História Entre Vírgulas > O Melhor Amigo do meu irmão. - Capítulo 2


Escrita por: ~

Postado
Categorias Harry Styles, Justin Bieber, Lucy Hale
Personagens Harry Styles, Jaxon Bieber, Jeremy Bieber, Justin Bieber, Lucy Hale, Personagens Originais
Visualizações 8
Palavras 1.237
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Crossover, Musical (Songfic), Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Insinuação de sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 2 - Capítulo 2


Fanfic / Fanfiction Entre Vírgulas > O Melhor Amigo do meu irmão. - Capítulo 2 - Capítulo 2

Assim que nos descemos do avião e entramos no aeroporto, foi a mesma loucura, como sempre fãs dos dois os gritando por seus nomes e também havia fãs gritando pelo o meu nome, bem minha mãe é o meu pai como sempre pediram para os seguranças deixarem eles se aproximar deles e bem eu apenas disse que iria os esperar no carro e segui meu caminho para o carro com algumas vozes gritando o meu nome. 

Como eu disse eu não vejo o motivo de ficarem gritando o meu nome para tirar foto, afinal eu sou apenas a filha que as vezes faz propaganda ou sai em capas de revistas por ser filha deles então não vejo o motivo, não que eu não goste da idéia de ter alguns fãs mas eu quero ter fãs pelo o que eu faço ou por quem eu sou e não por ser a filha de Justin Drew Bieber com Lucy Hale Alves Bieber ou Sophia Hale Alves Bieber, isso pode ser um pouco confuso.

Depois de um tempo eles entram no carro.

___Porque não ficou para tirar fotos filha?___ Minha mãe pergunta me olhando.

___A senhora sabe, que eu não quero ser conhecida ou ser famosa só por ser filha de vocês eu quero ser conhecida por mérito próprio.

___Então porque você não aceita a proposta do Socooter?___ Meu pai pergunta me olhando.dd

___Eu só irei aceitar a proposta dele se o senhor deixar eu ser uma Anjinha da Victória's ___ digo já sabendo da resposta.

___Você sabe que isso está fora de cogitação___ fala me olhando séria mente.

___Faço das suas palavras a minha____ digo e olho em direção a minha mãe ____Mãe deixa eu dormir hoje na casa da sua mãe?___ perguntei a olhando.

___Claro____ diz me abraçando de lado ___Mas você sabe que sua outra avó iria ficar com ciúmes certo? ___ pergunta e eu concordo com a cabeça ___Então manhã a senhorita dorme na casa da sua outra avó e depois vem para o nosso apartamento certo?___ pergunta.

___ Certo!___ digo beijando sua bochecha ___Mas o senhor nem vai reclamar por eu está indo passar dois dias foram da sua proteção?___ perguntei olhando para meu pai.

___Não, mas só porquê eu e sua mãe precisamos de um tempo só nosso sem nem uma adolescente por perto___ diz apertando minha bochecha.

Vejo meus pais trocarem olhares um tanto explicativo, sobre o que meu pai quis realmente dizer, bem faz um bom tempo que eu comecei a entender alguns olhares que eles trocavam e devo dizer que eu sinceramente não queria ter descoberto o que esse olhares queria dizer, se eu puder voltar no tempo para me evitar de entender esse olhares. 

Fazia um bom tempo que eu não via a Los Angeles, e devo dizer que a cidade continua linda eu só espero que desse vez eu encontre alguém interessante, não demorou muito e o nosso carro já estáva na frente da casa da minha avó, saio do carro meio que correndo e os meus pais vem atrás eu já abro a porta vejo o meu tio Chaz é a minha Tia Clara e a minha avó e meu avô sentando em um sofá e  a Clara e o Chaz em outro.

___Meu Deus como esse menina cresceu___ Minha avó fala vindo me abraçar.

___Que saudades avó___ digo ainda abraçando.

___Tenho que concorda com a sua avó você cresceu muito ___ Avô diz me abraçando.

E logo depois meu tio Chaz me abraçou de lado e a minha tia Clara me abraçou um pouco mais apertado e logo depois foi abraçar minha mãe enquanto o meu tio Chaz ''abraçava'' meu pai, depois meu pai comprometo a minha avó e o meu avô e minha mãe fez o mesmo.

___Olha só quem cresceu___ Alan fala vindo da cozinha.

____Olha só se não continua sendo o mesmo idiota ___ digo o olhando.

___E você continua a mesma baixinha e chata___ fala me encarando.

___Pena que eu não pedi sua opinião____ digo cruzando os braços.

___Kay tenha modo___ minha mãe me repreende.

___Opinião não se pedi apenas se escuta___ fala se escorado na parede. 

___Alan tenha modos___ Minha tia a repreende e eu sem querer sou um sorrisinho de lado.

___Mas então estão pensando em ficar muito tempo com as suas famílias?___ Minha avó pergunta enquanto meus pais se se sentam em um sofá e eu me sento no chão mesmo.

___Nos iremos passar nós férias aqui, já que Kay estava reclamando que fazia tempo que não vinha passar um longo tempo aqui vocês, e como eu e o Justin também estávamos com saudades dos nossos pais e amigos nós viemos passar as férias aqui.

___Para a minha infelicidade eu vou ter que conviver com esse menina?___ pergunta olhando para seu pai.

___Alan chega___ Minha tia lhe dá uma bronca.

___Não se preocupa eu também não estou nem um pouco feliz com isso, afinal quem iria gostar de ficar aguentando um idiota e babaca como você Alan ___ Digo me levantando.

___Babaca é você otaria ___ diz se levantando também.

___Chega___ minha mãe e a minha tia Clara gritaram.

___Olhando assim até parece que vocês são irmãos ou que eu gosta um do outro.___ Chaz diz empurrando meu pai de leve que já estava com uma nada boa enquanto meu tio sorria assim com os meus avós.

___Mas nem em outra vida___ digo um pouco irritada.

____Quem sabe no dia 32 de maio eu vejo gosta dela.___ Alan diz ironicamente.

____Alan sobe agora para o seu quarto____ minha tia diz apontando para a escada e ele vai reclamando eu dou um sorriso.

___Kay sobe agora o meu antigo quarto___ minha mãe diz séria e eu apenas contínuo ali.

___Eu até iria mas eu não faço a mínima ideia em qual porta fica seu antigo quarto.

___Segunda porta a esquerda minha linda____ Minha avó diz sorrindo.

Então eu apenas subi as escadas e fui em direção a segunda porta a esquerda, na hora que entrei encontrei um quarto com uns detalhes roxos, minha avó deve ter mudado a decoração já que isso não estava aqui pelo menos pela discrição da minha mãe era diferente pois não havia aquilo, a cama de casal igual ao que minha mãe havia fala, fui até lá e vi que havia dois porta-retrto um  com  a foto de minha mãe ainda pequena e outra com ela aparentemente com a minha idade.

E como eu aparentemente estática de castigo, eu fui mexer nas coisas do antigo quarto da minha mãe ... E depois de tanto mexer encontrei algo realmente interessante era um troféu de uma competição de dança, eu fiquei me perguntando dês de quando a minha mãe dança? Afinal ela nunca me contou nada, mas eu já havia ouvido pessoas falando que a minha mãe havia participado do The Máfia  mas achei que fosse apenas mentiras. 

___Mãe___ digo descendo as escadas ____ Porque a senhora não me contou que havia ganhado isso?___ perguntei mostrando o troféu.

___Porque eu não achei que fosse importante___ disse dando de ombros.

___Por isso das aulas de dança? Não era só porquê meu pai gosta de dança mas também porque a senhora também.

___Sim!___ exclama e eu fui me sentar ao seu lado ___Mas se você não quiser continuar com as aulas de dança tudo bem.____ diz ''arrumando'' meu cabelo.

___Não... eu gosto das aulas e também gosto de dança.

___Então poderia nós mostrar algumas coreografia?___ minha tia pergunta me olhando.

____Claro é pai eu posso usar a sua nova música certo?___ perguntei só que antes que ele responda ___Ótimo, Kent vem comigo___ digo puxando Kent o meu professor para o fundo da casa.



Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...