História Epopéia do Fim - Capítulo 54


Escrita por: ~

Postado
Categorias Mitologia Grega
Tags Ação, Aventura, Deuses, Epopeia, Fantasia, Fim, Grega, Luta, Magia, Mitologia, Violencia
Exibições 11
Palavras 1.972
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Luta, Magia, Romance e Novela, Shounen, Suspense, Violência
Avisos: Sadomasoquismo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir culturas, crenças, tradições ou costumes.

Notas do Autor


Boa leitura e espero que gostem!!

Capítulo 54 - Sentimentos


Fanfic / Fanfiction Epopéia do Fim - Capítulo 54 - Sentimentos

"A garota que desperta seus sentimentos em meio ao desespero!!"

Brandt feriu Chloe gravemente. Ela precisa de socorro urgente. Elaine, avisou a Damon o que estava acontecendo. E nesse momento, Julie libertou-se... O que aconteceu com o Chloe foi a chave para despertar seu poder imensurável. Brandt estava na parede e saiu dela em seguida. Ele ficou de pé e sorriu. Lágrimas saiam dos olhos de Julie que estava com uma expressão furiosa.

Lilith: Julie...

Silver: Grey, cure ela!

Grey: Tá bom! [Grey chegou e se ajoelhou ao lado de Chloe.] Hikari Kōka! (Luz da Cura) [Grey começou a curar Chloe. O poder de Julie não parava de fluir.]

Lilith: Silver, o que fazemos?

Silver: Eu não sei... A situação está totalmente fora do controle aqui. 

Brandt: Hahahaha. Seu ataque foi booooom... Está me deixando excitado! [Brandt também começou a emanar um enorme poder. Os dois poderia fluindo se colidiram e começaram a brigar por espaço. Era incrível. Até que tudo de repente parou. Julie segurou firme no seu Arco Celestial e começou a atacar sem parar. Brandt com seu Machado do Holocausto foi cortando algumas flechas e desviando de outras. Julie com um olhar frio, preparou três flechas de uma vez só e atirou.]

Julie: Three Shot Propagation! (Propagação de Três Tiros) [As três flechas se dividiram em dezenas e centenas de lasers até acertar Brandt de frente. A fumaça subiu e encobriu o local. Julie não parou e continuou atirando. Dessa vez ela colocou quatro flechas.] Four Shot Propagation! (Propagação de Quatro Tiros) [Os tiros se multiplicaram novamente e acertaram novamente o mesmo local. A fumaça aumentou. Julie colocou cinco flechas.] FIVE SHOT PROPAGATION! (Propagação de Cinco Tiros) [O mesmo aconteceu. Era assustador. A fumaça durou um bom tempo. Será que Brandt estava de pé? Estava derrotado?]

Lilith: Julie... [Julie estava respirando fundo, bastante ofegante. Seus olhos estavam arregalados.]

Meade: Foram ataques repetidos em uma questão de segundos. E cada um mais forte que o outro... 

Silver: E o Brandt não desviou.

Meade: Se ele não fez algo sobre isso, no mínimo deve estar bastante ferido. [A fumaça demorou a se dissipar.] 

Julie: Onde você está? Apareça! [Brandt falou nada. Julie apenas viu um círculo de fogo formado no meio da fumaça. E então toda a fumaça se foi. Brandt estava no meio do círculo de fogo, com apenas alguns arranhões.]

Brandt: Seu ataque foi beeeeem forte... Chegou até a ultrapassar minhas Chamas de Ares. 

Julie: Tsc. 

Brandt: Então... Tem algo a mais para me entreter? [Julie ficou mais furiosa ainda... Elaine estava na casa de Damon. Ela tinha ido avisa-lo sobre o que estava acontecendo.]

Damon: Que luz foi essa?

Elaine: Veio daquela ilha no leste. Eles estão lutando lá!

Damon: O que eles estão pensando?! Entre, rápido. [Elaine entrou. Damon foi se preparar.] Escute.

Elaine: O que?

Damon: Eu vou parar eles. Daisy está com febre. Pode ficar aqui e cuidar dela pra mim?

Elaine: Claro que sim, não precisava nem pedir. 

Damon: Ela está no quarto. Se ela perguntar algo, fale que fui resolver algumas coisas pendentes com Atena.

Elaine: Tá bom. Cuidado, Damon. E por favor, pare eles.

Damon: É claro. [Damon saiu. Elaine então, foi até o quarto de Daisy. Ela estava olhando para fora, de onde tinha saído a luz.]

Elaine: Olá, Daisy-chan! [Daisy olhou para Elaine.]

Daisy: Elaine-chan! O que está fazendo aqui?

Elaine: Seu irmão foi resolver algumas coisas e pediu pra eu cuidar de você enquanto não voltasse.

Daisy: Onde ele foi?

Elaine: Ele disse que ia resolver algumas coisas pendentes com a tia Atena.

Daisy: Ah sim... [Daisy voltou a olhar para fora.] Elaine-chan... Pode me fazer um favor? [Elaine olhou curiosa. Damon ia a toda velocidade para a ilha.]

Seus problemáticos... - Damon pensou enquanto seguia em frente... Na ilha, Julie e Brandt se encaravam. Grey estava ainda curando Chloe.

Silver: Como está aí, Grey?

Grey: Está difícil, mas vou conseguir. Ela está muito ferida. E é profundo. 

Lilith: Ei, Silver, temos que parar esses dois!

Silver: Eu sei! Mas eu quero saber o que eles vão fazer. [Ele olhou para Meade e Arthur.]

Meade: Acho que vamos ter que nos juntar agora.

Silver: Você acha?

Brandt: KYAHAHAHAHAHAHAHA! VAMOS NOS DIVERTIR MAIS! [Brandt foi atacar Julie que atirou uma flecha rapidamente. Ele a cortou e apareceu na frente dela.] MORRA!

Julie: Idiota.

Brandt: Hã? [Julie pegou uma flecha em forma de mini espada e tentou cortar Brandt. Ele defendeu na hora com o Machado do Holocausto. Ele foi pra trás.] Hmmm, interessante. Me pergunto como uma mera flecha sua conseguiu repelir um ataque de uma Arma Divina.

Julie: Você é idiota?

Brandt: Hã?

Julie: As flechas são elementos feitos à partir do mesmo material de meu arco. Ou seja, eles também são partes da Arma Divina. Meu arco não atira flechas normais. Apenas flechas feitas com a compatibilidade com o arco.

Brandt: Obrigado pela aula, senhora espertinha.

Julie: É melhor ficar mais quietinho. Vou fazer você engolir esses apelidinhos.

Brandt: É sério? Quero ver você tentar! [Brandt liberou um grande poder em volta de si.] Vamos, filha de Atena. Me divirta mais.

Julie: CALE A BOCA! [Julie pegou outra flecha e a preparou no arco.] DEATH LIGHT! (Luz da Morte) [A flecha foi na direção de Brandt, explodiu e criou uma cortina de luz. Brandt saiu dela e viu Julie vindo por cima. Ela pegou outra lança e ela ficou maior. Ela atacou e Brandt defendeu. Os dois começaram a trocar golpes sem parar.]

Meade: Então, o que fazemos? Vamos ficar apenas falando que temos que impedir e não vamos fazer nada?

Silver: No momento atual, é perigoso se aproximar assim. Brandt e Julie estão fora de controle. Não ouvem ninguém.

Lilith: E se eu usar as Linhas do Inferno?

Silver: Vai ser perigoso. Eles não vão parar mesmo se forem acertados por elas. Eles poderiam ser decepados. E não queremos isso...

Lilith: Então o que fazemos?!

Meade: Não sei... Acho que não há como pararmos isso até que algum dos dois caia... 

Os dois trocavam golpes incansavelmente. Brandt jogou Julie pro alto com o impulso do choque. Julie girou no ar, pegou a flecha, colocou no arco e atirou. Brandt cortou a flecha e pulou na direção de Julie. Ele a atacou e ela foi para o chão. Julie parou em pé, mirou para cima e acertou Brandt. Ele caiu e atacou com força com o machado. O chão afundou um pouco e depois disso Julie recuou. Brandt tentou esticar a mão para socar ela, mas Julie rapidamente pegou uma flecha e parou sua mão furando ela. Sangue escorreu. Brandt olhou para a mão e voltou sorrir. Julie mirou em sua cara, e com sua própria boca, puxou a corda para lançar a flecha. A explosão de luz fez Brandt ir para trás, assim como Chloe. Ele moveu o Machado do Holocausto, porém Julie foi mais rápida. Ela mirou para o céu.

Julie: Agora você vai morrer... 

Brandt: O que ela quer fazer...? [Julie atirou.] 

Julie: Vamos, Melancholy...

Sim. - Melancholy respondeu. Julie atirou outra flecha diferente em seguida. Ela colidiu com a primeira flecha e provocou uma onda incrível. Uma espécie de portal transparente se abriu e milhares de flechas em formas de laser começaram a cair como uma chuva.

Julie e Melancholy: Melancholy Rain... (Chuva Melancólica) [A chuva de flechas caiu em Brandt e provocou uma onda de fumaça. Julie apenas olhava... E então as memórias da mesma começaram a ser vistas...]

~~~x~~~

"Por que..." 

Julie, mais nova, estava olhando para o horizonte coberto em névoa, de um penhasco.

"Eu não consigo sentir emoções e sentimentos desde criança... Por que...? Por que elas estão presas dentro de mim. Eu as prendi dentro de mim..."

Chloe estava caída, com sangue na cabeça e Julie estava desesperada tentando acorda-la.

Julie: Chloe-neesama! [As vozes eram escutadas como ecos.] Acorde, por favor! 

"Chloe-neesama... Minha preciosa irmã... Eu faria tudo por ela. Tudo... Um dia, estávamos andando pela Cidade de Olimpia e fomos atacadas. Ainda éramos pequenas, e apesar de já sermos fortes, não conseguimos nos defender. Chloe-neesama falou para eu fugir e eu fiz isso... Eu nunca me perdoei pela decisão que tomei... Quando eu vi ela naquele estado, eu fiquei desesperada. E então..." 

Julie ficou com um poder incrível e matou todos os delinquentes que haviam batido em Chloe. Chloe acordou e viu Julie do jeito que estava.

Chloe: Julie...  

Julie: Chloe-neesama... Olhe só... Esse é o destino das pessoas que fazem mal a você...

"Minha irmã ficou feliz, mas assustada. Até eu fiquei. Eu olhei para ela e vi que ela parecia ter medo de mim... Era tudo o que eu não queria... Eu amo minha irmã... Eu não queria que ela ficasse com medo de mim... E desde então eu prendi todas as minhas emoções dentro de mim... Eu evito demonstra-las. Se minhas emoções forem postas à tona... Isso iria acontecer de novo. Chloe-neesama ficaria com medo de mim de novo... Por isso..."

~~~x~~~

Julie abriu os olhos. A fumaça seguia espessa. Brandt, apareceu sobre a fumaça, um pouco mais ferido. 

Julie: Ainda está vivo...

Brandt: Você não cansa de me surpreender... Incrível... Então, tem mais alguma carta na manga?

Julie: Seu merda...

~~~x~~~

No Monte Olimpo, Zeus e Atena estavam a batalha entre os Dez Apóstolos...

Atena: Julie...

Zeus: Você não vai fazer nada?

Atena: E você?

Zeus: Eu já dei meu veredito, não dei?

Atena: Sim... [De repente, um ar quente foi sentido. Era Ares. Ele entrou na sala e foi até Zeus.]

Ares: Yo, pai. 

Zeus: Ares... O que quer aqui? 

Ares: Nada... [Ele olhou para Atena. Ela evitou olhar para ele.] Olá, Atena.

Atena: Oi... 

Ares: O que vocês estão vendo? [Ele olhou a batalha acontecendo.] Brandt? Ele está lutando?

Zeus: Sim...

Ares: Ué... Os Dez Apóstolos estão em um dilema?

Zeus: Parece que sim...

Ares: Hmmm. Então, vou indo. Até logo. [Ares saiu. Atena continuou olhando para a Piscina da Vidência, se segurando pra não esboçar nenhuma reação.]

Zeus: Parece que ela chegou. 

Atena: Quem? [Uma garota entrou de cabelos longos e ondulados de cor verde água entrou na sala.] Você... [Ela se ajoelhou na frente de Zeus.]

Zeus: Está pronta para isso?

???: Sim. Seus desejos são uma ordem. [Ela sorriu. Porém a face dela não apareceu por completo.] 

Zeus: Muito bom... Então, boa sorte. Tome o tempo que for necessário. 

???: Sim. Então... Com licença. [A garota se foi.]

Atena: O que você está planejando, pai?

Zeus: Não se apresse Atena. Com o tempo as resposta virão... [Atena olhou para a Piscina da Vidência.]

O que você vai fazer agora... Damon? - Atena disse.

~~~x~~~

Julie estava cara a cara com Brandt. Grey ainda estava curando Chloe. Ela abriu os olhos fracamente e viu Julie do jeito que estava.

Julie... - pensou Chloe. - Você está...

Brandt: Então, vamos acabar com isso logo?

Julie: É o que eu pretendo. [Brandt segurou firme no Machado do Holocausto. Julie preparou o Arco Celestial. Os dois foram para cima um do outro. O machado de Brandt começou a pegar fogo. Ela sorria maleficamente. Julie carregou o Arco Celestial até o ápice do poder.]

Silver: Isso não é bom! Temos que para-los! 

Meade: Tsc. [Meade, Silver e Lilith tentaram correr para impedir os dois.]

Brandt e Julie: MORRA! [De repente uma luz azul apareceu e uma pessoa parou no meio dos dois.]

Brandt: O que?!

Julie: Hã? [Damon, levantou a cabeça e usou suas mãos para pegar Julie e Brandt pelos braços. Ele girou e os jogou para os lados opostos de onde vinham. Brandt e Julie caíram.]

Damon: O que vocês pensam que estão fazendo?

Lilith: Damon! 

Julie: Damon?

Brandt: Hehe. Mais um pra festa. [Damon olhou para Brandt... O ápice do conflito estava ali naquele momento!]

"O clímax do conflito!! Damon chega no campo de batalha!!"


Notas Finais


Continua no capítulo 55 - "A flor que semeia o caos 4"


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...