História Entre o Outono e o Inverno. - Capítulo 30


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran
Personagens Ed Sheeran, Personagens Originais
Tags Ed Sheeran, Famosos, Londres, Medicina, Nova Iorque, Romance, Viagem
Visualizações 12
Palavras 764
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


*PREPAREM OS LENCINHOS *

No episódio anterior...

Eu, Ed, Lexy e Mason fomos para um pub e conversamos éu decidi tentar voltar para casa, mas antes eu vou passar alguns momentos com Sheeran...

Capítulo 30 - Deixe-me Ir...


Fanfic / Fanfiction Entre o Outono e o Inverno. - Capítulo 30 - Deixe-me Ir...

Londres, novembro de 2014

Nós andamos de mãos dadas até uma praça, nós sentamos em um dos bancos da praça, que ficava ao lado de um poste de luz. Ele passou o braço no meu ombro.

-Eu adoro esse lugar. -Ele falou sorrindo, eu sorri. -Eu sempre vinha aqui quando me mudei para cá.

-Você deve ter boas recordações daqui. -Ele sorriu.

- Eu tenho mais uma agora. -Eu sorri e ele me beijou.

-Eu te amo. -Falei sorrindo, ele sorriu. -Eu quero que você seja feliz.

-Você me faz feliz. -Ele falou passando a mão no meu cabelo, eu sorri. -Eu te amo e Vou fazer de tudo para nunca te machucar e te fazer feliz. -Eu sorri.

-Eu não quero te machucar, eu quero te ver bem, quero que você realize seus sonhos. -Ele sorriu. -Quero que faça turnês enormes e shows lotados, ganhe prêmios, você merece isso. -Eu fiz uma pausa. -E eu adoraria estar ao seu lado nesses momentos.

-Você vai estar. -Ele falou sorrindo eu senti vontade de chorar, respirei fundo.

-Mas se eu não estiver eu quero que você consiga mesmo assim. -Ele sorriu e me abraçou, eu afundei a cabeça no peito dele.

Nós ficamos ali por mais mia hora conversando, pegamos um táxi é fomos para a casa dele. Nós entramos e fomos para o quarto...


Eu acordei 4h da manhã , como de esperado o ruivo ainda estava dormindo eu o observei, ele estava lindo eu analisei cada traço do rosto dele, eu queria me lembrar de tudo, do desenho dos seus lábios e do tom avermelhado das suas bochechas, dos fios alaranjados perfeitamente bagunçados, da mancha ao lado do seu olho, uma lágrima caiu do meu olho, eu o amava mas teria que deixá-lo, por mais difícil que fosse.

Eu me levantei coloquei uma roupa e o colar que ele me deu em Liverpool, peguei minha bolsa, coloquei minhas roupas lá, ele ainda estava dormindo, eu me aproximei dele, passei a mão em seu cabelo beijei sua bochecha, sua boca e seu pescoço, senti seu cheiro, sorri me lembrando da primeira vez que nos beijamos, e de todas as coisas que aconteceram desde aquele dia, não sei ao certo como um “desconhecido” fez eu confiar tão facilmente nele e me apaixonar tão rapidamente.

Me levantei enxuguei as lágrimas e fui embora, fui para a casa da Lexy, eles estavam dormindo, como eu esperava, deixei a mala na sala é fui até a cozinha peguei um papel e uma caneta.

Estou indo embora, quando for 15 de julho de 2017, por favor entre em contato comigo. Vou sentir saudades... Espero falar com você amanhã...

Ps:Diga adeus ao Ed por mim.

Beijos, Jessie..

Coloquei o bilhete no balcão, o celular e o colar em cima dele, dei uma última olhada na casa e saí.

Ainda estava escuro, eu fui para o rio Tâmisa eu estava chorando e com medo mas eu já tinha tomado minha decisão, respirei fundo, me lembrei do dia em que cheguei aqui, dos tapas que eu e Lexy trocamos, eu sorri. Me lembrei da risada do ruivo ao me ouvir falar em português, lembrei dos nossos momentos juntos, de quando eu o encontrei no parque e lhe contei um pouco da minha história, lembrei da viagem, dos shows das festas e de como o amava, sim isso era real, eu o amo como achei que nunca amaria alguém, depois do que aconteceu com o Michel mas mesmo nos nossos melhores momentos eu não o amei com a mesma intensidade e da mesma forma que eu amo o Ed e eu sei que ele me ama com a mesma intensidade e isso só torna tudo mais difícil, eu não quero que ele sofra pelo contrário quero que ele seja feliz.

Eu fiquei alguns minutos olhando para o rio, pensando e chorando, me lembrei de uma música que fazia tanto sentido para mim agora...

Eu vou ficar mas vou pela manhã,

Sem me despedir, vou antes do café,

Que é para não te acordar...

Respirei fundo subi no parapeito da ponte e me joguei... Senti o choque quando meu corpo bateu na água, senti alguns ossos quebrar, senti o gelo da água, eu comecei a afundar, sem conseguir respirar senti o medo. O medo de morrer, medo de perder todos que amo, medo de ter estragado a vida do cara que eu amo, fechei os olhos e antes de perder a consciência, pensei e se tudo desse certo!? E se eu tivesse uma chance de ajeitar as coisas, naquele momento eu senti uma pontada de... Esperança!


Notas Finais


Eu não sei vocês mas eu chorei com esse capítulo 💔😭😭
Comentem o que acharam!!
Beijão e até o próximo capítulo... ✌😘


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...