História Entre o Tigre e a Girafa - Capítulo 4


Escrita por: ~

Postado
Categorias Running Man
Personagens Gary, Haha, Ji Suk-jin, Kim Jong-kook, Lee Kwang-soo, Song Ji-hyo, Yoo Jae-suk
Exibições 15
Palavras 1.035
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Romance e Novela, Yaoi
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 4 - Amor no mercado?


Fanfic / Fanfiction Entre o Tigre e a Girafa - Capítulo 4 - Amor no mercado?

Entrando no mercado andamos em meio a vários tipos de comidas, que nos deu água na boca, porém, mesmo com toda aquela comida que aparentava muito bem, possuindo cheiros agradáveis e tentadores eu não conseguia parar de pensar no que acabara de acontecer a poucos momentos no carro. Chegando ao local marcado com o R nos entramos e encontramos lá os outros casais que se encontravam ali sentados enquanto conversavam.

Jae Suk: - Vocês finalmente chegaram -  foi o primeiro a falar

Jessi: - Vamos começar logo Oppa, eu preciso comer

Suk Jin: - Nós nem demoramos - Os disse enquanto se sentava

Enquanto cada um se sentava em cadeiras aqui postas foi nos explicado a prova.

PD: - Depois de correr muito é hora de comer. - Enquanto ele falava foi colocado um único prato de comida na frente de cada casal.

Jessi: - Como isso é chamado de comer? tão pouco...

Jihyo: - Isso é realmente pouco pra duas pessoas... - Falou com um olhar desconfiado.

PD: - Por enquanto só comam isso. - Completou o PD

Kwang Soo: - Vamos comer então - Disse enquanto pegava os pauzinhos e os ajeitava em sua mão.

Foi então que todos comiam olhando a produção, desconfiados, sem aproveitar muito a comida.

PD: - Agora que terminaram vamos dar a missão

Jae Suk: Ahh eu sabia!

Jong Kook: -  Não poderia ser só isso

PD: - Vocês vão sair pelo mercado e comprar os ingredientes usados na comida que vocês acabaram de experimentar, vocês terão 10 minutos.

Suk Jin: - Como isso faz sentido?

Kwang Soo: - Nos simplesmente comemos isso, não pensamos nos ingredientes.

Jae Suk: - De onde veio essa ideia!?

PD: Porém

HaHa: - Tem mais?

PD: - Uma pessoa da equipe não deve encostar seu pé no chão

Gary: - Esse é meu jogo favorito - falou rindo pra Jihyo

Jihyo: - Ah Oppa - Lhe deu um um fraco tapa nas costas, rindo.

PD: - Escolham quem será carregado, vos começar agora.

Kwang Soo: - Oque vai ser, Hyung?

Jong Kook: - Você consegue me carregar?

Kwang Soo: Não acho que eu aguente muito.

Jong Kook: Entendi, eu te levo. - Falei com um olhar bravo

Kwang Soo deu um sorriso doce, me fazendo desviar o olhar.

Kwang Soo: - Ok Hyung.

PD: Agora....Começar!

Todos: Fighting.

Após isso todos já ajeitados nas costas uns dos outros saíram correndo de dentro daquela loja e foram cada um por um lado pelo mercado.

Jong Kook: - Vamos ver se achamos os vegetais primeiro - Falei andando rapidamente com Kwang Soo nas minhas costas.

Kwang Soo: - Ei Hyung - sussurrou no meu ouvido

Jong Kook: - O-Oque foi? Pensou em algum ingrediente?

Kwang Soo: - Suas costas são confortáveis.

Jong Kook: - Oque você tá dizendo? Tão estranho

Kwang Soo: Suas orelhas estão vermelhas.

Jong Kook: - Porque você é pesado

Nessa altura, enquanto ele susurrava em meu ouvido meu coração era como se fosse explodir, e eu já não conseguia pensar direito

Kwang Soo: - Oh, pegue isso aqui

Jong Kook: - O-Ok

Fui pegando os ingredientes e dando para ele

Kwang Soo: - Você está tão fofo hoje, Hyung.

Jong Kook: - O-o-o-oque você disse?

Kwang Soo: - Você tá me vendo como um homem? - Sussurrou bem baixo no meu ouvido

Jong Kook: - P-pare com as brincadeiras...

Jong Kook: É tudo tão estranho hoje... - falei baixo comigo mesmo

Nesse momento Kwang Soo me deu um pequeno beijo no pescoço que me fez arrepiar por inteiro.

Kwang Soo: - Tem muitas câmeras aqui não é?

Jong Kook: - O-o-o-que você fez!?

Kwang Soo: - Só um beijo - Falou soltando uma risada

Jong Kook: - Por que você...?

Kwang Soo: - Já tá acabando o tempo, melhor voltarmos - Ele interrompeu minha fala

Totalmente envergonhado andei o mais rápido que pude até chegar naquela loja com os ingredientes. Chegando lá cada casal colocou os ingredientes na mesa, acabou que eu e Kwang Soo não pegamos muito e acabou que Jae Suk e Jessi ganharam essa.

PD: - Aqui está a próxima localização - Nos disse entregando o papel com endereço para cada casal.

Suk Jin: - Vamos lá

Com isso todos foram para seus carros. Nesse tempo Kwang Soo me puxou pelo braço para longe dos outros.

Kwang Soo: - Agora não tem mais câmeras.

Jong Kook: - Nos... Precisamos ir.... - Sem conseguir pensar em nada, foi a única coisa que saiu de minha boca.

Kwang Soo: - Hyung, não tem algo que queira me dizer? Algo te incomodando.

Jong Kook: - Pare de falar coisas estranhas, isso só me faz parecer mais estranho, tá tudo tão confuso - O falei é o empurrei para sair dali

Kwang Soo: - Hyung - Falou colocando sua mãos nos meus dois ombros para me segurar, me fazendo olhar para ele.

Kwang Soo: - Eu não aguento mais.

Começando a aproximar seu rosto do meu, meu coração começou a disparar como nunca tinha feito antes, sem conseguir raciocinar e o vendo chegar mais perto acabei por fechar com força meus olhos e em seguida senti seus lábios tocarem levemente os meus, logo então deu uma pequena lambida em meus lábios como que pedindo pra entrar em minha boca, e eu inconscientemente dei uma pequena abertura o fazendo a colocar dentro de minha boca, começando uma briga entre nossas línguas que ninguém sairia perdendo. Não conseguia parar de me sentir estranho com isso, não me sentia desagradável, mas muito bem, minha cabeça me dizia para continuar e eu o fiz, o segurei na nuca sem querer parar aquele beijo e ele retribuiu também me segurando, Kwang Soo então começou a morder levemente meus lábios no meio dos beijos, me deixando louco, o empurrei contra a parede e nosso beijo se tornou cada vez mais intenso, era como se eu tivesse me tornado um tigre feroz, no meio disso ele saiu de meus lábios e desceu em meu pescoço, dando uma mordida, para que logo segurasse com as duas mãos meu rosto, levantasse sua cabeça e olhasse em meus olhos com seus olhos cheios de luxúria.

Kwang Soo: - Você é meu.










   



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...