutar.

-Lydian: Ok dessa vez você foi mais rápido wulver mais da próxima não vai ter resgate.

o garoto se aprofundou na escuridão da floresta deixando o wulver e a lamia sozinha.


Notas Finais


Não se esqueçam de votar
Ae esqueci de falar q o Jack e a aria são personagens de leitores gente


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...