História Entre vidas e mortes... - Capítulo 1


Escrita por: ~

Postado
Categorias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Drama, Estrupo, Morte, Suspense, Tragedia
Visualizações 6
Palavras 597
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Violência
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Suicídio, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Gente esse capítulo os senhores vão conhecer a vida e os problemas da nossa querida personagem que por enquanto não vou dizer o nome dela, só que ela tem 14 anos.

Boa Leitura ^_^
<3

Capítulo 1 - Vida de sofrimento


Minha vida é cheia de obstáculos ,como acidentes que destroem minha vida pouco a pouco, meu pai com seus atos super "carinhosos", escola e principalmente eu. Toda noite subo as escadas rapidamente para meu pai não me ver, sempre deprimida e com lágrimas no rosto, pego meu caderno que o gardo na minha estante atrás de uma boneca de pano que minha mãe me deu quando era menor. Sempre há alguma pessoa que usame para afeto de alegria, vamos dizer que esse "afeto" é super amigável pelo menos é oque eles dizem. Esse afeto se resume em "apelidos" nada amigáveis, pouquíssimas palavras que me fazem rir por que se eu chorar mais vou me desidratar. Adoro a ironia pois acho que fica muito melhor viver a vida com ela, pois até nos piores momentos conseguimos lidar com ela.

Minha vida nem sempre foi um inferno, a dois anos atrás vivia eu meu pai, minha mãe e meu irmão, eu tinha apenas doze anos quando eu decidi sair sem autorização dos meu pais. Eu e ela ficamos brigadas e me arrependo muito por isso pois minha últimas palavras com ela foi "Eu te odeio".

Eu amava minha mãe só não sabia que precisava demonstrar isso, e quando decidi pedir desculpas já era tarde demais, ela morreu no dia que nos brigamos, ela saiu de casa batendo em tudo que havia em sua frente, pegou meu irmão e foi ao seu carro e só fiquei sabendo disso ,até depois de meia hora ,uma voz desconhecida liga do telefone de minha mãe dizendo a má notícia. Eu chorei,chorei, chorei muito, me isolei de todos parentes e amigos. E quando decidi sair de meu luto a minha vida inteira tinha mudado.

Hoje meu pai foi no meu quarto, eu tinha acabado de me trocar para passear com a Tai minha cachorrinha. Sabe aquele olhar malisioso e cheio de maldade que alguns meninos te olham, por que te acham gostosa e sempre querendo algo mais, foi como meu pai me olhou hoje, ele me olhou dos pés até a cabeça e ficou paralisado em meus seios. Sai correndo peguei a chave e uns 20 reais que estava em cima da mesa e sai de casa, e corri o máximo que podia para meu pai não me alcançar, sentei ao um banco que estava próximo e foi quando percebi que a Tai correu junto comigo e estava ao meu lado pedindo conforto. Eperei até dar a hora de meu pai sair para beber, pois todos os dias às 19:00 na hora do acidente de minha mãe ele sai para encher a cara.Voltei para casa, a porta estava aberta e tudo estava quebrado, acho que meu  pai teve um ataque de raiva e começou a quebrar tudo que via. Meu pai me culpa muito pelo acidente de minha mãe, ele diz que se eu não tivesse gritado com ela ou ao menos ter desobedecido a ordem dela ela e meu irmão ainda estariam vivos, e com ele sempre dizendo fica difícil em não acreditar que isso é verdade.

Peguei algo para comer e fui até o sótão e fiquei lá pelo menos umas 2 horas, até ouvir a portar bater e gritos, estava curiosa em saber de quem era aqueles gritos. Então decidi dar um espiada e era uma mulher gritando, eles estavam se beijando enquanto meu pai apertava as partes íntimas da mulher, eles foram para o quarto e não paravam de gemer, desci as escadas em silêncio peguei bastante comida e fui até meu quarto por que decidi dormi no sótão que o barulho era menor.



Notas Finais


Gente espero que tenham gostado dessa parte da história, lembrando que pretendo escrever capítulos mais longos.
Bjs <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...