História Entre Vampiros & Lobos - Capítulo 65


Escrita por: ~

Postado
Categorias The Originals, The Vampire Diaries
Personagens Personagens Originais
Tags Bruxas, Drama, Lobos, Romance, Romance Sobrenatural, Vampiros
Exibições 95
Palavras 741
Terminada Não
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 65 - Sobrevivente


Quando Anna chegou em casa tudo estava tão calmo, nem parecia que tinha um jovem em seu porão.  A morena preparou um almoço para o jovem e pegou um copo de vidro para se e desceu ate o porão.

- Te trouxe comida.  - Disse Anna sorrindo.

- Finalmente você chegou. - O rapaz vai com pressa ate a bandeja mas Anna a puxa para o lado.

- Nananina não.  Primeiro você tem que fazer um favor pra me.

- Qual ? - O jovem começa a ficar trêmulo.

- Enche.  - Anna entrega o copo para o jovem.

- Com o que ?

- Com isso que corre dentro de você e se chama sangue.  - Anna se senta em uma cadeira meia que velha.

- Como ?

- Tem uma faca bem ali. - Anna olha em direção da faca e o jovem a segue com o olhar.

O jovem pegou a faca e fez um corte na mão e começou a encher o copo com sangue. 

- Por que você não me mata logo e acaba com isso!

- Não seja por isso. - Anna se levanta e vai ate o jovem rapidamente. 

- Estou brincando.  - Anna para em sua frente.

- Cuidado querido, qualquer palavra mal dita e sera seu fim.

- Posso te dizer o mesmo querida. - O jovem pega a faca e enfia no coração da morena.

- Porra... Você estragou minha blusa favorita, não deveria ter feito isso. - Anna vai em direção ao rapaz o pega e quando estava prestes a cravar seus dentes no pescoço do mesmo.

- ANNABELLE. - Alguém a chama.

- Salvo pelo gongo.  - Anna sussurrou ao ouvido do jovem que se sentou ao chão aliviado.

Anna saiu do porão mais antes ela tirou a faca do seu coração, a faca estava encravada um pouco fundo todo o metal havia entrado. A jovem fez um pouco de esforço para tirá lá.  E também tirou a blusa ja que ela estava com um buraco e ficou apenas de short e sutiã, quando seu ferimento estava curado ela foi ate a sala.

- Liam querido, era você que eu queria ver.

- Você por favor pode colocar uma blusa ? - Liam joga a jaqueta da morena que estava no sofa.

- Pensei que você gostava de me ver assim. - Anna morde os lábios.

- Gosto... Quer dizer gostava, quando sabia que você poderia ser minha.

- E quem disse que não posso ? - Anna foi chegando mais perto, mas Liam deu alguns passos para trás.  - Afinal o que você faz aqui ?

- Vim te falar que parece que sobrou um sobrevivente do ataque da noite interior. 

- Nossa. - Anna revira os olhos. - Que legal.

- Mas ele esta desaparecido.

- Nossa que triste.  Desejo tudo de bom pra ele e espero que ele saia vivo dessa.

- Anna, o que esta acontecendo com você  ? Você esta estranha. 
- Querido eu sou o cúmulo do estranho.

- Não foi isso que eu quis dizer.  Você esta diferente.

- Estou a mesma de sempre. 

- Aonde você esteve hoje pela manhã ? - Liam parecia preocupado com a amada.

- Na escola.

- Você não estuda.

- La tem dizendo aluna Annabelle Branson, então tecnicamente eu estudo.

- Mas... - Anna o interrompe.

- Sem mais. Se so era isso que você queria dizer pode ir embora. - Liam assentiu e foi embora sem dizer uma palavra. 

Anna foi ate seu quarto pegou um blusão vermelho e desceu novamente para o porão, aonde o jovem estava atacando a bandeja com o alimento. 

- Sabem que você está vivo. - O jovem levanta o olhar para a jovem.

- Verdade ?

- Na verdade sabem que tem um sobrevivente e ele esta desaparecido tenho certeza que nem todos pensam que você esta vivo, ja que o animal ou psicopata que fez aquilo com seus amigos é muito perigoso. - Anna deu um sorriso assustador que fez o jovem engolir seco.

- E porque você não me matou logo quando teve a chance ? - O jovem entre o copo com sangue para a Anna. 

- Uma parte de me não quer te machucar, ja a outra parte que te ver morto e com a cabeça arrancada e acho bom você não irritar essa parte. - Anna pegou o copo e saiu do porão. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...