História Entrei em Boku no hero - Capítulo 19


Escrita por: ~

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Aizawa Shouta, Asui Tsuyu, Bakugo Katsuki, Lida Tenya, Midoriya Izuku, Mineta Minoru, Personagens Originais, Todoroki Shouto, Uraraka Ochako, Yagi "All Might" Toshinori
Tags Lokurt!
Visualizações 64
Palavras 588
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Colegial, Comédia, Ecchi, Escolar, Ficção, Ficção Científica, Hentai, Luta, Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Violência, Yaoi
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Estupro, Gravidez Masculina (MPreg), Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Spoilers, Tortura, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Desculpa a demora, mas como eu estou no 8 ano e meio complicado postar no meio da semana mas aqui esta o cap, obrigada pelos favoritos e visualizações amo vocês.

Capítulo 19 - Vinho


Fanfic / Fanfiction Entrei em Boku no hero - Capítulo 19 - Vinho

A música clássica preenchia o quarto de Momo, a moça estava sentada na cama usando um curto vestido preto que ia até o meio da coxa, sentia a necessidade de tomar algo alcoólico a monotonia de um amor incorrespondido pelo mesmo homem que agora dividia "uma casa" Todoroki Shouto, não sabia desde quando se perdeu nos olhos, nas palavras e atitudes mesmo nos mínimos movimentos do bicolor. 00:46 ela havia guardado no fundo da geladeira uma garrafa de vinho e precisava dela.
A moça desceu calma e silenciosamente as escadas e chegou a cozinha, pegou uma tarça e abriu a garrafa despejando seu conteúdo no recipiente e logo em seguida provando do sabor da bebida.

 ?: você não tem idade pra beber isso sabia

a voz masculina sussurrou em seu ouvido, o ato a fez tremer e todos os seus pelos se eriçarem.

Momo:você não devia estar dormindo?
Shouto: e você não deveria beber...
Momo: eu tenho os meus motivos
Shouto: todos tem qual o seu frustração amorosa e todo o resto?

ele foi parar na parede e logo sentiu algo pressionado contra seus lábios, levou alguns segundos para perceber que era a boca de Momo.
Momo: abra a boca
e voltou para a posição anterior Shouto não sabia se a obedecia, tinha acabado  de perder o bv, a garota desgostou de que ele não fez como ela ordenou então colocou a mão dentro da calça dele e começou a masturba lo devagar, quando o bicolor abriu a boca na intenção de gemer teve sua cavidade bucal invadida pela língua da mulher, o coração em disparate combinava com a coloração avermelhada das bochechas, o maior sentiu o corpo todo queimar no momento em que ela chupou a língua dele.

Momo: você é o meu motivo

ela observou algum tempo o olhar chocado antes de dar mais um selinho nele e ir em direção as escadas e entrar no próprio quarto, escorregou devagar pela porta até o chão, aquele beijo a fez se sentir viva.

Shouto on:

depois daquele beijo meu coração estava acelerado como um cavalo, peguei a taça, a mesma que a bela dama cheia de graça e mistério havia bebido e coloquei mais vinho aquilo era errado mas...

Ele tomou o vinho cheio até a borda em um gole

tão certo... principalmente o que eu ia fazer agora...

Ele pegou outra taça pegou a garrafa e subiu as escadas e bateu na porta do quarto que foi prontamente aberta

Momo: pois não..?
Shouto: pensando bem regras as vezes devem ser quebradas

os dois se sentaram a os pés da cama e tomaram mais alguns goles de vinho

as pernas dela, o cheiro dela, o corpo e a mente haveria em algum lugar outra mulher tão bela, cheia de tanta graça e mistério? Os lábios dela...Tudo tão bom

o rapaz a jogou na cama e começou a beija-la com desejo, as mãos rasgaram a camisa dele, a calça e a box também não ficaram no lugar da mesma forma as vestes dela. Dois corpos nus em contato com o outro, amor recém descoberto por parte dele e mesmo assim tão profundo, logo o bicolor estava completamente ereto e Momo colocou a camisinha nele, deram mais um selinho antes que ele começasse a adentra la.

Os cabelos negros caindo na face suada...bonito angelical e erótico...perfeita....

Shouto: quer namorar comigo
Momo: con-concerteza

o choque, o movimento, beijos e carícias adentraram a noite parando muito depois do início após ambos  gozarem e irem dormir, partilhando da mesma cama e sentimento.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...