História Equal but different - Capítulo 7


Escrita por: ~

Postado
Categorias Saint Seiya
Personagens Personagens Originais, Shun de Andrômeda
Tags Amigos, Iguais, Yaoi
Exibições 45
Palavras 1.140
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Hentai, Luta, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Violência, Yaoi
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas da Autora


Desculpa a demora tenho três motivos.
Um- eu não vou ser infelizmente mais tia.
Dois- Eu tava sem criatividade.
Três- eu fiquei atualizando muito a minha interativa the sisters.
Boa leitura.

Capítulo 7 - Encontro duplo


Fanfic / Fanfiction Equal but different - Capítulo 7 - Encontro duplo

Uma semana depois:
Mansão Kido:
Dylan estava conversando com Seiya e Shiryu.
— Shun com qual tipo garota você ficaria?— perguntou Seiya, Seiya sempre insistia que Shun era gay e queria provar isso.
— Com garotas que não tenha cabelo natural, tipo cabelo rosa, e olhos azuis, baixinha divertida, aventureira e que gosta de rock e pop— falou Dylan.
— Não sabia que tinha gosto por tipos de garotas assim— falou Shiryu.
— Não sabia que tinha gosto para garotas— falou Seiya.
— O que você quis dizer com isso?— perguntou Dylan, com um olhar sério.
— Cara, casa de libra, nunca deu uma chance pra June, nunca ti vi com uma garota, é óbvio que você é gay— falou Seiya.
— E se eu fosse, qual seria o problema?— perguntou Dylan, cruzando os braços.
— Nenhum, eu só quero que admite, a maioria dessa mansão é— falou Seiya.
— Seiya, eu não sou gay, e posso provar isso— falou Dylan.
— Como?— perguntou Seiya.
— Um encontro duplo, eu levo uma amiga que conheço e você leva a Saori— falou Dylan, Seiya estava ficando com Saori.
— Claro, hoje às oito horas, quero ver essa garota que conheceu— falou Seiya, sarcástico.
— “tá na cara, que vou precisar da Saira”— falou Dylan, indo pro jardim da mansão, e ligando pra Saira.
Enquanto isso:
— Shun, cadê o pai?— perguntou Castiel, enquanto jogava no notebook.
— Ele saiu, ele foi trabalhar, ele disse que talvez só volte meia noite— falou Shun, entregando uma lata de refrigerante para Nathaniel.
— O pai trabalha muito, queria que ele passasse mais tempo com a gente— falou Alexander, que brincava com os bonecos do batman e Superman.
— Ele precisa nos sustentar, Dylan só pode trabalhar com vinte um anos— falou Nathaniel.
— Na realidade, eu poderia trabalhar a partir dos quatorze, mas acontece que ninguém quer ficar com vocês, então eu preciso ser seus babás— falou Shun, se sentando do lado de Castiel.
— E você gosta de cuidar da gente?— perguntou Castiel.
— Claro, eu adoro vocês— falou Shun.
— Dylan, eu posso dormir?— perguntou Alexander.
— Mas são três horas da tarde— falou Shun.
— Mas estou me sentindo muito cansado— falou Alexander, se aproximando de Shun.
— Tudo bem, vai descansar um pouco— falou Shun, então Alexander vai para o seu quarto.
— Dylan, eu quero ver um filme— falou Nathaniel.
— É só colocar na TV— falou Shun.
— Não, eu quero ver no notebook— Falou Nathaniel.
— Não tá vendo que tô usando— falou Castiel.
— “Já vai começar”— pensou Shun.
— Me dá esse notebook— falou Nathaniel.
— Não, eu to usando— falou Castiel, e logo Nathaniel e Castiel, estavam fazendo cabo de guerra com o Notebook, até que Shun pega o Notebook.
— Já chega, enquanto não aprenderem a dividirem as coisas, vão ficar sem notebook e iPad, apenas poderão usar celular e ver coisas na TV— falou Shun, se levantando.
— Mas Dylan
— Nada de mas Dylan, uma hora vocês vão quebrar esse notebook, e ele custa caro— falou Shun, interrompendo Castiel.
— Chato— falou Nathaniel cruzando os braços, então Shun vai para seu quarto com o notebook na suas mãos.
Era 7:50 e Shun estava lendo um livro, enquanto Castiel e Nathaniel jogavam xadrez, e Alexander ainda dormia, até que a campainha toca e Shun vai atender, como sempre era Saira.
— Oi pra todo mundo— falou Saira.
— Ei, o que foi?— perguntou Shun.
— Eu vou sair, com uma certa pessoa, e seus dois amigos acho que se chamam Seiya e Saori, e só vim avisar você— falou Saira, Shun entendeu que seria um encontro duplo com Dylan, e Seiya e Saori.
— Notei que ia sair— falou Shun, olhando o visual de Saira, que era uma camiseta preta, short jeans, bota marrom e um casaco branco.
— Então nos vemos amanhã— falou Saira, saindo dali.
— Dylan, eu to com dor de cabeça— falou Alexander, aparecendo com uma cara um pouco triste, então Shun se aproxima do menino e toca em sua testa e percebe que ele está muito quente.
— Está com febre, senta ali no sofá— falou Shun, e Alexander se senta.
— Alexander está doente?— perguntou Castiel.
— Não sei, Castiel pega água pro Alexander e Nathaniel pega o termômetro— e os meninos foram pegar imediatamente as coisas.
— Tá doendo muito minha cabeça— falou Alexander.
— Já vai passar a dor eu prometo— falou Shun, abraçando Alexander.
Enquanto isso na mansão Kido:
— Cadê essa garota?— perguntou Seiya.
— Ela já vem, ela mora um pouco longe daqui— falou Dylan.
— Gostaria muito de conhecer essa garota— falou Saori, usando um visual diferente, ela usava um vestido branco curto, um cinto marrom, um casaco com estampa de onça e sapato de salto preto.
— Se é que existe uma garota mesmo— falou Seiya, então se ouve um barulho de campainha, e Tatsumi foi atender.
— Senhorita Saori, tem uma menina de cabelo rosa, ela disse que o nome dela era Saira— falou Tatsumi.
— Deixa ela entrar— falou Saori, então Saira entrar.
— Oi pessoal— falou Saira, então Dylan da um sorrisinho para Seiya.
— Então você é a Saira, até que é bonitinha— falou Seiya.
— Você achou que eu era feia?— perguntou Saira.
— Não, é que eu não sabia que você existia— falou Seiya, então Saira tenta partir pra cima dele mas Dylan a segura.
— Ela é nervosinha— falou Saori.
— Vamos logo, eu quero saber muito sobre vocês dois— falou Seiya, e os quatro saem da mansão, eles chegaram no restaurante e fizeram seus pedidos.
— Me contem, onde se conheceram?— perguntou Saori.
— Na praia— falou Saira.
— Interessante e como foi que se conheceram na praia?— perguntou Seiya.
— Eu meio que estava distraído, ai eu sem querer não vi a Saira, e acabei a derrubando no chão, resolvi pagar um sorvete pra me desculpar, e depois disso viramos amigos— falou Dylan, enquanto o garçom, colocava a comida na mesa.
— Puxa que legal, e só são amigos?— perguntou Saori.
— Sim, mas eu me tornei bastante próximo da Saira— falou Dylan, segurando a mão de Saira, que dá um Sorriso.
— Sabe, que queria saber, Saira o que você sabe sobre o Shun?— perguntou Seiya.
— Ele é alérgico a morango, seu sobrenome é Amamaiya, ele é pacifista, adora rosas, e seu melhor amigo é Afrodite— falou Saira.
— Sabe por um instante, achei que Shun pudesse estar inventando tudo— falou Seiya, e todos começam a rir, até o telefone começa tocar, e Saira vai atender.
— Shun, essa garota ela parece legal, por que nunca falou dela pra gente?— perguntou Saori.
— Sei lá, achei que não precisavam saber de toda a minha vida— falou Dylan, então uma Saira nervosa vai em direção ao Dylan.
— Preciso falar com você— falou Saira, e Dylan e Saira sai pra fora do restaurante.
— O que foi?— perguntou Dylan.
— Shun me ligou, e me disse que Alexander está no hospital— falou Saira.
— Como assim?— perguntou Dylan.
— Alexander desmaio— falou Saira, Dylan então entra no restaurante e se despedi de Saori e Seiya, e vai para o hospital com Saira.
Continua...


Notas Finais




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...