História Entre o amor e o desejo - Capítulo 26


Escrita por: ~

Postado
Categorias Inuyasha Kanketsu-hen
Exibições 26
Palavras 2.236
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Artes Marciais, Ecchi, Hentai, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Adultério, Heterossexualidade, Insinuação de sexo, Mutilação, Nudez, Sexo, Spoilers, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


...

Capítulo 26 - Capitulo 26- a derradeira batalha


Capitulo 26- a derradeira batalha

Seguidas explosões acontecia, o castelo tremia, e poeiras caiam do teto. Os servos corriam de um lado para o outro sem saber o que acontecia. Sesshoumaru e seus soldados foram para a batalha rapidamente.

Os muros que cercavam as terras do oeste começaram a cair, e os inimigos invadiam com suas armas em punho, batendo de frente com os primeiros inuyoukais pelo caminho. As primeiras gotas de sangue começaram a jorra. Os inuyoukais do Oeste eram superiores em força e poder, mas estavam em numero menor de guerreiros. Fazendo com que um Inuyoukais lutasse contra cinco dos youkais tigres ao mesmo tempo.

#-#

Kagome – Inuyasha !!! – gritava desesperada – o que está acontecendo?

Inuyasha – o castelo está sendo atacado – deu um beijo na filha que estava no colo da mãe – procure um lugar seguro e faça uma kekkai.

Miroku – sango, vá com a Kagome – disse o monge serio a esposa.

Sango – mas eu quero lutar também – protestou a mulher.

Miroku – não, fica com as crianças e Kagome.

Sango – tudo bem! – beijou o marido.

Kohaku – eu e Shippou vamos lutar também.

Shippou – eu..eu..! ?

Inuyasha – deixa de ser medroso Shippou.

Kagome – vamos procurar a Rin e ficar todas juntas – assim os homens foram lutar, e as mulheres e crianças procuravam um lugar seguro.

#-#

Tekai – eles são muitos – falou arrancando um coração de um adversário.

Takashi – são fracos – arrancando a cabeça de dois youkais tigres com sua katana – o mais poderosos do clã do tigres ainda não estão lutando.

Tekai – esses são só para nos cansar – desviando de um ataque.

Kuzuo – eu vou atrás de Akira – saiu matando youkais que pareciam a sua frente, se embreando no batalhão inimigo.

#-#

Kagome – Rin! ? – entrando no quarto – você está bem?

Rin – sim... – disse nervosa – e vocês ?

Sango – as crianças estão um pouco assustadas, mas estamos bem.

Kagome – vou fazer uma kekkai para nos proteger – então começou surgir uma luz em volta da miko, uma cúpula protetora transparente surgiu em volta do quarto – irá nos proteger dos youkais – nessa hora Satori caiu desmaiada no chão.

Rin – SATORI-SAMA – a menina se desesperou com a sogra caída no chão.

Sango – o que ela tem?

Kagome – ela é uma youkais, a kekkai está fazendo efeito nela.

Rin – por kami...

Kagome – vou desfazer a kekkai...

Satori – não... – abrindo os olhos – eu vou ficar bem – se levantou lentamente. Ela sentia uma dor no corpo, nunca tinha encontrado uma kekkai ta forte. A dor era grande, mas sua expressão facial não mudou.

Rin – mas Satori-sama, você pode não resistir a kekkai.

Satori – não seja boba menina, não vai ser uma kekkai de uma humana que vai acabar comigo – não deu o braço a torcer.

#-#

Lá fora a luta continuava os mais fortes youkais tigres enfrentavam Sesshoumaru, e ele com certa facilidade os derrotavam. Inuyasha também matava muitos youkais com a Tessaiga.

Takafumi – esse hanyon, mais uma vez está me atrapalhando.

Akira – temos que mante-lo ocupado.

Takafumi – mande o nosso guerreiro mais poderoso para enfrentar esse hanyon maldito.

Um enorme youkai tigre surgiu no meio dos outros, tinha mais de quatro metros, as presas eram enormes, as garras afiadas, e logo foi atrás do alvo.

Miroku – ele é todo teu Inuyasha – falou assustado o monge.

Inuyasha – feh...derrubo ele rapidinho.

#-#

Isoladas de toda a aquela batalha, as mulheres estavam aflitas com tudo que acontecia. Satori cada vez mais ia ficando mais fraca, já não se suportava em pé, os olhos começaram a ficarem rubros.

Rin – Kagome...desfaça a kekkai, Satori-sama não irá suportar por muito tempo – disse a menina.

Satori – não se preocupe menina, eu vou ficar bem – retrucou a youkai.

Kagome – eu vou desfazer a kekkai.

Satori – EU JÁ DISSE QUE NÃO! – gritou.

#-#

A batalha continuava, e depois de matar vários Youkais inimigos, Kuzuo finalmente encontrou quem queria enfrentar.

Kuzuo – Akira! Seu traidor – disse serio, encarando aquele que havia sido seu companheiro de varias batalhas.

Akira – ora Kuzuo, ainda bajulando Sesshoumaru?

Kuzuo – eu sou fiel ao meu mestre, sou digno.

Akira – logo eu serei o senhor dessas Terras, e Sesshoumaru tornará apenas um nome perdido no tempo.

Kuzuo – enquanto eu tiver de pé, lutarei contra isso.

Akira – então tenho que lhe derrubar – e sem falar mais nada avançou contra Kuzuo com a katana em punho, fazendo com que a lamina chocasse contra a lamina da katana do Inuyoukai.

O som das laminas se chocando era forte, os dois lutavam bravamente. Akira tentava de todas maneiras acertar Kuzuo, mais o general de Sesshoumaru era forte, desvia de todos os ataques. Com um soco no estomago kuzuo derrubou Akira, e colocou a ponta da Katana no pescoço do mesmo.

Akira – termine logo de uma vez – disse olhando para o vencedor.

Kuzuo – está com medo de Sesshoumaru? – sorriu para o que estava caído no chão – sabes que ele iria fazer muito pior do que eu?

Akira – é uma pena eu não ver a morte de Sesshoumaru – foi a ultima coisa que disse, Kuzuo enfiou a Katana na garganta de Akira, jorrando litros de sangue.

#-#

Takafumi – Zang, nos dois invadiremos o castelo agora.

Zang – ótimo, estou sedenta por sangue – sorriu.

#-#

Inuyasha continuava sua batalha particular com o gigante youkai tigre, apesar de ser poderoso, o tigre não era ágil, o Hanyon se defendia com facilidade dos ataques dele. Mas um dos ataques atingiu Inuyasha, arremessando ele contra uma arvore, sons de ossos quebrando foi escutado.

Inuyasha – maldito... – disse tentando se levantar – eu vou acabar com você... KAZE NO KIZO .... -  uma luz surgiu da Tessaiga, atingindo o youkai tigre em cheio, deixando seu corpo morto no chão.

#-#

Sesshoumaru estava cercado por vários youkais inimigos, quanto mais ele matava, mais surgia na sua frente. Sua face continuava a mesma, sem se alterar, matava e só pensava em chegar a ate o líder daquelas youkais estúpidos.

Olhou de soslaio e percebeu que um grupo de youkais, e entre eles estava Zang, invadia o castelo, matando quem surgisse pela frente, servos. Sesshoumaru olhou para cima, viu a janela de seu quarto, viu ali Rin, com o olhar desesperado. Ele então matou o mais rápido possível aqueles que estavam a sua volta, correndo atrás dos invasores de seu castelo.

#-#

Rin – estão invadindo o castelo.

Sango – precisamos de armas... a Kekkai de Kagome não irá aguentar por muito tempo se eles nos atacarem.

Satori – tem...uma sala...de armas no fim do corredor ... – a voz saia falha – mas não sei  que simples humanas poderiam fazer contra youkais.

Kagome – Sango é a melhor exterminadora que conheço...e eu convivo com Inuyasha, sei como lidar com gênios difíceis – piscou.

Rin – eu e Sango vamos pegar as armas... Kagome fica e protege as crianças com a Kekkai.

Kagome – certo...mas vão depressa – assim as duas foram.

#-#

Takafumi  - matam todos... – disse no salão principal do castelo.

Zang – vou atrás da humana – subindo as escadas.

#-#

Rin – Sango, encontrou algo que pode usar?

Sango – sim... – pegando duas Katanas – essas são as únicas que não possuem poder demoníaco.

Rin – vá, leve ate Kagome, eu vou procurar Megumi.

Sango – Rin não, é perigoso.

Rin – eu vou ficar bem , Megumi pode está ferida eu preciso encontra lá.

Sango – certo...leve essa katana – então rin pegou a espada e Sango correu de volta para o quarto.

#-#

Na biblioteca havia dois youkais escondidos.

Megumi – Jaken-sama não devias está lá fora lutando também?

Jaken – Sesshoumaru-sama não precisa da ajuda de ninguém...ele é o ser mais poderoso de todo o Japão – um explosão alto do lado de fora aconteceu, e o youkai verde se tremeu todo.

Megumi – pois eu acho que o senhor está é com medo.

Jaken – ora sua serva insolente, quando isso tudo acabar você vai ter o que merece.

Passos foram escutados, e a porta da biblioteca foi aberta, os dos youkais ficaram azuis de medo.

Zang – onde está a humana? – disse se aproximando dos dois.

Megumi – Jaken-sama faça alguma coisa?

Jaken – não me dÊ ordens sua serviçal – o pequeno youkai verde preparou seu bastão – NINTOUJOU – chamas saíram da cabeça do velho no topo do bastão.

A youkai feiticeira Zang apenas se desviou das fortes chamas, e com apenas um chute forte acertou o fiel seguidor de Sesshoumaru, que foi arremessado contra uma parede e caiu no chão com os olhos esbugalhados.

Zang – eu quero a humana – pegando Megumi pelo pescoço – me diga onde ela está?

Megumi – nunca deixarei que faça mal a Rin – sentiu o aperto no pescoço aumentar.

Zang – então irás morrer – as garras começaram a perfurar a carne da serva, mas Zang soltou ela no chão quando sentiu uma lamina ultrapassar seu abdome – mais o que... ? – olhou para a ponta da katana que perfurou seu corpo. Olhou para atrás e encontrou aquele que lhe acertou – maldita...

Rin – estava me procurando? – a menina puxou com força a katana, removendo ela do corpo da youkai, a lamina estava repleta de sangue – pois já achou – assumiu posição de luta.

Zang – eu vou arrancar seu coração humana imunda – partiu para cima de Rin que se defendeu com a katana.

A youkai tentava de todo jeito acerta Rin com suas garras, mas a menina usava a espada como escudo, ate que Zang acertou a humana com um soco no estomago.

Zang – menina estúpida... achou que somente se defendendo poderias me vencer? – posicionou as garras para arrancar o coração da humana – corações puros são deliciosos – quando ia atacar, teve a cabeça arrancado, seu sangue jorrou por toda parte.

Rin – que nojo, estou coberta de Sangue – se levantando do chão, toda ensanguentada.

Megumi – desculpe Rin.

Rin – tudo bem... pelo menos estou viva.

Jaken – ai minha cabeça – acordava o youkai verde – RINNNN! Você ta coberta de sangue.

Rin – não é meu Jaken-sama.

Megumi – o que vamos fazer agora?

Rin – vocês continuam escondidos, fique com a katana Megumi para se proteger, e eu vou atrás de Sesshoumaru.

Jaken – menina você só vai atrapalhar o mestre.

Rin – eu preciso entregar isso para ele – tirou uma katana que estava escondida dentro de seu kimono.

Jaken – mas a bakusaiga é inútil.

Rin – Jaken-sama...tenha fé – e assim saiu da biblioteca deixando para trás dos youkais confusos.

#-#

Satori – youkais estão se aproximando – disse a inuyoukai.

Sango – kagome, fique com Iza e com meus filhos, eu enfrento eles – Sango saiu da Kekkai e começou a lutar contra dois youkais tigres que apareceram no corredor.

Fazia alguns anos que Sango não enfrentava youkais, a vila onde moravam era sempre calma e pacifica, mas não negava que matar youkais lha fazia falta. Lutou bravamente, matando os dois, mas também foi ferida, seu ombro direito sangrava. Ela voltou para o quarto, sendo acudida por seus filhos.

Satori – estão vindo mais youkais – tentou se levantar, mas a dor no corpo era forte – desfaça a kekkai.

Kagome – Sango não pode mais lutar, precisamos da kekkai.

Satori – sua Kekkai e forte, mas não vai aguentar os constantes ataques deles, eu vou lutar, então desfaça logo a kekkai para que eu recupere o meu poder.

Kagome – certo... – kagome desfez a kekkai e logo vários youkais surgiram.

Satori – protejam-se – a youkai se transformou em um enorme cão branco, abocanhando os youkais inimigos e levando-os para fora, pulando da janela, e levando tijolos, causando um rompo na parede.

Kagome – ela quase derrubou o castelo – desfazendo a kekkai que havia feito envolta dos humanos para se proteger das quedas de tijolos.

Sango – foi bem exagerado, mas nos salvou.

#-#

Sesshoumaru termina de matar youkais tigres que estava no salão principal do castelo, quando um golpe atrás de si lhe atingirá.

Takafumi – ora Sesshoumaru!, como você ficou um fraco.

Sesshoumaru – é você que se esconde atrás de uma erva.

Takafumi – pois é... essa erva esconde nosso cheiro, foi muito útil.

Sesshoumaru – esse Sesshoumaru não precisa se esconder para ganhar uma batalha.

Takafumi – sempre tão arrogante, mas agora não passa de um bosta – sorriu – igualzinho ao pai, compartilhando o leito com a escoria do mundo, uma humana.

Sesshoumaru – cale a boca e lute com honra.

Takafumi – ta certo... lhe matarei primeiro, depois possuirei sua humana de todas as formas possíveis, e a matarei lentamente.

Sesshoumaru – maldito!!! – tentou acerta o youkai tigre com suas garras, mas ele desviou.

E árdua batalha começou entre os dois lideres, quem vencesse acabaria com a guerra. Takafumi tentava por varias vezes acerta Sesshoumaru com a katana mas era inútil, o inuyoukai era ágil e veloz, e por diversas vezes acertava o tigre com socos e chutes.

A luta continuava, Takafumi já tinha o rosto todo machucado, e um raiva nos olhos por não conseguir acertar seu adversário.

Sesshoumaru – quem é o bosta agora?

Takafumi – eu vou te matar seu maldito – e vários youkais tigres apareceram, cercando Sesshoumaru.

Todos começaram a atacar o daiyoukai, e ele se esquivava, e contra-atacava, acertando os youkais. Devia ser Sesshoumaru contra os vinte maiores e mais fortes dos youkais tigres. A luta era intensa, rápida e frenética. Sesshoumaru estava concentrado, mas um cheiro familiar começou a lhe preocupar.

Sesshoumaru – “ Rin! ?” – pensou ele.

E era ela, sua humana descia as escadas correndo, ela se desesperou ao ver aquela cena. Um dos youkais tigres ao perceber a presença da menina, tentou ataca lá, mas Sesshoumaru foi mais rápido e lhe acertou, fazendo com que ele caísse no chão.

Mas Takafumi aproveitou a distração do senhor do Oeste e lhe acertou com a katana no peito esquerdo de Sesshoumaru.

O lorde das Terras do Oeste, caiu ajoelhado no chão.

Rin – SESSHOUMARU! ? – gritou chorando.

Continua...


Notas Finais


...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...