História Entre O Céu E O Inferno - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Black Pink, GD & TOP, Got7
Personagens BamBam, G-Dragon, Jackson, JB, J-hope, Jimin, Jungkook, Lisa, Mark, Rap Monster, Rosé, Suga, T.O.P, V
Tags Colegial, Romance, Sobrenatural, Vampiros
Visualizações 11
Palavras 826
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Drama (Tragédia), Ficção Científica, Magia, Romance e Novela, Shoujo (Romântico)
Avisos: Álcool, Drogas, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Necrofilia, Nudez, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem^^

Capítulo 2 - Family...


Fanfic / Fanfiction Entre O Céu E O Inferno - Capítulo 2 - Family...

(S/N)    P. O. V


Abro os olhos... Eu estava no meu quarto deitada na cama, e Jin estava sentado ao meu lado.


Eu: O que aconteceu? - Falei me sentando devagar na cama. 


Jin: Você desmaiou no meio da calçada e eu te trouxe de volta pra casa, sabe me dizer o que sentiu? Que dor era aquela? 


Eu: Eu... Eu não sei... Era tão insuportável,  era como se um titan estivesse me esmagando, senti minha garganta fechar, eu não conseguia mais respirar... Foi horrível! - Apoiei minha cabeça em seu peito, tentando esquecer da sensação.


Jin: Você viu alguém passar por nós na hora?


Eu: Não, tinha muita gente passando por nós... Por que? 


Jin: Nada não... Tá tudo bem (s/n), não vai acontecer de novo... - Ele me abraça, acariciando minha cabeça, em seguida guia minha cabeça até o travesseiro.  - Relaxa, deita um pouco, descansa, a mãe e o pai vão chegar a noite, eu vou arrumar tudo aqui, aí mais tarde eu te acordo pra jantar. 


Eu: Será que eu tenho alguma coisa?  Vou precisar ir ao médico?


Jin: Ah... É... Não... - Ele faz uma expressão um pouco surpresa e arregala os olhos,  pareceu não saber o que responder. - Acho que não vai precisar, foi só um mal estar, já te dei um remédio, daqui a pouco você ficará melhor, não precisa contar pros nossos pais o que aconteceu, okay? Eles vão pirar se souberem que a gente saiu em vez de arrumar a casa...


Eu: Okay... - Vejo ele saindo do quarto, e sem perceber vou fechando os olhos, e acabo dormindo. 


(...)


"Park..." - Uma voz sussurra em meu ouvido.


Eu: Park? - Abro os olhos espantada, olho pros lados, não tinha ninguém, era só um sonho. Vejo a hora no relógio, ainda era de madrugada. Um pouco assustada, me cubro por inteiro com a coberta e fecho novamente os olhos...


Dia Seguinte...


Eu: Por que você não me acordou a noite? - Perguntei pro Jin, que estava jogado no sofá,  enquanto descia a escada até a sala.


Jin: Não sei,  você estava tão bonitinha dormindo que nem deu vontade de te acordar... - Sorriu.


Eu: Você não pensou na possibilidade de eu estar com fome naquela hora?


Jin: Se você estivesse com fome, você teria acordado, inteligente. - Rimos.


Eu: Nossa, seu grosso! Você entendeu o que eu quis dizer... - Me joguei no sofá ao seu lado, começamos a pular um em cima do outro e a nos chutar como duas crianças...


Mãe: Quantos anos vocês dois tem?  Dez?  - Disse nos encarando enquanto descia a escada.


Pai: Vamos logo amor! Eu quero voltar cedo... - Gritou meu pai, esperando na porta da frente. 


Mãe: Não me apresse, já estou indo!  - Gritou.


Jin: Aonde vocês vão?  - Me empurrou pra fora do sofá. 


Eu:  Eii... ! 


Mãe: Vamos matricular  vocês no colégio novo, depois todos nós vamos visitar seus tios, soubemos que eles estão morando aqui perto agora.


Eu: Eles ainda existem? - Debochei.


Mãe: Não fale assim deles, são sua família...


Jin: Ela fala assim agora, mas antigamente era apaixonada pelo Mark e o Jae-Bum, haha! - Disse rindo, senti meu rosto esquentar...


Eu: Cala a boca, seu inconveniente! Eu apenas gostava do jeito gentil deles... Além do mais, antigamente eu apenas os via como os tais "garotos adotados",  mas o tempo passou e eu cresci, agora só consigo ve-los como primos, nada mais.  - Dou um tapa em sua cabeça seguido de vários outros, ele tenta se defender  segurando meus braços, rindo mais ainda. 


Mãe: Vocês não são normais, um é uma criança com cara de 18 anos, a outra se apaixona pelos próprios primos, vou jogar vocês na adoção... - Brincou enquanto pegava a bolsa e ia até a porta. -  Vamos voltar daqui a pouco, estejam prontos pra irmos visita-los, ou eu mato vocês...


Eu / Jin: Okay... - Falamos desanimados. 


{...}


Eu estava distraída no sofá enquanto Jin estava com um amigo no telefone. Quando recebo uma mensagem da minha mãe. 


*Mãe   ON*


 - Encontramos sua tia na escola em que fomos matricular vocês...  [14:50]


- Vamos passear um pouco por aqui, depois voltaremos direto pra casa dela. [14:51].


Então vão direto pra lá, vamos conversar com vocês sobre a nova escola. [14:51].


*Mãe  OFF*


Eu: Jin! Larga esse telefone, vamos ter que ir na casa deles agora...


Jin: Vou ter que desligar Nam, a gente se encontra lá... - Falou pra pessoa que estava do outro lado da linha no telefone, em seguida desligou.


Eu: Quem é Nam?


Jin: Namjoon, conheci ele pela Internet, descobri que ele é amigo dos nossos primos, ele ta lá agora. O que estamos esperando? Vamos logo. - Falou empolgado me empurrando devagar até a saída da casa. 


Chegamos na casa deles, eu bato na porta e espero alguém atender. Até que alguém abre a porta, era o Mark, ele sorriu ao me ver, e... Ele estava sem camisa... Meu Deus, esse garoto tá mais lindo do que nunca! 


Mark: Oi... - Ele pega meu pulso, me puxa pra si e me abraça...








Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...