História Entre o amor e a amizade - Capítulo 13


Escrita por: ~

Postado
Categorias One Direction, Zayn Malik
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Larry, One Direction, Ziall
Exibições 34
Palavras 2.512
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Crossover, Drama (Tragédia), Escolar, Lemon, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii 13 cap da fic desculpa pela demora, mas em favor disso o capitulo está muito bom :)

Capítulo 13 - Zayn e Liam


Zayn estava totalmente acabado ele tinha dormido um pouco aquela tarde, ele havia passado o dia inteiro deitado na cama assistindo TV e pensando em uma forma de resolver seu problema com o Niall, tinha que pensar em uma maneira de reconquistar o seu namorado.

Niall não estava diferente, ele foi para sua casa e se trancou em seu quarto e chorou a tarde toda.

Quando por volta das seis da noite ele se levantou e saiu de casa, andando pelas ruas desertas naquele dia frio e com um céu ameaçador acima da sua cabeça ele deixava os pensamentos fluírem melhor até que chegou perto de um bar que estava tocando algumas musicas.

Ele entrou, não tinha idade para beber ainda, mas quem ligava pra isso, bastava ter uns trocados e qualquer um podia virar a noite naquela bodega, e assim o fez.

Ele foi bebendo as primeiras doses até começar a se sentir estranho, as horas iam passando ele continuava a se embriagar até que quando ia beber a sua vigésima quarta dose o barman segurou em sua mão.

-Acho que já está na hora de parar garoto, já são quase onze horas da noite, é melhor você ir pra casa.

Niall não estava mais nem raciocinando ele só assentiu com a cabeça, se levantou e foi cambaleando até a porta.

Quando ia chegando a um quarteirão da sua casa começou a se sentir mal, se encostou em uma parede que havia ali e se sentou no chão o tempo pareceu parar naquele momento, sua visão ia ficando turva e ele ia fechando os olhos de pouco em pouco, não sentia mais seus membros do corpo, tentou se mexer,mas não conseguiu, mesmo bêbado ele sabia que aquilo não era boa coisa, mais uma vez tentou se mexer e dessa vez conseguiu então continuou andando até sua casa.

Quando chegou caiu logo em cima do sofá e dormiu ali mesmo.

Amanheceu no outro dia com uma dor enorme na cabeça e um enjoo, andou até o banheiro se olhou no espelho por um tempo, mas logo foi interrompido por um impulso do seu corpo então ele abriu o vaso sanitário e abaixou sua cabeça a tempo de vomitar e colocar quase tudo pra fora.

Depois daquilo ele foi tomar um banho e se trocar, quando olhou a hora eram sete e quatorze da manhã, ele se sentiu aliviado, pois não precisaria ir à escola e nem precisaria ver o Zayn, na verdade ele passaria o dia todo assistindo ou dormindo ou pelo menos era oque ele esperava.

Zayn estava em sua casa também, não queria ir pra escola, talvez não aguentasse ficar sem falar com o Niall ou sabendo que ele o odeia.

Ele estava distraído com seus pensamentos quando alguém tocou na porta e ele foi atender.

Para sua surpresa (ou não) era o Liam, assim que Zayn viu que era ele empurrou a porta com toda força para fechar, mas Liam já esperava por isso e segurou a porta.

-Não vai me deixar entrar Z?

-Sai daqui Liam eu não quero te ver!

Mas Liam não seguia ordens de ninguém e como ele era mais forte do que Zayn empurrou a porta com força fazendo Zayn cambalear e cair no chão.

-Bom, querendo ou não você vai me ver.

Liam foi entrando na casa de Zayn que ainda estava no chão devido ao medo, ele se virou e trancou a porta, foi se aproximando de Zayn se abaixou, ficou por cima dele e se aproximou do seu ouvido.

-Não é assim que se trata uma visita.

Aquilo fez Zayn surtar, ele empurrou Liam e se levantou ficando encostado na parede.

-Oque, oque você quer?

-Eu disse que queria alguma coisa? Eu vim só ver se você estava bem.

-Eu já cai nessa uma vez e não vou cair de novo.

-É não deu mesmo certo, então vou direto ao ponto, eu não vim te pedir nada, vim apenas te ensinar que nossas ações têm consequências e as vezes as consequências são desastrosas.

-Do que vo-vo-você está falan-d-d-do?

Zayn tremia de medo, sempre que Liam começava a falar daquele jeito era porque alguém iria se machucar.

-Você sabe, ou acha que eu me esqueci de ontem?

-Não, Liam, por favor, aquilo foi um impulso, por favor, não me machuque.

-Eu machucar você? Não claro que não, minhas mãos farão isso por mim.

Zayn tentou correr, mas Liam o segurou com força pelo braço.

-Não tente fugir de mim Zayn, se não eu irei atrás do Niall.

Aquilo fez Zayn estremecer ainda mais, ele parou de resistir e olhou para Liam.

-faça qualquer coisa comigo, mas não machuque o Niall.

-Adoro quando dizem isso.

Liam deu uma risada irônica apertou seu punho socou a barriga de Zayn, e assim repetiu o movimento umas cinco vezes, então ele segurou Zayn pela gola da camisa e o jogou no chão chutando-o na barriga repetidas vezes, depois o agarrou pela gola da camisa novamente e o levantou.

-Agora nós vamos brincar, mas antes você irá deixar um recadinho dizendo que não dormirá em casa esta noite, não quero intromissões indesejadas.

-Não, por favor, Liam.

Zayn quase não conseguia falar, não tinha força pra nada, Liam podia fazer qualquer coisa com ele e ele não iria conseguir se defender.

-Ah você vai sim, e é melhor não resistir se não as coisas vão ficar piores do que já estão.

Zayn não teve escolha pegou uma folha e escreveu um bilhete para sua mãe dizendo que dormiria na casa do Harry hoje porque eles iriam fazer umas coisas de adolescente e etc.

Depois que ele terminou e colocou o bilhete em cima da mesa Liam puxou ele pra garagem.

-Vamos lá Zayn me dê às chaves.

-Oque? Não eu não vou deixar voc...

Zayn parou pra pensar um pouco no que estava dizendo, ele não tinha escolha ou fazia por bem ou por mal então nem terminou de falar pegou as chaves e entregou para Liam que entrou no carro, o ligou e saiu dirigindo para um lugar afastado da cidade.

-Pra onde nós vamos Liam?

-Quando chegarmos você irá saber.

Liam entrou por uma trilha que era fechada por arvores enormes e mais na frente havia oque parecia um pequeno rio que cortava aquela trilha.

-É aqui que nós descemos.

Liam desceu do carro e foi até a porta de Zayn, antes que Zayn pudesse descer ele o puxou derrubando-o no chão.

-Muito bem Malik, agora eu irei dizer oque você tem que fazer, e se você não aceitar... bem... você vai aceitar.

-Oque você quer?

-Bem... Já que eu já acabei com a sua vida por assim dizer, eu quero que você me ajude a acabar com a dos seus outros amiguinhos também.

-De quem você está falando?

-Do Harry e do Louis.

-Oque ?! eu não vou te ajudar, eu nunca vou fazer mal a eles.

-Então eu terei que ser mais direto, ou você me ajuda ou você vai precisar rever o conceito que você tem sobre dor, você não se cansa de vê que eles estão sempre felizes enquanto você e o Niall estão sempre se separando? Você acha que algum deles liga pra você? Você acha que eles são seus amigos de verdade? Eles não ligam pra você, se ligassem você nem estaria aqui.

-Isso não é verdade, NÃO! Eles me levaram pra casa quando você, VOCÊ FEZ AQUILO COMIGO!

-Levaram por PENA, SÓ POR ISSO ZAYN! Entenda uma coisa, ninguém gosta de você eles vão apenas te usar e depois te jogar fora.

-Não eu me recuso a acreditar nisso, eles, eles, eles são meus amigos.

-São mesmo?

Zayn parou pra pensar por um tempo se levantou e olhou para Liam.

-Não, eles não são.

-Isso mesmo Zayn, agora vamos lá, temos muito trabalho a fazer.

Zayn entrou novamente no carro com Liam que dirigiu de volta pra casa de Zayn, no caminho eles discutiam como separariam Harry e Louis de uma forma que eles nunca mais quisessem olhar um na cara do outro, até que Zayn teve uma brilhante ideia, fazer com que Harry dissesse coisas ruins sobre algo que pudesse ser associado a Louis e assim combinou com Liam de fazer isso amanhã na escola.

Liam dirigiu até sua casa oque deixou Zayn agitado.

-Oque estamos fazendo aqui Liam?

-Você não acha que aquele bilhetinho foi em vão não é?

-Oque você quer dizer com isso?

-Quero dizer que teremos uma noite agitada hoje.

Zayn ficou corado e desceu do carro seguido de Liam, os dois entraram na casa e foram pra o quarto de Liam que estava uma bagunça só.

-Como você consegue viver aqui Li?

-Cala a boca e arranja um lugar pra sentar, e não vem com essa de apelidinho que isso já faz muito tempo.

-É, mas parece que você nunca se esqueceu.

Liam se deitou em sua cama enquanto Zayn procurava um lugar pra se sentar era de manhã ainda então eles teriam muito tempo para colocar os assuntos em dia.

As horas iam passando e eles iam conversando sobre diversos assuntos e Zayn ia percebendo uma coisa diferente em Liam, ele não estava mais sendo aquele garoto chato e grosso que era e que ele parecia um menino normal como qualquer outro.

Zayn resolveu se levantar já que estava cansado de ficar sentado e foi andando pelo quarto, mas quando ele foi em direção a Liam ele tropeçou em um fio que estava no chão do quarto e esse fio estava conectado a um aparelho DVD que foi puxado da prateleira de onde estava e caiu no chão.

Naquele momento Zayn percebeu sua vida passando pelos seus olhos quando Liam se levantou da cama e olhou para ele, Zayn já esperava pelo pior, mas se surpreendeu com oque Liam fez, ele estendeu a mão para ajudar Zayn a se levantar.

-Você está bem Z?

Zayn ficou perplexo com aquilo, aquele Liam não era o mesmo, algo estava diferente.

-Eii Zayn, você se machucou?

-Não Liam, eu-eu eu estou bem.

Zayn ficou olhando para Liam que percebeu e se sentou na cama olhando pra baixo.

-Você achou que eu iria brigar com você não foi.

-Não Liam claro que...

Liam cortou Zayn.

-Sim você pensou isso, tudo bem, todos pensam isso não adianta tentar muda-los eu sempre vou ser desse jeito.

Zayn ficou mais perplexo ainda, Liam estava falando aquilo mesmo ou Zayn tinha desmaiado na queda? Afinal aquele não era o Liam que ele conhecia, na verdade o Liam já tinha sido uma pessoa boa, mas a vida não foi gentil com ele e foi isso que o deixou desse jeito.

-Liam, você tá bem?

-Oque você acha?

-É ele não é, é o Taylor, você não superou isso ainda.

-Fica quieto Zayn você não sabe oque fala.

-Então é por isso que você mudou daquele jeito, por isso que ficou tão mal assim, como eu não percebi antes.

Liam apertava seu punho com força, ele não gostava de estar tão vulnerável assim, mas Zayn tinha razão e ele não podia negar isso.

-Sim é verdade, é ele sim.

-É por isso que você fez aquilo comigo e com o Niall, você não entende porque todo mundo a sua volta é feliz e você não, então você tenta destruir a felicidade dos outros, mas isso nunca dá certo não é verdade?

-É, é verdade sim, já terminou?

Algumas lagrimas escorriam pelo rosto de Liam, Zayn percebendo isso se aproximou dele mais um pouco e o abraçou de lado.

-Não fica assim, você pode ser feliz de novo, você já tentou fazer novos amigos?

-Não, claro que não, quem iria querer ser meu amigo?

-Você não percebe? Eu posso ser seu amigo, e posso convencer o Harry e o Louis a ser também.

-O Harry o Louis, aqueles que eu planejava separar pra sempre? Você está ouvindo oque está dizendo?

-Você não precisa disso, e a partir de hoje você não vai mais ser esse Liam que causa medo ou algo do tipo, você vai ser um novo Liam.

-Eu vou é te matar isso sim.

Liam não conseguia imaginar a possibilidade de ter amigos ou de ser uma pessoa boa, mas Zayn parecia falar serio.

-Zayn, eu não quero me machucar novamente eu não sei se isso é uma boa ideia.

-É sim, vai por mim, você poderia ter acabado comigo já e ainda não fez isso, por que será?

-Porque eu não quero limpar seu sangue do chão.

-Não, porque você não quer isso, você vai arrumar todas as coisas que você desarrumou, começando pelo seu quarto é claro, mas depois você vai ter que fazer uma coisa.

-Oque?

-Você tem que contar ao Niall oque realmente aconteceu naquele dia e pedir desculpas.

Liam parou pra pensar, oque não foi nada bom pois sua mente começou a alucinar e criar varias situações.

-Então é isso não é.

-Isso oque Li?

-Você não está fazendo isso pra me ajudar, está fazendo isso pra conseguir reconquistar o Niall novamente, VOCÊ ESTÁ ME MANIPULANDO!

Liam se levantou e empurrou Zayn que caiu, mas rapidamente se levantou.

-Não Liam, não é isso, eu estou tentando te ajudar.

-VOCÊ ESTÁ MENTINDO, ESTÁ MENTINDO! AMANHÃ VOCÊ VAI FAZER TUDO COMO FOI COMBINADO E SEM RECLAMAR, AGORA SAI DAQUI VAI EMBORA!

Zayn saiu do quarto de Liam e foi até a porta, olhou pra trás e viu Liam olhando pra ele, com raiva e tristeza nos olhos, Zayn então andou até seu carro o ligou e saiu dali.

Liam voltou para o seu quarto, se trancou nele e começou a surtar, ele esmurrava a parede com tanta força que só parou quando sua mão começou a sangrar, ele não acreditava que poderia ter sido tão idiota ao ponto de pensar que alguém queria ser seu amigo.

Ele disse a si mesmo que aquilo não poderia acontecer de novo, foi ai que ele começou a pensar no seu passado e lembrar-se de Taylor, será que ele gostaria de ver o Liam assim? Será que Liam estava fazendo o certo? Eram essas as perguntas que rodavam na cabeça de Liam, ele queria parar aquilo, mas não sabia como, ele só ficou ali no chão do quarto chorando até seus olhos secarem.

Zayn não voltou para sua casa ele foi para outro lugar, foi para o lugar onde havia pedido Niall em namoro, aquele pequeno pedaço de estrada o trazia muitas lembranças, lembranças muito boas, mas também uma lembrança muito ruim.

A lembrança do que havia acontecido com Harry e do que eles estavam escondendo dele, Zayn não aguentava mais aquela culpa em seus ombros, ele queria se livrar daquilo, então ele pensou.

-“tenho que contar isso ao Harry, não posso esperar mais, amanhã mesmo contarei”.

Ele não sabia muito bem oque estava pensando em fazer, mas sabia que deveria ser feito e logo, então aproveitou que estava ali e foi dar umas voltas por uns lugares para descansar a cabeça enquanto pensava de que forma contaria aquelas coisas a Harry.


Notas Finais


espero que tenham gostado


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...