História Entre o Outono e o Inverno. - Capítulo 31


Escrita por: ~

Postado
Categorias Ed Sheeran
Personagens Ed Sheeran, Personagens Originais
Tags Ed Sheeran, Famosos, Londres, Medicina, Nova Iorque, Romance, Viagem
Visualizações 15
Palavras 1.032
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Famí­lia, Festa, Ficção, Romance e Novela, Universo Alternativo
Avisos: Álcool
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


No episódio anterior...

Eu acordei 4h da manhã para "me matar" me despedi do ruivo sem saber o que esperar do amanhã, se é que terei algum amanhã...

Capítulo 31 - Dias Cinzentos


Fanfic / Fanfiction Entre o Outono e o Inverno. - Capítulo 31 - Dias Cinzentos

Bauru, julho de 2017

Eu acordei tossindo bastante, olhei em volta, estou na casa da minha avó, eu estou sozinha no quarto, deixei as lágrimas rolaram. Fiquei assim por cerca de quinze minutos, então me levantei arrumei minhas coisas e fui para sala.

-Você já vai? -Meu avô perguntou surpreso.

-Eu tenho um compromisso mais tarde, eu tenho que ir. -Falei indo na direção dele, eu lhe dei um abraço e fui na direção da minha vó.

-Você está bem querida? -Ela perguntou preocupada.

-Eu estou. -Eu a abracei e fui para o carro, coloquei a mala no banco do passageiro. -Quando eu chegar eu mando uma mensagem. -Entrei no carro e acenei.

Eu não conseguia ficar ali, não depois do que aconteceu, eu precisava ficar sozinha, precisava pensar nas últimas seis semanas que se passaram em apenas algumas horas!

São Paulo, julho de 2017

Eu cheguei em casa e fui direto para a cama, não consegui segurar as lágrimas e chorei até dormir... Eu acordei e olhei a hora 7:30 me levantei e fui para o banheiro me olhei no espelho, meus olhos estavam inchados, assim como minha boca, eu tirei a blusa e vi a tatuagem que havia feito, eu sorri ao me lembrar daquele dia e em seguida chorei novamente. Tomei um banho gelado, coloquei um moletom quente vermelho e uma calça jeans, tomei um café, peguei a chave do carro e o celular, olhei a tela é tinha uma mensagem.

Ei garota, tudo bem? Se você quiser conversar é só ligar...

~Lexy

Eu sorri ao ver a mensagem, salvei o número dela, eu decidi que ligaria para ela mais tarde. Fui para o carro e fiz um caminho que eu sabia de cor. Subi as escadas e bate na porta.

-Eu não estava te esperando, que bom que veio! -Ele estava com um sorriso lindo no rosto, que já não tinha efeito sobre mim. -Entra.

-Eu só vim buscar a Nymeria. -Ele me encarou e logo a “lobinha” apareceu atrás dele e veio correndo na minha direção. -Ei menina, como você está!? -Falei empolgada e fiz carinho nela.

-Nós precisamos conversar, por favor. -Eu o encarei.

-Tudo bem Michel, sério eu perdoou você. -Ele ficou surpreso com a resposta. -Eu não vou falar que a gente é amigo, nós somos apenas conhecidos, eu não quero ficar brigando, mas não posso fingir que nada aconteceu.

-Eu entendo, mas por favor me perdoe, eu te amo. -Ele estava me encarando, eu não desviei o olhar.

-Nós temos uma história juntos e isso nunca irá mudar, mas vai ser apenas isso uma história. Eu já vou. -Ele não falou nada, eu fui para o carro e coloquei a Nymeria no banco do carona.

Dirigi direto para casa chegando lá ela foi direto para o sofá eu sorri e me juntei a ela, peguei o celular e liguei para a Lexy.

-Olá!

-Oi, que saudades que eu estava de você! – Ela praticamente gritou.

-Bom parece que foi ontem! -Falei rindo ela deu risada. -Como ele ficou?

-Nada bem, mas ele já superou, ele acabou namorando com a Cherry mas eles terminaram faz um mês. -Eu respirei fundo. -E você?

-Eu não sei... Vocês são amigos?

-Sim nós ainda conversamos mas não saímos tanto como antes...

-Eu sinto muito.

-Não se preocupe está tudo bem.

Lexy me contou o que aconteceu nos últimos anos ela e Mason não moram mais juntos, ela está namorando e bom ele é o Mason. Ela me falou um pouco do Ed mas não entrou em detalhes, eu tentei fazer ela contar mais porém ela não falou nada. Quando terminamos de conversar e eu pesquisei sobre o Ed, bom não havia mudado muita coisa, as músicas eram as mesmas, eu fiquei feliz e decepcionada ao mesmo tempo, afinal não tinha nenhuma música sobre nós é como se ele tivesse esquecido. Eu continuei pesquisando e vi que ele iria lançar algumas músicas novas, provavelmente no ano que vem. Eu assisti um pouco de TV, almocei, meus pais iriam vir para a minha casa amanhã, eu aproveitei o tempo para arrumar a casa e tentar não pensar muito no ruivo (não tive sucesso no último) terminei de arrumar a casa e me permite beber um pouco, de vez em quando tudo bem. Quando deu nove e meia tomei um banho e depois fui dormir(chorando para variar).

Eu acordei com o som da campainha, fiz um coque rápido e coloquei um casaco, era o um cara dos Correios, eu assinei e peguei o pacote, abri e nem fiz questão de segurar a risada ao ver aquele colar.

São Paulo, setembro de 2017

Eu voltei de férias, a mais ou menos três meses , eu ainda não consegui parar de pensar o tempo todo no ruivo e estou pegando todos os plantões que posso, Nanda acha que é porque eu não superei o fato do Michel ter me traído eu falo que não mas não digo o verdadeiro motivo da minha mudança. Hoje nós vamos sair, depois dela muito insistir eu finalmente aceitei o convite.

Eu coloquei um short jeans e um cropped colorido, calcei uma sapatilha e deixei o cabelo solto, eu havia cortado o cabelo na altura do ombro, coloquei o colar que havia ganhado do Ed(Eu sempre o usava, fazia eu me sentir “mais perto dele”, e sempre olhava as fotos que Lexy havia me enviado).

-O carro chegou! -Nanda gritou, eu saí do quarto e fui na direção dela.

-Eu estou pronta. -Nós saímos.

Fomos a um bar que costumávamos ir, chegamos lá e encontramos Vic e Marcel, daqui alguns dias vai ser o casamento deles, eu e Nanda vamos ser as madrinhas, Michel e Caio vão ser os padrinhos (Nanda e Caio finalmente se acertaram e pelo visto serão os próximos a pisar no altar). Eu me sentei ao lado da Nanda, nós bebemos e conversamos Caio chegou e se sentou ao lado dela, logo depois Michel chegou ele se sentiu na minha frente, nós superamos o que aconteceu e estamos nos tornando amigos. Ficamos no bar a noite toda, quando deu 2h da manhã eu fui para casa, chegando lá me joguei no sofá e acabei dormindo lá mesmo.


Notas Finais


E aí o que acharam do capítulo? Comentem!!!
Eu consegui dar uma adiantada em alguns capítulos(Eu acho que vcs vão gostar bastante) e vou postar um dia sim um dia não.
Beijão e até o próximo capítulo 😘✌


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...