História Entre o amor e o desejo - Capítulo 20


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha Kanketsu-hen
Exibições 26
Palavras 2.045
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


...

Capítulo 20 - Capitulo 20- O baile.


Capitulo 20- O baile.

Sesshoumaru estava em reunião com seus generais e Jaken para resolver pendências sobre o baile e sobre problemas do castelo.

Sesshoumaru – Jaken, comece o relatório – ordenou o lorde.

Jaken – todos os nobres youkais aliados já confirmaram presença no baile senhor, e sua mãe também.

Sesshoumaru – Satori  vem ?

Jaken – sim senhor.

Sesshoumaru – general Tekai como estar à segurança do castelo?

Tekai – bem senhor, o castelo foi reconstruído. Os guardas que sobraram estão fortes e determinados. E é difícil admite, mas as guerreiras fêmeas são boas na luta.

Sesshoumaru – ótimo – disse sem alterar a face – agora general Takashi, quero que organize um tropa e domine o vilarejo humano que tem aqui perto de nossas terras.

Takashi – nunca atacamos um vilarejo humano senhor e... – foi interrompido.

Sesshoumaru – é uma ordem. General Kuzuo lhe ajudará, mas quero que mate o mínimo possível de humanos, quero que eles sejam meus escravos.

Kuzuo – e quando poderemos invadir o vilarejo?

Sesshoumaru – depois do baile, não quero que Rin faça um escândalo por causa dos humanos antes do baile.

Jaken – Ssssessshoumaru-sssama....os humanos são inúteis ate para nos servir.

Sesshoumaru – Jaken...você quer ficar no lugar deles como escravos?

Jaken – nnnnaaaao ...sssenhor – tremeu ao responde.

Sesshoumaru – então não se intrometa em meus assuntos.

#-#

Alguns dias se passaram. E finalmente o dia do grande baile das terras do oeste chegou. Rin despertou alegremente, acordou antes mesmo de sua serva pessoal abrir as cortinas de sua janela do quarto, como fazia todas as manhãs. A própria garota abriu as cortinas para deixar a luz do sol entrar, preparou seu banho, e se banhou sem esperar a ajuda de sua serva.

Megumi – parece que alguém levantou animada – disse a serva e amiga de Rin ao entrar no quarto e ver a garota já pronta.

Rin – bom dia Megumi – sorrindo – ai é hoje, é essa noite, Sesshoumaru-sama me oficializará como sua noiva, estou tão feliz que não cabe em mim.

Megumi – da para ver – sorrindo também, emoção que aprendeu a demonstrar com Rin – seu futuro noivo esta lhe esperando para o desjejum.

Rin – não posso deixar ele esperando – deu uma ultima olhada no espelho, estava simples, mas muito bonita – Megumi você ajudará a me arrumar?

Megumi – mas é claro, ficaria chateada se você pedisse a outra.

Rin – as outras não gostam de mim como você.

Megumi – ainda estão se acostumando com o fato de você ser humana.

Rin – tudo bem...vamos descer – saíram do quarto as duas em direção a sala de desjejum.

#-#

Na mesa já se encontrava Sesshoumaru e seus três generais e Jaken sentandos. Quando Rin apareceu todos olharam para ela.

Rin – bom dia senhores – fazendo uma breve reverencia.

Tekai – caiu da cama Hime-sama? – sorrindo debochado.

Rin – não senhor – sentando ao lado de Sesshoumaru – apenas terei muitos afazeres hoje, então preciso aproveitar o dia.

Tekai – apenas estranhei sua presença, nunca compartilhar a mesa com os generais de Sesshoumaru-sama.

Rin – os senhores que se ausentam muito cedo, quando desço apenas Sesshoumaru-sama e Jaken-sama estão me esperando.

Tekai – temos muitos afazeres, não somos Himes protegidas que não fazem nada alem de estudar.

Sesshoumaru – Tekai, não me faça perder o bom humor logo cedo – serio.

O desjejum corria tranquilamente, ninguém ousava falar nada. Kuzuo não dirigia o olhar para Rin, e ela ficou meio triste com isso, queria seu amigo de volta, mas tinha medo do que Sesshoumaru pudesse fazer com o general acaso eles se falassem.

Estavam quase terminando suas refeições quando os youkais na mesa sentem um cheiro.

Tekai – bastardo se aproximando – disse sem olhar para ninguém.

Serva – senhor – uma serva entrou na sala – há... – foi interrompida por Sesshoumaru.

Sesshoumaru – mande os entrar e esperar no salão.

Serva – sim senhor – se retirando.

Rin – quem chegou Sesshoumaru-sama?

Sesshoumaru – seus amigos...

Rin - ja? ... que bom – levantou desprezar da cadeira mas foi impedida por Sesshoumaru.

Sesshoumaru – Rin... – foi apenas o que disse, ela olhou para ele e entendeu o que queria dizer.

Rin – desculpe-me – sentou novamente – Sesshoumaru-sama, posso me retirar?

Sesshoumaru apenas assentiu com a cabeça. Rin se levantou delicadamente, reverenciou todos da mesa e saiu calmamente da presença dos youkais.

#-#

No grande Salão principal do castelo estavam Miroku e Sango com seus três filhos, Kohaku com Kirara nos braços, Shippou, Kaede, Inuyasha e Kagome com a pequena Izayo nos braços. Os que estavam ali pela primeira vez ficaram impressionados com a beleza do castelo de Sesshoumaru. Logo Rin apareceu no salão e deu um grande Sorriso a todos.

Rin – bom dia – se aproximando – que saudade de todos vocês – abraçou um por um.

Miroku – você estar a cada dia mais bonita Rin-chan.

Sango – nossa Rin, é muito bonito o castelo de Sesshoumaru.

Inuyasha – feh...era de meu pai – bufou Inuyasha.

Miroku – não liga pro mau humor do Inuyasha, ele estar com inveja por que não tem um castelo também.

Inuyasha – ate parece que eu iria ter inveja do idiota do Sesshoumaru.

Sesshoumaru – sinto o mesmo por você Inuyasha – aparecendo no salão.

(todos, menos Inuyasha) – bom dia Sesshoumaru-sama – ele não respondeu o cumprimento, apenas acenou com a cabeça.

Sesshoumaru – o baile é só à noite, não acham que estar muito cedo?

Kaede – ficamos pensando que estivesse se enganado em nos convidar para um baile em seu castelo – explicou a velha – viemos cedo só para visitar Rin e irmos embora antes do anoitecer.

Sesshoumaru – este Sesshoumaru já mais se engana – disse olhando para a velha – se eu os mandei chamar é porque assim que desejo.

Inuyasha – feh...metido.

Kagome – Inuyasha...pare de implicar com seu irmão – interviu a esposa do hanyon – então nos ficamos para o baile.

Rin – que bom... – animada – assim antes do baile mostro todo o castelo para vocês, botamos os papos em dia.

Tekai – a festa estar completa – aparecendo também no salão junto de Jaken e os outros generais – duas mikos, um  monge, exterminadores de youkais, uma raposa fraca, um youkai domesticado, um hanyon bastardo e é claro... crianças humanas.

Inuyasha – você é ainda mais idiota que o Sesshoumaru.

Tekai – creio que não – sorriso debochado – com certeza vocês não estariam vivos se eu fosse o senhor deste castelo.

Sesshoumaru – Tekai..saia da minha frente antes que eu arranca sua cabeça fora – disse irritado.

Tekai – sim senhor...como desejas – irônico.

Rin – me desculpem...ele é sempre assim desagradável.

Sesshoumaru – jaken...levo-os ate os aposentos destinados as visitas.

Jaken – sim senhor.

#-#

As horas se passaram. Depois de Rin mostrar todo o castelo e as Terras de Sesshoumaru, ela foi se arrumar para o baile. Queria estar perfeita. Perfeita para a noite que seria noiva oficialmente de Sesshoumaru, a noite que todos saberiam que ela seria dele por toda vida, e ele seria dela.

#-#

Sesshoumaru estava no grande salão de festa, já estava tudo arrumado. Ele estava em seu trono, reunido com seus generais.

Sesshoumaru – esta tudo em ordem? – sentado no trono com suas vestes de gala. Um lindo kimono masculino preto com detalhes em branco.

Takashi – sim senhor – respondeu o primeiro general – os guardas estão a postos, já receberam a lista de convidados para nenhum inimigo entrar em nossas terras.

Tekai – nossos aliados não vão gostar da presença dos amigos de sua futura esposa.

Sesshoumaru – o problemas é deles – disse serio.

Tekai – irá conseguir conte-los se acaso avançarem nos humanos ?

Sesshoumaru – ninguém ousará cometer tal ato em meu noivado – as portas do salão foram abertas, Inuyasha entrou com sua filha nos braços, enquanto Miroku corria atrás de seus filhos.

Inuyasha – quando esse baile vai começar? – resmungou o hanyon – estou com fome.

Miroku – Inuyasha, deixe de ser esfomeado.

Sesshoumaru – não é prudente manter essas crianças no baile – disse sem alterar a face.

Inuyasha – por quer?

Kuzuo – muitos youkais convidados se alimentam principalmente de crianças humanas – respondeu já que sei mestre não o faria.

Inuyasha – eu mato cada um deles.

Sesshoumaru – general Kuzuo...leve as crianças para ala norte e tome conta delas.

Kuzuo – mas eu? – se surpreendeu – achei que como seu general devesse estar no baile.

Sesshoumaru – achou errado – limitou-se a dizer.

Inuyasha – eu não vou deixar minha filha com esse youkai – cruzou os braços.

Sesshoumaru – não tem com se preocupar, o general tem afinidade com humanos – olhando severamente para Kuzuo.

Inuyasha relutou um pouco, mas cedeu. Sua filha foi entregue a uma serva e levada para a ala norte, onde ficava a biblioteca. Antes de Kuzuo se retirar com os filhos do monge, Sesshoumaru lhe alertou.

Sesshoumaru – se alguma coisa acontecer com eles lhe arranco a cabeça.

Kuzuo – sim senhor – apenas foi o que disse, ele sabia que aquilo era uma punição, sabia que Sesshoumaru não lhe queria perto de sua Rin. Saiu do salão com as crianças enquanto Jaken entrava eufórico.

Jaken – sessshoumaru-sssaama!!! – tropeçou sozinho no chão.

Sesshoumaru – diga logo inútil.

Jaken – os convidados estão chegando.

Sesshoumaru – vá e apresse Rin – viu o pequeno youkai verde correr escadarias a cima em direção ao quarto da menina – generais recebam os convidados.

#-#

Sango – ual Rin, você estar magnífica – contemplava a beleza da mas nova.

Kagome – eu acho que Sesshoumaru vai ter um ataque do coração quando te ver.

Rin – vocês acham que esta bom? – olhava ansiosa para as amigas – ou devo trocar?

Sango – estar ousada, mas gostei.

Kagome – eu adorei, parece muito as mulheres de minha era.

Megumi – eu continuo achando que não é uma boa ideia.

Jaken – Rinn!!!!! Se apresse – no lado de fora do quarto batendo na porta – os convidados já chegaram.

Rin – já vou Jaken-sama – gritou a menina – ai to nervosa.

Kagome – rin, eu e Sango vamos descendo – abraçou a menina – boa sorte.

Rin – obrigada K-chan e Sango-chan – as duas saíram do quarto deixando apenas Rin e a serva.

#-#

Os mais nobres youkais aliados do Oeste iam entrando com trajes elegantes. Sesshoumaru apenas os cumprimentava com um aceno de cabeça. Ele estava sentado em seu trono, ao lado dele sua mãe, Satori, Rainha dos Inuyoukais do Oeste.

Satori – meu filho qual é o motivo desse baile? – perguntou a matriarca.

Sesshoumaru – logo você saberá.

Satori – não me diga que irá finalmente escolher uma fêmea? Há muitas youkais atraentes no baile.

Sesshoumaru – eu já escolhi minha noiva – disse serio – agora me deixe em paz.

Satori – filho ingrato – bufou – e por que convidou seu meio-irmão? Esta querendo ser amigo dele?

Sesshoumaru – por estupidez de meu pai eu tenho esse hanyon como irmão,  mas não o chamei por mim, e sim por minha noiva.

Satori – e quem é ela Sesshoumaru?

Sesshoumaru – na devida hora todos saberão.

#-#

O baile corria normalmente, youkais dançavam, conversavam, comiam, as fêmeas solteiras faziam questão de serem vistas pelo lorde. Mas algo incomodava certo grupo que estava mais isolado num canto.

Inuyasha – eu falei que não devíamos ter vindo – com cara de bravo – eles nos olham como se fôssemos umas aberrações.

Shippou – eu acho que ta mais para alimento – disse o ruivo.

Miroku – eu concordo com Shippo, eles nos olham devorando com os olhos.

Kagome – lembre-se...estamos aqui pela Rin.

Sango – foi por isso que Sesshoumaru-sama nos chamou, para ela não ser a única humana no baile.

Inuyasha – feh... – resmungou.

#-#

Alguns minutos se passaram, e era chegada a hora de apresentar a noiva de Sesshoumaru. Ele acenou para o general Takashi para que anunciasse a entrada dela.

Takashi – senhores e senhoras, eu como primeiro general da guarda real das Terras do Oeste, venho a vós anunciar o noivado do lorde Sesshoumaru. Nossa futura rainha, senhora das terras do Oeste, Senhorita Rin – todos os presentes no salão olharam para o alto da escadaria a esquerda do trono.

Surgiu então Rin, acompanhada de sua serva. A humana vestia um lindo Kimono vermelho, com um decote em V que valorizava seu busto. Na perna esquerda havia uma fenda que ia ate o alto da perna. Mostrando toda à pele alva da coxa dela. O obi era uma faixa grossa preta. Os cabelos estavam presos em um coque frouxo. Nos lábios uma espécie de vermelho realçando a pela pálida do rosto.

Não houve duvidas que todos os presentes no Salão ficaram de bocas abertas com a entrada da menina. Uns por sua beleza, outros por ser humana. A irá era evidente nos olhos das youkais que queria está no lugar da humana.

Sesshoumaru estava hipnotizado, os olhos estavam fixos nos da menina, que sorria alegremente. Estava tão concentrado nela que nem se preocupou em ouvir os protestos de sua mãe.

Satori – Sesshoumaru uma humana? ? ?.

Continua...


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...