História Entre Tapas e Beijos - Capítulo 18


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Personagens Originais, Rap Monster, Suga, V
Tags Bts
Visualizações 18
Palavras 1.496
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Drama (Tragédia), Escolar, Famí­lia, Festa, Hentai, Lemon
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Do amor para o ódio, basta um pulo 😏😋😎👍 principalmente quando se trata de Biah e Suga!

Capítulo 18 - Hospital/ Te odeio


Fanfic / Fanfiction Entre Tapas e Beijos - Capítulo 18 - Hospital/ Te odeio

- Eu tenho uma ideia - Suga fala - Seu motorista tá aí?

- Sim por....-antes que Biah continuasse Suga fala:

- Não faça nenhum movimento brusco - Suga diz saindo do quarto

Logo depois Suga volta com o motorista, Suga segura Biah passando seus braços por debaixo do dela, e o motorista pegou suas penas, eles desceram o mais rápido que podiam, e foram até o carro de Suga, colocaram Biah no banco de trás, Suga partiu pro hospital e o motorista foi mais atrás

~ No trânsito ~

- Ainda dói? - Suga olha pra Biah contra o espelho, ele preocupado

- Não, mas se eu me mexer dói - Biah fala olhando para o seu joelho - Suga......- Biah fala meio sem jeito

- Oi?....tá doendo alguma coisa? -ele se preocupa é Biah sorri fraco

- Não, E-Eu só queria dizer obrigada, po-por ter cuidado de mim - Biah sorri sem mostrar os dentes, o sorriso era sincero

- Apenas estou retribuindo o que você fez comigo ontem, e também queria te agradecer pelos seus cuidados - Suga vira para Biah e sorri

- Você se importa comigo - Biah repete a cena que Suga fez hoje pela manhã, fazendo o mesmo soltar um riso e o trânsito abre

Eles seguem seu rumo até o hospital, chegando lá Suga deixa Biah no carro e depois retorna com um funcionário e uma cadeira de rodas, eles colocam Biah na mesma, a perna esquerda de Biah estava normal, já a direita estava reta, pois ao dobrar o joelho doía muito, eles entram no hospital e fazem todos os procedimentos na recepção, depois a Biah é chamada e vai até o a Sá do médico com Suga

Suga~

Biah foi chamada e eu empurrei a sua cadeira de rodas e entramos na sala, ao entrar Biah segura a minha mão com força, eu via o medo dinando o seu olhar

- Vai ficar tudo bem - coxixo no ouvido dela

Depois da consulta o médico diz que ela deve fazer um raio X para ver o que ocorreu, então fomos até a sala de raio X, Biah esperou sua vez, até que o médico a chamou e então entramos na sala de raio X, o médico deitou ela numa espécie de cama, aquele médico era impaciente, ele tentou ajudar mais só atrapalhou

-Dói! -Biah reclama, pois o médico não estava sendo cuidadoso,

Carregamos Biah e a colocamos ali, o médico veio e começou a mexer no joelho dela, para a melhor posição para o raio X, cada vez que ele mexia Biah gritava de dor, aquilo me irritava ele não estava sendo cuidadoso, eu fechei os punhos mais me contive, Biah já estava chorando, então me aprocimei dela é segurei sua mão, até que parecia estar tudo certo

-Rapaizinho não pode ficar aí -ele dá leves Tapas no meu ombro, e eu me afasto mais fico olhando tudo, o médico entra na cabine e faz uns negócios lá

Depois disso eu ajudei Biah a descer, ela estava chorando de dor, eu enxuguei suas lágrimas, e me abaixri para ficar do mesmo tamanho

-Ei.....não precisa chorar, eu estou aqui - eu enxugo suas lágrimas, e ela segura minhas mãos ainda nervosa - Não vou te deixar sozinha, nunca - eu beijo ela, um beijo calmo

Saímos da sala e ficamos esperando os resultados e logo depois um outro homem parece

- Podem marcar o retorno, o raio X será enviado ao médico - ele fala é eu assenti, depois fui para a recepção e marquei o retorno e esperamos nossa vez

- Pois bem - o médico fala olhando para o raio X - Olha garoto, sua namorada torceu o nervo do joelho - o médico fala é Biah arregala os olhos

- N-não somos namorados - Suga abaixa a cabeça envergonhado

-I-isso é grave? - Biah nem se importa com o que falavam só queria saber do diagnóstico 

- Mais formariam um belo casal - o médico bem educado diz - E quanto ao diagnóstico mocinha, nada que 15 dias com um gesso não resolva

- 15 dias! - Biah exclama

- Aham....com repouso

Depois dali fomos a outra sala onde colocaram gesso na perna de Biah, depois saímos do hospital, onde encontramos o motorista que me ajudou a por Biah no meu carro, eu deixei ela lá e fui falar com o motorista

- Ela não quer que contém ao pai, para não preocupa-lo - eu falo e o motorista assenti

- OK, mas é o irmão dela?

- Assim, que é chegar o avise, OK?.....Biah ficará na minha casa estes dias

- Mas....

- Depois eu me resolve com quem for! - eu falo

- OK! - o motorista se curva e sai

Eu vou para o meu carro e dou partida, fomos e Biah analisava cada paisagem, quando chegou em um determinado local ela reconhece, estava perto de sua casa, mais eu entro em outra rua

- Onde vamos? - Biah pergunta

- Vamos para o meu apartamento, assim você vai descansar mais

- Não Suga eu quero ir pra casa! 

- NÃO!

- Suga, é sério

- Não você vai ficar comigo! 

- Eu não quero! - ela cruza os braços

- Você não tem querer!

Suga off~

Biah~

Aff.....era bom demais para ser verdade, tinha ao menos que ter um briga nem que fosse só uma, se não, não seríamos nós, o momento fofinho ficou para trás e a briga voltou a reinar entre nós. O carro parou e Suga sai do carro e me deixa lá!, ele volta com uma cadeira de rodas, o apartamento era luxuoso, fomos até o elevador e fomos um sem falar com o outro, se não fosse a minha perna eu já teria indo embora, mais por conta daquela maldita queda eu estava ali dependente de Suga, o elevador e fomos até a cobertura dele, ao chegarmos ele abre a porta e me depara com uma sala nela tinha uma televisão enorme, um sofá em forma de L enorme e branco, duas poltronas a mesa de centro, e logo ali tinha uma cozinha americana, do lado direito tinha uma janela de vidro enorme onde dava pra uma varando enorme com piscina e tudo, voltando para a sala tinha uma escada e logo no topo tinham umas quatro portas,

- Bem-vida ao meu lar doce lar - Suga empurra minha cadeira até o sofá dele onde lá PR põe deitada, depois ele sai com a cadeira e volta sem ela

- Cadê a cadeira - eu encaro ele

- É da recepção querida - ele fala com sarcasmo - Tá com fome? -ele pergunta é eu balanço a cabeça negativamente, eu metia

- Que pena, tem lasanha no forno - Suga fala e sai e depois retorna com um prato de lasanha e coca-cola

Aquilo era tortura pois aquilo era o meu prato favorito. Suga senta no chão e começa a comer e saborear aquilo, ele fazia questão de me provocar e eu já estava com água na boca

- tem certeza que não quer? - ele fala é fazia um caminho de queijo de seu prato até sua boca, eu fecho os olhos e os expremo

- Tá eu quero!....mais só porque não tomei meu café da manhã

- Poderia te dar um castigo, mas só não vou fazer isso porque você não tomou seu café da manhã - ele fala se levantando e indo até a cozinha é retorna com a lasanha e o refri em a bandeija e dá para Biah comer

- Que tipo de castigo? - eu falo com um certo medo 

- Serão longos quinze dias! - Suga fala é sobe as escadas, Suga me assutou.

Logo se ouve a campainha e eu olhei para um relógio de parede e eram umas 14:00 em ponto e Suga faz meio hora que saiu e não desceu mais, até agora pois foi abrir a porta e quando abriu a galera toda entrou com comida, flores, e Jimin com roupas minhas e eu logo abro um sorriso, um pot um veio me abraçar. Nós todos conversamos, comemos, rimos, assistimos um filme e quando deu umas 

- Biah o Appa disse que só vai voltar mês que vem e só no fim, porque ele tá com uns problemas em uma das empresas - Jimin fala ee Suga dá uma risada maléfica que me assutou

- Jimin não me deixe aqui - eu seguro na gola da camisa de Jimin

- Você vai ficar bem, o açúcar cuidará bem de você - Jimin fala rindo, todos se despedem e vão embora

- Eu te odeio! - Eu falo após todos irem embora ( Biah e Suga se encaram igual na foto)

- Vem vamos banhar - Suga fala olhando para o relógio que eram 19: 30

- Vamos banhar?.....não eu vou banhar sozinha

- Então tá -Suga fala é eu cruzo os braços e me soubpor vencida - Você só vai ter que dá um jeito de se levantar, subir as escadas, achar o banheiro, se vestir sozinha, essas coisas.....- Suga fala é começa a subir as escadas

-Espera! - Eu falo, tinha esquecido por completo da minha perna, Suga estava me irritando, seriam longos 15 dias 😦. Eu falei isso é Suga virou para mim




Notas Finais


Tadinha da Biah, quinze dias nas mãos do Suga.

Quinze dias de Tapas e beijos

Quinze dias de amor e ódio

O que acharam da fic?

Cometem para eu saber se estão gostando 😋😘👋


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...