História Entre o amor e a ilusão. ×2Jae - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Got7
Personagens Jackson, JB, Jinyoung, Mark, Personagens Originais, Youngjae
Tags 2jae, Markson
Visualizações 71
Palavras 722
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Romance e Novela, Violência, Yaoi
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem e não notem meus erros...

Capítulo 7 - A jovem senhora Im


Fanfic / Fanfiction Entre o amor e a ilusão. ×2Jae - Capítulo 7 - A jovem senhora Im

~Im Jaebum on~ 

Hoje finalmente é domingo ,e talvez eu me encontre com meu sunshine. Mas talvez ,daqui a alguns dias isso não seja mais possível ,já que o tal Choi Youngjae sumiu novamente e minha mãe está vindo para Seul. E para piorar não temos sinais do Choi ,como é possível?. Será que eu o matei?. Acho q não. 

 Caminho entre o corredor que separavam os quartos e adentro no que vulgo ser do Jackson ,por ele ter escolhido ,e a bagunça que o denunciava.

 -Jackson?. 

-Aqui ~escuto uma voz de dentro do banheiro.

 -Quer ir na luxen?. 

-Não. 


 Se é assim. Saio do quarto dele e vou para a cozinha ,assim pegando as chaves de meu carro em cima do balcão ,e indo em direção a garagem. Pego meu carro mais simples e dou a partida ,e em menos de 40 minutos eu já estava na frente da boate ,que estava completamente cheia e movimentada. Vou até o bar e me sento esperando o menor. Passei a semana inteira lhe enviando mensagens para vir aqui hoje ,mas infelizmente ,ele sequer as viu.


 ~Choi Youngjae on~

 -o que tem a nossa Omma?.

 -Antes de tudo ,saiba que não posso te dizer detalhadamente ,e nem tudo posso te dizer. 

-okay ,apenas fale. 

-nossa mãe foi assasinada ,tentando te proteger de alguém. 

-de quem? ~pergunto alflito.

 -saiba que nosso appa nos ama e desde que nascemos ele queria o nosso bem. 

-diz logo Jinyoung ~digo alterado. 

-Quem matou nossa Omma foi ... Bem foi o Appa... 


 ~Im Jaebum on~

 Espero basicamente 2 horas ali sentado ,sendo comido por olhares de ambos os sexos ,mas nenhum digno de eu realmente querer olhar. Logo envio mais algumas mensagens para saber se ele estava bem ,mas ele não respondia ,então depois de alguns segundos 

 Então decidi por ir para casa e passar a noite vendo filmes ,e pensando no por que esta perdendo tempo com alguém que ao menos sei o nome. Depois de acabar com uma serie inteira durante a noite ,vou para meu quarto e tomo um banho quente e longo ,logo saindo e colocando apenas uma calça preta de um moletom ,a qual não tive ao menos a vontade de achar a blusa.

 Me deito da posição mais confortável o possível ,então adormeço com os mesmos pensamentos de mais cedo e o rosto do menor atrevido em minha cabeça.


 [>>>]


 O sol da manhã batia contra meu rosto ,me viro de lado ,para que assim ,ela deixe de me encomodar. Vejo uma movimentação por trás da porta. Não seria Jackson ,já que no relógio marcava 6:25 da manhã ,e o garoto não acordaria de ressaca a essas horas ,como faz todas as segundas. Pego uma arma que estava dentro da gaveta do criado mudo ao meu lado ,e me levanto vagarosamente e silenciosamente.

 Abro a porta cuidadosamente e aponto a arma para o corredor. Não havia ninguém. Caminho com a arma em mãos até o topo da escada ,aonde começo a avistar rostos conhecidos. Abaixo a arma e caminho normalmente até aquelas pessoas e reverencio. 

-omma ,chegou cedo não?.

 -talvez... 

-Por que a tanta gente aqui huh? ~pergunto me sentando em um sofá ali mesmo. 

-Quero supervisionar melhor essa sua missão.

 -por que? ~pergunto curioso.

 -uma mãe não pode ver seu filho matando alguém huh?~diz irônica. 

-não diga isso ,é muito cômico , e outra ,mas não sei se você esqueceu ,mas agora suas ordens são apenas de sequestra-lo ~digo me levantando e indo até a cozinha para preparar meu café. 


 Faço um café rápido e umas torradas para acompanhar ,termino de comer e vou para meu quarto ,aonde tomo um banho breve e coloco as roupas mais confortáveis os possível. Assim que pronto ,desço as escadas e pego meu celular que estava na mesa do café ,abro o aplicativo de mensagens e mando uma mensagem breve para alguém. E assim que ele responde ,dou um breve sorriso e pego as chaves do meu carro em cima de uma criado mudo ,que estava perdido como algumas coisas de nossa mudança ,em um armario. As pego ,e estranho por estarem ali ,e vou até a garagem sendo seguido por minha mãe. Entro no carro e fecho a porta ,ela me segue e fica na janela me olhando. 

-aonde vai? ~pergunta calma.

 -ter um encontro...


Notas Finais


Próximo cap ,talvez ,mas só talvez mesmo ,eu faça algo fofin nesse encontro ... Te o próximo cap ~chu chu~ 💜😹


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...