História Entre O Céu E O Inferno - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, GD & TOP, Got7
Personagens BamBam, G-Dragon, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jungkook, Lisa, Mark, Rap Monster, Rosé, Suga, T.O.P, V
Tags Colegial, Romance, Sobrenatural, Vampiros
Visualizações 17
Palavras 669
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá meus amores!♡
Bem vindos a minha segunda fic! Caso quiserem ver a primeira entrem no meu perfil! Boa leitura♡

Capítulo 1 - Eyes Red.


Fanfic / Fanfiction Entre O Céu E O Inferno - Capítulo 1 - Eyes Red.


Oi... Confesso que não sou boa em apresentações, mas mesmo assim vou tentar. Sou a (S/n= seu nome), tenho 17 anos, sou brasileira e estou agora em um avião a caminho de Seul, na Coréia do Sul, com meus pais e meu irmão mais velho: Seokjin. 


 Sempre fui muito inteligente, aprendi a falar coreano, inglês e espanhol desde  pequena, meu irmão nunca me ultrapassou em termos de QI, meu cérebro é a única coisa em mim que eu me orgulho. Todos me achavam estranha por causa do meu jeito solitário e independente, eu não tinha muitos amigos, na verdade eu tinha apenas uma: a Jennie,  mas infelizmente, eu estou me mudando pro outro lado do mundo, bem longe da minha única amiga. 


{...}


Eu:  Finalmente chegamos! - Me espreguicei ao entrar pela porta da nossa casa em Seul. 


Jin: Pois é... Eu só quero cair na cama e domir um pouco. - Ele joga uma das malas em cima do sofá, em seguida, se joga encima de outro. 


Pai: Nós temos que arrumar tudo isso. Essa casa está toda empoeirada, há muito tempo não entramos nesse lugar...


Mãe: Verdade! Vocês dois vão arrumar tudo, enquanto eu e seu pai vamos até a empresa, falar  com o responsável que nos transferiu pra cá. - Ela apontou pra nós dois.


Eu/Jin: Por que a gente?  


Eu: Nós somos ricos, é só contratar uma empregada! 


Mãe: Em primeiro: Você já veio aqui antes, vocês dois já deveriam saber que aqui não tem esse negocio de empregada não, é cada um limpando o seu...


Pai: Sim... E não pensem que só porque nos mudamos que esquecemos o que vocês fizeram, só esperem, porque eu vou pensar bem no castigo de vocês.


Mãe: Isso...


Enquanto falavam, eu e Jin subimos até o corredor dos quartos...


Eu: Droga! Eles ainda lembram do que fizemos, como vamos evitar esse castigo mais uma vez? 


Jin: Eu ainda não acredito que nossos pais nos flagraram fumando, que decepção... - Entrou em um quarto e eu o segui, em seguida se jogou em uma das camas, escondendo o rosto com uma mão. 


Eu: A gente só experimentou Jin, estávamos um pouco loucos,  nada demais, não viciamos nem nada, nossos pais que são muito dramáticos. 


Jin: Eles ficaram tão chateados quando descobriram, eles acham que a gente faz isso a tempos, achei que eles esqueceriam de tudo com essa viagem, mas parece que não, pelo menos agora eles estão nos tratando normal, porque antes era só patada e vácuo... 


Eu: Jin,  para um pouco de pensar nisso, você sabe que a culpa não é sua, e sim, minha... - Escuto o barulho da porta da frente batendo. - Olha... Acho que eles já saíram,  vamos dar uma andada por aí, pra espairecer um pouco... - Pego sua mão e o faço levantar,  descemos devagar até a sala, nosso país realmente tinham saído, então saímos também logo depois.


Começamos a andar pelas ruas,  que haviam mudado depois que nós visitamos da última vez. Nos distraímos conversando,  até que, sinto algo estranho no peito, como se estivesse me apertando e sufocando, era uma sensação horrível. Me ajoelho no chão com a mão no peito e gemendo de dor. 


Jin:  (S/n) O que foi? - Ele se espanta, e agacha tentando olhar em meu rosto. 


SEOKJIN  P. O. V


Estávamos conversando sobre como tudo tinha mudado na Coréia, quando de repente, ela põe a mão no peito, gemendo de dor ela se ajoelha no chão apoiando uma de suas mãos numa parede. Eu me espantei, pois foi muito de repente, e aquela dor parecia ser muito forte. Me agacho acariciando suas costas com a mão e tentando olhar em seu rosto.  Mas ela, ao olhar pra mim,  vejo uma coisa muito estranha, ao abrir seus olhos,  os vejo totalmente diferentes, em vez de castanhos estavam totalmente vermelhos.


Acho que foi apenas impressão minha, já que ela abriu e fechou rapido demais. Espero que realmente só seja impressão, pois isso não pode acontecer logo agora, não seria possível ela passar por aquilo tão cedo...






Notas Finais


♡Obrigada por ler...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...