História Entre Mundos- A Nova Era - Capítulo 10


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Aventura, Bruxas, Hot, Lobisomem, Magia, Vampiros
Visualizações 12
Palavras 1.121
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Colegial, Escolar, Ficção, Magia, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Canibalismo, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


AEEEEEE, MAIS CAPÍTULO EEEEEEEEEEETAAA.

O capítulo está BOMBÁSTICO ahauhsus
Zueraaaaa, mas tá muito bom.

Capítulo 10 - Bônus- III


Fanfic / Fanfiction Entre Mundos- A Nova Era - Capítulo 10 - Bônus- III


Elliot


– Evan pode me encobrir? – Perguntei. 

As aulas ainda não tinham terminado. Estávamos na hora do almoço, deveria resolver o problema com os Tiyanak's, ou ao menos rondar a casa de Scarllet. 

Eu não sabia motivo pelo qual os mostrinhos estavam aqui ou porque estavam rondando a casa de Scarllet. 

Mas eu iria descobrir. 

– Vai até a casa da ruiva gostosa não é? Esse é o meu garoto! – Evan debochou. 

– Ruiva o que? É melhor ficar quieto antes que eu arranque seu brinquedinho aí. – Rosnei.

– Elliot Carter, o pegador e capitão do time da escola está com ciúmes? 

Rosnei baixo e o encarei. 

" Deveria mata-lo só por falar da nossa fêmea. "

" Dá um tempo Jay. Ele é nosso amigo, mesmo que eu queria mata-lo não dá pra sair matando todo mundo que fala ou encosta em Scarlett. "

Lucia se aproximou para sentar conosco. Ela estava especialmente bem hoje, estava com um sorriso largo, e seus cabelos estavam presos. A bandeja que ela carregava não tinha muitas opções, apenas um suco e algum sanduíche com carne.

Ela se sentou ao lado de Evan que ria descontroladamente com as mãos na barriga. 

– Por que ele está rindo desse jeito? – A garota me perguntou, ela fez um careta estranha e apontou para Evan.

– Ele é retardado. – Resmunguei. 

– Ele está com ciúmes da ruiva. – Evan respondeu entre risadas. 

Lucy e Evan deram risada. Ele sabiam sobre toda história, exceto sobre a vida de Scarllet. Mas sabiam que ela não tinha a memória de quando era criança, pelo menos até os seis anos.

– Vão pro inferno. – Me levantei. 

Especialmente hoje eu não estava de bom humor, toda essa história voltando novamente para minha cabeça havia me deixado stressado. 

Ainda haviam os problemas com os monstrinhos sanguessugas. Eu devia proteger meu território, cuidar do meu bando e livrar as pessoas dessa pequena cidade de qualquer forma de perigo. Mas eu estava falhando. Hoje eu daria um jeito naquilo. 

" Não antes de visitar Scarllet. " – Adicionei mentalmente. 

– Preciso de vocês e mais alguns lobos hoje no parque Estadual Mountain, depois da aula. Vou tentar atrair aquele pequeno problema pra uma parte mais afastada. Traga Melina, ela é a melhor farejadora. 

Os dois pararam de rir, e me encararam. Assuntos do bando eram de extrema importância, principalmente quando envolve a segurança de todos. E claro nosso segredo. 

– Meu pai está investigando o caso do professor de espanhol, pelo que eu soube foram esses amaldiçoados que fizeram isso. Ele sentiu o cheiro podre pela floresta. – Evan murmurou. 

– Que droga! Ele era uma pessoa incrível, gostava dele. Ainda bem que ele não tinha família, digo, não que seja legal, deve ser horrível não ter família. – Lucy soltou um suspiro frustrado.

  – Não precisa explicar, nós entendemos Lucy. – Confortei. – Bom, preciso ir. Vejo vocês lá. 

Eles acenaram e começaram a conversar, com Evan irritando a garota. 


🐺


Estava em minha forma lupina. Era a melhor hora do meu dia, eu me sentia livre. Meus sentindos estavam aguçados de forma demasiada. Estava atento a qualquer movimento ou som pela floresta. 

Mas estava em sua plenitude, um veado se alimentava não muito longe e eu quase segui meu instinto, mas parei ao sentir o cheiro delicioso de Scarllet. 

Parei enfrente a sua casa, era bem simples, uma casa amarela. Tinha um cercado em volta, haviam muitas flores brancas na frente. Inspirei e senti o cheiro de Nathan, porém um cheiro diferente estava bem presente em todo território. 

" Um Skinwalker? O que um deles estava fazendo aqui? Que eu saiba esses cachorros estavam instintos. "

" Parece que não, tem um bem aqui e parece ser dela. "

Dei a volta na casa, e parei onde parecia ser a cozinha. 

Scarlett estava concentrada, acho que ele estava lavando a louça. Foi quando Nathan surgiu perto dela, a pressionando contra a pia.

" Que merda é essa? "

" Eu avisei! Vá dar um jeito naquele lobo tarado. "

Rosnei furioso. O que diabos estava acontecendo ali?

Inspirei pra ver se havia deixado alguma roupa próxima por ali. 

Nós deixamos roupas enterradas ou em cima de árvores espalhadas por toda floresta.

Quando nos transformamos, acabamos por ficar nus, então as roupas são útil, imagine sair pelado por aí? 

Encontrei uma roupa próxima, era só uma calça de moletom, iria servir. Balancei meus pelos pretos e me transformei.

Vesti rapidamente a calça. E voltei para atrás da casa de Scar. A mesma se encontrava do lado de fora, estava distraída procurando alguma coisa no meio de tralhas.

Até que ela pareceu procurar alguém. Quando aqueles olhos verdes recaíram sobre mim, um frio percorreu minha espinha. O cheiro de Nathan estava nela. Me lembrei de alguns minutos atrás e meu corpo inrrigeceu.

Estrelinha parecia não acreditar em estar me vendo ali, ela balançou a cabeça e pareceu fechar os olhos. Foi minha deicha.

Me escondi por meio das árvores. E observei as cenas a seguir. Nathan conversou com ela, até que eles entraram. 

Fiquei algumas horas observando a movimentação e nada havia acontecido até então. 

Ampliei minha audição e pude ouvir eles conversando.

– É claro que sim, mas então vamos? Já são 13:00. E você realmente precisa de um banho, estou sentindo o cheiro daqui. – Nathan falou. 


– Vai se foder, esse é o cheiro do trabalho pesado, você que é burguês safado nunca deve nem ter lavado uma louça. – Scarlett revidou, ela parecia estar subindo as escadas.  – Já volto, vai ser rápido. 

Essa é minha hora. Desci da árvore e fui em direção a casa, bati levemente na porta até que Nathan apareceu sorrindo. 

Porém seu sorriso murchou ao me ver.

– Elliot? O que aconteceu? Está tudo bem? – Nat pareceu desesperado.

– Você está gostando da Scarlett? – Fui direto. Enrolação não estava nos meus planos.

– O que? Não, é claro que não. – Riu, seu corpo relaxou e ele se encostou na porta. – De onde tirou isso?

– Vi você na cozinha com ela. – Murmurei.

– Eu também vi você, no caso senti seu cheiro. – Ele sorriu sacana. 

– Então fez aquilo pra provocar? 

Nathan riu e revirou os olhos, estava óbvio que aquilo era pra me provocar. 

Como fui cair naquilo?

" Burro, burro, burro. "

Fiquei menos procupado, um problema a menos. Coloquei minha confusão interna de lado, e foquei no nosso outro problema.

– Preciso de você no Mountain daqui a pouco.

– O que vai acontecer? – Nathan assumiu uma postura séria. 

– Vamos acabar logo com isso, ninguém mais vai se machucar com esses monstrinhos. 

– Vou pra lá de qualquer jeito, Scar vai encontrar amigos lá. 

– Ela não pode ficar lá! É mais fácil para pegarem ela. – Murmurei insastifeteito.

– Não posso impedir, mas ela vai ficar bem.

Ponderei sobre discutir aquilo, mas ela já havia desligado o chuveiro. 

– Tá. Encontro vocês lá. 

Acenei com a cabeça e sai dali. A tarde iria ser muito cansativa.



Notas Finais


Bônus quentinho pra vocês! SE TIVER QUALQUER ERRO ME AVISEMMM.

E aí, o que acharam desse ciúmes do nosso Elliot? O Nathan melhor pessoa, nem pra ajudar haha.

O que será esses monstrinhos? Por que estão atrás da Scar? Veremos nos próximos capítulos.

Obrigada por ler!

Ps: lobo do Elliot na foto da mídia, porém imaginem ele mais alto.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...