História Entre tapas e beijos - Capítulo 3


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Amigas, Lesbicas, Romance Lésbico
Visualizações 50
Palavras 1.492
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Colegial, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Voltei!
Estava meio desmotivada e sem criatividade, espero que gostem :)

Capítulo 3 - Um beijo, mil pensamentos...


Acordei  até mais disposta, estranho, mas é sempre assim: quando eu durmo tarde eu não acordo com sono, e quando eu durmo cedo eu durmo o dia inteiro. Fiz tudo que sempre faço e fui ao colégio sem precisar correr para não chegar atrasada, ainda bem. Dei de cara com o Peu e a Malu que estavam em um papo super envolvidos, sempre achei que ele tinha uma crush secreta nela, vou procurar saber depois, falei com os dois e fui logo para a sala, eu que não vou segurar vela a essa hora da madrugada.

-Bom-dia, Dona Isabela, que milagre é esse que não chegou atrasada?- Carla, a auxiliar de corredor que está conosco  desde o ano passado.

-Novo ano, Carla!! Esse eu estudo!!-Falei rindo e provocando risadas

-Conheço essa história...Hahahaha, mas está na hora de estudar já, viu??

Revirei os olhos e fui para a sala, só havia 2 pessoas, sendo uma delas a Aurora, deixei minha bolsa na banca e fui falar com ela.

-Oii, Bela!
Não entendo como essa menina é um poço de alegria até nesse horário.

-Oi, Rora.
Esse é o apelido dela desde pequena, o irmão dela mais velho não sabia pronunciar "Aurora" e a chamava assim, convenhamos que esse nome é  complicado, então todos a chamam assim.

-Olha quem chegou...- Apontou para a porta, Júlia divinamente maravilhosa estava entrando e vindo em minha direção.

-Bom-dia, meninas!!- Deu beijinhos na bochecha e sussurrou no meu ouvido me deixando arrepiada "Oi, Bela", como um ser humano consegue fazer isso tudo às 7h da manhã?

Logo em seguida o resto do pessoal chegou e o professor também, física aff, fui sentar, antes falar com a Laura.

-Bom-dia, flor do dia.- Me abaixei e dei um abraço nela, que estava super cheirosa e foi simpática, o que não durou pouco, já mandou eu me sentar para ela prestar atenção, esses nerds...
Ainda bem que ela está normal hoje, não aguento esses surtos dela. Arrumei algo pra fazer durante essa aula chata, mandei um bilhete para o Pedro perguntando da Malu, ele respondeu que eram só amigos aproveitei a deixa e acrescentei: por enquanto...Ele riu e ficou vermelho, ainda acho que eles dois dão certo, ficamos trocando bilhetinhos só conversando merda e finalmente a aula acabou.
Laura veio falar comigo sobre algo muito aleatório porém, eu não prestei atenção em nenhuma palavra depois que notei a Júlia falando com o Fernando e olhando para mim descaradamente, o que ocasionou em uma briguinha em que a Laura continuou falando sozinha, mas desta vez eu prestei atenção e só pedi desculpas e logo a envolvi em outro assunto sem nem olhar pra Ju, chega de estresse.
Tiveram mais 2 aulas que passaram se arrastando antes do intervalo, tocou, levantei e já dei de cara com a Ju.
-Oi, guia.
-Olá, turista, vamos terminar nosso tour?
Ela riu e fomos descer, avisei ao pessoal que depois iria a cantina. Conversamos muito, o assunto flui perfeitamente, já estávamos terminando o "passeio" em uma área bem deserta que liga o prédio do jardim de infância ao do ensino médio.
-Mas e você, Bela? Tem conquistado muito corações aqui?- Ela mudou de assunto drasticamente, estava falando sobre suricatos, avalie.
-Que?Ah, eu não...-Mudei de humor claramente, me sentindo meio que "inferior" e insegura, já que ela é profissional nesse assunto.
-Como assim, essa galera daqui não sabe valorizar você mesmo...- Me olhou de baixo pra cima e parou na minha boca, mordendo o lábio inferior, sexy demais, que calor!
-Vamos andando que já, já toca...-Falei quase sem voz e tentando sair do lugar.
-Você tá com pressa?Por que eu não estou...-Ela foi me encurralando e me pressionando contra a parede, tentei não ceder, mas simplesmente não deu.
-Não...-Ela aproximou mais ainda o rosto e selou nossos lábios, mordendo meu lábio inferior, não conseguindo me controlar cedi espaço para sua língua.
Senti algo inédito, haja borboleta no meu estômago, quando me veio à tona o que eu estava fazendo separei imediatamente, a razão substituindo a emoção. Foi um beijo tão envolvente que eu esqueci onde eu estava e o que eu estava fazendo, me recompus e o sinal tocou.
-Vamos subir?-Falei sem consegui olhar em seus olhos.
-Ei, não precisa agir assim, se não quiser que isso se repita e só me dizer, e se for o contrário também.-Ela disse e me abraçou, Ju é uma fofona apesar de toda essa sensualidade.
-É que eu nunca tinha feito isso antes...
-Como assim? Esse foi o seu primeiro beijo??-Falou espantada.
-Não! Quer dizer, com um menina sim...
-Nossa! Eu jurava que você era lésbica, meu gaydar disparou quando te vi pela primeira vez.- Ela riu e seguimos andando.
-Como assim?-Falei meio assustada, eu lésbica?
-Ai, não sei, mas meu gaydar não falha viu, hahahaha.- Ri junto para disfarçar os nós que minha cabeça estava dando e acelerei para chegar logo.
-Finalmente, terminamos nossa excursão pelo Colégio, Ju.-Ainda estava envergonhada e sem jeito, impossível não ficar, ainda bem que já estamos na porta da sala.
-Finalmente, poxa...Você não gosta mesmo de mim, hein?-Ela fez uma carinha de triste muito fofa.
-Não é isso, você pode continuar passando recreio conosco se quiser.- Lembrei que não tinha ido na cantina.
-Ótimo, vou ao banheiro.- Ela saiu e eu fui me sentar e Laura e Peu vieram perguntar onde eu tava no recreio que eles não tinham me visto, expliquei onde estava e quem estava comigo.
-Já está trocando a gente...- Pedro disse fazendo drama.
-Eu disse, mas ninguém prestou atenção.-Laura falou para Pedro.
-Disse o que Laura?- Me intrometi na conversa.
-Disse na cantina que você depois que conheceu essa Júlia (fez uma cara de reprovação) não quer mais saber da gente.-Ela falou puta da vida.
-Claro que não!- Falei para os dois e chamei Laura no canto.
-Me diz uma coisa, essa implicância toda com a Ju e por causa da orientação sexual dela?-Dessa vez falei sério com ela.
-Não, Bela, claro que não! Você sabe que eu não sou assim!Eu só não vou com a cara dela...-Nem ela sabe o porquê disso tudo.
-Deixa de drama, menina...-Tentei descontrair um pouco e deu certo, ganhei um abraço e ficamos conversando até a professora chegar.

As aulas foram normais, Laura me tratando como antes, creio por que a Ju nem chegou perto de mim, será que a Lau estava certa sobre ela?Está tudo uma confusão aqui dentro, não vejo a hora de ir para minha terapia: a natação e minha analista: Vitória.
Última aula parece que é infinita e ninguém consegue prestar atenção, aleluia, acabou me despedi do povo e fui para casa. Almocei e fiquei mazelando na cama até que meu celular vibra, mensagem da Ju.

Ju: Bela, fiquei surpresa que foi a primeira vez que vc beijou uma menina, sei bem o que deve está acontecendo com a sua cabeça agora, espero que você não se distancie de mim, pois gosto muito de vc e respeitarei qualquer decisão sua e se quiser conversar, estarei sempre por aqui. Beijos.

Caiu a ficha, eu beijei uma menina, e eu gostei pra caralho, se isso tivesse sido há um ano atrás eu teria ficado menos confusa do que estou agora, preciso conversar com alguém, vou  chamar a Lau, ela está de boa comigo hoje, vou aproveitar. Agradeci a Ju pelas palavras e disse que estava tudo bem.

Bela: Laura?
Laura: Oi, Bela
Bela: Tas podendo conversar?
Laura: Claro, aconteceu algo?
Bela: Mais ou menos...Lembra quando eu estava confusa ano passado sobre minha sexualidade?
Laura: Lembro sim...
Bela: Então, eu estou mais confusa do que nunca, sem saber o que eu sou.
Laura: O que aconteceu??
Bela: A Júlia me beijou e eu quis.
Laura: Sabia que isso iria acontecer, mas não tão rapido assim...
Bela: Não ajudou em nada.
Laura: Relaxa, você não precisa ficar se rotulando, deixa as coisas acontecerem como têm que acontecer.
Bela: Laura?É você?
Laura: Engraçadinha...
Bela: É mesmo, to me preocupando à toa, obrigada por sempre me salvar.
Laura: Amigo serve pra isso, e vê se para de pensar sobre isso, vai ver um filme, nadar e vida que segue, tá bom? Se precisar é só chamar.
Bela: Ow que fofa, vou tentar, beijão <3.
Laura: <3.

Para quem estava esperando uma crise de ciúmes, essa conversa foi surpreendente, nem parecia ser ela, fico feliz que ela tenha conseguido controlar os nervos, consegui ficar mais calma e nem deu tempo de ver filme ou série, fui para o treino.
Resolvi não falar sobre isso com Vitoria chega desse assunto por hoje, nadei distraida nos meus pensamentos e não passei despercebida pela minha falta de atenção, errei a contagem de voltas várias vezes e Vi percebeu logo que havia algo errado.


-Bela?O que aconteceu?- já estávamos no vestiário.
-Nada não, Vi...Não quero falar sobre isso.
-Entendi, to aqui pra ajudar!-Ela sorriu e me abraçou.
Tomei banho e fui para casa, assisti um filme e fui dormir, estava exausta.





Notas Finais


obrigada por terem lido! :D


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...